Car.blog.br

Pesquisar este blog

Mercedes Classe X: versões, preços (estimativa) - vídeo

Categorias: , , 23 Comentários

A Mercedes-Benz fez a apresentação oficial de sua nova picape média Classe X para a América Latina na cidade de Santiago do Chile. O modelo chega ao mercado brasileiro em 2019, e será fabricado na Argentina, em uma unidade que produzirá suas “irmãs” – Renault Alaskan e Nissan Frontier.

Mercedes Classe X - Picape


Em termos dimensionais, o Classe X mede 5,34 metros de comprimento, 1,92 metros de largura, 1,82 metros de altura. O entre-eixos é de 3,15 metros. A capacidade de carga é de 1.016 Kg, e o tanque tem capacicidade de 73 litros.

Mercedes Classe X - Picape

O vídeo a seguir mostra a picape em detalhes.



A estética do Classe X, especialmente na lateral, não nega que é um modelo derivado da Nissan Frontier, mas ela traz também elementos típicos dos carros atuais da Mercedes, como os faróis, capô do motor e grade dianteira com barras de aço escovado.

Mercedes Classe X - Picape

Para deixar a Classe X ainda mais diferenciada em relação à Frontier, foram adotadas caixas de rodas com contornos menos marcados. Na traseira há uma tampa com design mais sóbrio e lanternas verticais (de LED nas versões mais caras) que não adentram às laterais.

Mercedes Classe X - Picape

A maior diferenciação, porém, está no interior. O Classe X ainda compartilha interruptores e manopla de transmissão com a Frontier, mas é só. O aspecto interior é bem diferenciado.

Mercedes Classe X - Picape

O cluster de instrumentos, volante e central multimídia são oriundos de outros modelos da marca.
No caso da versão top de gama, Power, o painel tem revestimento de couro na parte superior. O mesmo material está presente nos painéis de porta. Manopla de transmissão e volante adotam revestimento em couro perfurado.

Mercedes Classe X - Picape

O modelo topo de gama traz ainda banco do motorista com ajustes elétricos, climatizado. E, no console central, o comando da central multimídia por meio do trackpad. Na parte traseira, o banco dos passageiros é elevado e o espaço para cabeça é maior que no Frontier.


No que respeita aos itens de segurança e assistência ao motorista, o Mercedes Classe X oferece assistente ativo de permanência em faixa, leitor de placas de trânsito, ar-condicionado digital com duas zonas de climatização, câmera de visão 360º, faróis de full LED e sete airbags.

Mercedes Classe X - Picape

Inicialmente o Classe X será ofertado em versão X 250d, com o mesmo motor 2.3 biturbo diesel da Nissan Frontier, associado com transmissão automática de sete marchas, e tração 4x4 – acionada por um seletor no console.


Esse conjunto consegue acelerar os 2.234 Kg da picape de 0 a 100 Km/h em 11,8 segundos, para atingir uma velocidade máxima de 175 Km/h, segundo dados do fabricante.

Mercedes Classe X - Picape

No caso da Frontier, esse motor é barulhento e sente o esforço para movimentar a picape. No Mercedes isso não mudou, assim como o câmbio lento nas trocas.

Mercedes Classe X - Picape

As suspensões, porém, diferem da Frontier. A arquitetura manteve-se o independente duplo A na dianteira, enquanto na traseira há o eixo rígido com cinco pontos (5-link) de apoio no chassi.

Mercedes Classe X - Picape

Entretanto, no caso da Classe X, as bitolas foram alargadas em 7 cm, o ajuste foi amaciado para priorizar o conforto. O conjunto foi reforçado.


O resultado é que o comportamento da Classe X ficou similar ao da VW Amarok, sem o comportamento saltitante tradicional dos picapes de carroceria sobre chassi.

Mercedes Classe X - Picape

Apesar de ajustada para o conforto, a Classe X encara também estradas sinuosas sem aplicar sustos no motorista, pois a carroceria inclina pouco e de forma progressiva nesse tipo de situação.

A direção tem assistência hidráulica, com maciez adequada para manobras urbanas, mas, da mesma forma que o Frontier, com precisão aquém do esperado. O volante tem apenas ajuste de altura.

