Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Up! TSI tem dificuldade em superar aclives de barro

Categorias: , , , 57 Comentários

O VW Up! TSI do nosso teste de longa duração apresentou uma melhora de consumo nas últimas medições, tendo obtido uma média de 17,24 Km/l de gasolina - recorde do teste de longa duração até agora.

Volkswagen Up! TSI - teste de longa duração

Além disso, colocamos o Up! TSI para enfrentar um aclive de piso de barro, e ele apresentou dificuldades para superá-lo, mesmo com o piso seco, como mostramos no vídeo abaixo.



Nessa situação ficou claro que o M-ABS (Controle de Tração) acaba prejudicando o carro nessas situações, pois esse sistema impede que as rodas patinarem. Dessa forma, como o piso tem baixa aderência, o controle de tração chega a cortar a tração completamente, impedindo que o veículo avance.

Volkswagen Up! TSI - teste de longa duração

Sendo assim, apesar de o Up! TSI não ter sido projetado para enfrentar esse tipo de via, verificamos que a melhor solução é procurar enfrentar a parte mais difícil desses trechos com o carro embalado, pois assim consegue-se superar a baixa aderência com maior facilidade.

Consumo

Em relação ao consumo, o indicador de 17,24 Km/l que obtivemos já é resultado de uma média de quatro medições, sendo que a máxima obtida foi 18,64 Km/l, e a pior de 15.85 Km/l, sempre de gasolina, com o ar-condicionado ligado 100% do tempo, e andando dentro dos limites máximos definidos para as vias.

Volkswagen Up! TSI - teste de longa duração

Esses números nos impressionaram bastante, pois evidenciam que o Up! TSI está apresentado uma melhora em suas médias de consumo com o avanço da quilometragem, o que não deixa de ser uma boa característica.

Problemas relatados

Em relação aos problemas relatados no último post, o barulho na dobradiça já tinha sido corrigido. Por outro lado, o ruído nos freios traseiros se resolveu sozinho, sem qualquer intervenção nossa ou de autorizadas, já que não levamos o carro ainda para verificação depois do último relato.

Volkswagen Up! TSI - teste de longa duração

Assim, o único problema que persiste é o do indicador de direção dianteiro, que continua a não funcionar, e vamos relatar e pedir a solução na próxima visita.

Interior íntegro

O Up! TSi do nosso teste, mesmo sendo submetido a situações extremas, continua a contar com um interior como se estivesse acabado de sair da concessionária: nenhum ruído de peças soltas, nenhum componente caído, nada. Continua como 0KM.

Volkswagen Up! TSI - interior

Considerações sobre ergonomia e design do interior

Em relação ao interior, depois de vários testes que fizemos com modelos compactos, fica claro que o interior do Up! é o que apresenta a melhor construção e o melhor design interno.

Volkswagen Up! TSI - interior

É interessante notar como a Volkswagen conseguiu um painel com desenho descomplicado, porém com uma ergonomia exemplar, já que todos os comandos estão perfeitamente à mão do condutor. Ao volante do Up! consegue-se acionar todos os comandos do painel sem tirar as costas do banco - aspecto que favorece a segurança na condução.

Os bancos tem conformação ideal, nem firme demais, nem mole excessivamente, fazendo com que o carro possa ser usado por longas horas sem cansar as costas, o que é facilitado também pela posição de dirigir ideal, graças aos ajustes de altura do assento e do volante.

Em resumo: O up! é dono de um interior bem projetado e construído e com bom design interno. Vemos algumas críticas sobre a "simplicidade" do interior, mas é exatamente essa simplicidade que evidencia a qualidade do projeto desse carro, pois o bom design deve produzir a estética mais simples possível, e que atenda à sua função. O Up! consegue isso, com boa ergonomia, excelente padrão de montagem e visual agradável.

