Car.blog.br

Pesquisar este blog

Vespa volta a ser vendida oficialmente no Brasil este mês

Categorias: , 12 Comentários

O grupo italiano Piaggio anuncia o retorno das vendas do scooter Vespa no Brasil, agora com quatro modelos, todos importados, e que estarão disponíveis para pedidos a partir do dia 22 de outubro. Em novembro começam as vendas regulares.

Nova Vespa Primavera 2017 - Brasil

O "carro chefe" da marca no Brasil será a Vespa Primavera, com versões 125 cc e 150 cc. Haverá também a Vespa Sprint, com 150 cc, a Vespa GTS 300, com motor maior e mais potente, e a Vespa 946 Empório Armani, feita para celebrar os 130 anos da montadora e o 40° aniversário da empresa de moda.


ova Vespa GTS 2017 - Brasil

Para comemorar o reinício das vendas da Vespa no Brasil, a marca traz uma versão comemorativa limitada às primeiras 1.000 unidades da Vespa Primavera 150 cc, numerada de “0001” a “1.000”. O primeiros 1.000 compradores receberão uma placa com numeração especial e a imagem da bandeira do Brasil e a lateral da Vespa receberá as cores da bandeira da Itália junto com o logotipo Vespa.

Nova Vespa GTS 2017 - Brasil

A operação da Vespa no Brasil que começa agora já tem objetivos traçados até pelo menos 2018, quando pretende estabelecer um parque industrial com capacidade para fabricar 35 mil motos por ano, incluindo outros marcas do grupo Piaggio, como Aprilia, Moto Guzzi e a própria Piaggio. Até lá, pretende-se 2.000 Vespas este ano, 12.000 em 2017 e 35.000 em 2018 (já incluindo as outras marcas).


Os preços oficiais não foram divulgados, mas há uma estimativa de que o modelo de acesso, Vespa Primavera 125, tenha preço de em torno de R$18.000,00.

Nova Vespa GTS 2017 - Brasil

As duas primeiras lojas da Vespa no Brasil serão inauguradas no JK Iguatemi (São Paulo) e Iguatemi Campinas (SP) no dia 22 de outubro. Outras unidades serão abertas até o fim do ano. A marca também contará com concessionárias de rua, sendo a primeira na capital paulista na primeira quinzena de novembro.

Postagens relacionadas:

12 comentários:

  1. Preço estimado de R$ 18 mil? Espero que seja uma previsão bem pessimista, mas se for verdade, vai fracassar em vendas entes mesmo da marca se estabelecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com loja no Iguatemi JK não duvido nada.
      Esse é o shopping mais luxuoso do Brasil, e, na boa, nem nos EUA se vê um shopping tão luxuoso como esse Iguatemi JK.
      Eles vendem como grife de luxo, e vão cobrar caro. É de 18k para cima.

      Excluir
    2. Por esse preço, não vai vender nada. Yamaha e Honda agradecem.

      Excluir
  2. Um meio de transporte diminuto como este custar a partir de 18 mil ? Por isso que aqui neste país tem esquema, jeitinho brasileiro, pessoas pregando o contrário da ética e dos bons costumes.

    Isso me recorda um fato que aconteceu comigo dentro do Walmart, semana passada, fui comprar cabides, simples cabides, custavam nada menos que 12,90 sendo 3 unidades, não comprei obviamente, encontrei numa loja popular por 1,90 sendo 5 unidades.

    Até mesmo esse argumento de inflação, preços altos, tudo isso tem que ser avaliado, beira a insanidade o preço de certos produtos e serviços, depois reclamam, no Walmart neste dia parecia que eu era o único dentro do mercado, dos mais de 50 caixas disponíveis, se tivesse uns 10 funcionando seria muito, fadado ao fracasso por pura estupidez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema do Brasil são os brasileiros.

      Excluir
  3. Acho que ela vai vir com controle de estabilidade e tração, piloto automático, alerta de ponto cego além lógico de sistema start stop.

    ResponderExcluir
  4. Curto o Design. A cultura em volta da marca, mas preço proibitivo.

    Não rola.

    ResponderExcluir
  5. Preço realmente absurdo! Mas acho que a intenção não é mesmo vender o produto em massa!

    ResponderExcluir
  6. O pessoal acha que a VESPA voltaria ao nosso mercado como ? É claro que seria para o mercado de luxo, ou vocês imaginaram que um cara ficaria na dúvida entre sair com uma Burgman ou uma Vespinha ?

    ResponderExcluir
  7. Não é um bom produto mas tem estilo da "Vespa", e se a Shineray tivesse atendido aos pedidos dos clientes já teria uma versão 125 ou 150cc desta Retrô Ex: http://www.shineray.com.br/motos/produtos/ver/retro-ex-50

    ResponderExcluir
  8. Por 18.000? O cara vai preferir andar de UBER mesmo.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.