Car.blog.br

Pesquisar este blog

Hyundai HB20 1.6 Automático - avaliação em múltiplas situações de uso, vídeo e dados de consumo

Categorias: , , , , , , , 36 Comentários

O mercado automotivo brasileiro já oferece muitas opções de modelos de entrada com transmissão de operação automática, como o Volkswagen up! com transmissão automatizada I-Motion e Uno 1.4 Dualogic. Ocorre que esses são carros com transmissões automatizadas de mono-embreagem que apresentam o inconveniente de trocas excessivamente lentas e produzir trancos a cada troca de marcha. Assim, quem deseja um automóvel com transmissão automática de verdade, com funcionamento suave, tem no Hyundai 1.6 Automático uma das opções mais acessíveis - que é o carro que avaliaremos neste artigo.

Hyundai HB20 1.6 Automático

O Hyundai HB20 Automático adota sempre o motor 1.6 16V de 128 cavalos @ 6.000 RPM e torque máximo de 16.5 Kgfm @ 5.000 RPM, associado com uma transmissão automática de quatro marchas. Esse conjunto mecânico pode vir emoldurado em vários níveis de acabamento, que vão do Comfort Plus de R$ 47.300 reais até o Premium 1.6 com bancos de couro e sistema multimídia BlueNav de R$ 57.215 reais (preços de dezembro/2014).

Hyundai HB20 1.6 Automático

É importante considerar que desde a versão de acesso, o Comfort Plus, o HB20 já conta com direção com assistência hidráulica - muito leve e precisa - e ar-condicionado de comando manual - que consegue refrigerar a cabine com competência.

Hyundai HB20 1.6 Automático

O modelo que avaliamos é uma configuração Premium, que já vem de série com sensores de estacionamento traseiros, alarme volumétrico, volante revestido em couro, painel com duas tonalidades (cinza e preto), rodas de alumínio de 15 polegadas, frisos e maçanetas cromadas, entre outros diferenciais.

Hyundai HB20 1.6 Automático - interior - painel

O modelo também recebeu uma central multimídia na própria concessionária, que contempla TV Digital, sistema de navegação por GPS (que informa da proximidade de radares), sistema de som, sendo que tal central fica totalmente integrada aos demais sistemas do carro, podendo ser comandada pelos botões do volante multifuncional.

Hyundai HB20 1.6 Automático - interior - central multimídia

O acabamento interno também recebeu couro cinza com a parte centra perfurada, o que acabou conferindo um requinte ao interior do carro adicional, que, somado ao visual mais tecnológico da centra multimídia, dá ao HB20 um ambiente interno bastante agradável.

Hyundai HB20 1.6 Automático - interior em couro

No que respeita ao acabamento, observamos que este carro compacto da Hyundai conta com acabamento de peças de excelente qualidade. Procuramos e não encontramos peças desalinhadas na carroceria. Ao contrário, a montagem das peças é perfeita, com vãos uniformes.

Hyundai HB20 1.6 Automático - espaço traseiro

O interior também mostra acabamento de excelente montagem e o painel, apesar de não contar com materiais de toque macio, mostrou-se bastante resistente à ruídos, ostentando ótima qualidade de montagem.

Comportamento dinâmico

Se o Hyundai HB20 1.6 Premium agrada quando parado - por suas linhas esportivas e insinuantes e o interior bem acabado -, quando se dá a partida e coloca o carro em movimento que ele fica ainda mais divertido.

Hyundai HB20 1.6 Automático

O motor 1.6 16V de 128 cavalos é suave em seu funcionamento, mas a característica que mais agrada é a progressividade na oferta de torque e potência. O motor oferta uma boa quantidade de torque desde os regimes mais baixos, tornando o carro bastante ágil em uso urbano, com respostas rápidas em situações de uso em cidade, tornando a condução bastante agradável.