Além da versão X 350d, o Classe X terá ainda uma versão topo de gama, X 350d, com motor V6 3.0 Turbo Diesel de 258 cavalos e 56 Kgfm de torque, associado com uma transmissão automatizada de dupla embreagem 7G-Tronic Plus. Esse já é um powertrain Mercedes-Benz. Na Europa essa configuração será lançada no ano que vem.

Quem andou nessa versão relatou um funcionamento suave do motor V6, grande agilidade tanto do motor quanto da transmissão.
Ou seja, o Mercedes Classe X 350d será um legítimo Mercedes-Benz, de coração e alma.

Estimativa de preços

A estimativa extra-oficial de preços para o Mercedes-Classe X 250d, versão de acesso, é de R$ 200 mil reais, quando chegar ao Brasil em 2019. Ele competirá com as versões top de Hilux, Amarok e S-10.


Já o topo de gama, X 350d, deve custar cerca de R$ 300 mil reais, e terá como competira a VW Amarok V6, esta na casa de R$ 200 mil reais.

Conclusão

Mercedes Classe X - Picape

O Mercedes-Benz Classe X é uma picape que compartilha elementos da Nissan Frontier, mas diferencia-se bastante da irmã nipônica pelo acabamento de luxo, estética típica da marca e dinâmica confortável. Na versão X 250 d o powertrain é aspecto "não premium", corrigido no X350 D.

23 comentários:

  1. O blog está muitooooooo otimista.

    Anota aí a versão básica ficará na faixa de 280 mil e a top 400 mil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, se a versão realmente básica vir pra cá ela irá custar menos de 200 mil, porem deverá ser toda em plastico duro. É só analisar o preço de uma splinter ou uma vito aqui. A Mercedes sempre fez utilitários baratos.

      Excluir
    2. O pessoal esqueceu que não será um carro de luxo, mas um utilitário. Se não me engano, nem será vendido nas lojas de automóveis Mercedes.

      Excluir
  2. Competir com Amarok? Hahahahahahahaha. Quem é Amarok do lado desse Mercedes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A unica coisa de Mercedes seré o logo e talvez um acabamento melhor no interior das versões top de linha. Garanto que a Mercedes pé de boi será tão "ruim" quanto as concorrentes.

      Excluir
    2. Amarok é Amarok, essa Mercedes é Frontier!!! kkkkkkkk...

      Excluir
    3. Kkkkkk amarok? Q piada kkkk essa BOMBA q ngm quer

      Excluir
    4. Pessoas que lêem muita bobagem escrita na internete por quem nem tem o carro costumam pensar como você. Faz parte da "cultura" brasileira. Fazer o quê... Ahahah

      Excluir
  3. Eita pickup feia. Haja vontade de ter uma pickup MB pra comprar isso.

    ResponderExcluir
  4. Se o preço for guloso, vai ficar difícil pra essa picape vender bem.

    ResponderExcluir
  5. Mesmice em pick up. Colocaram emblema MB e pronto. Nada de novo. Passo.

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Com certeza. Nao sei o que a VWB está esperando pra colocar no mercado a V6. Não vi mais nada sobre esta pick up.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  7. Lindo carro, mas essa traseira é feia demais

    ResponderExcluir
  8. O motor é Renault...igual do Renault Master. Na Europa os modelos Classe À tem motores Renault tambem...os vendedores das CSS naõ podem dizer pra os clientes...porque o preço é mais caro por causa da estrela ....consumidor é bobo né ? Kkkk

    ResponderExcluir
  9. O que aquele garotinho está fazendo na foto do interior, do banco traseiro? hahahah

    ResponderExcluir
  10. Me Poupe, versão de acesso 200 mil ? sendo que posso comprar uma Hillux Top De linha ? essa caminhonete deveria vir com os preços iguais aos do mercado.. não vi nada demais nela... esse preço auto só por causa do emblema!

    ResponderExcluir
  11. Mds tem gente falando de amarok kkkkkk

    ResponderExcluir
  12. Bom que venha apenas em 2019, até lá já terá passado por uns 15 recalls.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.