Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Golf e Jetta TSI podem usar gasolina com 27% de etanol

Categorias: , , , , , 38 Comentários

A Volkswagen do Brasil testa há algum tempo seus modelos nacionais e importados com a gasolina brasileira com teor de etanol de 27%, e constatou a nova mistura não traz danos aos seus motores mono-combustíveis, como os turbo de injeção direta adotados no Golf, Jetta, Tiguan, Fusca e Passat.

VW Golf GTI com gasolina de 27% de etanol

A informação é do gerente de carro completo da Volkswagen do Brasil, José Loureiro, repassada ao jornalista Roberto Nasser, e publicada em sua coluna no site Automotive Business (veja aqui).

VW Jetta TSI com gasolina de 27% de etanol

A Volkswagen do Brasil verificou que a gasolina com 27% de etanol provoca apenas aumento de consumo em seus modelos nacionais e importados.

Volkswagen Fusca 2015 TSI - gasolina 27% de etanol

Dessa forma, a recomendação da ANFAVEA de que os carros equipados com motores mono-combustível, movidos exclusivamente à gasolina devem usar gasolina premium, não se aplica aos modelos da Volkswagen.

Postagens relacionadas:

38 comentários:

  1. Bom então vão passar para 30%, pq a ideia é fazer mal a todos.

    ResponderExcluir
  2. De qualquer modo, mais uma vez, o Brasil vai na contramão do observado no resto do mundo aumentando o preço da gasolina...nesta questão há o aumento direto nos preços (imposto Cide) e o indireto causado pela perda de eficiência do combustível fóssil frente ao novo percentual de etanol...alguns estudos apontam a ampliação do preço indireto em 4%.

    ResponderExcluir
  3. Imagina se eles vão mesmo falar que o aumento de etanol na gasolina vai ter efeitos prejudiciais aos motores. Claro que ninguém vai assumir esta pemba, ainda mais com os veículos que estão dentro da garantia ainda... Afinal, aqui ainda é o Brasil, não é? Quem vai arcar com possíveis efeitos será o próprio dono do veículo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se deve aplicar a "ética" que faz parte do seu caráter aos outros.
      Se você está acostumado a mentir, enganar e ludibriar, levar os outros a erros, prejudicar os outros, isso não significa que os outros trabalham esse com esse tipo de "comportamento".
      A Volkswagen não é a maior empresa automotiva do planeta (de carros e comerciais leves) se adotasse esse tipo de ética que alguns estão acostumados.
      De mais a mais, seus motores têm garantia de 3 anos SEM LIMITE de quilometragem, de modo que se a VW informa que seus carros não tem problemas com tal tipo de gasolina, é porque eles de fato estão totalmente preparados para tal tipo de combustível, e ainda com uma margem de segurança extremamente ampla.

      Excluir
    2. 3 anos de garantia seguindo estritamente o que consta no manual de manutenção do veículo. Aposto que é só aqui nessa terrinha que as coisas mudam repentinamente e um possível prejuízo com tais mudanças sempre recaem sobre a população em geral. Eu acho sim que as empresas, inclusive esta que vc citou, vão jogar tudo no colo dos proprietários.

      Excluir
    3. carlos4carros, pense numaética que a VW tem...Vc deve estudar mais. Aproveite e edite ou exclua o que escreveu.

      Excluir
  4. Com essa gasolina podre já estão rodando vários carros importados (BMW, TSI e etc) o problema é bem a longo prazo com bicos entupidos, motores mais carbonizados....Os que usam gasolina podium ou os octane-boosters na gasolina geralmente ficam com o carro por mais de 100 mil rodados sem preocupação alguma...Questionei alguns conhecidos donos de bmw e jetta tsi com carros acima de 60 mil kilometros e ambons tem preocupação maior com o numero de octanas do que com o percentual de álcool...Enfim, não deixa de ser uma boa notícia, mas deve ter ressalvas.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda sobre esse assunto..Meu último carro era flex e eu abasteci com álcool apenas três vezes ao longo de três anos.....Nas conversas com mecânicos ou nos vídeos da net sempre dizem que os motores flex são os que mais sofrem e os primeiros a darem manutenção....álcool é mais seco e tem água....Não entendo dessa praia, mas já escutei de amigo engenheiro mecânico da Fiat a analogia de que carro flex é igual a um pato, nada, voa e puta, mas não faz nada direito....Infelizmente querem nos obrigar a usar essa tecnologia.........

