Car.blog.br

Pesquisar este blog

Com Polo, Virtus e SUV´s, VW quer liderança no Brasil - 2020

Categorias: , , , , 63 Comentários

A Volkswagen do Brasil planeja voltar à liderança do mercado brasileiro até 2020, sendo que já a partir de 2018 a meta é ficar vice-liderança. Para tanto a montadora prepara uma ofensiva de produtos que começa com o Novo Polo 2018 e sua versão sedã, o Virtus, mas também muitas novidades no campo dos SUVs.

Novo VW Polo 2018

Atualmente a Volkswagen ocupa a terceira colocação no acumulado do ano de 2017, chegando à vice-liderança em alguns meses. Entretanto, a partir de 2018, já com o Polo e Virtus no mercado, a vice-liderança será consolidada. Segundo o CEO da VW América do Sul, "terceiro no Brasil não é o lugar da Volkswagen”.

Novo VW Polo 2018

O Polo é um elemento fundamental nessa estratégia, pois entra no principal segmento de mercado brasileiro, o de hatchs compactos, onde a VW já está representada com o Gol e Fox, mas sem condições de disputar com as versões superiores de Hyundai HB20, Chevrolet Onix, Peugeot 208 e Fiat Argo.

Novo VW Polo 2018

Dessa forma, o Novo Polo fechará essa lacuna no line-up da marca entre o Fox e o Golf, na faixa entre R$ 50 mil e R$ 80 mil reais - que é onde estão as versões mais caras e rentáveis desses modelos.

Novo VW Polo 2018

O Polo será oferecido em versões com motor 1.0 MPI de 90 cv, 1.0 TSI de 125 cv com transmissão manual ou automática - ambas de seis marchas, e também uma versão 1.6 MSI, com câmbio manual ou automático.

Novo VW Polo 2018

Além do Polo, o Virtus é outro fator chave, pois chegará para disputar o segmento de sedãs médio-compactos, como Honda City, Chevrolet Cobalt e até as versões mais acessíveis de sedãs médios, fazendo a ponte entre o Voyage e o Jetta - novamente um segmento de mercado que a marca está desguarnecida.

Novo VW Polo 2018

A chegada do Polo não provocará retirada de linha do Fox, mas este modelo sofrerá alterações de versões, ficando apenas com as configurações aventureiras, Track e CrossFox, de suspensão elevada.

Novo VW Polo 2018

No caso dos SUVs, já há três confirmados: o T-Cross, que será fabricado em São José dos Pinhas, e especula-se também o Altas na mesma fábrica. Haverá também uma picape derivada do T-Cross, e também um utilitário que será feito em São Bernardo do Campo.

Novo VW Polo 2018

Outro vetor da ofensiva da Volkswagen é a América Latina, com ampliação das exportações dos modelos brasileiros - algo que já está em curso.

Novo VW Polo 2018

Neste ano de 2017, as vendas totais da VW Brasil chegarão a 430 mil veículos, dos quais 300 mil no Brasil, e 130 mil nos demais países da América do Sul. A produção no Brasil aumentará também para 400 mil veículos nas três fábricas que mantém no Brasil - crescimento de 20% sobre 2015.

Novo VW Polo 2018

A Volkswagen do Brasil também exportará 150 mil veículos este ano - um crescimento superior a 41% sobre os 106 mil veículos exportados em 2016, aumentando assim sua participação de mercado nos 26 países da região para 3,2% agora - crescimento de 60% sobre os 2% que detinha até 2016.



A meta é atingir 5% do mercado da América Latina e Caribe 2019 e superar os 10% de market share em 10 anos.

Novo VW Polo 2018

Com informações: [Auto Data]

63 comentários:

  1. Por que todas as imagens de divulgação são dessa linha R? Provavelmente a mais cara! Deveriam mostrar o carro na versão de entrada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho dificil a vw voltar a liderança. Tem a renault que vai subir no ranking com o lançamento do kwid. A fiat vai lançar o argo sedan que deve vender mais que o virtus. Além de o argo ainda aumentar mais as vendas. Com as promoções do mobi por 36k completo as vendas dele vão aumentar. Toyota vai lançar vários carros. Díficil a vw voltar a liderar com os preços altos que ela pratica.