Volkswagen Up! TSI - Branco

Em relação aos "defeitos", vemos que muitas pessoas sempre lembram que o Up! não tem acionadores elétricos nos vidros traseiros, e isso se deve ao fato de que, na adaptação para ser vendido no Brasil, a VW do Brasil optou por dar ao modelo brasileiro vidros móveis (o modelo europeu tem vidros traseiros fixos basculantes).

Volkswagen Up! TSI - vidros traseiros sem acionamento elétrico
Volkswagen Up! TSI - vidros traseiros sem acionamento elétrico - detalhe irrelevante
Sendo assim, como o projeto original não tinha previsão para vidros elétricos nas portas traseiras, ioo modelo brasileiro também não conta com tal solução. Dito isso, consideramos essa uma questão irrelevante e sem importância. É claro que seria melhor se o Up! dispusesse de vidros elétricos traseiros, mas o fato de não ter é um detalhe que consideramos insignificante, que não impacta a avaliação do veículo como um todo.

Nesse contexto, consideramos "interessante" a frequência com que são feitos comentários sobre a "ausência de vidros elétricos traseiros" do Up!, com um tom que dá a entender que esse seria realmente um "grande problema" do carro, o que evidentemente está longe de ser. É uma característica de projeto sem relevância alguma.

Conclusão


O Up! TSI vai superando os 15.000 Km ficando ainda melhor: mais econômico que quando 0KM, e com o interior igual ao de um modelo 0KM no que respeita a ausência de ruídos. Há, porém, certa dificuldade em superar aclives com pisos de baixa aderência.

Postagens relacionadas:

57 comentários:

  1. Subi um morro bem ingrime e não senti nenhum problema com o Up, mas sendo um carro leve com muito torque deve encontrar dificuldades como qlq carro que não é feito para estradas não pavimentadas encontrará.

    ResponderExcluir
  2. Melhor design interno, é subjetivo demais. Vide maps and more, gambiarrado, simplesmente não estava previsto e fizeram gambiarra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem nada de subjetivo. Boa ergonomia, funcionalidade, eficiência no uso do espaço, construção e projeto de qualidade são aspectos objetivos e inclusive quantificáveis. Com relação ao Maps and More, não há gambiarra alguma. Em termos ergonômicos, ele está no local correto, o encaixa do componente é simples, e eficaz. E ainda se move.
      O software do GPS que poderia ser melhor, mas as demais funcionalidades são bem interessantes. O que consideramos inadequado é o fato de um Bluetooth dos carros com Maps and More só funcionar com o equipamento no painel. No mais, consideramos bem projetado, com ótima ergonomia e visão das informações.

      Excluir
    2. Fabio, má opinião a questão de ser "bonito" ou "feio" é subjetivo sim. O que ser bonito pra mim pode ser feio pro outro. Concordo que o painel é bem construído, comandos são ergonômicos, e que há "beleza" na simplicidade característica do painel do carro. Entretanto na minha opinião o painel é sim bem feio. Mas o fato dele nao me agradar aos olhos, é logo superado pela boa construção que considero mais relevante.

      Excluir
    3. Melhor não significa mais bonito! O golf, por exemplo, pode não ser o mais bonito, mas é o melhor hatch médio.
      Ps. Nunca analisei o painel do up e seus concorrentes, não estou afirmando que realmente é o melhor. Só fiz um comentário..

      Excluir
    4. Acabei de tirar o meu Cross UP, abril 2016 (venho de Renault, GM e Fiat nessa ordem do mais recente para o mais antigo) e uma coisa que me incomoda no painel/instrumentos é a cor vermelha de fundo: tudo é vermelho! luz vermelha para mim é luz de advertência/cuidado/perigo. Se tudo está vermelho, as luzes de advertência do pisca-alerta, trava das portas, temperatura do óleo o qq outra que exija atenção somem! Não faz sentido. Luz de fundo que considero adequada é verde (desde que não muito vivo), âmbar (idem), ou até mesmo branco. Não gostei disso aí!

