Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Golf 2016 nacional: especificações de todas as versões

Categorias: , , , , , 78 Comentários

A Volkswagen do Brasil anuncia a chegada às suas concessionárias, em fevereiro, do VW Golf fabricado no Brasil, sendo o primeiro modelo nacional a ser equipado de série, em todas as versões, com sete airbags, controle de tração, controle eletrônico do diferencial, controle de estabilidade e freios com Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão.

Volkswagen Golf 2016 - nacional

O motor motor 1.4 TSI BlueMotion Technology Total Flex agora desenvolve 150 cv e há novas centrais multimídias com a tecnologia Volkswagen App-Connect, o sistema de espelhamento de “smartphones”. O Golf GTI passa a oferecer equipamentos inéditos, como a “grife” Fender, de alta fidelidade sonora, e rodas de 18 polegadas com estilo “Austin”.

Volkswagen Golf 2016 - nacional

A linha 2016 do Golf, agora produzida na fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais (PR), traz novos recursos de tecnologia, além de ter sua oferta de equipamentos reestruturada.

Mecânica

Entre as principais novidades estão os novos conjuntos mecânicos, que passam a contar com motores 1.4 TSI BlueMotion Technology Total Flex de 150 cv (versão Highline) e o novo motor 1.6 MSI Total Flex de 120 cv (versão Comfortline), que podem ser associados às transmissões manuais de cinco e de seis marchas, além da caixa automática com seis velocidades com função Tiptronic.

VW Golf 2016 - Motor 1.6 MSI Flex

Há ainda novos sistemas de infotainment com a tecnologia Volkswagen App-Connect, que reúnem os sistemas MirrorLink, Apple CarPlay e Google Android Auto. Há, ainda, a estreia da grife “Fender” para o sistema de som do Golf GTI, que também passa a contar com novos equipamentos, como as rodas de liga leve de 18 polegadas com estilo “Austin”. O Golf GTI é oferecido com o conjunto mecânico formado pelo motor 2.0 TSI de 220 cv e a transmissão DSG automática de seis marchas com função Tiptronic.

Downsizing Flex

O Golf Highline 2016 é equipado com o motor 1.4l TSI BlueMotion Technology Total Flex. Pertencente à família EA211, o motor tem bloco e cabeçote feitos de alumínio, duplo comando de válvulas no cabeçote (variável na admissão; são quatro válvulas por cilindro) e é equipado com injeção direta de combustível e turbocompressor. Esse motor desenvolve potência de 150 cv (etanol e gasolina) a 4.500 rpm. Seu torque máximo, de 25,5 kgfm, surge já a apenas 1.500 rpm, independentemente da mistura de combustível.

O motor 1.4l TSI BlueMotion Technology Total Flex pode ser combinado à transmissão manual de seis marchas ou à transmissão automática de 6 velocidades (com conversor de torque) com função Tiptronic (que permite ao motorista efetuar as mudanças manualmente, por meio da alavanca de câmbio ou por aletas no volante).

VW Golf 1.4 TSI Flex - Desempenho

O Novo Golf Highline acelera de 0 a 100 km/h em 8,3 segundos e alcança 209 km/h de velocidade máxima (dados com etanol). Com a transmissão automática, os números (também com E100) são de 8,6 segundos e de 204 km/h, respectivamente.

Novos sistemas de infotainment

O App-Connect é uma tecnologia global que permite que a tela do celular seja “espelhada” na tela central do sistema de infotainment. Ou seja, a tela do veículo repete o que está sendo exibido na tela do celular e é possível comandar o sistema de infotaiment pelo celular ou comandar o celular pelo sistema de infotainment.



Os novos sistemas de infotainment são o “Composition Media”, o “Discover Media” e o “Discover Pro”. Todos são uma evolução dos sistemas de infotainment ofertados no Novo Golf. Os dois primeiros contam com telas de 6,5” sensíveis ao toque, coloridas e de alta resolução.

VW Golf 1.6 MSI 2016 - interior

O novo sistema de infotainment “Discover Media”, que é oferecido para as versões Comfortline, Highline e GTI, traz adicionalmente recurso de navegação que se destaca pela facilidade de uso e interatividade com o painel de instrumentos, possibilitando uma condução mais segura e confortável. Esse sistema também contempla o “MapCare”, que permite a atualização periódica gratuita da base de mapas durante toda a vida do veículo, além da avançada conectividade com os smartphones por meio da tecnologia Volkswagen App-Connect. Fotos, vídeos e músicas em diversos formatos são alguns exemplos de mídias que podem ser “lidas” nos novos sistemas de infotainment da Volkswagen.

As configurações Highline e GTI contam ainda com a opção do sistema “Discover Media Pro”, que além de todos os recursos do “Discover Media”, traz tela sensível ao toque de 8 polegadas, DVD Player e HD interno de 60 gb compartilhados.

