Car.blog.br

Pesquisar este blog

Carregando...

Fiat Toro 1.8 Flex 4x2 enfrenta um pequeno aclive de barro

Categorias: , , 20 Comentários

O Fiat Toro 1.8 Flex Automático objeto de nosso teste de longa duração aproxima-se da marca de 200 quilômetros rodados, e já o colocamos para enfrentar um pequeno trecho em aclive com piso de baixa aderência.

Fiat Toro 1.8 Flex - Preto Carbono

O vídeo abaixo mostra que superar esse aclive, de baixa inclinação, com piso de grama (molhada) e um pouco de barro não foi tão simples quando imaginávamos.



Como ficou mostrado no vídeo, o Fiat Toro 1.8 Flex 4x2 apresentou perda de aderência das rodas dianteiras (de tração) quando tentamos sair com carro da imobilidade. Felizmente o gerenciamento do controle de tração parece preparado para enfrentar esse tipo de situação, já que, ao contrário do que aconteceu com o Up! (veja aqui), ele deixou as rodas deslizarem, sem interromper a tração.

Fiat Toro 1.8 Flex - interior

O trecho parecia simples, e nós colocamos o carro no local, que é no Lago Norte - Brasília (DF), apenas para tirar algumas fotos, mas, para nossa surpresa, quando tentamos sair tivemos essa pequena dificuldade inicial. O problema maior é que atrás da Toro estava o Lago Paranoá, então não tinha como "embalar".

Fiat Toro 1.8 Flex - interior

Felizmente, com um pequeno impulso, e também ao fato de que os pneus começaram a patinar, permitiu que o carro saísse da situação de maior dificuldade.

Fiat Toro 4x2 Flex Automática - Preto Carbono

É importante considerar que o trecho em questão já "pregou algumas peças" em outros usuários, já que ele parece ser simples, mas a combinação de barro e grama molhada do piso, com a inclinação da pista, se revela mais desafiador que a imagem inicial sugere.

Fiat Toro 4x2 Flex Automática - Preto Carbono

Pessoas que estão acostumadas com o local nos informaram que já viram até picapes médias como Hilux com dificuldades para sair desse local, tendo sido obrigada a sair com reboque.

picape Fiat Toro 2017

Dessa forma, ficamos satisfeitos com o fato de que a Toro, mesmo 4x2, e mesmo com a dificuldade inicial, conseguiu superar.

Consumo de etanol: 7 Km/l em cidade

Nós ainda vamos publicar um artigo mais detalhado sobre consumo e comportamento com etanol, mas já fizemos a primeira medição parcial de etanol da Toro 1.8 Flex, andando em cidade, com o ar-condicionado ligado 100% do tempo, e sem preocupações de economizar, e o resultado veio bom: 7 Km/l (rodamos 160 quilômetros com 22,84 litros de etanol, medidos em bomba de posto).

picape Fiat Toro 2017

O que surpreendeu foi o fato de que o computador de bordo ter apontado exatamente esse número, de 7 Km/l, evidenciando que a precisão do sistema de medição da Toro.

picape Fiat Toro 2017

É importante considerar que esse consumo em cidade foi medido em Brasília (DF), no mesmo percurso que fazemos outros testes de consumo, como o do Up! TSI, Ford Ka, Golf 2.0 Automático, entre outros.

Conclusão

O Fiat Toro surpreendeu positivamente pelo consumo de etanol relativamente baixo em face das características do carro, e pelo fato de que o controle de tração estar adaptado para enfrentar situações de baixa aderência, sem retirar potência do motor.

Fiat Toro 4x2 Flex Automática - Preto Carbono

Outro ponto é que este Fiat Toro chama muito a atenção na rua, não só de pedestres, mas também de outros motoristas. As pessoas elogiam bastante as linhas do modelo e o visual imponente.

20 comentários:

  1. no próximo teste por que não escolhe um trecho difíscio de ser superado. francamente, gente esse trecho ai e um mel na chupeta, por favor nem tração animal tem dificuldade de subir uma rampa dessas ai. quer frescar fresque logo de uma vez agora ver se não se não enrolar BLZ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ammigo tração animal na maioria das vezes é melhor que a tração motorizada viu! kkk Digo por experiência própria de ter ficado atolado e ver um cara passar numa lama funda com um cavalo na manha. kkkk

      Fica a dica.rs

      Excluir
    2. Primeiro, aprenda português. O correto é DIFÍCIL. Segundo, o teste é básico, somente para avaliar o comportamento do carro. Quer fazer trilha, compre um é não fale besteira.

      Excluir
  2. Concordo plenamente marcos, po CARLOS BLOG curto pra caramba o BLOG mais andar 200 km e pegar um MORRINHO desses.....aí fica difícil comentar!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Se ler o testo vamos ver que ele parou para tirar fotos e se deparou com essa situação .

    ResponderExcluir
  4. Não da pra entender esse povo, o Blog parou no local pra realizar algumas fotos e se deparou com essa situação ai os "Haters" de plantão aparecem e começam a criticar o carro e o Blog, mas garanto se fosse algum carro de outra marca(principalmente a amada Volks) ai iriam elogiar etc...Parem com mimimi e aceitem que a Toro por mais que doa em vocês é um excelente veiculo!!!!!

