Car.blog.br

Pesquisar este blog

Ford Ranger Limited 2017: preço, consumo e desempenho

Categorias: , , 7 Comentários

A Ford do Brasil lança a linha 2017 de sua picape média Ranger com atualizações estéticas, de mecânica e incorporação de itens de segurança e conveniência. O modelo chega às concessionárias em maio, com preços variando entre R$ 129.990 reais (XLS) e R$ 179.990 reais (Limited - modelo das fotos).

Ford Ranger Limited 2017

A Ford Ranger Limited 20176 mantém o motor turbodiesel de 3,2 litros de 200 cavalos de potência associado à transmissão automática de seis marchas. Já as demais configurações usam o turbodiesel 2.2, turbodiesel 3.2 e 2.5 Flex. Segundo a Ford, a versão topo de gama, Limited, responde por 67% das vendas.

Ford Ranger Limited 2017

O preço de R$  179.990 reais para a Ranger Limited 2017 embute um aumento de mais de R$ 15 mil reais sobre o valor vigente no modelo 2015, mas ganha uma lista de itens de série mais robusta.

Ford Ranger Limited 2017

Em termos estéticos, a Ranger 2017 traz uma nova dianteira com aspecto mais imponente e de maior robustez, caracterizada por uma nova grade, novos faróis e novo para-choque.

Ford Ranger Limited 2017

Já nas laterais a única alteração são as novas rodas de 18 polegadas para o modelo topo de gama, enquanto a traseira mantém-se inalterada. As versões abaixo da Limited mantém as rodas de 17 polegadas.

Interior

O interior da Ranger 2017 é totalmente novo, com um painel de linhas horizontalizadas. No caso da Limited há o quadro de instrumentos (o mesmo do Fusion) com duas telas configuráveis nas laterais do velocímetro, além de um novo sistema multimídia no console central com oito polegadas.

Ford Ranger Limited 2017

Esse novo sistema multimídia que incorpora a nova geração do sistema Sync tem tela sensível ao toque, sistema de navegação e conectividade do telefone por meio de Bluetooth.

Ford Ranger Limited 2017

É possível também comandar o ar-condicionado, sistema de áudio e a chave configurável My Key, tanto por meio de comandos manuais quanto por reconhecimento de voz.

Segurança

Uma das novidades da linha 2017 da Ranger é o pacote de segurança. Todas as versões, mesmo as flex, agora contam com controle eletrônico de estabilidade e tração, 7 airbags, cintos de três pontos e encosto em todas as posições da cabine, e ganchos ISOFIX nos bancos traseiros.

Ford Ranger Limited 2017

No caso da versão Limited, ela traz também: alerta de distância à frente, monitor de proximidade com função de pré-carga dos freios, alerta de saída involuntária de faixa, monitor de pressão dos pneus e assistente de faróis altos.

Ford Ranger Limited 2017

Completa a lista de itens de série da versão Limited assistente de partida em rampas, controle automático em descidas, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, câmera de ré, revestimento dos bancos em couro, banco do motorista com ajuste elétrico, ar-condicionado automático de duas zonas de climatização, sensor eletrocrômico, acendimento automático de faróis, capota marítima, entre outros.

Mecânica revisada

Segundo a Ford, o motor 3.2 teve melhorias para ficar mais eficiente, mantendo os 200 cavalos e os 48 kgfm de torque. Com esse propulsor, a picape acelera de 0 a 100 Km/h em 11,2 segundos, retoma de 80 a 120 Km/h em 9 segundos.

Ford Ranger Limited 2017

O motor diesel 2.2 das versões de acesso também foi alterado e ficou mais potente, passando de 160 cv e torque máximo de 39,3 m.kgf.

Outra novidade é o fato de que a Ranger Diesel 2.2 também passa a ser opcionalmente equipada com a transmissão automática de seis marchas, que teve nova calibração do conversor de torque para melhorar a economia.

A Ford diz que o consumo da Limited reduziu em 15%, mas nos testes que foram realizados o consumo não melhorou em relação ao modelo 2015. Em cidade, a Ranger 2017 Limited consume 8,5 Km/l, enquanto em estrada fica em 11,6 Km/l (dados da Revista Carro).



A direção é outra novidade, que agora é elétrica, assim como a garantia, que agora é de 5 anos.

Conclusão

Ford Ranger Limited 2017

A Ford Ranger 2017 busca competir com a renovada Toyota Hilux oferecendo uma melhor relação custo x benefício, caracterizada por uma gama de equipamentos mais completa, com novidades tecnológicas e de segurança. O problema é que o preço de R$ 179 mil reais está no mesmo nível da Hilux, e mais caro que Amarok e S-10 topo de gama.

Postagens relacionadas:

7 comentários:

  1. ótimo Consumo. Pickup desse porte tem que ser Diesel.

    ResponderExcluir
  2. O cambio não é o powershift? Que conversor de torque é esse que o texto fala?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Ford ranger usa um belo cambio automático de 6 velocidades, automático não é automatizado, essa nova ranger é a melhor ranger que a ford já fez.

      Excluir
  3. Qual o problema com o inmetro que não liberou os dados de consumo de 2016 ainda? Onde o blog consegue os dados de consumo desses carros novos?

    ResponderExcluir
  4. Melhor e mais bonita da categoria!!! O problema é que sua desvalorização é relativamente elevada, assim como a da Amarok. Hilux e S10 desvalorizam menos e são muito mais fáceis de vender. A título de comparação uma Amarok 2012 custa 80 mil, e uma Hilux semelhante em equipamentos por 80 mil só 2007 ou 2008.

    ResponderExcluir
  5. A amarok highline beira os 160k, pelo menos é o que informa o site da VW. Todas as picapes médias tem preços parecidos agora porém, a diferença ainda é grande.
    Sinceramente essa ranger está bem melhor que a 2015, queria saber se a XLT flex vai ter um bom custoxbenefico oferecendo pelo menos direção elétrica, sensores e multimídia

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.