      Excluir
  5. Só achei o comentário do José Loureiro/Automotive Business muito SUPERFICIAL E MAL FUNDAMENTADO..... como assim ele dizer que sempre testou os carros VW com 27% de Alcool??? Se sempre testou porque não solta uma NOTA OFICIAL NA IMPRENSA.... ? Isso é mais do que conversa pra boi dormir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O José Loureiro fala oficialmente pela Volkswagen sobre seus produtos, e ele está fundamentado nos testes que a VW do Brasil conduziu com tais motores há muito tempo.
      E a Volkswagen do Brasil não precisa emitir nenhuma nota à imprensa pois, primeiro sempre recomendou o uso de gasolina comum em seus carros e jamais a premium. Segundo, a VW nunca disse que seus carros deveriam usar premium. Terceiro que a declaração do gerente de carro completo da VW já é um comunicado oficial da VW sobre a questão, já que o executivo tem autoridade para falar pela empresa à imprensa.

      Excluir
    2. Aldo, não é a primeira vez que o governo tentou aumentar essa proporção de álcool a gasolina, isso já foi muito discutido e em algumas vezes a Anfavea batia o pé e não aceitava, mas depois de anos de isenção fiscal sem repasse para o consumidor e aumento da margem de lucro das montadoras aliado ao cenário de recessão técnica ficou difícil reclamar....Problemas nos carros mais novos, acredito que apenas a longo prazo para os que não fazerem revisão e abusar da gasolina comum....Quanto as montadoras, seria um idiotice muito grande não testar uma maior proporção de álcool na gasolina já que essa MP já passou a mais de um ano, salvo o engano....Aqui mesmo no blog já disseram que os testes é com um percentual acima de 30%, então acredito que rodaram pelo menos mais de 100 mil kilometros com essa mistura porca e não encontraram grandes alterações...Uma empresa grande não daria um vacilo tão amador quanto esse, fora que quem mudou as regras foi o governo....

      Excluir
  6. E esses aumentos da porcentagem de etanol na gasolina vai parar quando? Se já está em 27% nada impede que vá para 30 depois 33 e por ae vai. Nos pagamos caro numa gasolina adulterada de fábrica. Políticos corruptos merecem o Inferno.

    ResponderExcluir
  7. a questão não é essa
    1º que não foi até agora oficializado( assinaturra da Presidenta)
    2º Por o Alcool ter menor poder calorífico, isso induz a um maior consumo
    e ai que o bixo pega. vão ficar beberrões
    simples quem mora em divisas de país, poderá afirmar o que ocorre com quem abastece um carro mono combustivel no pais vizinho?
    uma coisa lhe digo essa história que carro flex é quem pato é verdade, todos os flex são gastadores
    mais ai quem lucra , lógico que não é o dono do carro

    ResponderExcluir
  8. Pois é, isso era esperado, já que o aumento é de álcool anidrico (só com 0,5% de água). O problema foi a covardia da ANFAVES, babaovo do governo, que deveria não se comprometer (dizer que os estudos não estavam prontos, e não poderia chancelar a decisão do governo). A ANFAVEA deu uma recomendação estúpida para os proprietários de carros a gasolina, de usar uma gasolina carissima e inexistente na maior parte do Brasil. Mas ainda existe a situação dos carros velhinhos, que podem ter problema com esta nova gasolina, e o MP não faz nada, já que a decisão do governo deu para muitos proprietários dos veículos a seguinte opção: Ou larguem seus carros na garagem ou andem e se arrisquem a estraga-los.

    ResponderExcluir
  9. Para desespero dos Haters invejosos o Golf 1.4 TSI The Very Best vai continuar desfilando pelas ruas mesmo com 27% de alcool na gasolina.
    So aconselho a fazer como eu, abastecer com V-Power Nitro ou Petrobras Grid, gasolinas aditivadas de qualidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Além de oferecerem um consumo melhor de consumo para o "The Very Best", essas gasolinas não trarão tanta carbonização. Você faz bem ao seu carro, parabéns.

      Excluir
  10. "Boa notícia" se essa mudança ridícula infelizmente for concretizada.
    Porque boa notícia mesmo seria se essa ideia maluca de aumentar ainda mais o percentual de etanol na gasolina fosse esquecida!
    Já estava preocupado com o combustível a utilizar em meu Golf 1.4 TSI.
    Vou manter a Ipiranga Aditivada por agora!

    ResponderExcluir
  11. "A Volkswagen do Brasil testa há algum tempo seus modelos nacionais e importados com a gasolina brasileira com teor de etanol de 27%, e constatou a nova mistura não traz danos aos seus motores mono-combustíveis, como os turbo de injeção direta adotados no Golf, Jetta, Tiguan, Fusca e Passat."