Nos sistemas de infotainment “Discover Media” e Discover Pro” praticamente todos os comandos podem ser executados sem a necessidade de o motorista tirar as mãos do volante, operando o sistema por meio das teclas do volante multifuncional ou por comandos de voz. É possível selecionar as mídias (CD, SD-Card, Bluetooth, entradas auxiliar e USB), operar o telefone e o sistema de navegação apenas utilizando a voz.

Somam-se à comodidade as teclas de atalho no volante o sistema I-System, que também mostra na tela central no painel de instrumentos as principais operações de rádio, telefonia e navegação exibidas na tela do sistema de infotainment.

Comfortline: custo-benefício com segurança superior

VW Golf 1.6 MSI Flex 2016

Modelo de entrada, o Golf Comfortline tem foco na relação custo-benefício, já contando de série com equipamentos como: sete airbags (dois frontais, dois laterais nos bancos dianteiros, dois laterais do tipo cortina e um de joelho para o motorista), cintos de segurança automáticos de três pontos em todos os assentos, controle de tração (ASR), controle de estabilidade (ESC), bloqueio eletrônico do diferencial (EDS e XDS) distribuição eletrônica de frenagem (EBD), faróis de neblina com luz de conversão estática, sistema Isofix de fixação de cadeirinha de criança com top tether (que permite a fixação da parte superior da cadeirinha) e freios com Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão.

VW Golf 1.6 MSI Flex 2016

O Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão aciona automaticamente os freios do veículo quando ele se envolve em uma batida, para reduzir a energia cinética residual. O acionamento do sistema de frenagem pós-colisão se baseia na detecção da colisão inicial pelos sensores dos airbags.

VW Golf 1.6 MSI Flex 2016 - interior

O sistema aplica os freios até que o veículo atinja a velocidade de 10 km/h. A velocidade residual do carro pode ser usada para conduzi-lo a um local seguro. O motorista pode se “sobrepor” ao sistema a qualquer momento – se os sensores perceberem que o motorista está acelerando, por exemplo, o sistema é desligado. O recurso automático também é desativado se o motorista começar a frear fortemente, a um grau de desaceleração mais elevado.



Conforto e conveniência. O Golf Comfortline 2016 também traz como equipamento de série direção elétrica, ar-condicionado, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico e função “um toque”, sistema de infotainment “Composition Media” com tela sensível ao toque de 6,5”, travamento central por controle remoto e rodas de liga leve de 16”, freio de estacionamento com o sistema “Hill Assist”, sensores de aproximação de obstáculos na dianteira e na traseira (“Park Pilot”) e retrovisores externos com ajuste elétrico, aquecíveis, com luz de seta integrada (side blinker) e função “tilt down” complementam a lista de série.



Novas transmissões. O modelo Comfortline é equipado com o novo motor 1.6 MSI, que pode ser associado a duas transmissões. A versão manual, com cinco marchas, traz a transmissão MQ250. O modelo automático conta com a caixa AQ160, com seis marchas e função Tiptronic. Ambas as transmissões contam com relações de marchas que privilegiam o conforto e o prazer ao dirigir.

VW Golf 1.6 Comfortline - Dados oficiais de desempenho

Com a transmissão manual, o Golf Comfortline acelera de 0 a 100 km/h em 10,4 segundos e tem velocidade máxima é de 188 km/h (dados com E100). Já na versão automática, a velocidade máxima de 184 km/h é alcançada em quinta marcha e a aceleração de 0 a 100 km/h é realizada em 11,6 segundos (dados com etanol).

VW Golf 1.6 MSI Flex 2016

O novo motor 1.6 MSI Total Flex é produzido em São Carlos, no interior de São Paulo, e também pertence à família EA211. Ele foi desenvolvido segundo critérios de maior eficiência energética e maior performance. Por isso optou-se pela configuração de quatro cilindros e 16 válvulas (4 válvulas por cilindro). Com 1.598 cm³ de cilindrada, o novo motor 1.6 MSI utiliza o sistema de partida a frio que dispensa a utilização do tanque auxiliar para gasolina.

VW Golf 1.6 MSI Flex 2016

Com a tecnologia Total Flex, ele é capaz de rodar com gasolina, etanol ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção. Sua potência máxima é de 120 cv (88 kW) a 5.750 rpm, quando abastecido com etanol (E100), e de 110 cv (81 kW) à mesma rotação, com gasolina (E22). O torque máximo é de 16,8 kgfm com etanol e 15,8 kgfm com gasolina, ambos a 4.000 rpm.

VW Golf 1.6 MSI Flex 2016 - interior

O novo motor 1.6 MSI Total Flex possui bloco e cabeçote feitos de alumínio, o que colabora para reduzir o peso do conjunto. O cabeçote do novo motor 1.6l MSI possui comando de admissão variável e coletor de escape integrado, formando uma peça única, com refrigeração líquida.