      Excluir
    2. ^^ Por favor. Pare de orelhadas. Sai falando o que lhe dá na cabeça sem pensar, só sai bobagem. Se fizesse uma pesquisa básica, não falaria tanta bobagem.

      Vamos aos fatos: os preços da VW são muito competitivos.

      Observe que o Fox 1.6 MSI Highline custa R$ 59 mil, enquanto com isso vc só compra um Argo 1.3 boqueta.

      Golf: Hatch médio mais barato do Brasil.
      Gol: hatch compacto mais barato do segmento.

      Jetta: sedã médio mais barato do Brasil.

      Golf variant: station premium mais barata do mercado.

      Excluir
    3. Mesmo sendo uma inverdade ser mais barato em casa categoria... ser mais barato hoje não quer dizer que vá vender mais, Corolla que o diga.

      Excluir
    4. ^^ Poxa. Descobriu a América. O Corolla só vende mais que o jetta no brasil pois o Corolla é fabricado aqui, e o Jetta vem importado do México. O Golf é também praticamente importado, pois é montado em CKD.

      Em nível global o Jetta vende 3 vezes mais que o Corolla Sedan, veja:

      O Jetta em 2017 já vendeu 433.266 no mundo.

      Enquanto isso o Corolla Sedan vendeu apenas 142.371 unidades.

      http://www.car.blog.br/2017/07/ranking-dos-100-carros-mais-vendidos-no.html

      O Jetta vende mais de 3 vezes mais que o Toyota Corolla Sedan em ambito mundial.

      Excluir
    5. Não fale essas asneiras de vendas globais, ô seu hipócrita, estamos falando de Brasil, então se atente a isso, depois fala bobagem quando os outros jogam esse argumento de vendas...

      Excluir
    6. KKKK, Corolla: motor pífio, câmbio e segurança medíocres, estabilidade ridícula! Só defende quem tem! Quem "pilota" a nave Jetta nunca mais compra Corolla!

      Excluir
    7. KKKKKK! Corolla: motor pífio, cambio e segurança medíocres, estabilidade deplorável! Só defende que tem e não entende do segmento! Quem "pilota" a nave Jetta não troca pelo Corolla! Nem vem com essa o que manda é o que vende aqui no Brasil! terra de gente que só paga por etiqueta!

      Excluir
  2. A liderança é algo inexorável para a VW no médio prazo.
    E essa constatação decorre apenas de uma análise fria.
    Veja que todos os novos lançamentos, TODOS, entram nos segmentos que mais vendem (Hatchs Compactos, sedãs médios) ou estão em franco crescimento (SUV´s e picapes intermediárias entre leves e médias).
    E a VW não está posicionada em NENHUM desses segmentos.
    E mesmo sem estar em nenhum deles, está em 2º no Brasil.,

    Para a VW liderar, basta vender 5.000 unidades a mais por mês.

    Para isso, terá Polo (mercado que vende 35.000 por mes), Virtus (mercado de uns 15.000 por mes), T-Cross (mercado de uns 20.000 por mês), Nova Tiguan (mercado de uns 10.000 por mês) e nova picape concorrente da Toro (mercado de 7.000 unidades/mês).

    Como seus novos produtos terão baixa canibalização, eles nem precisam liderar em seus respectivos segmentos. Basta entrarem no mercado e voi à lá, liderança é algo inexorável.

    Fatos mercadológicos, apenas fatos mercadológicos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sonhar nunca é demais meu caro...

      Excluir
    2. Por que nenhuma, absolutamente nenhuma outra empresa vai lançar novos produtos. E se , por acaso lançarem alguém modelo novo.ou reestilizado, quem seria louco se não comprar um VW? Pra que lançar tantos carros se o up! E o Golf já são os melhores carros do mundo?

