Car.blog.br

Pesquisar este blog

HB20 Turbo x Etios Automático: qual o melhor até R$50 mil?

Categorias: , , , 34 Comentários

O mercado automotivo brasileiro foi contemplado nos último mês com dois lançamentos importantes de hatchs compactos na faixa até R$ 50 mil reais: Hyundai HB20 Turbo (partindo de R$ 47.445 reais) e Toyota Etios Automático (começando em R$ 47.490 reais). Neste artigo vamos analisar suas ofertas de equipamentos, dados de consumo e aspectos de conforto para responder à questão formulada no título: qual desses dois é a melhor opção até R$ 50 mil reais?

Hyundai Hb20 Turbo x Toyota Etios Automático - comparativo

Tendo em vista que os dois modelos têm preços praticamente idênticos, vamos começar a análise pela oferta de itens de série.

Equipamentos de série

O Etios X 1.3 Automático (veja detalhes deste modelo aqui) conta com Toyota Smart Screen (painel digital), computador de bordo, antena externa do tipo short pole, descansa-braços no assento do motorista, banco traseiro com encosto rebatível; direção eletroassistida progressiva (EPS); ar-condicionado; abertura interna do porta-malas e do tanque de combustível; chave com comando de abertura e fechamento das quatro portas; console central com dois porta-copos dianteiros e um traseiro; para-sol com espelho de cortesia para motorista e passageiro; alarme de advertência para portas abertas, chave na ignição e cinto de segurança; vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico, sendo o do motorista com função auto-down; travas elétricas.

Toyota Etios Automático - interior - painel
Toyota Etios Automático - painel
Ambos os modelos contam com os itens obrigatórios de segurança: airbag duplo dianteiro e freios com sistema ABS.

Hyundai Hb20 Turbo - interior
Hyundai Hb20 Turbo - interior
Já o Hyundai HB20 Comfort Plus Turbo é mais completo, trazendo todos os itens do Etios X e mais Retrovisores elétricos com luz indicadora de direção, sistema de som com comandos multifuncionais no volante, banco do motorista com regulagem de altura, travamento automático das portas (15 km/h), alerme e rodas de 15 polegadas, evidenciando que o modelo sul-coreano é o vencedor neste quesito de equipamentos.

Consumo e Desempenho

O quadro abaixo traz um resumo dos dados de desempenho, consumo, preço e características dos dois modelos (grifo azul no melhor indicador).

Hyundai HB20 TurboToyota Etios X Automático
PreçoR$ 47.445,00R$ 47.490,00
Motor1.0 Turbo1.3 VVT-i aspirado
Potência (cv) (Etanol/Gasolina)105 / 9898 / 88
Torque (Kgfm - Etanol / Gasolina)15 / 13,113 / 12,1
Desempenho (dados dos fabricantes) - Consumo (INMETRO)
Consumo etanol - cidade8,28,2
Consumo etanol - estrada10,19,2
Consumo gasolina - cidade11,611,8
Consumo gasolina - estrada14,313,3
Aceleração de 0 a 100 Km/h (G) [s]12,112,5
Velocidade máxima [Km/h]170178
Dimensões / Capacidades
Porta-malas[l]300270
Comprimento [m]3,923,77
Entre-eixos [m]2,52,46
Peso980940

Segundo dados de desempenho informados pelos fabricantes, abastecidos com gasolina, o Hyundai HB20 Turbo acelera de 0 a 100 Km/h em 12,1 segundos, sendo 0,4 mais rápido com o Etios X 1.3 Automático. O HB20 é também mais veloz (8 Km/h a mais de velocidade máxima), sendo que essa vantagem convergente com o fato de que o motor 1.0 Turbo do HB20 tem 10 cavalos e 1 Kgfm a mais com gasolina, contrabalanceando em parte o fato de ser mais 40 Kg mais pesado.

Hyundai Hb20 Turbo - interior
Hyundai Hb20 Turbo - interior
O HB20 é também ligeiramente mais econômico, com vantagem de 4,7% sobre o Etios com etanol, e de 2,7% com gasolina. É importante considerar, porém, que na situação mais provável de uso, que é no uso urbano (cidade) com gasolina, o Etios X 1.3 Automático consome 11,8 Km/l, enquanto o Hyundai HB20 fica em 11,6 Km/l, evidenciando que na maior parte dos usos dos consumidores, o Etios X 1.3 Automático será mais econômico.