VW Golf 1.6 MSI Flex 2016 - interior

Outra solução inovadora adotada no novo motor 1.6 MSI Total Flex é o duplo circuito de arrefecimento, que permite temperaturas diferentes para o bloco e para o cabeçote – o sistema utiliza duas válvulas termostáticas.

Highline: inovação e requinte

Versão intermediária, o Golf Highline 2016 é equipado com o 1.4 TSI BlueMotion Technology Total Flex de 150 cv. De série, o Golf Highline acrescenta ao conteúdo da versão Comfortline” ar-condicionado digital Climatronic (com duas zonas de resfriamento), bancos de couro, lanternas de LED, volante multifuncional com controles do computador de bordo e dos sistemas de som e telefonia, sensores de chuva e de luminosidade com “Coming Leaving & Home”, entre outros.

VW Golf Highline 1.4 Flex 2016

O Golf Highline também traz de série o sistema Start-Stop e, sempre que equipado com transmissão automática, conta com aletas de troca de marcha atrás do volante (shift paddles).

VW Golf Highline 1.4 Flex 2016

O modelo pode ser equipado também com faróis de xenônio e sistema de seleção do perfil de condução. Há um total de quatro modos de condução disponíveis: Eco, Sport, Normal e Individual. No perfil de direção Eco, por exemplo: os gerenciamentos do motor, transmissão, ar-condicionado e outros sistemas auxiliares são controlados para alcançar o máximo de eficiência no consumo de combustível.

VW Golf Highline 1.4 Flex 2016 - interior

Bloqueio eletrônico do diferencial (EDS + XDS). Tecnicamente, o bloqueio eletrônico do diferencial (EDS + XDS) está integrado ao Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) para melhorar a dinâmica do veículo. O bloqueio do diferencial é ajustado especificamente para cada modelo Volkswagen.

O sistema melhora a agilidade do veículo e reduz a necessidade de aplicar acentuado ângulo de esterço no volante para que entre em ação a frenagem nas rodas internas à curva em ambos os eixos. Isso significa que a força de frenagem aplicada colabora para que se mantenha um ângulo de esterço próximo ao de um veículo trafegando normalmente.

O recurso também colabora para reduzir sensivelmente o subesterço (saída de frente), melhorando a tração. Em adição a isso, o bloqueio do diferencial atua sobre qualquer condição de piso, resultando em dirigibilidade mais precisa.

Sistema “Pro Active” (Proteção proativa dos passageiros). Caso o sistema proativo de proteção aos ocupantes detecte uma situação de potencial acidente – como pelo início de uma forte frenagem por meio da ativação de um assistente de frenagem – os cintos de segurança do motorista e do passageiro da frente são automaticamente pré-tensionados para assegurar a melhor proteção possível pelo airbag e sistema de cintos. Quando uma situação de condução altamente crítica e instável é detectada as janelas laterais (deixando uma pequena abertura) e o teto solar são fechados. Resultado: mais segurança.

ACC – Adaptive Cruise Control (Controlador adaptativo de distância e velocidade). O sistema usa um sensor de radar integrado à dianteira do veículo. O ACC mantém uma velocidade pré-selecionada e uma distância definida do veículo à frente, freando ou acelerando automaticamente, seguindo o fluxo do trânsito (de maneira que a distância sempre prevalece sobre a velocidade, garantindo a segurança).

Front Assist. O sistema de monitoramento frontal “Front Assist” funciona como o ACC com o sensor de radar integrado à frente do veículo, que monitora permanentemente a distância do tráfego à frente. Mesmo com o ACC desligado, o Front Assist ajuda o motorista em situações críticas pré-condicionando o sistema de freios e alertando o condutor por meio de sinais visual ou sonoro quando for necessária uma reação. Caso o motorista não freie forte o suficiente, o sistema automaticamente gera força de frenagem para tentar evitar uma colisão.

O Front Assist diminui a velocidade do carro de forma que, em condições ideais, a velocidade de um possível impacto seja minimizada. O sistema também auxilia o motorista dando um sinal caso o carro se aproxime demais do veículo à frente. A função City Emergency Brake (frenagem urbana de emergência) faz parte do Front Assist.

City Emergency Brake (Frenagem Urbana de Emergência). A função City Emergency Brake é uma extensão do sistema Front Assist, que, por meio de um sensor de radar, varre a área à frente do carro. Se houver perigo de colisão com um veículo trafegando ou parado à frente do carro e o motorista não reagir, o sistema de freios é pré-condicionado da mesma forma que com o Front Assist.

Se for necessário, a função City Emergency Brake inicia a aplicação total dos freios para diminuir a gravidade do impacto. Além disso, se o motorista deixar de pressionar o pedal do freio de forma suficiente, o sistema irá ajudar gerando o máximo de força de frenagem.
Detector de fadiga. Esse sistema detecta a perda de concentração do motorista e o alerta por meio de um sinal sonoro durante cinco segundos. Uma mensagem visual também aparece no painel de instrumentos, recomendando uma parada para descanso. Se o motorista não parar dentro dos próximos 15 minutos, o aviso é repetido.

