Car.blog.br

Pesquisar este blog

Fiat Mobi: consumo e impressões após 1.500 km de uso

Categorias: , , 28 Comentários

O Fiat Mobi Like 2017 objeto de nosso teste de "média duração" vai se aproximando dos 2.000 km rodados, a maioria dos quais usando etanol, sendo que no último abastecimento adotamos a gasolina Grid da Petrobrás. Neste artigo vamos relatar nossas impressões nesse período, bem como o consumo comparado do modelo com outros que foram testados por nós nos mesmo percurso.

carro Fiat Mobi

O consumo do Fiat Mobi Like abastecido 100% de etanol, em um percurso 50% urbano e 50% rodoviário, com o ar-condicionado ligado 100% do tempo, e na maior parte com 2 pessoas a bordo, ficou, na média, em 9,8 Km/l, com a menor medição de 9,5 km/l, e a melhor em 10 km/l, que foi a última e mais longa, e, portanto, a mais representativa.

carro Fiat Mobi

A tabela a seguir traz um comparativo de dados de consumo de etanol do Mobi contra outros modelos nas mesmas condições.

ModeloConsumo etanolΔ
VW Up! TSI11,5-15%
Up I-Motion11,1-12%
Fiat Mobi9,8
Ford Ka 1.09,71%
Chery Celer 1.58,516%
Fiat Toro7,040%

Os dados acima mostram que o consumo de etanol do Mobi 1.0 é 12% pior que o do Up! I-Motion (veja aqui), e 15% pior que o do Up! TSI (aqui), nas mesmas condições. Entretanto, apesar do motor antiquado, o Mobi 1.0 apresenta basicamente o mesmo consumo do Ford Ka 1.0 (aqui), mas o modelo da Ford tem um desempenho melhor.



Além disso, o sub-compacto da Fiat é 16% mais econômico que o Chery Celer 1.5 Flex, e 40% melhor que a Fiat Toro 1.8 Flex Automática no mesmo percurso.

Vídeo - Fiat Mobi - consumo e comportamento com etanol



Desempenho

O Fiat Mobi vem sendo testado com etanol e com gasolina pelas principais revistas especializadas, tendo mostrado sempre que seu motor antiquado, além de mais gastador, oferece uma performance inferior. Com etanol, o Mobi 1.0 acelera de 0 a 100 km/h em 16,5 segundos, enquanto com gasolina esse número sobe para 17,5 segundos - tempos que são cerca de 2 segundos mais lentos que os observados pelo VW Up! e Ford Ka.

carro Fiat Mobi

Esses números desfavoráveis de desempenho se refletem no uso do dia a dia do Mobi. Mesmo com etanol, que melhora um pouco suas respostas, o Fiat Mobi é um carro lento de aceleração e de retomadas, com um comportamento amarrado e sem agilidade. O motor não desenvolve bem, mesmo quando se acelera tudo para manter o motor em elevadas rotações, situação na qual ele grita alto, mas não consegue empurrar os 950 kg do sub-compacto de forma rápida.

carro Fiat Mobi

Nesse aspecto o Fiat Mobi deve muito tanto para o Volkswagen Up! MPI e até mesmo para o Ford Ka. Em nossos testes, o Up! MPI se mostrou o 1.0 mais ágil e agradável de ser conduzido, com uma disposição de motor notável, não transparecendo um carro 1.0. O Ford Ka 1.0 também é rápido de aceleração, mas o seu motor é menos refinado que o do Up! MPI, resultando em insuficiência de torque em baixos regimes, e exigindo muitas trocas de marchas.

Fiat Mobi 2017

De qualquer forma, mesmo pior que o Up! MPI, o Ford Ka 1.0 também é mais ágil e rápido que o Fiat Mobi em qualquer situação, especialmente em rodovia, que é onde o compacto da Ford melhor se comporta.

carro Fiat Mobi

Já o Mobi não tem como se comparar a esses modelos, exigindo paciência do motorista, já que o carro fica para trás em qualquer aceleração, e não consegue acompanhar um Up! MPI em acelerações rotineiras de cidade e muito menos em estrada.

Fiat Mobi - espaço interior

A bordo do Fiat Mobi, vê-se motoristas com Up! e Ka se distanciarem com facilidade, sem que se possa fazer nada.

