Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Golf 2017: tecnologia avançada para enfrentar premiums

Categorias: , , 32 Comentários

A Volkswagen revelou a versão atualizada do Golf - veículo que oferece novos recursos, incluindo controles por gestos e sistema de condução semi autônoma - ambos introduzidos pela primeira vez no segmento.

Volkswagen Golf 2017

O objetivo da Volkswagen com a atualização do Golf é o de mantê-lo como carro mais vendido na Europa, e também concorrer com rivais premium como o BMW Série 1 e Mercedes-Benz Classe A.


Volkswagen Golf 2017

Desde que a atual geração de Golf foi lançada em 2012, a marca já vendeu mais de 3,2 milhões de carros em todo o mundo e, com este lifting de meio de ciclo de vida, que já poderá ser encomendado na Europa a partir do início de dezembro, a VW espera expandir ligeiramente sua participação de mercado no estagnado segmento de hatchback compacto (médio).

Volkswagen Golf 2017

O Golf tem um status particular: é o modelo referencial absoluto em sua classe. E, do ponto de vista de qualidade percebida, ele é tido pelos consumidores como um produto premium. Atualmente, o Golf está no mesmo nível dos modelos de marcas como BMW e Mercedes-Benz.

Volkswagen Golf 2017 - interior

O Golf 2017 chega com novas caixas de transmissão de sete velocidades, e novos motores gasolina de 1.5 litros chamado "1.5 TSI Evo", cuja versão de 130 cavalos de potência, "BlueMotion", gasta até 1 litro a menos a cada 100 km rodados graças a várias otimizações.

Volkswagen Golf 2017

É o caso do sistema de desativação de cilindros e um turbocompressor de geometria variável com aumento de potência. O motor é também particularmente eficiente graças às taxas de compressão mais altas obtidas através do fechamento prematuro da válvula de admissão (EIVC). Além disso, ele pode ser completamente desligado durante a operação, quando o motorista tira o do acelerador.

Volkswagen Golf 2017 - interior

Esta forma de "coasting" conhecida como "velejando" há tinha sido introduzida em alguns modelos híbridos, e a VW reivindica que é o primeiro motor de combustão convencional a oferecer tal inovação. A fim de manter a capacidade de carga para grandes operações como a direção de assistência elétrica, a VW montou no modelo uma extra de 12 volts para fornecer eletricidade. Isso reduz o consumo de combustível para um valor estimado de 27,1 km/l.


O Golf 2017 tem algumas alterações de design mais proeminentemente vistas na nova forma dos faróis, que envolvem ainda mais os cantos do carro. Ele também agora vem com LED nas luzes traseiras como item de série, e, na versão top-line, incorpora indicador dinâmico de mudança de faixa.

Volkswagen Golf 2017 - painel digital Active Display

A VW também adicionou características de condução semi autônomas. Entre esses recursos há um sistema que pode dirigir, frear e acelerar o carro a velocidades de até 60 km / h, mas exige que as mãos do motorista estejam no volante. O sistema utiliza os sistemas de alerta de saída involuntária de pista e o controle de cruzeiro adaptativo.

Vídeo - Novo VW Golf 2017



Controle de gestos

No interior, o primeiro recurso que chama a atenção é o "Active Info Display", a versão da marca VW do Audi Virtual Cockpit. Oferecendo apenas em combinação com o seu pacote de infotainment "Discover Pro", permite ao condutor selecionar manualmente entre várias versões de tacômetro digital e velocímetro, sistema de navegação integrado, dado do veículos ou opções de música no fundo, tal como a Audi.

Volkswagen Golf 2017 - interior

O sistema "Discovery Pro", o mais caro dos pacotes de TI do Golf, também vem com controle de gestos habilitado através de um banco de sensores infravermelhos abaixo do display touchscreen de 9,2 polegadas. Embora muito mais rudimentar do que a versão mostrada pela primeira vez no conceito Golf Touch do ano passado, que foi lançado em janeiro de 2015 na Consumer Electronics Show em Los Angeles, os ocupantes podem percorrer as estações de rádio ou as faixas dos álbuns através de um movimento lento da mão. Nem mesmo a Audi oferece este tipo de tecnologia em seus modelos atuais.