Hyundai HB20 1.6 Automático - cluster de instrumentos

Além disso, em estrada o motor também oferece potência de sobra para manter velocidades de cruzeiro e fazer ultrapassagens seguras. Isso é resultado do uso de um comando de válvulas variável que permite deixar o motor com bastante elasticidade para ser adequado tanto em uso urbano quanto rodoviário.

Hyundai HB20 1.6 Automático - interior

Outro aspecto que agrada bastante é a transmissão automática. É uma caixa de quatro marchas - poderia ser a caixa de seis marchas do i30 - mas com funcionamento exemplar. As trocas de marchas são suaves e rápidas. Não há trancos e tampouco descontinuidades. Se o motorista não prestar a atenção ele nem percebe as marchas sendo trocadas em uso normal.

Hyundai HB20 1.6 Automático

O software de gerenciamento da transmissão é bastante eficiente, procedendo a comutações nos momentos corretos. O sistema percebe que o motorista quer fazer uma ultrapassagem e reduz a marcha para tornar a manobra mais rápida e segura.

Hyundai HB20 1.6 Automático - painel

E, por outro lado, quando o sistema detecta o motorista em condição de cruzeiro ele aloca a marcha que deixará a rotação mais baixa possível, produzindo menor ruído e maior economia de combustível.

Hyundai HB20 1.6 Automático - traseira

Um aspecto que é muito questionado é o fato de a transmissão com apenas quatro marchas acabar tornando a condução em rodovia não muito agradável em função da rotação mais elevada. O que observamos é que andando em velocidade de cruzeiro a 80 Km/h em 4ª o motor opera a 2.000 RPM. Já a 100 Km/h a rotação sobe para 2.500 RPM. A 120 Km/h o motor opera a 3.000 RPM e a 140 Km/h fica ligeiramente abaixo de 4.000 RPM.

Hyundai HB20 1.6 Automático - Preto

O que podemos dizer é que na velocidade legalmente permitida, que é de 120 Km/h, o motor está a 3.000 RPM - o que não é um regime de rotação excessivo e permitirá uma viagem tranquila e agradável. Mesmo em situações de ultrapassagem, quando se coloca o carro a 140 Km/h, com o motor a quase 4.000 RPM, não registramos incômodo vindo de excesso de ruído ou vibrações vindos do motor.

Hyundai HB20 1.6 Automático

Dessa forma, concluímos, que, no que respeita à transmissão, apesar de ser desejável uma caixa de seis marchas, a transmissão automática de quatro marchas do Hyundai HB20 1.6, além de apresentar uma funcionamento exemplar em cidade, é também adequada para uso rodoviário.

Consumo

Etanol
Ciclo urbano (cidade): 7,3 Km/l - autonomia 375 Km
Ciclo rodoviário (estrada) 8 Km/l - autonomia 400 Km

Gasolina
Ciclo urbano (cidade): 10,5 Km/l - autonomia 525 Km
Ciclo rodoviário (estrada): 12,1 Km/l - autonomia 605 Km

Vídeo



Concorrente: VW Fox 2016 Highline I-Motion - vídeo abaixo



Capacidades e dimensões

Em termos dimensionais, o Hyundai Hb20 mede 1,5 m de altura, 1,7 m de largura, 3,9 m de comprimento e 2,5 m de entre-eixos. O porta-malas é outra boa surpresa, com seus ótimos 300 litros de capacidade volumétrica - maior que todos os seus concorrentes, exceto os 320 litros do Sandero.

Conclusão

O Hyundai HB20 1.6 Automático é o carro que conta com transmissão automática de verdade mais barato do mercado, com versões partindo de R$ 47.250 reais. Existem sim opções da VW (I-Motion) e Fiat (Dualogic) mais baratas, mas essas transmissões são lentas e dão trancos em trocas, e, portanto, muito inferiores tecnicamente a um cambio como o do HB20.

Hyundai HB20 1.6 Automático

Além de mais barato, é um dos melhores compactos do mercado, apresentando um motor elástico, uma transmissão rápida e suave (e que mesmo em estrada é agradável) e um acabamento e padrão construtivo alguns níveis acima do que se observa em seus concorrentes.