Comportamento em cidade

O Fiat Mobi é um modelo sub-compacto, destinado prioritariamente a uso urbano, ambiente em que ele vai bem, graças a sua reduzida dimensão externa, de 3,54 metros de comprimento, o que facilita o seu estacionamento mesmo em vagas muito apertadas. Um item que faz falta, porém, é o sensor de estacionamento traseiro - item que é de série da configuração imediatamente acima, a Like On.

carro Fiat Mobi

Um aspecto que fica evidente nas primeiras manobras urbanas com o Fiat Mobi é que ele, apesar de 5 cm menor que o VW Up!, não é tão ágil em manobras urbanas como o modelo da VW, e isso se deve a dois fatores: raio de giro e ausência de direção com assistência elétrica.

carro Fiat Mobi

O Fiat Mobi tem um raio de giro - medida da capacidade de esterçar de um carro - mais elevado que os 9,7 metros do Volkswagen Up!. Assim, em muitas situações que o Up! entra de primeira apenas virando o volante para colocá-lo dentro de vagas apertadas perpendiculares em shoppings ou mesmo de prédios, o Mobi exige manobras, e isso o torna menos ágil em cidade, mesmo sendo menor.

Fiat Mobi 2017 - interior - acabamento interno

Outra questão é em relação à assistência de direção, já que o Mobi usa assistência hidráulica, enquanto o Up! tem assistência elétrica. Assim, em manobras de estacionamento, o Fiat Mobi exige um esforço maior ao volante, enquanto o Up! brilha com sua direção levíssima nesse tipo de situação, o que dá ao VW uma agilidade maior também.

Interior, habitabilidade e acabamento

O Fiat Mobi Like mostrado nas imagens vem de série com direção hidráulica, vidros e travas elétricas, chave com tele comando, uma lista de itens honesta em face do preço do carro. O acabamento interno é simples, mas bem feito, em um padrão de montagem e de materiais superior ao que se observa no próprio Uno Vivace, modelo que o Mobi sucedeu.

Fiat Mobi 2017 - interior - espaço interno

Ocorre que como o Mobi é na realidade um Fiat Uno encurtado, com o entre-eixos reduzido em 12 cm, o espaço interior é bem apertado, e para tentar compensar isso a Fiat adotou soluções como bancos com assentos mais curtos, posicionando o motorista um pouco mais elevado e de forma mais sentada - o que resultou em uma boa visibilidade, pois fica-se relativamente "alto" no Mobi - aspecto que minimiza também a ausência da regulagem de altura do banco.

carro Fiat Mobi

Todos os comandos estão bem posicionados, revelando boa ergonomia. Já os bancos, por disporem de assentos curtos e encostos finos, não são um exemplo de conforto. Mesmo em curtos percursos sente-se falta de apoio para as pernas, e um certo desconforto na região lombar, mesmo com a conformação firme da espuma.

Fiat Mobi 2017 - interior - espaço interno - porta-malas

O espaço traseiro é o ponto mais negativo: muito limitado para transportar um adulto com conforto em percursos mais longos, mas que é aceitável em uso urbano e trajetos curtos, que é, afinal, a proposta do Mobi.

Fiat Mobi 2017 - interior - espaço interno

O porta-malas tem 225 litros, é pequeno e fundo, mas é prático para uso no dia a dia, para se acomodar mochilas de estudantes ou de roupas de academia, ou mesmo para transporte de compras de supermercado - o que torna o Mobi mais versátil nesse tipo de uso que a própria Fiat Toro, que é 1,4 metros maior, mas não tem porta-malas.

Custo x benefício favorável

O consumo de combustível na média, e o desempenho bem abaixo da média, são compensados, porém, pela boa relação custo x benefício representados pelos preços atuais do Mobi. Como ele está com preços congelados desde o lançamento e é objeto de promoções e descontos, ele se tornou um bom negócio.

carro Fiat Mobi

O Fiat Mobi Easy está sendo vendido a R$ 29.990 reais, cerca de R$ 5.000 reais a menos que um VW Up! com os mesmos itens de série. Já o Mobi Easy On, que conta com direção hidráulica e vidros elétricos, está saindo por R$ 33.500 reais, enquanto o modelo das fotos, o Mobi Like, que conta com vidros e travas elétricas, e desembaçador e limpador traseiro, pode ser adquirido por cerca de R$ 35 mil reais - mais de R$ 5 mil mais barato que um Up! Take 4 portas com mesmo nível de equipamentos.

carro Fiat Mobi - espaço no banco traseiro

Em resumo, mesmo com desvantagens técnicas em relação ao Up!, o Mobi se mostra uma opção bem interessante nos preços que estão sendo praticados.

Conclusão

O Fiat Mobi vem se revelando um modelo sub-compacto interessante, sobretudo em função de sua boa relação custo x benefício.

Fiat Mobi Like Prata Bari

Ele pode não ter um motor muito moderno, e seu desempenho é limitado, mas apresenta indicadores de consumo competitivos, uma suspensão robusta e macia, e um acabamento interno bem feito.