Outro ponto que deve ser levado em consideração é que, apesar de o HB20 Turbo se mostrar mais rápido na aceleração de 0 a 100 Km/h, ele adota um motor turbo sem injeção direta, sem tecnologia de partida a frio com etanol sem sub-tanque auxiliar, e só conta com comando de válvulas variável na admissão, enquanto o motor 1.3 aspirado do Etios tem comandos variáveis tanto na admissão quanto no escapamento.

O resultado dessas escolhas é que o HB20 Turbo só começa a apresentar maior agilidade acima de 3.000 RPM, mostrando-se lento abaixo desses regimes, como ficou claro em testes que foram realizados com o modelo, obrigando o motorista a operar muitas trocas de marchas.

 Toyota Etios Automático - interior - painel digital
 Toyota Etios Automático - interior - painel digital
Situação diametralmente oposta é a verificada pelo Etios X 1.3 Automático, que apesar de menos potente, conta com curva de torque mais bem distribuída, sem fraqueza em baixos regimes, e ainda contando com uma excelente transmissão automática com conversor de torque que dá ao modelo ainda mais agilidade em baixos regimes.

 Toyota Etios Automático - interior - descansa braço central
 Toyota Etios Automático - interior - descansa braço central
Assim, no uso do dia à dia em cidade, o Etios X 1.3 Automático se mostra um carro mais ágil e responsivo, enquanto o HB20 1.0 Turbo mostra-se um pouco melhor em estrada, graças a maior potência do seu motor.

Conforto, comodidade e praticidade

A oferta de uma transmissão automática convencional de quatro marchas no Etios (que foi muito elogiada na avaliação do modelo pelo site Autoentusiastas - veja aqui) criou um novo paradigma de conforto e comodidade no segmento de carros de entrada.



É fato que quem usa um carro com transmissão automática dificilmente aceita voltar para um modelo com câmbio manual, visto que a transmissão automática traz um conforto inigualável para o motorista, especialmente (mas não só) em grandes cidades congestionadas.

 Toyota Etios Automático - câmbio automático de quatro marchas
 Toyota Etios Automático - câmbio automático de quatro marchas
Assim, enquanto o Etios X 1.3 Automático oferta uma moderna e eficiente transmissão automática de quatro marchas, o motorista do HB20 Turbo terá que se virar para acionar a embreagem e trocar as seis marchas de sua transmissão - algo que se torna muito estressante e irritante especialmente em trânsito urbano.

Hyundai Hb20 Turbo - câmbio manual de seis marchas
Hyundai HB20 Turbo - câmbio manual de seis marchas
Some-se ao fato de que o Etios conta com direção elétrica, que é mais leve e agradável que a hidráulica do HB20 Turbo, então tem-se um quadro que aponta grande vantagem do Etios na questão de conforto, praticidade e comodidade, algo que entendemos decisivo.

Conclusão

Toyota e Hyundai apostaram na introdução de novas tecnologias mecânicas para ampliar a competitividade dos seus modelos de entrada. A Hyundai ofereceu um turbo para o motor 1.0 do HB20, enquanto a Toyota partiu para um novo motor 1.3 aspirado no Etios, mais potente, e adotou uma transmissão automática de quatro marchas.

Hyundai Hb20 Turbo x Toyota Etios Automático - comparativo
Toyota Etios X Automático é opção mais confortável, cômoda e prática que o HB20 Turbo
O resultado é que o HB20 melhorou seu desempenho e manteve o consumo, mas o Etios, com sua transmissão automática, oferece uma ampla vantagem em termos de conforto, comodidade e praticidade, apresentando desempenho e consumo similares ao do HB20 Turbo, o que torna o modelo da Toyota uma opção vantajosa e interessante nesta faixa de preço até R$ 50 mil reais.

Postagens relacionadas:

34 comentários:

  1. Nesse caso, nem teria dúvidas: Etios! Apesar de ter apenas 4 marchas, é um automático de verdade, e melhor, é um câmbio super confiável e bem testado no Corolla. Esse motores da Toyota são muito eficientes, andam bem e gastam pouco.