      Excluir
  3. Só dá valor aos vidros elétricos traseiros quem tem crianças ou anda constantemente com três ou mais pessoas no carro. Desse modo ao apertar o fechamento pela chave, se alguém deixou o vidro entreaberto irá fechar. Outra possibilidade é travá-los e viajar com os pequenos despreocupadamente. Acho que o relator do vídeo não se enquadra nesses aspectos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já passei dessa fase, mas mesmo assim considero irrelevante a questão dos vidros elétricos. Crianças que estão nas cadeirinhas (ISOFIX no Up!) não vão abrir os vidros mesmo.
      Ademais, há travas de segurança nas portas traseiras, os cintos são de três pontos e os vidros não descem 100%.
      Em resumo: ausência de vidros elétricos atrás é irrelevante mesmo.

      Excluir
    2. Eu estou nessa fase, mas fora das cadeirinhas. E já encontrei o carro com o banco ensopado porque o pequeno deixou o vidro entreaberto, lado carona, e choveu. Esqueci de checá-los. Por isso também os coloco como importante, para mim na época tinha um Grand Siena Actrative).

      Excluir
    3. Por isso também os coloco como importantes, para mim. Na época tinha um Grand Siena Atractive.

      Excluir
    4. O Up não tem nem levantamento dia vidros no alarme, economia porca. Aí fazem um face lift e colocam o módulo como upgrade no carro.

      Excluir
    5. Só é considerado relevante o que é importante para o autor do vídeo. Ele não pensa "o indivíduo tem um filho entre 5 e 12 anos, e o vidro traseiro manual pode sim ser um risco de segurança".
      Risco de segurança muito maior, do que o painel do hb20, que tem que "desencostar as costas" para mexer no ar-condicionado/ som (como se fosse um vídeo game).

      Excluir
    6. Tiago, só que o HB20 não é VW... se fosse, o autor diria que é o painel mais lindo e ergonômico do Brasil ou do mundo haha

      Excluir
    7. e o vidro traseiro manual pode sim ser um risco de segurança".
      Risco de segurança muito maior,


      Besteira pura.

      Vidro elétrico na traseira não compromete a segurança em NADA. ZERO.
      Nem o EuroNCAP, nem o Latin NCAP, nem o NCAP (USA) e muito menos o IIHS sequer citam o vidro traseiro elétrico como sistema de segurança.

      O que é ridículo são esses espécimes discutindo tanto sobre uma irrelevância dessa.

      mas é entendível. O up´! é mais seguro que o HB20, desempenho muito superior, mais gostoso de ser dirigido, maior na dianteira, carroceria mais rígida, muito mais econômico, mais completo e ainda mais barato.

      Ou seja, o up! supera o HB 20 por nocaute, como no outro artigo.

      http://www.car.blog.br/2016/02/hyundai-hb20-2016-e-nocauteado-pelo.html

      Então o povinho que cai como um pato na enganação da Hyundai, que sabe que esse povo confunde luzes azuis com tecnologia, sai a deferender o Hb20 pelo vidro elétrico traseiro, mesmo que o Hb20 básico não tenha nem na dianteira.

      Mas é isso aí. comprador de HB20 não consegue discutir segurança, performance, consumo e tecnologia. O máximo que a mente limitada deles consegue debater é se um carro tem ou não o botão de acionamento de vidro na traseira! E aí ficam relinchando mimimi sobre vidro elétrico traseiro por meses e meses, repetindo o relincho em cada post.

      Este é o nível dos compradores de HB20...não me admira que achem as luzinhas azuis o máximo da tecnologia."!

      Excluir
    8. Carlos, presta atenção, qual carro da Europa ou EUA tem vidro traseiro com manivela?? E vidro traseiro sem travas, existe?
      (Risos contidos...)
      Pode chorar, essa doeu!

      Excluir
  4. Dica. Seu carro com tração dianteira não sobe em uma via com lama. Vai de ré.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente o que pensei Thiago. Dica simples que muita gente nem sabe que funciona. Lembro quando o corcelzinho era um dos poucos com tração dianteira no Brasil e resolvíamos dessa forma. O pessoal até brincava que "onde o corcel não sobe de frente, sobe de ré" Rsrsrs

      Excluir
  5. Achei a avaliação no aclive com barro desnecessária..........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como desnecessária??
      Se nosso Brasil é um país agrícola??