    ***

    Como assim, já testou como?????
    Se a medida dos 27% ainda não foi nem aprovada!?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, o minimo esperado seria explicar isso melhor...

      Excluir
    2. A medida já foi aprovada pela ANFAVEA, mas ainda não foi implementada pelo governo.
      E há muito tempo que empresas e governo estão negociando esse aumento, e, com isso, as montadoras já testam seus carros com a nova gasolina há muito tempo.
      A Volkswagen já fez testes com tal gasolina e outras com teor muito mais elevado em todos os seus carros e verificou que não há problema algum.
      Eu sei que é difícil para consumidores de marcas de segunda e terceira linha, que fazem carros de baixa qualidade, desalinhados, com motores não ajustados, entender como uma empresa séria trabalha. Eu sei, realmente é difícil para alguém que compra carros da Ford e Fiat, por exemplo, entender isso.
      Mas ok, a VW está aí para mostrar como se faz....ok? Vai aprendendo...dá próxima vez, no lugar de um Ka ou de um Focus ou de um Palio, vc pegue um up!, um Golf ou um Fox. E aí não se surpreenderá com uma empresa que coloca carros no mercado totalmente adaptados à realidade do mercado brasileiro, mesmo os mais avançados e tecnológicos, como o Golf, Jetta, Fusca e Passat.

      Excluir
    3. O governo tenta aprovar essa medida há bastante tempo, nada mais normal que as marcas promoverem testes com um percentual de álcool um pouco maior que o vigente. Essa mudança do governo não pegou ninguém de surpresa, pois já era esperada.

      Para as marcas que não promoveram testes, os clientes devem utilizar a premium, pois mantém a mesma porcentagem de álcool.

      Excluir
    4. Para (carlos4carros) - Voce é um Hater fan da VW, ja comprei carro 0Km desta montadora(FOX 1,6 completo),o veículo veio com a porta desalinhada de fábrica e o motor com um barlho de máquina de costura Painel com plastico vagabundo e diversas peças internas se soltando. Vendi a porcaria com 14.000km e agora só ando de caminhonete.

      Excluir
  12. Já escrevi aqui, contudo parece que a turma do pânico fala mais alto: - não há problema algum usar gasolina 27 num moderno motor turbo a gasolina, basta substituir óleo e filtro no tempo/km recomendado. Tem mais, quem estiver esperando o TSI flex, recomendo comprar o gasolina enquanto existe, como afirmado por alguns aqui, mono combustível sempre será mais econômico que o equivalente flex. O bolso é que vai sofrer, pois o rendimento energético será menor, fomos mais uma vez tungados.

    ResponderExcluir
  13. Absurdo esta medida do Governo para ajudar os usineiros milionários. Pra variar vamos pagar mais está conta. Brasil é realmente um país de otários.

    ResponderExcluir
  14. Usar a nova gasolina com teor de 27% de etanol, até pode... Mas vai ficar oh! Uma m...

    ResponderExcluir
  15. O mundo não se resume só a UP flex, Golf e Jetta "já preparados a rodar com o 'novo combustível' "; tem gente rodando por ai com carro monofuel, só a gasolina, pode ser um Gol quadrado com motor AP1600, um Passat 1.8T importado só a gasolina, etc, etc.

    Um tanque de 50 litros de gasolina, com 27% seriam 13,5 litros de alcool lá dentro e cirulanndo por linha de alimentação, mangueiras, velas, etc; quando pipocar problema por excesso de alcool em carros não preparados para andar com tamanha quantidade de álcool, quero ver quem vai se responsabilizar pela jeba.

    Somos todos trouxas nesse país: estamos pagando mais caro pelo combustível (nos últimos 3-4 meses percebam o quanto já aumentou) e agora se passar esses 27% vamos botar no tanque um combustível de pior qualidade, que vai fazer o consumo piorar mais ainda, e causar problema em carros monofuel mais antigos e importados.

    E com tudo isso eu tenho que concordar?
    "Tá serto"!

    ResponderExcluir
  16. Olha, trabalho no setor automotivo e até agora, não ouvi falar de nenhum teste para validar essa mistura.

    Uma das principais vantagens do etanol, é geração de uma menor carbonização em detrimento a gasolina. Contudo, uma das principais desvantagens, é o menormenor poder de lubrificação.

    Vamos aguardar os próximos capítulos dessa novela.