    ResponderExcluir
  2. Já fiz uma pequena viagem com um etios sedan 1.5, achei bem sem graça, um legítimo meio de transporte e mais motor que carro, basta 140km/h para começar a passarinhar, isso falando em estrada boa, perfeita, inclusive pouco depois estava na estrada com um etios sedan na minha frente e vi claramente o carro passarinhando nestas velocidades, se não soubesse que era normal teria mentalmente criticado o motorista, fora que mesmo a 110km/h quando você precisa freiar ele não passa confiança, ao menos para quem está acostumado com um carro Equilibrado como um Vw, se vier de um siena da vida aí não vai notar nada errado. Não que a pessoa vá andar em altas velocidades com ele porém se não tem bom comportamento a velocidades destas, em menores contra sendo um carro pouco estável.
    Também não me agradou o banco, achei bem desconfortável mas esses novos já devem ter tido alguma mudança, o próprio encosto de braço já faz diferença.
    Esse novo está com mais firulas, melhorou visualmente por dentro (por fora continua horrível) porém continua aquele painel errado, não é nada agradável olhar para o lado para ver as informações básicas e iluminação azul também apesar da moda incomoda a noite e é de difícil leitura.
    Agora automatico, alegria dos taxistas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiz test drive semana passada o hb20 com este motor turbo e achei uma droga,ruim mesmo, e isso sem contar que o carro estava com 95km rodados e tinha ruídos vindos da porta do motorista, painel e outro vindo de trás, confirmando a impressão que já tinha do hb20 ele realmente é mal montado.

      Sobre o motor, o turbo entrada mesmo na faixa de 2500rpm, somente a partir desta rotação ele fica ágil, abaixo disso fica muito sonolento.
      Outro contra é que entre 2500rpm e 3500rpm o motor faz um ruído que lembra da carro diesel que invade a cabine com muita força, ficando extremamente desagradável.

      Como é exatamente a partir de 2500rpm que o turbo entra, para ter o carro ágil na cidade é preciso manter o giro de alto próximo a 2500rpm para cima, e com o motor extremamente ruidoso o tempo todo.

      Além disso não tem lógica comparar um etios automático com o hb20 turbo, deveriam ter comparado o etios 1.3 manual, ou o xs1.5 que tem preço próximo ao hb20 turbo.
      É um comparativo sem propósito, quem busca um automático não irá cogitar o hb20 manual, mesmo turbo.

      Excluir
  3. pena que a aparência do etios, seja assim(feinho de doer).

    ResponderExcluir
  4. HB20 Turbo está mal calibrado, com gasolina ele acelera praticamente junto com o UP! Aspirado e a velocidade máxima é digna de um carro 1.4 aspirado.

    Esse carro não tem um propósito definido, prefiro ficar com o HB20 1.6, potência e economia andam juntos e deixam essa versão Turbo no Chinelo.

    Esse Étios tem aquele câmbio de 4 marchas que alguns tentam justificar que é adequado para o carro, eu discordo, devemos olhar para frente, o casamento de uma transmissão de 6 marchas automática seria perfeito. Toyota fica trazendo essas velharias, oferece isso num país desenvolvido intelectualmente, coloca essa transmissão no Yaris pra ver as vendas despencarem, aqui tudo pode, lamentavelmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não diria mal calibrado, e sim a escolha da calibração que eles queriam usar. Pois se fosse usar o 1.0 Kappa TGDI o motor teria mais de 120 cv, o que colocaria o 1.6 fora da equação, e para não "jogar fora" o motor logo agora, resolveram calibrar o 1.0 mais para baixo e não usar o mesmo do KIA Ceed.
      Foi mais ou menos o que a VW fez com o 1.0 TSI. Colocaram ele no Up! com praticamente a mesma potência do 1.6 MSI. O problema foi que o 1.6 MSI EA211 é muito novo no nosso mercado, e a VW insiste em elitizá-lo, colocando apenas no Fox e Golf, sendo que até do Gol o retiraram. E como o 1.6 EA211 ainda tem muita lenha para queimar, resolveram não acabar com ele colocando o 1.0 TSI primeiramente apenas no Up!.

      Excluir
    2. Comentário que fiz em um post acima.

      Sobre o motor, o turbo entrada mesmo na faixa de 2500rpm, somente a partir desta rotação ele fica ágil, abaixo disso fica muito sonolento.
      Outro contra é que entre 2500rpm e 3500rpm o motor faz um ruído que lembra da carro diesel que invade a cabine com muita força, ficando extremamente desagradável.

      Como é exatamente a partir de 2500rpm que o turbo entra, para ter o carro ágil na cidade é preciso manter o giro de alto próximo a 2500rpm para cima, e com o motor extremamente ruidoso o tempo todo.

      Excluir
  5. Fui a uma css toyota e entrei no etios. Com relação ao painel central de instrumentos eu gostei, embora no primeiro contato você acha um pouco estranho, mas com o tempo dá para se acostumar. O que pega no Etios é a simplicidade dos materiais, a tela multimídia por exemplo, a Toyota forçou a barra, parece um tablete encaixado. Enfim garantia de sucesso só trazendo o YARIS para o BRA.