      Excluir
    2. Eu mesmo, sou professor e em uma das escolas que trabalho enfrento estradas de chão. Se esse up não sobe esse morrinho ai, quem dira as serras que eu pego, no meio da campanha.

      Excluir
  6. bastante economico, mas esse interior(apesar de ter bons materiais) não consigo diferencia-lo do fusca

    ResponderExcluir
  7. Às vezes dá a impressão de que o redator está fazendo propaganda para VW, mas não é. Sou proprietário de um UP TSI e garanto que em todos os pontos mencionados concordo com o redator. Eu saí de um HB 20 1.0 e posso dizer que em tudo o UP é melhor.Direção elétrica é precisa. Estabilidade dá de dez no HB 20. Consumo impressionante. Fiz uma viagem esta semana. O carro é uma delícia na estrada, anda muito e tem muita estabilidade e conforto acústico. Na volta enchi o tanque e a 110 com três adultos , mala e ar condicionado em um sol escaldante do Tocantins, fiz de Tocantinopolis (interior do TO ) a Palmas, 520kms com menos de meio tanque. É impressionante o tanto que o carro é bom em tudo. Concordo também em relação ao interior, muito bacana e diferente de todos os carros. Parece muito o painel do novo fusca. Vale cada centavo. O meu é igualzinho ao do Carblog. Branco move up tsi com o quite de rodas, sensor de ré e faróis de neblina. A única coisa que fiz foi colocar couro no volante e ficou lindo com costura vermelha. Testem o carro antes de comprar outro modelo!

    ResponderExcluir
  8. O problema relatado sobre a dificuldade de superar aclives de barro acredito Q seja mais devido aos pneus verdes Goodyear duraplus. Apesar de n ter um Golf, faço parte do Clube do up de bsb, pessoal por sinal mt bacana. Mas uma reclamação constante, tonto dos donos de msi como de tsi são os pneus duraplus, Q oferecem baixa aderência e deixa o carro fritar facilmente nem arrancadas e curvas, com relatos inclusive de gente Q rodou com o carro na chuva travejando na velocidade da via. Sobre o design do interior, é sim uma coisa subjetiva, e é adaptado aos gosto e cultura de cada mercado. O acabamento, apesar de simples, é bem feito, com plástico grosso e bem encaixados. No entanto, a simplicidade do visual não atrai a maioria dosconsumidores. O brasileiro não gosta hoje em dia de um carro com lataria exposta no interior, é tido como um grande sinal de economia. Casa muito bem com as versões com painel colorido, mas acaba Q sai muito mais move Q o resto. Essa também é uma das reclamações do pessoal do clube do up. Sobre os vidros traseiros elétricos, quando se está sozinho no carro e precisa ventilar o interior, os vidros traseiros melhoram muito. Sem falar Q a maioria dos concorrentes contam com esses itens de série nas versões de preço equivalente ao tsi, e muitos consumidores enxergam isso como uma economia. Outra reclamação n minha, mas dos donos de up do clube do up. Nas últimas 2 semanas, 3 carros do clube botaram vidro elétrico traseiro como acessório na concessionária. A questão é que, design é sim subjetivos, mas a aparência interna de um hb20 agrada um público muuuuuito maior Q o do up, apesar de o do pequenino ser bem executado, mas aparenta muita simplicidade. A lataria exposta e a falta de vidros elétricos traseiros são coisas Q a Vw pode concertar para tentar alavancar as vendas desse carro fantástico.

    ResponderExcluir
  9. Olha q coincidência. Ainda hoje fui para fazenda, eu no Up MPI, e meu irmão no Ford Ka (com controle de tração), choveu bastante na volta.
    Foi só chegar no atoleiro que eu passei( meu não tem controle de tração) e meu irmão no Ford Ka ficou, é impressionante q vc acelera e não acontece nada. O carro fica travado no barro, ai voltei e "fuçamos" até conseguirmos desligar o controle. Aí sim. O carro "patinando" conseguiu sair.
    Agora um carro que não tem como desligar o controle, fica atolado. Não sai mesmo!!!!