      Excluir
    3. Como assim a VW não está posicionada em nenhum desses segmentos? O carro que mais vende da VW, o gol, não é um hatch compacto?

      Excluir
    4. Pois é Luciano, na cabeça do Carlos a VW vai ser a única a lançar carros, enquanto TODAS as outras fabricantes irão ficar paradas.

      Chega a ser cômico.

      A Toyota foi uma das que mais cresceu no ano passado. Vendendo majoritariamente Corolla e Hilux. Imagine o cenário com a chega de um SUV compacto, hatch e sedã compactos premium, além da atualização do Corolla, Etios e Prius. E quem sabe uma picape compacta. Aí o Carlos pira.

      Excluir
    5. Querer não é poder.
      Não foi ontem, não é hoje, e somente será uma realidade no próximo milênio.

      VWB não conseguirá voltar à liderança com Polo e Virtus no país.
      Serão muitos caros para pensar que o mercado estaria disposto a se endividar ainda mais para levar um carro mais caro para casa...

      Excluir
    6. Como assim a VW não está posicionada em nenhum desses segmentos? O carro que mais vende da VW, o gol, não é um hatch compacto?

      O Gol e o Fox são hatchs compactos, mas só vendem em versões até 45 mil reais no máximo. São carros que estão há muito tempo no mercado, e apesar de tecnicamente superiores ao HB20 e ONix, no imaginário popular, os outros são mais "mudernos"..,pois o povo só ve design.

      Então esses carros Gol e Fox não conseguem competir com modelos topo, como ONix e HB20 com câmbio automático, até mesmo porque Gol e Fox não oferecem câmbio automático.

      Esses carros ficarão no mercado abaixo de 50 mil, e o novo polo disputará o segmento entre 50 mil e 80 mil.,

      Excluir
    7. Querer não é poder.
      Não foi ontem, não é hoje, e somente será uma realidade no próximo milênio.


      É sim. Em 2008 a VW estabeleceu que seria a líder mundial em vendas em 2018.

      E superou em 2016. 2 anos antes.

      http://www.car.blog.br/2017/02/oficial-volkswagen-supera-toyota-em.html

      A verdade é que a VW não tem concorrentes pois ela está muito acima das demais.

      Qual outra marca tem 2 motores turbo flex testados e aprovados para rodar no Brasil? Nenhuma.

      Qual outra marca tem 4 fábricas no Brasil? Nenhuma.

      Qual outra marca tem um carro totalmente inovador como o Polo? Nenhuma.

      A Toyota vai trazer aquele Yaris tailandês? Aquilo é mais feito que bater na vó. É uma piada.

      Não há nada que as outras possam fazer. A Verdade ´[e que a VW está muito à frente em engenharia e tecnologia, e por isso é a maior do planeta.

      E ela tem a vantagem de ter uma marca premium no seu portf´[olio, a Audi, que vende 2 milhões de carros por ano,. dá um lucro absurdo, e paga as inovações.

      É um conjunto de coisas: tecnologia e engenharia superior, que está muito à frente das demais, e um conjunto de marcas que não tem igual também.


      Excluir
    8. VWB só terá alguma chance de se tornar líder se melhorar o questionável pós-venda.
      Polo não baterá HB20, muito menos o Onix.
      Os compradores dos SUV compactos não deixarão de levar um carrinho da modinha para levar um hatch ou sedã compactos, sabendo que é um VW.

      Acorda, Carlos.
      VWB está longe de ter a reputação da década de 80, quiçá refletir o ímpeto da Matriz alemã...

      Excluir
    9. O pós venda da VW é muito superior ao da Toyota. Basta ver que a VW tem 600 concessionárias, e a Toyota 150. Ter mais pontos de atendimento é exatamente excelência em pós-vendas.