36 comentários:

  1. "um acabamento e padrão construtivo alguns níveis acima do que se observa em seus concorrentes."

    Também não precisa exagerar, parece até matéria patrocinada, pois nem um único ponto fraco foi apontado. O câmbio de 4 marchas é criticado pelos "buracos" que ficam na aceleração, pois 4 marchas é, de fato, pouco para fazer um escalonamento adequado. O problema de um câmbio de automático de 4 marchas não é, necessariamente, a rpm alta em estrada, pois isso dependerá do escalonamento do câmbio.

    O acabamento é bom para a categoria, mas dizer que está alguns níveis acima da concorrência já é um exagero grande. O acabamento é todo em plástico duro mesmo, sem nenhum plástico sequer "macio" ou com textura diferenciada para "tapear". As portas traseiras não tem tecido e esses botões do ar-condicionado, na parte inferior do console central, são a cara da pobreza, apesar de o interior ser agradável como um todo. Pequenos desalinhamentos nos para-lamas traseiros são algo relativamente comum, mas nada que desabone o carrinho da Hyundai. Um outro ponto fraco é o espaço interno no banco traseiro, que não é dos melhores da categoria.

    Ou seja, é um carro que como todos os outros tem seus defeitos e qualidades. No caso, esse veículo tem muito mais qualidades que defeitos, pois tem um ótimo motor, câmbio razoável, belo interior, com direito a um belo quadro de instrumentos, entre outras coisas, mas também tem suas escorregadas e dizer que está alguns níveis acima da concorrência já é forçar demais a amizade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Felipe!!

      Respeito sua opinião, mas nesse link estou totalmente de acordo com o Blog( só o comentário da transmissão que não concordo), o HB 20 perto de Gol , Palio, Onix entre outros carros da categoria nem pode ser comparado pois é melhor disparado em todas as situações, pode se comparar o HB com o new fiesta e mesmo assim tenho minhas duvidas se na qualidade de montagem e acabamento o HB não é melhor, sobre espaço interno não a achei tão apertado( tenho 1.75) , regulei o banco do motorista pra eu dirigir no test drive e mesmo assim ainda sentei atrás do banco sem nenhum problema e ainda sobrou espaço. Eu acho que o HB20 é o melhor hatch/sedan compacto vendido hoje em nosso mercado, visto a grande quantidade de carros inferiores em todos os sentidos, ate hoje não entendo o fato do Hb não ser líder do segmento, acredito que é pelo motivo de a Hyundai não vender pra PJ o seu carro, pois se não fosse por isso acredito que o carro estaria brigando pra ser líder do segmento. Concordo sobre o cambio, por mais que pareça ser o suficiente pro carro, acredito que um cambio automático de 4 marchas não da pra ser vendido mais hoje em dia, ate o Onix tem cambio de 6 marchas, que por mais que seja criticado, acredito que é melhor que o de 4 da Hyundai!!Abs

      Excluir
    2. @ Felipe, por enquanto não vi nada negativo nesse HB20 Automático.
      O câmbio de 4 marchas é ótimo, rápido e a relação da quarta é adequada para andar em estrada.
      Um de 6 seria melhor? Claro, mas aí talvez o preço tivesse que subir mais e não seria tão vantajoso. E esse cambio AT de 4 marchas é [bem] superior a qualquer automatizado de embreagem única (I-Motion/Dualogic).
      Acredito que o Novo Fox seria um ótimo concorrente para o HB20 se tivesse uma transmissão automática decente, mas com o I-Motion ele fica muito inferiorizado perto do Hyundai.
      O Fox tem um acabamento interno no mesmo nível do HB20, talvez até um pouco superior, mas como ele não tem câmbio automático de verdade, não é concorrente.
      Sobre espaço interno, achei o porta-malas muito bom. E o espaço interno é adequado para um carro compacto.
      Enfim, não achei pontos negativos. Carro compacto muito bom e que está com ótimo custo x benefício.
      []s.