    ResponderExcluir
  10. Seria interessante se houvesse opção para desligar o ct.

    ResponderExcluir
  11. Meu FIT 2007 só gasolina fazia 15km/l com ar tbm..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueci de mencionar.. fit ex 1.5 manual

      Excluir
    2. Hhahahaha boa, eu também tenho um fit 2007 1.4 até hoje e ele realmente faz 15 ou mais ! Esses dias levei para revisão e o rapaz do atendimento queria comprar o carro... queria pagar 18k.

      Agora me diga, qual carro, sem defeito alguma e com uma excelente autonomia de conbustível, eu compraria com esse valor ? NENHUM !

      Excluir
    3. O fit faz fácil 15km/l, se pisar mais leve sobe pra 17 km/l. Já cheguei a fazer mais de 20km/l na estrada tb com meu fit 2008 que deve estar custando uns 23k na tabela. Qdo começar a lançar um com o motor 1.0 turbo da honda, o consumo deverá melhorar mais ainda.

      Excluir
  12. Essa matéria está confundindo design minimalista onde o up reina com certeza. Mas não existe pior ou melhor design e sim escolas destes. Imaginem uma Ferrari minimalista seria inconcebível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minimalista?!

      Se fosse Fiat seria pobre, né?!

      Excluir
    2. Sim a palavra certa é minimalista, pode se traduzir simples porém eficiente até no design. A Fiat não é minimalista pois não é eficiente em design os fiat seguem outra linha de design mas não são pobres apenas outra escola de design muito menos lógica que a vw

      Excluir
    3. Existe sim o design ruim, que é o que prejudica a funcionalidade, ou o que engana o consumidor.
      É aceitável a Ferrari usar um design menos funcional e mais emocional em seus carros, pois são carros feitos para emocionar mesmo. Mas mesmo sendo emocional, o design da Ferrari não engana o consumidor, já que ele sugere algo que o consumidor vai obter: alta performance.
      Já o design de alguns Fiat são um desastre mesmo. O Uno é um dos piores, tanto externa quanto internamente. E há casos explícitos de enganação pura e simples, como o caso do "Sporting", todo emperequitado, escape duplo na traseira, nome "Sporting", e que não só tem o mesmo desempenho dos outros uno 1.4, como tem desempenho muito inferior ao do Up! tsi.

      A hyundai é outra que adota um design de baixa qualidade, e em muitos casos enganador. Olhe o HB20 "R Spec"...parece uma árvore de natal de tão enfeitado, freios vermelhos e etc e tal, a papagaiada toda, e o motor é o mesmo do Comfort Plus 1.6...
      Ridícula. Acho que a Hyundai consegue ser mais ridícula que a Fiat em matéria de design.

      Excluir
    4. E o Fox Pepper carlos? É um destes esportivos só no design ou é uma maravilha da engenharia automotiva?

      Excluir
  13. Esse pneu duraplus realmente e horrível! Ando com um voyage da.localiza com os pneus Pirelli, porém o stepe veio duraplus. Tive que usar o estepe na frente em um dia de chuva, e percebi que derrapava nas arrancadas mãos fortes só do lado do duraplus e do lado do Pirelli estava normal. Em algumas freiadas o ABS era acionado pelo lado do duraplus
    ...

    Redondo esse pneu tem performance de remold ou ching ling de má qualidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Colega um pneu de estepe que nunca rodou é claro que terá menos aderência. O Duraplus é ruim, mas o Pirelli também é um péssimo pneu.