    ResponderExcluir
  17. Por mais que a VW tenha feito testes o problema é a longo prazo, como algumas oficinas especializadas vem informando, bicos travando pela menor lubrificação em...
    Como fica se o motor "abrir o bico" após o término da garantia? Senta e Chora? É melhor não arriscar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os consumidores desse tipo de carro, normalmente pertencem a uma classe mais ababastada que não ficam mais de 2 ou 3 anos com um carro.
      Quem sofre são aqueles que gostam de comprar carros usados com mais de três anos de uso que já estão fora da garantia.

      Excluir
    2. Mas, utilizando a gasolina comum no limite, ou seja, em condições severas, digamos 300 mil kilometros em um ano, não seria a mesma coisa que longo prazo? Ou seria apenas gasolina parada no motor por anos como uma pinga em um barril? A princípio, não concordo com as argumentações....Outra, os donos que utilizam lubrificantes nos motores e gasolina podium não terão problemas, esses motores merecem uma gasolina melhor, ainda o carro é econômico....Pelo que andei lendo esses motores choram muito mais pela baixa octanagem do que pela menor lubrificação do álcool....Novamente, não sou engenheiro especialista nessa área, apenas um leitor mediano...Abs.

      Excluir
    3. Fraga, tem um vídeo bastante interessante no canal do Hightorque la no YouTube que trata desse assunto.
      Olha, não confio nessas argumentações da Anfavea, montadoras e muito menos da combalida Petrobras e governo.

      Acredito que a curto e médio prazo, não haverá problemas. Agora a longo prazo, não consigo opinar.
      Mas é possível por meio de testes de durabilidade em dinamômetro que duram em torno de 500 horas, avaliar a perfomance dos componentes.

      Excluir
    4. Meu conselho, consulte uma fonte isenta, tais como um especialista independente, uma vez que nao ha fonte mais parcial do que um consultor de uma concessionária ou algum orgão ligado ao governo ou montadoras que por razões óbvias, não vão abrir o jogo por enquanto.

      Excluir
    5. SDS SP, de todas as matérias que li ou mecânicos ou engenheiros que consultei, até esse cara Hightorque eu perguntei para ele....Todos disseram que problemas seria sujeira nos bicos e isso para muito tempo de uso....

      Excluir
    6. Fraga, eu já me preocupo mais com o risco de corrosão em certos componentes, uma vez que um dos produtos da queima do etanol é o acido acético e em alguns raros casos, ácido formico. No canal do hightorque ele fala de riscos de ocorrer o famoso calço hidráulico, principalmente nesses motores com injeção direta, porém eu nunca vi nenhum caso. Além disso, é feito uma menção de possíveis danos nos acentos das válvulas, uma vez que o etanol nao possui propriedades lubrificantes tao boas quanto as da gasolina.

      Sujeira nos bicos injetores é o que menos me preocupa. Até porque a gasolina costuma gerar ate mais resíduos do que o etanol.

      Excluir
    7. Verdade...A VW diz que roda numa boa....Alguns engenheiros dizem que não afetará motores mais modernos outros dizem que no longo prazo sim....Tenho um conhecido que roda em um jetta tsi e que nunca colocou gasolina aditivada no carro, apenas a comum cheia de aguá e nas revisões ele tem que limpar os bicos.....Acho que o desmonte da quatrorodas irá denunciar possíveis problemas, afinal 60 mil rodados já é uma boa marca...
      Abraço!

      Excluir
  18. "VW Golf e Jetta TSI podem usar gasolina com 27% de etanol"

    Se eu vendesse laranjas e governo impusesse uma medida a qual os produtores tivessem que enxertar limão nas mudas de laranjas para gerar frutos híbridos, pois a laranja comum não mais poderá ser comercializada, como seriam as campanhas de marketing dos produtores para que o produto fosse aceito pelos consumidores? (Resposta no início desse comentário)

    Como a vedete da VW não bebe o biocombustível nacional e a nova determinação acrescida em quase 1/3 desse mesmo biocombustível na gasolina, pode imaginar como se comportará a tal vedete monocombustivel?
    Resposta:
    Mate sua mãe que é melhor do que rodar com um carro monocombustivel com essa mistura.

    ResponderExcluir
  19. quem tem um gol g3 babay triste fim para o bolço do pobre brasileiro que paga imposto todos os dias

    ResponderExcluir
  20. TENHO UM JETTA TSI 2.0, EU FICO AQUI PENSANDO,NO BRASIL VOCÊ NÃO TEM DIREITO DE UMA GASOLINA PURA, NEM COMO OPÇÃO, PREÇO VOCÊ PAGA E ALTO POR ESSE LIXO COM 27% DE ÁLCOOL ,SAUDADES DA GASOLINA AZUL.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.