Logo no início de cada viagem, o sistema analisa vários fatores, inclusive o comportamento individual do motorista ao volante. Durante a viagem, o sistema de detecção de fadiga avalia continuamente vários sinais, como o ângulo de esterço do volante. Se os dados do monitoramento indicarem um desvio do comportamento registrado no início da viagem, são acionados os sinais sonoro e visual.

Independentemente do monitoramento, sempre que o sistema é ativado recomenda ao motorista um intervalo para descansar após quatro horas contínuas de direção.

FLA – Front Light Assist (Assistente de luz para farol alto). Sistema opera ativando ou desativando automaticamente o facho alto do farol. O FLA analisa o tráfego à frente do Golf ou em sentido contrário por meio de uma câmera instalada no para-brisa e automaticamente controla a ativação do farol alto. O sistema opera a partir da velocidade de 60 km/h.

Park Assist 2.0. A mais nova versão do sistema de assistência ao estacionamento agora facilita parar não apenas em vagas paralelas à via, mas também parar de ré em vagas perpendiculares. Adicionalmente, o Park Assist 2.0 também é equipado com função de frenagem e saída da vaga de estacionamento.

O sistema pode ser ativado a até 40 km/h pelo botão no console central. Utilizando o indicador de direção (seta), o motorista seleciona de que lado quer estacionar o carro. Se o Park Assist detectar uma vaga com tamanho suficiente, usando sensores de ultrassom, (40 cm de espaço para manobra à frente e atrás do carro são suficientes), o estacionamento assistido pode ter início: tudo o que o motorista precisa fazer é engatar a macha à ré e usar os pedais do acelerador e freio.

O sistema controla a direção automaticamente. O motorista é orientado também por “bipes” e informações visuais no display.

GTI: esportividade incomum no segmento

Uma das grandes novidades da linha 2016 do Golf GTI é a oferta das rodas de liga leve de 18 polegadas com estilo “Austin”. Calçadas com pneus 225/40 R18, as novas rodas são diamantadas a têm a parte interior das hastes escurecidas. Outra estreia na linha Golf no mercado nacional é a “grife” Fender, de altíssima fidelidade sonora. Trata-se do primeiro modelo fabricado no Brasil a ser equipado com esse sistema de som.

VW Golf GTI 2016 - fabricado no Brasil

O sistema de som Fender consiste de dois tweeters instalados nos triângulos dos espelhos das portas e mais dois na forração traseira. Eles são equipados com ímãs de neodímio e cones de tecido. Nas portas dianteiras ficam os woofers com duas bobinas de voz. Também há woofers nos painéis de acabamento traseiros, com bobinas simples. Um subwoofer com bobina dupla também é colocado numa caixa de graves integrada ao porta-malas do carro. A peça central do sistema de som é um amplificador de 10 canais, com amplificadores de potência Classe A/B e 400 Watts.

VW Golf GTI 2016 - fabricado no Brasil

A oferta de opcionais também foi adaptada para melhor atender o consumidor brasileiro. Agora, é possível acrescentar praticamente todos os itens adicionais do Golf GTI mantendo o acabamento de tecido Xadrez Clark (Grafite) nos bancos e painéis de porta. O revestimento em Couro Vienna Preto está disponível no pacote “Sport”, que inclui as novas rodas de 18 polegadas e o ajuste elétrico do banco do motorista.

VW Golf GTI 2016 - fabricado no Brasil

Exclusividade. O Golf GTI se distingue dos outros carros da série por vários itens adicionais e pelo emblema GTI. No exterior, eles incluem pinças de freios exclusivas na cor vermelha e lanternas traseiras com iluminação em LED, assim como ponteira do escapamento, (uma à direita e outra à esquerda) com “design GTI”. Também de série no Golf são as rodas de liga leve aro 17 – “Brooklin” com pneus 225/45 R17.

VW Golf GTI 2016 - fabricado no Brasil

O Novo Golf GTI é equipado com um avançado motor a gasolina, com 1.984 cm3 de cilindrada, turboalimentado e com injeção direta. A potência é de 220 cv a 4.500 rpm e o torque máximo de 35,7 kgfm (350 Nm) está disponível já a 1.500 rpm. Resultado: a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 7,2 segundos e a velocidade máxima é de 237 km/h.

VW Golf GTI 2016  - fabricado no Brasil

Direção progressiva. Esse sistema permite aos condutores fazer curvas com menor movimentação do volante. Com a direção progressiva, são necessárias apenas 2,1 voltas (380°) no volante de batente a batente. No sistema tradicional, nas versões Comfortline e Highline, é preciso 2,75 voltas (500°). Explicação: os sistemas de direção convencionais trabalham com uma relação de redução constante. A nova direção do Golf GTI opera com relação de redução progressiva. Isso diminui o trabalho do volante perceptivelmente em manobras e ao estacionar. Em estradas secundárias, com muitas curvas fechadas, ou ao fazer curvas rápidas, o motorista sente uma melhoria no comportamento do carro, graças às respostas mais diretas.