      Excluir
    2. Se quiserem um pneu bom, comprem o michelin Energy XM2 que são excelentes para as crateras lunares em que andamos. Ele é Super Confortável, tem mais aderência na chuva, e absorve muito mais os impactos sem transmití-los para o carro. Troquei os pneus pirelli P6000 do meu old Fit por esses da Michelin e o carro vitou outro, muito mais confortável. Agora dirigí-lo está uma delícia. Não vacilem, todo carro popular saem de fábrica com pneus mais baratos possível para a montadora como o P1 da Pirelli ou esse Duraplus, mas troquem o quanto antes para terem mais aderência, conforto e segurança, não esperem ficar careca.

      Excluir
  14. basta embalar moço como queres subir a menos de 5km h acelere antes da subida e veras que nao tera qualquer dificuldade

    ResponderExcluir
  15. Tenho um Up! Mas quando puder, vou comprar o Gol de volta.

    ResponderExcluir
  16. Vacilo não ter como desligar o controle de tração. Tenho um NF 1.6 PS e dia desses tive experiencia semelhante (dentro do cidade) quando tive de atravessar um trilho de trem que fica em um aclive, como estava chovendo e estava sujo de areia, o pneu do carro ficou deslizando, sempre que deslizava ele colocava a tração para o outro pneu que também acabava deslizando... Não subi rápido por que é fácil raspar/bater embaixo do carro nesse local... Então desliguei o controle de tração e pronto, consegui subir e passar pelo bendito trilho.

    ResponderExcluir
  17. Seria bem legal poder desligar o controle de tração, mas a volks prudentemente não deu esta opção para que aqueles que se achem pilotos ou gostem de tirar rachas não causem acidentes, e tb pelo fato do motor ter muito torque o que tb faria que o carro cantasse pneu ou perdesse o controle na chuva com esse pneu. De qquer forma, esse carro tem uma vocação mais urbana, e não em estradas de terra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendi se você queria ou não que desse para desativar... Dei um exemplo logo acima de uma situação de uso urbano.

      Excluir
  18. Media é muito relativa, nosso UP TSI está fazendo uma média de 10,5 ~ 11,00 km/l no etanol, temos um Gol G5 1.0 2011 (básico) no mesmo percurso do Up TSI faz média 10 km/l

    Esse mesmo Gol G5 faz média de 17km/l em rodovia com gasolina.

    Acredito que a média do up deva melhorar bastante pois o mesmo está com 1000km. Ainda não testei na gasolina apenas no etanol.

    ResponderExcluir
  19. Se eu disser aqui que o up é a oitava maravilha do mundo vocês devem liberar meus comentários né. Falo nada demais, apenas que o carro é caro pelo que não oferece e sempre sou moderado, mas tem membros aqui que ofendem aos demais e tudo bem, Começo a achar que uns 4 membros aqui são a mesma pessoa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carro na versão mais básica não tem nem espelho no quebra-sol do motorista...

      Excluir
  20. Dos 15 minutos de vídeo, 10 minutos são: 1ºfalando do consumo, 2º irrelevância dos vidros traseiros, 3º "beleza" do painel do up.
    O primeiro assunto ok, mas os outros dois são muito subjetivos. O que pode ser irrelevante e/ou bonito para você, pode não ser para mim, ou para outra pessoa.

    ResponderExcluir
  21. Que sorte vcs tem com esse UP!
    o meu com 4500km rodados já tem um monte de pontos de barulho.
    É na parte plástica da porta dianteira direita, no vidro da porta do motorista, no pedal da embreagem e na tampa do porta luvas!
    mesmo com esses defeitos ainda estou satisfeito com o carro, não me deixou na mão quando precisei de desempenho, e continua sendo econômico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho mas de tanto ler e ver materia sobre sobre este voraz vou me render à está fera, fiz um teste drive e put@ q Par é animal!
      VC ta montado!
      E esmerado a montagem mas e eu com isto, quero e montar nesta fera!

      Excluir
  22. Meu amigo, vc quem mostrou uma incrível impericia para dirigir na terra. Ali não é pisar no fundo, é igual vc comentou... chegar embalado e subir com toque no acelerador.