      Ademais, o Polo não vai competir com SUV´s compactos, mas sim com HB20 e Onix, e 208 e c3.

      Para competir com SUV compacto terá o T-Cross, com motor 10 TSI Turbo e câmbio automático.

      O ímpeto da matriz alemã está na VW Brasil. Basta ver que todos os novos lançamentos são de projetos da Alemanha: Polo, Virtus, Tiguan e T-Cross, fora o Atlas, que é dos EUA.

      Excluir
    10. Carlota, desista de colocar frases em alemão ou francês, só passa vergonha! Aprimore seu português para não ser motivo de chacota, já é o suficiente.

      Excluir
    11. Os únicos modelos que ainda vendem bem são Gol/Voyage é o Fox. O resto está tudo abaixo da expectativa, principalmente up! e Golf.

      Excluir
  3. Li em algum lugar que a Toyota é quem será líder no Brasil em 2020.
    Com Corolla+Hilux+Prius, além dos novos CH-R, novo Yaris e Vios, e finalmente o novo Etios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O C-HR não será fabricado no Brasil. Vem da Europa em versão híbrida a 150k. A Toyota não tem fábrica para ser líder.
      Sem chance. Vc não leu em lugar nenhum.
      Está apenas relinchando orelhadas sem fundamentação alguma.

      Excluir
    2. Com certeza quem falou isso falou besteira. Para chegar nessa situação precisaria ter capacidade produtiva e rede de distribuição. Além disso Etios nunca vendeu bem perto dos 3 concorrentes principais.

      Excluir
    3. Vc leu bem? Eu disse NOVO Etios.

      Excluir
    4. Hyundai tb não tem fábrica pra ser líder, e o número de ccs não é tão grande quanto as ex-4-grandes, e o resultado ta aí: está entre as primeiras. Com 2 carros de alto volume de vendas como o novo Yaris e novo Etios (que se melhorar o design na próxima geração tem grande chance de ficar entre os mais vendidos), além das vendas do Corolla e Hilux, a Toyota tem total condição de ser líder do mercado. E só resta vc chorar carlota.

      Excluir
    5. ^^ Não sabe contar? Volte para a escola e evite relinchar.
      A Hyundai tem uma das maiores redes de concessionárias, pois soma 250 da HMR e mais 400 da CAOA.
      E a Hyundai tem um dos maiores line-up do Brasil:
      HB20
      HB20S
      Creta
      Elantra
      i30
      Azera
      Tucson
      New Tucson
      Santa Fe
      ix35
      Hyundai HR
      Santa Fe 7 lugares


      Excluir
    6. Fábio, onde você leu tamanha balela???

      Excluir
  4. A Vw já confirmou que vai colocar o Aisin 6 nos carros com motor 1.0 tsi? Sei não hein, essa combinação não existe ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É confirmado que o câmbio da versão 1.0 TSI não será DSG como na Europa. Sendo assim, deve ser o Aisin mesmo. Mas não virá logo no lançamento. Fonte minha confirma.

      Excluir
    2. uma pena, pois o 1.0 tsi mais um DSG forma uma boa dupla. Experimentei o Fiesta Ecoboost Powershift e achei bacana o conjunto.

      Excluir


    3. Achou "bacana" o câmbio mais bomba do planeta, que foi descontinuado na Europa e é o responsável pela derrocada da Ford no Brasil. Esse entende...

      Excluir
  5. A reestilização do golf chega quando?

    ResponderExcluir
  6. Isso automaticamente me faz pensar que o Polo terá preços competitivos. Ansioso pelos preços/versões/equipamentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VW com preços competitivos?...rsrsrssrrsrs
      Veja o preço do FOX topo de linha, 80 mil..........kkkkkkkkkk
      Vai esperando e prepara-se para se cansar............

      Excluir
    2. Sim, VW tem preços muito competitivos.
      Qual o Hatch médio mais barato do Brasil? Golf.
      O Fox Highline copm motor 1.6 MSI 16V é R$ 5 mil mais barato que o HB20 premiume mais completo.