VW Golf GTI 2016  - fabricado no Brasil

Tecnicamente, a direção progressiva difere do sistema de direção comum pelo espaçamento variável dos dentes da cremalheira e do pinhão e por ter um motor elétrico mais potente. Em termos de funcionamento, diferentemente da relação de direção constante, que necessariamente representa um compromisso entre o desempenho e o conforto, os dentes da cremalheira são modificados pela ação do volante. Isso resulta em uma condução mais precisa e tranquila no intervalo entre velocidades médias e altas. Graças aos menores ângulos de esterçamento necessários, o sistema proporciona maior agilidade e maior diversão ao volante em estradas com muitas curvas.

VW Golf GTI 2016  - vermelho

Bloqueio eletrônico do diferencial “EDS e XDS”. O bloqueio eletrônico do diferencial XDS+ é uma função integrada ao controle eletrônico de estabilidade (ESC) para melhorar o comportamento dinâmico do carro. O XDS+ é uma evolução do XDS. Sua atuação também cobre as situações em que o carro não está sendo freado.

VW Golf GTI 2016  - preto

O sistema aumenta a agilidade e diminui a necessidade de movimentação do volante por meio de intervenções seletivas nos freios das rodas internas às curvas nos dois eixos. Além disso, o XDS+ funciona com quaisquer condições de aderência do piso. Isso resulta em uma dirigibilidade mais precisa.

VW Golf GTI 2016

ESC Sport. O sistema é acionado por um botão de dois estágios no console central. Se o motorista pressionar o botão uma vez, ele desativará a função ASR (controle de tração). Quando o botão é pressionado por mais de três segundos, o ESC muda para o modo “ESC Sport”. Em percursos muito rápidos, com muitas curvas, como em pistas de corridas, o sistema ESC irá reagir com retardo, o que permite elevar a agilidade na condução. Além da ativação pelo botão no console, o ESC também pode ser ligado ou desligado no do menu “CAR”.

Tabela de preços - VW Golf 2016 

ModeloVersãoPreço
Golf Comfortline1.6L MSI Total FlexManualR$ 74.950,00
Golf Comfortline1.6L MSI Total FlexAutomáticoR$ 79.990,00
Golf Highline1.4L TSI Total FlexManualR$ 91.290,00
Golf Highline1.4L TSI Total FlexAutomáticoR$ 96.690,00
Golf GTI2.0 TSIDSGR$ 117.690,00

Postagens relacionadas:

78 comentários:

  1. Dados de desempenho oficiais do Golf 1.6 estão excelentes:

    Golf Comfortline 1.6 MT: 0 a 100 km/h em 10,4 segundos / velocidade máxima é de 188 km/h
    Golf Confortline 1.6 AT: velocidade máxima de 184 km/h e 0 a 100 km/h é realizada em 11,6 segundos (dados com etanol).

    Como podemos ver, mesmo no automático, muito mais rápido que qualquer carro 1.0 nacional, exceto o Up! TSI,

    E mais. O Golf 1.6 automático é mais rapido que o Focus 1.6 MT (que, segundo a Ford, faz de 0 a 100 Km/h em 12,5 segundos).

    Ou seja, o Golf 1.6 MSI Automático é mais rapido que o Focus 1.6 MT.

    Os haters vao ficar enfurecidos com esses numeros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho a impressão de que nem todo mundo aqui tira racha

      Excluir
    2. O pior de tudo é que o Golf 1.6 MT de 120 cavalos tem um 0-100 muito parecido com o do Focus 2.0 powerSHIT de "178 cavalos" (10,4 vs 10 segundos). Que vergonha!

      Excluir
    3. Claro que vão mesmo, o post usou do Etanol pra puxar a sardinha por alguns cavalos a mais e uns décimos a menos, e os números a gasolina? Assim é fácil demais.

      Excluir
    4. Lá vem a mesma ladainha de dados de fabricas, isso não importa nada o que importa é testes de revistas especializadas, ai quero ver bater esses 10.4 s.. Pode ser com etanol, gasolina lunar seja qual for o combustível esse Golf 1.6 "NUNCA"ira fazer o 0 a 100 em 10.4 s, visto que até mesmo o Fox que utiliza esse mesmo motor não faz esse tempo em nenhum teste....

      Excluir
    5. poucas pessoas têm o privilégio de reconhecer as qualidades deste produto da vw. é a vida, alguns preferem alfa romeo, outros maserati. e a maioria não consegue diferenciá-los. esse golf é o resumo de tudo que a engenharia alemã consegue colocar em um pacote de baixo/médio custo, com acerto preciso e bom gosto em tudo.