    ResponderExcluir
  23. Em estradas de terra é quase impossível encontrar uma ladeira absurda como essa, a não ser numa trilha para Jeeps; portanto esse teste é nulo e absolutamente desnecessário. Se deseja subir barranco compre um Suzuki Jimny que faz 9 km com um litro, mas nessa crise terrível, com gasolina a quase R$4,00, eu prefiro o TSI.

    ResponderExcluir
  24. Tenho um Fox Prime 1.6 2013, queria comprar um Cros UP TSI, mas esses ítens que foram descritos acima como irrelevantes, digo falta de luz no porta luvas e porta malas, direção sem regulagem de profundidade, vidros traseiros manuais, chave canivete do alarme não levanta e nem abaixa os vidros( no meu antigo prime, isso ajuda muito na chuva), a falta do espelho para o motorista, aquela abaixadinha do retrovisor direito quando se engata a ré e aquela chapa no painel capelinha, me deixaram muito triste, para um carro de 50 mil, bem que merecia esses itens.

    ResponderExcluir
  25. Discordo do ponto da reportagem onde se fala do vidro traseiro! E retribuo as perguntas. Coluna C, Tanque de combustível, Capacidade do porta malas e mais recentemente alarme, mecanismo de vidro elétrico dianteiros foram, como vocês jornalista do meio gostam de dizer "TROPICALIZADOS", a Volks do Brasil mexeu e alterou os projetos originais do veículo em relação ao Europeu. Julgo vidro elétrico traseiro muito importante, porém não tão essencial. Tenho filho de 4 anos que anda em assento e ele já consegue com seu pezinho, sentado e com os sintos do assento devidamente atados, baixar, mesmo que pouca coisa, o dispositivo manual do vidro traseiro, aponto de a água da chuva invadir o interior do Up!. E aí, o que faço para resolver essa questão? No vidro elétrico era somente acionar a tecla que interrompe os comandos traseiros. Aguardo vosso comentário. Beijos.

    ResponderExcluir
  26. Discordo do ponto da reportagem onde se fala do vidro traseiro! E retribuo as perguntas. Coluna C, Tanque de combustível, Capacidade do porta malas e mais recentemente alarme, mecanismo de vidro elétrico dianteiros foram, como vocês jornalista do meio gostam de dizer "TROPICALIZADOS", a Volks do Brasil mexeu e alterou os projetos originais do veículo em relação ao Europeu. Julgo vidro elétrico traseiro muito importante, porém não tão essencial. Tenho filho de 4 anos que anda em assento e ele já consegue com seu pezinho, sentado e com os sintos do assento devidamente atados, baixar, mesmo que pouca coisa, o dispositivo manual do vidro traseiro, aponto de a água da chuva invadir o interior do Up!. E aí, o que faço para resolver essa questão? No vidro elétrico era somente acionar a tecla que interrompe os comandos traseiros. Aguardo vosso comentário. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa colocação. Também pensei o mesmo. Hoje minha filha está com 3 anos. Ano que vem, não sei como vai ser. Se eu não conseguir evitar que ela faça o mesmo que seu filho, vou retirar a manivela do lado que ela estiver.

      Excluir
  27. Discordo do ponto da reportagem onde se fala do vidro traseiro! E retribuo as perguntas. Coluna C, Tanque de combustível, Capacidade do porta malas e mais recentemente alarme, mecanismo de vidro elétrico dianteiros foram, como vocês jornalista do meio gostam de dizer "TROPICALIZADOS", a Volks do Brasil mexeu e alterou os projetos originais do veículo em relação ao Europeu. Julgo vidro elétrico traseiro muito importante, porém não tão essencial. Tenho filho de 4 anos que anda em assento e ele já consegue com seu pezinho, sentado e com os sintos do assento devidamente atados, baixar, mesmo que pouca coisa, o dispositivo manual do vidro traseiro, aponto de a água da chuva invadir o interior do Up!. E aí, o que faço para resolver essa questão? No vidro elétrico era somente acionar a tecla que interrompe os comandos traseiros. Aguardo vosso comentário. Beijos.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.