      O Gol é o hatch compacto mais barato do segmento.

      O Jetta é o sedã médio mais barato do Brasil.

      E a VW Golf variant a station premium mais barata do mercado.

      O Tiguan de 130k é infinitamente superior ao COmpass de 130k.
      ]
      Então, sim, como demonstrei, a VW pratica os preços mais baratos.

      Excluir
  7. O Virtus me interessa bastante, mas hj de Sentra SL completo com teto solar, fica difícil mudar para outro carro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Senta é de londe o pior sedã médio do mercado.
      http://www.car.blog.br/2015/11/corolla-altis-20-cvt-atropela-civic-exr.html

      O Sentra tomou mais de 4 segundos do Corolla na pista do Acelerados.

      O Sentra é um carro ridículo. Qualquer outro sedã é melhor que ele.

      Excluir
    2. claro porque todo mundo quer correr.

      Excluir
    3. Quem liga pra 4s num teste meia boca do acelerados ?!? Ah, o pessoal vai comprar ele pq vão sair realizando rachas nas ruas e estradas...que cara mais asno...

      Excluir
    4. Oh Carlos, como é o pior se há tempos oferece ESP/ESC no segmento? Como é o pior se possui o melhor custo de reparabilidade?

      Excluir
  8. Com essa demora da VW a onda vai passar e aí chegarão esses tao falados lançamentos...SUVs e etc...
    Uma pena isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu acho que a VW demora mais um pouco mais traz coisa boa...
      a renault trazendo aquela cadeira elétrica do kwid....que levou zero estrelas...aff...

      Excluir
  9. Sonho meu.....sonho meu.... Vai buscar quem mora longe sonho meu!

    ResponderExcluir
  10. As outras empresas já estão em segmentos de alto crescimento.
    Enquanto isso o lineup da VW está atualmente posicionado em segmentos de baixo potencial.
    Os modelos mais modernos estão em segmentos de mercado em baixa: Up!, entre os sub-compactos, e Golf nos hatchs médios.
    E mesmo assim, com o seu lineup antigo, de mais de 10 anos, Gol, Fox, Voyage, e etc, com esses modelos antigos, ela está em 2º lugar no mercado brasileiro.
    É incrível isso, e mostra o quão forte é a marca no Brasil e na América Latina.

    Agora a VW vem com essa ofensiva de produtos modernos e em áreas onde ela não atua (segmento superior dos hatchs compactos) e SUV´s,. que estão entre os campeões de crescimento.

    Ou seja, mantém o line-up atual e ainda traz um monte de novos produtos. O resultado não será outro que não a liderança.

    Nenhuma outra marca tem tanto potencial de crescimento como a VW no Brasil, pois a VW é a única que não está posicionada nos segmentos mais dinâmicos.

    Todas as outras já exploram tais segmentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho que concordar com o Carlos sobre o fato da vw permanecer em segundo lugar mesmo com preços altos, automóveis antigos e lançamentos em segmentos sem expressão. No entanto, para vender tem que ser bonito.

      Excluir
  11. Gente...acho que apenas o novo polo já vai dar para conseguir isso. a vice-liderançca em 2018 acho fácil...esse polo é lindo demais...designe o povo todo gosta...
    e ai esse monte de suv e mais o virtus....a vw vai conseguir sim.,