    ResponderExcluir
  6. Uma pergunta sobre o Hyundai. Essa versão turbo vai matar a versão 1.6 ou a 1.0 aspirada alguém sabe me informar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nenhum dos dois. Na verdade, os rivais do 1.0 Turbo são os GM Onix e Fiat Uno, com seus modelos intermediários (1.4), em virtude do torque semelhantes.

      Excluir
  7. A imagem da matéria só me diz uma coisa, como é antiquado este Etios .

    ResponderExcluir
  8. Véi, na boa, carros MT e AT não concorrem entre si...

    ResponderExcluir
  9. Pq não? O cara com 47 mil e pouco pode comprar qualquer um dos dois. Daí duas opções naturais. Um tem a comodidade d do AT, outro um pouco mais de espaço. O preço é o que determina a comparabilidade deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que, eventualmente, alguém que estava cogitando um carro MT poderá optar pelo Etios AT ao perceber que existem um opção relativamente em conta. Porém, acredito que quem procura um carro AT dificilmente optaria por um MT.

      Excluir
  10. A resposta para a matéria é simples: se vc pega muito trânsito, vá de etios, senão o HB20 vai atender-lhe muito bem principalmente aos seus olhos. Ontem fiz o teste drive no Etios Sedan XLS automático. Internamente melhorou muito, aquele painel filizola não está mais lá, o tecido dos bancos melhoraram e o câmbio automático e o controle de velocidade traz muita praticidade. Mas o exterior é de doer os olhos, parece carro dos anos 80-90, a pintura é muito simples, a resolução do novo painel digital não é tão boa - dá para ver claramente os pixels quadriculados, e o som é apenas razoável. Só colocando frisos, farol de milha, sensor de estacionamento, etc para ficar um pouco melhor na versão XS que tem o melhor custo-benefício, e tudo cobrado a parte. Ou seja, é um carro que não faz o dono sentir prazer em ter/comprar. Compraria só porque não há concorrente decente com essa mecânica e espaço. Enfim, ainda não tenho coragem para trocar o meu fit de 1ª geração que ainda considero num nível acima, mas se precisar a voltar a pegar muito trânsito, vai ser o jeito para não ter q desembolsar 70k num fit novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre as criticas ao Etios acho que vc deve levar em conta que ele é um carro de entrada, não da para exigir uma tela de altíssima resolução e um som Bose com 20 auto-falantes.
      Em relação ao carro eu também estou no aguardo para trocar o meu, acho que o citroen Aircross com o motor 1.2 puretech uma boa pedida

      Excluir
  11. A resposta para a matéria é simples: se vc pega muito trânsito, vá de etios, senão o HB20 vai atender-lhe muito bem principalmente aos seus olhos. Ontem fiz o teste drive no Etios Sedan XLS automático. Internamente melhorou muito, aquele painel filizola não está mais lá, o tecido dos bancos melhoraram e o câmbio automático e o controle de velocidade traz muita praticidade. Mas o exterior é de doer os olhos, parece carro dos anos 80-90, a pintura é muito simples, a resolução do novo painel digital não é tão boa - dá para ver claramente os pixels quadriculados, e o som é apenas razoável. Só colocando frisos, farol de milha, sensor de estacionamento, etc para ficar um pouco melhor na versão XS que tem o melhor custo-benefício, e tudo cobrado a parte. Ou seja, é um carro que não faz o dono sentir prazer em ter/comprar. Compraria só porque não há concorrente decente com essa mecânica e espaço. Enfim, ainda não tenho coragem para trocar o meu fit de 1ª geração que ainda considero num nível acima, mas se precisar a voltar a pegar muito trânsito, vai ser o jeito para não ter q desembolsar 70k num fit novo.

    ResponderExcluir
  12. O hb turbo foi mais rápido que o up tsi na pista do acelerados, mas ainda sim foi mais lento q o HB20 1.6.
    A hyundai tem um veículo melhor q o up em qualquer situação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixa de ser mentiroso o HB 20 só foi mais rápido quando foi abastecido com Etanol, já o UP foi testado com gasolina e ainda o controle de tração amarou o carro fez o UP perder alguns centésimos de segundo

      Excluir
    2. Peterson concordo plenamente com vc.