Volkswagen Golf 2017

A Volkswagen também tomou emprestado o Phone Box da Audi, integrando um compartimento de armazenamento que pode carregar indutivamente (sem fio) um smartphone.

Volkswagen Golf 2017

VW disse que as vendas antecipadas do Golf 2017 começam, na Europa, no início de dezembro com os preços idênticos aos do carro atual, apesar das especificações superiores.

Postagens relacionadas:

32 comentários:

  1. A VW e sua tradicional modéstia. O Golf 7 não precisava de nada para ser superior a BMW Série 1 e Classe A, até mesmo porque ele já era amplamente superior a esses dois.

    Nem BMW 1 e nem MB A ofereciam 7 airbags, ACC, Front Assist, e nenhum deles tem tecnologia e acabamento para competir com o Golf.

    O que a VW está fazendo agora é o que se chama "partir para a ignorância". é uma pancada tão forte nos concorrentes, que não sobrará pedra sobre pedra.

    Quero ver como a BMW e a Mercedes vão explicar que não oferecem condução autônoma em seus carros, coisa que está no Golf?

    Tudo bem que esse controle de gestos é firula, mas o Active Display, não. Tecnologia muito avançada, e também longe de BMW e Mercedes terem algo similar.

    Enfim: o Golf já era superior aos BMW e Mercedes. Agora está em uma categoria acima, que seriam de premium nível 2.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "nenhum deles tem tecnologia e acabamento para competir com o Golf"...

      Menos...

      Excluir
    2. Carlos vc voltou


      Pelo menos esta mais tranquilo ne

      Excluir
    3. entra em um mk7 e entra em uma bmw 320 com painel de kadett gsi

      Excluir
  2. Tive um Golf Highline até maio do ano passado. Carro muito bom, acabamento excelente, consumo espetacular. O problema é a VW do Brasil: a rede é fraca e as revisões a cada seis meses - ainda bem que mudaram agora - eram um desestímulo. Essa versão reestilizada está bastante interessante.

    No momento estou com outro alemão na garagem, mas o Golf se posiciona bem diante dos rivais premium.

    ResponderExcluir
  3. Gostei do carro das fotos mas provavelmente é o top que passa dos 100mil, quero ver a versão pé de boi 1.0 e 1.4 se vai ser arrumadinha assim.

    ResponderExcluir
  4. O Golf 7.5 ficou imbatível. Virá em breve para o Brasil principalmente o powertrain em razão dos limites de emissoes impostos e a volta do DSS7 que foi a grande atração até 2015. Alem de poder extender este powertrain para toda a linha VWB incluindo o novo SUV e Jetta remodelado. O investimento em PeD e ferramental ja foi feito pelos alemães e trazer pra ca e Mexico custaria bem menos. Seria um grande atrativo da marca aqui no Brasil que está precisando.

    ResponderExcluir
  5. Temos que admitir: um carro de uma marca generalista (VW) é superior aos premium de entrada. E muito superior aos hatches da concorrência generalista. A vida para o 308, Focus, etc, ficou bem mais difícil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que temos uma cultura de consumir porcarias por preços altos, talvez por isso os mk7 golf enfrentam dificuldades nas vendas perante essas piadas de mal gosto que consumimos. VW sabe que nosso grau de exigencia é baixo e por isso faz do golf aqui pouco caso. esse mk7 é anos luz superior em tudo a qualquer carroça dessas que temos que engolir e caro ainda. mesmo se baixarem os preços , claro que vai aumentar as vendas, mas infelizmente aqui no brasil nao temos cultura para consumo de hatch médios, esse golf mk7 é um espetaculo de carro, pena que nao termos cultura para produtos bons. gostamos mesmo é de porcaria caras. mk7 tapa na cara de qualquer concorrente, esse mk7.5 é literalmente um soco. se fossemos exigentes jamais aceitariamos a vw capar um freio eletronico e um autohold.