      Excluir
  2. Notei uma discreta perda de velocidade final nos golfs nacionais. O 1.4 MT por exemplo caiu de 212 para 209 e o gti de 244 para 237. Alguém sabe o motivo? Era de se esperar que o 1.4 mt andasse ainda mais, pois manteve o power train com mais 10 cv....

    Será que foi perda aerodinâmica por altura maior?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, teve uma ligeira perda no automático. mas irrelevante, e, em troca disso, ganhou mais agilidade em baixos regimes, robustez absurdamente maior, silencio absoluto.
      Ficou excelente.

      Excluir
    2. estou falando do 1.4 mt. Como explicar andar menos com o mesmo cambio e mais motor?

      Excluir
    3. Provavelmente foi pela aerodinamica murilo, a altura maior em relacao ao solo fez com que o cx aumentasse um pouco, creio que seja isso, ja com relacao ao gti, se fosse pra eu chutar eu diria que ou a vw brasil diminuiu a potencia real do gti que era muito mais que 220cv ou aumentou o peso do carro e com isso diminuiu a velocidade maxima

      Excluir
    4. A do GTI realmente não tem explicação concorda? O carro é exatamente igual e o motor vem importado. Só consigo imaginar 04 explicações porém não muito convincente:

      1- padrão de medição no brasil diferente;
      2- aumento de peso devido estrutura menos nobre;
      3- rodas 18"
      4- Perda de potência devido a qualidade da gasolina.

      Excluir
    5. Acho que seria mesmo o aumento de peso, mas não por ser menos nobre, a maioria das pecas ai da continua sendo importada, so montam aqui e fazem o motor. As rodas 18 sao consideravelmente mais pesada que as 17 entao pode ser isso.

      Excluir
    6. Muito estranho isso, principalmente no caso do GTI....

      Excluir
    7. A aceleração de 0 a 100 km/h no GTI piorou muito. Antes fazia em 6,4s agora é em 7,2s?

      Excluir
    8. O carro deve ter mantido o peso, o GTI deve ter ganhado uma calibração nova do motor para o Brasil para queimar melhor nossa gasolina com muito etanol.

      Excluir
  3. O Highline nacional ganhou praticamente o pacote elegance inteiro e itens até do exclusive.

    O Highline agora vem com bancos em couro, farois de xenon (antes so vinha no pacote excclusive), bancos de couro (antes so vinnha no exclsuive). Tá excelente.

    O Golf Highline agora vem completissimo. Por 96k e=tá muito competitivo, pois esse carro é muito superior ao Focus Titanium Plus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra você o golf sempre vai ser superior!

      Excluir
    2. Não vem com xenon, não seja falastrão. E vai tomar seu remédio que você tá muito exaltado.

      Excluir
    3. Onde vc viu que vem xenon ?

      "O modelo pode ser equipado também com faróis de xenônio e sistema de seleção do perfil de condução."

      Esse ótimo automóvel permanece com preço ridículo e vai continuar com vendas pifias, tomando surra do seu concorrente Focus, que é pior no quesito qualidade, mas muito melhor no custo x beneficio (Focus é vendido 10k abaixo do preço sugerido).

      Excluir
    4. Não vi onde fala que o xenon é incorporado no highline, só fala que pode ter.

      Excluir
    5. O carlos4wagen ta viajando...

      Excluir
    6. Não pira! Com 15paus a mais vc coloca xenon ;)

      Excluir
  4. Cadê o câmbio manual para o GTI!!!! Ainda tem muita gente que gosta de cambiar, embreagem, punta taco e outras coisas do Século XX.

    ResponderExcluir
  5. Gente, vamos reconhecer que realmente esse Golf nacional ficou legal. poxa, o highline com xênon de serie, modos de condução, bancos de couro ficou muito bom heim?
    outra coisa. falaram tanto do desempenho do 1.6, mais 10,4 segundos para 0 a 100 do manual e 11,6 no automático tá bem bão heim?

    E esse monte de letrinha de segurança...confesso que fiquei surpreso. Acho sim que ficou melhor q o mexicano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é que o xenon de serie não é verdade e ja tem gente reproduzindo essa mentira.

      Excluir
    2. Isso tudo é opcional, leia direito

      Excluir
  6. estou falando do 1.4 mt. Como explicar andar menos com o mesmo cambio e mais motor?

    ResponderExcluir
  7. Só acho que deveriam mater o 1.4 tsi como opcional no comfortline e lançar o golf nacional também com a opção do 1.0 tsi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o Highline agora ficoi mais barato. O Highline atual tá igual ao Highline + Exclusive de antes. Esse carro saia a 106 mil reais sem teto.
      Agora está 96 mil. Po, baixou 10 mil a VW.