    ResponderExcluir
  12. A liderança é sim, factível. A VW vai lançar bons produtos com plataformas e motores modernos. Quem é gear head sabe diferenciar o que bem do que não é. Entretanto, a grande massa de brasileiros não sabe. Compram Onyx, um projeto defasado, pelo preço e pela multimídia. Multimidia que eles poderiam instalar via after market em qualquer outro carro. Então a VW depende de vencer também a estratégia do marketing e comunicação. Só engenharia não basta. O Polo antigo era um puto carro - para a época - e fracassou. O Fox deveria substituir o Gol e fracassou. O Up deveria ser o modelo de entrada da marca. Não chegou a fracassar, mas nunca foi "o" carro de entrada. Tanto que agora foi reposicionado acima do Gol. Minha aposta: depois de tanto levar fumo a VW aprendeu. E vem com tudo. E sai da linha senão o trem passa por cima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Up! e o Mobi são carros do segmento sub-compacto, que vendem muito menos que o de compacto não só no Brasil como no mundo inteiro.
      Mas a VW opta por exportar o Up!, enquanto a Fiat desova o Mobi em locadoras a preço vil. Se olhar no varejo, o Up!, R$ 20 mil mais caro, vende a mesma coisa que o Mobi, que é R$ 20 mil mais barato.

      Agora, o caso da VW Brasil não é de "erro" propriamente dito. Na última década, o foco da VW em âmbito mundial foi se tornar líder global (o que conseguiu com 2 anos de antecedência), e investir pesado na China.

      Observe que a VW vende 4 milhões de carros por ano na China. A China representa 40% das vendas globais da marca.

      Enquanto na América Latina este ano a VW vai vender 460 mil carros. Então, claro, a China vende 10 vezes mais. As atenções estavam todas voltadas para lá.

      Agora, com a China estabilizando o crescimento, e a VW Mundial colhendo frutos desse investimento, está ampliando sua ofensiva em outros mercados: América Latina, EUA e Oriente Médio.

      Então, chegou a hora da VW Brasil dar o salto que já foi aplicado ao mercado chinês.

      Excluir
    2. Carlos, concordo com algumas coisas que você disse. Entretanto, o UP brasileiro não é exatamente igual ao europeu. Ele passou por um processo de "alongamento" que o deixou quase do tamanho do Gol, do segmento compacto, portanto. Segundo uma fonte que trabalha na VW, o que houve foi uma mudança de estratégia. Em vez de projetos locais, carros mundiais. Por isto Gol e Fox estão com os dias contados.

      Excluir
  13. Cara na boa de coracao e sem ser nenhum pouquinho hater, mas eu trabalho na ala 14 em sbc e sem brincadeira eu nao vi ainda esse polo de 90 cv que todos estao falando, todos que passaram por mim era de 82 cv pelo adesivo que vi no vidro, talvez ela esteja escondendo mas pra todos que pergunto aqui na linha ninguem confirma isso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até onde eu fiquei sabendo, a única motorização que vai ter de 90cv vai ser a TGi que nem vai ser vendida aqui...

      Excluir
  14. É não podemos esquecer que em 2020 vai ser lançado o novo gol,com a plataforma do up!,eu na minha opinião a wv tem tudo para liderar o mercado na América latina,a gm está se mexendo também,mais os produtos da wv realmente estão acima de outras empresas,eu escrevo isso como proprietário de um veículo da marca sem axismos.

    ResponderExcluir
  15. Pergunta aos entendidos: há chance de Polo GTI aqui no BR?

    ResponderExcluir
  16. Carlos, para vc que sempre está bem informado das coisas sobre a Volks, me diz aí, quando virá mesmo a nova geração do Golf? Confirmada também para 2019? Quero saber de fato a NOVA GERAÇÃO e não a simples reestilização que já vem esse ano...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  17. Admiro alguns produtos da VW, mas sai de uma concessionaria agora onde o vendedor não se prontificou nem pra se apresentar... dificil querer liderença dessa forma...

    ResponderExcluir
  18. Em 2018 isso não irá acontecer simplesmente por causa do fim do Inovar Auto, vai ter uma enxurrada de lançamentos chineses, principalmente SUVs, que é o que o mercado quer, e eles vão custar entre 60 e 100 mil, exatamente a faixa do POlo e Virtus. E o tal SUV da VW pra brigar nesse segmento deve vir so em 2019, quando muito, a VW é tao lenta qt a Toyota. Até tem muito chão e muita concorrência, e esse Polo da foto nem pro Brasil vem!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.