Postagens relacionadas:

28 comentários:

  1. Apesar de não ter marketing o motor 3 cilindros da Nissan é o mais econômico.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Mico em outras coisas, mas não em vendas.
      Fiquei até surpreso ao ver uma quantidade bem honesta dele nas ruas, em face do preço e tamanho.

      Excluir
    2. mico é um carro que não vende, o que não é o caso dele, pode até ser chamado de sucesso inesperado

      Excluir
  3. Hoje, dia 20AGO é o subcompacto mais vendido do mês segundo a Fenabrave.
    Mobi 2.225
    Up! 2.098

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você...chega toda pimposa, contando, super-orgulhosa, a novidade, como se fosse a coisa mais importante do planeta...

      Excluir
    2. É um excelente carro na sua proposta de uso, merece com todo mérito estar liderando seu segmento.

      Excluir
    3. A diferença de preço é mais importante que a diferença em qualidade. Infelizmente é a visão do consumidor desse segmento.

      Excluir
    4. Isso só prova algo muito triste sobre o consumidor desse segmento: que a diferença de preço é mais importante que a diferença de qualidade entre eles.

      Excluir
  4. Se o sensor traseiro num carro de 3.54 faz falta é porque o motorista ruim braço demais.

    ResponderExcluir
  5. Vende mais que Up, mas bem menos que o esperado pela Fiat. Triste ver que o preço dos carros está subindo tanto que estão criando subcompactos capados, apertados, mais inseguros e com menos tecnologia para substituírem os carros de entrada compacto (exceto Up que é subcompacto só no tamanho, pois seu preço é de compacto premium). Daqui a pouco chega o Kwid.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Up e Mobi estão muito aquém do planejado.
      Pior pro up pois o esperado eram 12000/ mês. Pro Mobi 9000/mês.
      Os dois não chegam a 35% do plano. Os acionistas da VW e Fiat devem estar arrancando os cabelos!
      Mas também, os preços não ajudam...

      Excluir
  6. [A bordo do Fiat Mobi, vê-se motoristas com Up! e Ka se distanciarem com facilidade, sem que se possa fazer nada.]


    Até chegar no limite de velocidade da via.

    ResponderExcluir
  7. Pelo amor de Deus , esse é um carro pra duas pessoas.... Simplesmente nao cabe um adulto ali atras ....Bizarro

    ResponderExcluir
  8. Propostas diferentes porém o preço é exorbitante o que influencia nas vendas. Muito caro pelo que oferecem.Alias as montadoras estão pelando e diminuindo os carros. Logo seremos uma Cuba.

    ResponderExcluir
  9. Depois dessa tiveram que dar tranquilizantes ao pobre cavalo.

    ResponderExcluir
  10. A Fiat fez um carro possível para os brasileiros. R$29.000 é muita grana pra quem ganha pouco. A VW aproveitou projeto europeu, muito bom,mas além da proposta de popular no Brasil.

    ResponderExcluir
  11. Chery por favor enviem ao CarBlog uma unidade do New QQ nacional, vamos destroçar essa carroça da FIAT num comparativo e teste de longa duração.

    ResponderExcluir
  12. O mais engraçado é ver o povo falar que o mobi é lento sendo que o mesmo acelera de 0a100km mais rápido que o gol g6 e ninguém fala que o gol é lento. Vai entender essa tal mídia especializadas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gol G6 faz 0-100 na casa dos 15s,3s. E tem mais disposição em qualquer regime de torque. O motor é o mesmo do Up!, a diferença é que não tem direção elétrica.

      http://revistaautoesporte.globo.com/Analises/noticia/2016/02/teste-volkswagen-gol-comfortline-10-2017.html

      Excluir
  13. Seria interessante se numa próxima matéria,o Carblog,fizesse um comparativo entre o Mobi,Up e Chery New QQ. Gostaria de saber as considerações do site sobre o New QQ,quando comparado ao Mobi e Up,pois gostei dos aspectos do QQ. Me interessei muito pelo QQ,achei que o carro,tem um bom espaço interno,bom pacote de opcionais,motorização e principalmente preço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É importante considerar que o Chery QQ é um carro que existe nas tabelas de preços, mas não é uma opção real de mercado. O Chery QQ vendeu em 2016 inteiro 321 unidades, e isso é menos que a venda de Up! + Mobi de apenas 1 dias.

      Excluir
    2. As baixas vendas vem de inúmeros fatores mas o que gostaria é de ver um comparativo em vídeo, e o teste de longa duração ... e se for olhar pelas vendas totais nem o Celer por exemplo seria um carro a ser testado pelo Blog.

      Excluir
  14. fca tein que quitar asiento trasero!!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.