      Os haters estão enfurecidos. Podem ver que estão mudos, não falam nada sobre o ótimo desempenho do 1.6 MSI e do fato de o Highline ser agora um Highline Exclusive e ter ficado 10 mil mais barato.

      Vamos reconhecer, galera, que a VW surpreendeu com o anuncio oficial.

      Até os haters terão que reconhecer que o carro ficou show.

      parabens vw.

      Excluir
    2. Claro Fábio, revolucionou com um carro que evita aos motoristas serem multados.

      Novo golf MSI, com suspensão de gol e proteção anti-Multas.

      Piada

      Excluir
    3. Mas o highline ficou mais barato, e se eu quiser um com motor 1.4 tsi mais barato que o highline eu não tenho mais a opção do comfortline 0 Km com esse motor.

      Excluir
  8. Golf 1.6 HUMILHOU o Focus 1.6! Mesmo o Golf 1.6 AT é mais rápido que o Focus 1.6 manual...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enquanto isso, o Focus continuará vendendo (HUMILHANDO) mais...

      Excluir
    2. Errado. Nos últimos dois meses o Focus tá atrás do Golf em vendas, e com tendência de continuar caindo...
      Depois do câmbio bomba powerSHIT do Focus titanium Plus ter superaquecido e travado no teste do VRUM (junto com a investigação do PROCON, abaixo assinado, etc)...o povo tá fugindo do câmbio bomba Problemashift...
      Golf vai manter sua liderança facilmente...

      Excluir
    3. Este mês o Golf está vendendo mais que Focus + Cruze + 308 JUNTOS.

      Excluir
    4. Sejamos justos, ta vendendo pq está dando um ótimo desconto para "desovar" os mexicanos

      Excluir
    5. Calma, o ano tem 12 meses, então é cedo para falar, agora 2015 foi do Focus... O Golf pode fechar o ano na liderança, mas até la...

      Excluir
    6. 10mil de desconto no VW... É verdade

      Excluir
    7. kkkkkkkk, "Golf 1.6 humilhou o focus aonde?? em dados de montadora??!!faz me rir amigão, quero ver testes de revistas especializas, somente pessoa que não tem conhecimento nenhum acha que esse 0 a 100 em menos de 11s o Golf 1.6 vai fazer,lembrando é claro que nem o Fox faz esse numero declarado pela Volks(10.4 s), ou seja, isso é pura utopia e mimimi de fan boy!!!!

      Excluir
  9. Então vamos ao que interessa (ou que cabe no meu bolso) http://www.carrosnaweb.com.br/resultcompara.asp?modelos=3124-5285

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então quer dizer que o Focus 1.6 MT anda a mesma coisa que o Golf 1.6 AT?
      Quer dizer que o Golf 1.6 MT é mais barato, mais seguro e mais equipado com o Focus 1.6 SE plus MT?

      E que o Golf é 1 segundo mais rápido:

      http://www.carrosnaweb.com.br/resultcompara.asp?modelos=5284-3124

      Não é atoa que o Golf este mês está vendendo o DOBRO do Focus...

      Excluir
  10. O problema é pagar R$7400,00 com bônus classe 6. :(

    ResponderExcluir
  11. Algo me diz que quando for trocar meu TSI mexicano vou sentir muita falta do DSG e da suspensão multilink...

    ResponderExcluir
  12. Acabei de fazer o test drive no Gol 1.6 automático. De fato, MUITO ruim. Mesmo. Nem de longe vale o preço pedido.

    Outra coisa: o Focus vinha vendendo muito mais que o Golf há meses… nesse último mês a coisa mudou pelas promoções, em função do término do mexicano e da vinda do brasileiro.

    Ah, e antes que me chamem de hater, tenho um VW (Jetta).

    ResponderExcluir
  13. Quem comprar esse golf 1.4 tsi agora terá um motor defasado em pouco tempo pois a própria VW já anunciou a troca do 1.4 por um 1.5 em 2017.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem comprar esse golf 1.4 tsi agora terá um motor defasado em pouco tempo pois a própria VW já anunciou a troca do 1.4 por um 1.5 em 2017.

      MENTIRA.

      A VW Alemanha anunciou novos motores. A do Brasil não. Não minta que o nariz espicha.

      Excluir
  14. Certo. Ainda temos o GTI nacionalizado, que bom. As demais versões sofreram uma piora discreta sim, em specs. E uma piora substancial em preço. Exceto pra uma pessoa, que sempre acha que só melhora, só melhora...very best, papagaio de pirata... blah blah blah.

    ResponderExcluir
  15. Então quer dizer que o GTI, apesar da produção nacional, ficou mais caro que o importado do México?
    GTI mexinaco = R$114.990,00
    GTI nacional = R$117.990,00
    Então era boato que ele ficaria 10mil mais barato... que decepção!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele ficou 10k mais barato para a montadora, vc não entendeu...