      Excluir
  13. Se o etios fosse bonito, ele custaria fácil uns R$ 10 mil a mais do que hoje.
    Teria q andar em ambos para uma conclusão, mas de cara assim, levaria o hb.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema de beleza do etios será resolvido só com a proxima reestilização. Só em 2018 e talvez tenha o mesmo painel central escroto.

      Excluir
  14. Não da pra comparar o up com o hb20, pra comecar sao de categorias diferentes, segundo que o motor da vw é anos luz mais moderno que o hb20, o que eles fizeram foi por um turbo e uma "retifica" bem feita pra não dar dor de cabeca, mas sem injecao direta, isso faz uma diferenca danada, não da pra confiar no acelerados, o piloto é aquele mesmo que na ultima volta deixou o companheiro de equipe ganhar uma corrida, mas se eu tivesse 50mil compraria o hb20 sem duvidas, mas não da pra negar o fato que ele é bem inferior mecanicamente em relacao ao 1.0tsi

    ResponderExcluir
  15. Sinceramente, etio tá anos luz a frente desse hb20. Na moral, o comforto é algo que mais importa quando todos os outros requisitos estão praticamente empatados. E o etios desempatou com maestria!

    ResponderExcluir
  16. Arriscando minha reputação, aposto que o HB20 Turbo vai virar mico. A ostentação disso na traseira vai atrair todo tipo de irresponsável e afastar as famílias.

    ResponderExcluir
  17. O Etios já entrou no comparativo perdido e perdendo, quem em sã consciência vai deixar de pegar um carro 1.0 turbo, com cambio manual, bonito, que anda mais, bebe menos e é mais completo, pra pegar esse carro bizarro, se tem um carro feio no mundo esse é um.....

    ResponderExcluir
  18. Esses dias eu dirigindo meu Hb20tex na br e admirando um belo Audi A5 quando aparece um Etios cross amarelo logo atrás... Minha mãe do céu, que carro horrível...

    ResponderExcluir
  19. Vcs ficam chorando pelo design: o Hatch chega a ser um pouco estranho sim, é verdade, mas o Etios Sedan não é tão feio como vcs falam.
    Até 50k automático não tem compra melhor que o Etios, não tem jeito. Tem a tal da confiabilidade da Toyota, é relativamente econômico, lista de equipamentos na média do mercado, motores modernos, espaçoso pra categoria e tem o preço honesto.

    ResponderExcluir
  20. Um detalhe: as fotos do interior do modelo da Toyota apresentadas na matéria são da versão topo de linha e não da versão em análise.

    ResponderExcluir
  21. Etios mais carro do que esses ai. Beleza é só frescura.

    ResponderExcluir
  22. Saindo de um honda fit 2009/2010,precisava de um carro automático (pego muito trânsito), econômico e confortável.

    Após fazer teste drive no Onix, etios,HB20 16 e C3, cheguei a conclusão que a melhor compra era o Etios XS 1.5 AT, carro silencioso (a não ser que vc esteja pisando fundo), muito confortável e o painel no meio(alvo de muita crítica) me agrada. Sinto que perco menos a atenção do trânsito por quando olho para o centro para checar a velocidade acabo conseguindo ver o que está passando na frente do carro.

    Sobre o desempenho, achei muito bom, carro esperto e agradável de dirigir.

    O HB20 1.6 de 6 marchas é praticamente um carro esportivo de tão bem que responde, mas custa 3mil reais a mais que o etios XS AT e não traz controle de cruzeiro (piloto automático), por causa disso, preferi ficar com o étios. Paguei 52.450, já com película, cor prata premium, sensor de estacionamento e financiei em 24 x a diferença de preço entre meu carro antigo e ele, pagando menos de 5% de juros ao ano.

    Em fim, uma compra racional. O design dele é ruim, mas a verdade é uma: O carro é bom e não desvaloriza muito por ter a confiabilidade mecânica da toyota (ou seja, não quebra)

    ResponderExcluir
  23. Levei o Etios Hatch 1.5 Aut também. Carro sensacional! Já fiz test drive do hb20, onix, ka 1.5, Up!, Fox 1.6, não teve jeito, o carro foi feito pra ser melhor. Muito silencioso. Já testei o controle de cruzeiro e acho uma mão na roda em longas distâncias. Direção levinha. Curvas com ele é uma delícia. A mae ficou com o carro e me deu o antigo gol g4 dela com direção mecânica. Eu nem ligo por usar o gol velinho, mas o Etios, toda vez que eu uso ele, tou no paraíso! haha

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.