    ResponderExcluir
  5. No mais parabéns para o blog que esta atualizando noticias da Toro constantemente, isso sim é muito legal de se ler!!!Abs

    ResponderExcluir
  6. Gente, a matéria e bem feita e clara. Aliás eu uso pickup 4*4 no meu trabalho e digo com propriedade que grama, umidade e aclive até mesmo pra 4*4 as vezes e difícil, costuma as vezes precisar de reduzida. Não dirigi a Toro, mas pelo venho acompanhando acredito que deve ser um bom veículo.

    ResponderExcluir
  7. Gente, a matéria e bem feita e clara. Aliás eu uso pickup 4*4 no meu trabalho e digo com propriedade que grama, umidade e aclive até mesmo pra 4*4 as vezes e difícil, costuma as vezes precisar de reduzida. Não dirigi a Toro, mas pelo venho acompanhando acredito que deve ser um bom veículo.

    ResponderExcluir
  8. qual velocidade média que conseguiu esse consumo? se possivel coloquem imagens do computador de bordo! No mais, parabens

    ResponderExcluir
  9. Não tem barro alí, é visível, só tem capim. Se esse carro não subisse alí era melhor jogar dentro do lago.

    ResponderExcluir
  10. Qual é a altura entre o solo e o inferior de veículo. Tenho uma Parati track field que tem 20 cm sendo mais alta neste quesito do que o renegade. A Toro veio do renegade mas, parece mais alta neste quesito. Para mim é importante pois para andar em nossas estradas só com carro acima de 20 cm de distancia do solo e olhe lá.

    ResponderExcluir
  11. Sinto falta de controle de tração, ainda que meu carro utilitário seja uma Saveiro Trend 2.011. Em algumas situações como grama encharcada e no plano(!) até de ré foi difícil sair, tão quanto uma Ranger, S-10 4x2.
    Pior é que se fosse preciso rebocar(em piso tão simples) não tem gancho dianteiro na família G 5: GRANDE FALHA DA VW.
    Uso este veículo como passeio e não como utilitário, carrego Bikes e Caiaques; Não preciso tração 4x4 para isto, mas é decepcionante qualquer"graminha" te segurar.
    Sò recentemente a Saveiro Cross possui o TCS(controle de tração) que dá uma ajuda.
    Quanto a Fiat Toro penso que considerando que quem a compra 4x2 sabe as limitações, mas parece que se eu a tivesse não ficaria parado e preocupado em ter que rebocar.
    Quanto ao consumo, se em Brasília-DF da qual conheço as ruas e transito faz 7km/l, aqui em Curitiba-PR com seu transito sempre lento to imaginando 5,0/6km/l máximos.
    Fui conhecer a Fiat Toro, e num primeiro momento impressionado, mas para carro com pretenções definidas e custos altos, há falta de combinação de cores(?) em acabamentos internos. Mais grave ainda sáo a falta de acabamento nos parafusos que prendem os cintos de segurança no assoalho(feio mesmo) e, no forro de teto próximo â porta traseira direita, lado superior esquerdo aparece facilmente que a borracha esta curta - imperdoável. Vi este defeito em 4 Toros que estavam na concessionária, independente do modelo. Mais um detalhe: se a proposta é um novo tipo de "SUV", ou veículo para quem quer fazer uso em estradas secundários e terrenos não pavimentados(sem necessidade de 4x4), as soleiras internas das longarinas/piso arredondadas e exageradamente grandes e mal encaixadas, não combinam em nada, e quando voce raspar o pé com ou sem sujeira vai riscar muito fácil!!!
    Tá fácil resolver, é só querer.

    ResponderExcluir
  12. Seria interessante ver esse consumo fora de Brasília. Um exemplo, seria Minas Gerais, que apresenta muitos aclives. No Fiesta 1.0 consigo um máximo de 9,5 km/l na Gasolina. No Etanol deve fazer o mesmo que essa Toro.

    ResponderExcluir
  13. A dica é colocar a Toro naquela mesma subida do Up e ver se ela sobe de boas ou sofre.

    ResponderExcluir
  14. As picapes 4*2 no geral são péssimas para a situação. Nem adianta querer abusar. Quer brincar, só pagando pela 4*4.

    ResponderExcluir
  15. Rapaz, vô dizer aqui pra galera que tem maniazinha de criticar. ui motorista da Secretaria de Saúde por um tempo e usava diariamente durante todo o dia Hilux, L 200, Amarok... e ja fiquei aperriado em Hilux 3.0 em subidinha com grama molhada e lisa, nem precisa ter barro não! é o tipo de situação que parece MOLEZA, mas, engana trouxa! E uma vez quase fiquei numa subida de muita areia pesada! Isso sem usar reduzida!

    Ou seja, a Toro tem boa suspensão e acerto mecanico!

    ResponderExcluir
  16. Car blog se eu fosse vcs comprava essa Toro PRETA, ficô massa ela preta! Lokona..

    Bichona da cara de mal doido. kk

    ResponderExcluir
  17. Amigo do Car Blog depois se possível, faz um vídeo em auto estrada PISANDO FORTE na Toro 1.8 pra eu confirmar se ela anda bem em alto giro como já vi vários falando! sería muito bom vermos a desenvoltura dela acima de 160 ou 170 km/h. rs

    Vê aí o que ela da de velocidade..

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.