      Excluir
    2. Perivaldo só tenho um motivo pra não comprar um golfão. Quando os ladrões me virem num já vão saber que sou rico e bobo. Dai logo ouvirei "perdeu, perdeu"

      Excluir
  16. "Como podemos ver, mesmo no automático, muito mais rápido que qualquer carro 1.0 nacional, exceto o Up! TSI"
    Agora já estão comparando o desempenho do Golf 1.6 com o desempenho de um carro 1.0 de 30 mil reais...
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!
    Você tinha tudo quando te lançaram em 2013, Golf. Te comparavam a modelos como A3, 120i e A200. É triste ver um carro que era o melhor do segmento acabar deste jeito.

    ResponderExcluir
  17. No WebMotors tem muito Golf mexicano para desovar. Serve como amostragem. A situação deve ser muito pior no geral. A VW já atrasou o lançamento para eliminar os estoques. Não conseguiu. Atrasar ainda mais seria inviável. Se fizesse o nacional mais barato, ficaria com uma penca de Golf importado encalhado. Quero acreditar que é esta a estratégia da VW.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com o nacional com downgrade, o importado se tornou uma ótima compra. É só olhar os últimos número que verás que o Golf está vendendo o dobro do Focus.

      Excluir
  18. Aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 7,2 segundos? É isso mesmo? Quase 1 segundo a mais que o anterior?

    ResponderExcluir
  19. Segundo o sítio da VW do Brasil, o JETTA TSI faz 0-100 km/h em 7,2s e máxima de 242km/h, portanto, anda mais que o GOLF GTI nacional!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jetta não chega a 242 nem aqui nem na China...

      Excluir
  20. De onde vem a explicação para a queda de desempenho do GTI? Perdeu 0 a 100 e final....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é fácil de responder, tiraram do ofícial do GTI e mentiram pro MSI....kkkk

      Brincadeiras à parte, acho q o tempo tanto do MSI, quanto do Highline estão otimistas demais....

      O MSI mt pode até virar em um 11 alto... Já o Tiptronic... Esse não vira abaixo de 13s.

      O Highline certamente roda abaixo de 9s no manual, já no Tiptronic... Vai rodar em uns 9,5s.

      O GTI acho que está com tempo errado, esse deve rodar abaixo de 7s.

      Infelizmente estamos no Brasil, aonde nacionalização significa produto inferior. Longe do Golf estar ruim, apenas ficou mais próximo do Focus... Antigamente era comparado a A200, Classe A e Série 1. Uma pena.

      Excluir
    2. Deve ter colocado o motor do Jetta.

      Excluir
  21. Não sabem como estou feliz por ter comprado um highline mexicano por 78k dia 30 de dezembro!

    Carlos ou é piadista ou é patrocinado pela vw!

    ResponderExcluir
  22. Duvido, mas duvido mesmo que esse Golf 1.6 faça de 0-100 em 10,4 segundos. Números de fábrica nunca foram confiáveis. Acredito aí num 0-100 em 12 S no manual e 14s no automático.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acreditou errado. No primeiro teste o Golf 1.6 Automático fez de 0 a 100 Km/h em 13,2 segundos. Mesmo tempo do Focus 1.6 SE MANUAL.

      http://www.car.blog.br/2016/01/golf-16-msi-at-x-focus-16-mt-x-cruze-18.html

      Excluir
    2. O Carlos tem um fetiche secreto pelo Focus, só pode... Sempre tem que citar o modelo.

      Excluir
  23. Vale a pena o pacote Elegance no Highline??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demais, deixa o Golf com um ar muito mais premium. Chave presencial, modos de seleção, rodas aro 17 e o GPS (este último não acho muito relevante).

      Excluir
    2. É o opcional que mais agrega pelo preço cobrado. Vale muito a pena.

      Excluir
  24. Eu vi nos comentarios do site autossegredos que exite uma versao trendline do golf com air bag 2 e com calotas 1.6

    ResponderExcluir
  25. Uai....O GTI piorou no 0-100km/h ?qual a justificativa se manteve o mesmo powertrain e mesma potencia?ta fazendo agora igual ao A3 Ambition q eh mais pesado?Nao entendi nada agora..Qual sera a explicacao tecnica?

    ResponderExcluir
  26. http://quatrorodas.abril.com.br/materia/volkswagen-golf-vira-nacional-parte-de-rs-74590-com-motor-1-6-msi

    Sem mudanças visuais, o Golf tem conjunto mecânico mais simples, porém ficou mais equipado. A grande perda é a adoção da suspensão por eixo de torção, ante a multilink dos modelos importados, e do câmbio tiptronic, que deixou de lado a DSG de dupla embreagem. Ambos os componentes, porém, permanecem na versão GTI.

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. É PRECISO TER UMA JANELA PARA EDITAR!!

    ResponderExcluir
  29. Tenho um fox highline 1.6 MSI 120 cv. Vou dar pau no golf confortline? Relação peso potência. ..

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.