      Excluir
  6. Incrível como a VW não erra com o Golf, todas gerações são tops, principalmente o GTi, são lindos desde a primeira versão.

    ResponderExcluir
  7. Sem dúvida o melhor automóvel de marca generalista que existe. Melhor do que o Golf só entrando nas marcas premium.

    ResponderExcluir
  8. Bom, pessoal, essa primeira semana com meu Golf 1.0 foi bem agitada.
    Rodei mais de 900km e ontem, finalmente, com o carro devidamente emplacado, fiz o trajeto Rio/Resende/Rio.
    Deixei de lado o Corolla da Fundação e fui de Golf.
    Em todo esse tempo, em que o carro foi extremamente utilizado, vai aqui minhas primeiras impressões sobre o carro.
    De positivo, quase tudo: câmbio, suspensão, prazer ao dirigir são seus pontos mais altos;
    O carro é uma delícia de dirigir, super silencioso, câmbio extremamente macio, fora o conforto oferecido e aquela vontade de nunca querer chegar ao destino, tamanha é a vontade de querer dirigi-lo para sempre, rssssss.
    Outros pontos que destaco é a economia: o carro anda muiiiiito e gasta pouco.
    Nestes mais de 1300km rodados em uma semana, a média foi de 13,5km/l, o que considero excelente pela pouca quilometragem do carro.
    Outro ponto que destaco, é mais psicológico, digamos assim: você á bordo, a sensação é de estar num carro premium, de categoria superior. O interior impecável te envolve e te leva para uma atmosfera de perfeição.
    Parece exagero, e talvez o seja, mas realmente vc chega ao final de um percurso, pensando com seus botões que por 75k, esse "luxo" todo valeu a pena, e muito.
    Pontos negativos?
    Pode ser que os tenha, mais ele insiste em não me mostrar.
    Alguns dirão que é um absurdo um carro desse preço não vir de série com comandos no volante ou um bom câmbio automático.
    Mas quando você percebe que, de série, ele vem com 7 airbags, além de ser um dos carros, comprovadamente, mais seguros do mundo, esses pequenos "deslizes" para alguns, se perdem diante do show de tecnologia que o modelo te oferece.
    E, afinal, com tudo que oferece, por 75k, há concorrentes? Acho que não!
    Por enquanto, ainda em lua-de-mel com o carro, tenho a absoluta certeza de ter feito um excelente negócio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Victor. Compra bem feita. Ovo nao tem cabelo. Procurar defeito no Golf não vais encontrar. Parceiro daqui pra frente sua régua ficou mais alta. Abraço

      Excluir
    2. É VW, é carro alemão!!! Se de Up! TSI nós já andamos com sorriso no rosto, imagine em um "The Very Best"!! PArabéns pela aquisição!!

      Excluir
  9. Essa semana vendi um i30 2011 com 6AB, teto, couro, multimídia. Modelo raro com o botão para ligar/desligar ESP. Pensei em vários outros carros e não queria abrir mão de segurança. A modinha das SUV é só para andar pouco mais alto. Ridículo a HRV só ter 4AB e na Top. Renegado me agrada no visual, mas manca e beberrona. Enfim, cheguei a um Audi A3 sedan 2015 com 33mil km por 78,5k é um Golf 2015 highline com teto com 5.600km por 80k...tudo certo e verificado, optei pelo Golf em função da km, seguro muito mais barato (R$2.200) e revisões mais baratas. Nem quero saber sobre o mimimi de câmbio DSG 7 vs Tiptronic 6 e se suspensão multilink é melhor ou pior....flex então acho piada aqui no RS...pesei que um zero com os opcionais que esse tem passa de 110k no site da VW. Hoje em viajem para Porto Alegre, ida e volta e o que circulei na cidade...200 e poucos km e média de 17.6km/L marcando no CB (se desse postava foto aqui para provar). Qualquer saudades que eu teria do i30 passou na hora..o i30 faria no maximo 11 nesse mesmo trecho. Estou muito satisfeito e aumentei meu nível de segurança com um carro que é Top Pick Safety+. Legal que a evolução contínua com essa atualização lá fora...o único problema de comprar Golf é que depois não se tem outras opções melhores nessa faixa de preço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isto. Depois do Golf o grau de exigência sobe demais e fica muito difícil a compra de um próximo carro. Se quiser continuar evoluindo só indo para as marcas premiums.

      Excluir
    2. Alexandre. Parabéns pelo Golfao. Excelente opção. Depois de se ter um Golf a vida sobre 4rodas fica complicada pois nada ou quase nada sibstitui o Golfao. Vc vira um viciado.

      Excluir
  10. Então o Golf é melhor compra do que o Audi A3?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nao tenho dúvida. Principalmente pelo custo com seguro e manutençao.

      Excluir
    2. eu não diria ser melhor ou pior. mecanicamente são iguais. legal do A3 é o xenon de série e o DRL que é muito bonito, peca demais a falta de sensores de estacionamento frontal e traseiro que não era de série nem no Ambiente em 2015. A3 seria mais emoção ou ainda passa mais status por ser Audi, mas o Wolf é mais racional pelos custos para manter ele. Como moro no interior do RS, tem CSS VW na minha cidade, já Audi eu teria que me deslocar muito para encontrar uma.

      Excluir
    3. eu acho. agora o a3 tem o glamour né hehehe. mas eu pessoalmente nao troco o golf num a3.

      Excluir
  11. O VW superestima tanto o modelo, a ponto de transformá-lo numa alternativa melhor que o próprio Audi A3. Pena que as principais atualizações não estarão disponíveis em todas as versões e mercados. Esses europeus são muito "egoístas"! rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas a VW sabe que muitos ainda comprarão o A-3 só pelo fato de ser AUDI... Assim como os manés que compram SUV compactos! Desculpem, mas não enxergo motivos de preferirem RENEGADE e HR-V, ao invéz de um GOLF ou FOCUS!

      Excluir
    2. Essa geração do Golf rivaliza demais com o A3 hatch. No caso brasileiro, a manutenção mais cara e a rede de assistência limitada da Audi ampliam ainda mais o abismo de custo-benefício em favor do Golf. Não deve ser diferente em outros países. Mas a Audi tem seus méritos, sem dúvidas. Só que terá de entregar mais na próxima geração do A3 para deixar cada um no seu quadrado dentro do grupo VW.

      As escolhas por um SUV passa muito pela funcionalidade, não só por modismo. Não há mais vans como antes, muito menos wagons. As pessoas estão maiores, a população envelhece e as famílias continuam se formando, logo a demanda por carros mais amplos, versáteis e robustos só tende a crescer, justificando a escolha por um SUV compacto. Não é à toa que a própria VW e Ford apostam muito das suas fichas nesse segmento, até sobre a base de Golf e Focus... Chegará um tempo em que os hatches serão carros tão de nicho como são os roadsters hoje, infelizmente.

      Excluir
    3. Elton, não entendi a funcionalidade que você quis dizer para um SUV compacto como HRV e Renegade que são os modelos mais vendidos. A maioria dos compradores desses modelos nem pegam estradas de chão com esses carros. Espaço interno e porta malas também não são maiores que um hatch médio. é só mesmo para andar um pouco mais alto e por ser moda hoje em dia. agora compara o que tem de tecnologia e segurança um Golf vs HRV. Até no quesito iluminação que não deixa de estar relacionado a segurança a HRV tem um dos piores conjuntos ópticos. Quanto a ser robusto, não vejo esses SUV compactas serem mais robustas que outros. Tudo bem que a Renegade tem nota máxima de segurança em crash test, mas o Golf é Top Pick Safety+.

      Excluir
  12. Menos hehehe
    Golf é um ótimo carro mas nem tanto

    ResponderExcluir
  13. Só está faltando um pós venda premium.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.