      Excluir
    3. Caro Luiz, concordo com você sobre o HB20 ser o melhor da categoria, mas discordo sobre ele estar alguns níveis acima da concorrência. O carro é bom em sua categoria e o preço também não é dos piores, mas não deixa de ser um popular com acabamento extremamente simples, todo em plástico duro, e com soluções de baixo custo.

      O carro é excelente e superior aos concorrentes no apanhado geral, mas também tem suas escorregadas e defeitos. Conheço pessoas que tem o carro e também tem suas reclamações, seja porque a suspensão traseira é fraca e bate seco em todo canto com o carro carregado, seja porque o painel já está fazendo barulho ou mesmo porque o espaço interno não é muito bom.

      Veja o abaixo assinado que está rolando em relação à suspensão: http://www.peticaopublica.com.br/viewsignatures.aspx?pi=hb20


      "Vendi meu ecosport 2.0 xlt ano 2009 para comprar meu 1º hyundai 0 km e estou arrependido. Paguei impressionantes R$ 59.450,00 p/ pegar um HB20S 1.6 Premium c/ kit multimedia. É triste vc comprar um carro 0 km de uma marca que dá 5 anos de garantia e depois descobrir que a suspensão traseira é um LIXO !!!! tudo que disseram é pura verdade, isto é um absurdo que só acontece em países colonizados como o nosso !!! A porcaria da suspensão não pára de fazer um barulho tipo TOC TOC, tem curso muito pequeno, o que impossibilita de levarmos carga mínima no automóvel, que fica arrastando e socando no chão ! Também sou engº mecânico há 15 anos e entendo que merecemos urgentemente de um RECALL pela HYUNDAI p/ corrigir esta grave falha de projeto !!!"


      Ou seja, nenhum carro é perfeito, muito menos um popular de entrada para países emergentes.

      Pode ter certeza que o HB20 não está alguns níveis acima da concorrência, pois pode ser comparado com os concorrentes e alguns clientes podem preferir um concorrente em razão das características de cada um. A versão automática realmente se destaca, pois o único concorrente que oferece uma transmissão automática de verdade é o Onix, que utiliza um motor 1.4 antiquado e não tem a mesma qualidade de montagem que um HB20, mas isso não coloca o HB20 como carro perfeito.

      O que vai determinar a compra é a necessidade do freguês, tendo em vista que são carrinhos populares. Alguém pode levar um Palio 1.6 Dualogic porque é mais barato e prefere sua suspensão. Outro pode preferir levar um Fox Highline I-motion, em razão do melhor acabamento e espaço interno. Um outro cidadão pode não gostar do interior do HB20 e levar o Onix pelo espaço interno e design interior, entre outras coisas.

      Ou seja, meu questionamento foi apenas sobre ele estar "alguns níveis acima" da concorrência, pois dessa colocação da a impressão que ele tem nível de carro médio. A verdade é que é um popular todo em plástico duro e oco, sem tecido nas portas traseiras, só o lado do motorista tem iluminação nos botões dos vidros, falta 3° encosto de cabeça traseiro e cinto de 3 pontos central e o espaço interno é contido.

      Excluir
    4. @Fábio

      Como disse, o câmbio de 4 marchas pode ter boa rotação em velocidade de estrada, mas 4 marchas é pouco para escalonar um câmbio e acaba deixando "buracos" na aceleração, como se faltasse 1 ou 2 marchas. Por isso, os câmbios de 4 marchas estão sendo abolidos. Tanto é que os dados de desempenho e consumo do HB20 automático comprovam sua perda acentuada de eficiência com o esse câmbio de 4 marchas:


      "Os números no teste de pista não nos deixam mentir. O Voyage levou 11,3 segundos para atingir os 100 km/h (no modo esportivo). Os adversários Chevrolet Prisma com um automático de seis marchas e Hyundai HB20S equipado com uma caixa de quatro velocidades gastaram 12,6 e 10,9 segundos, respectivamente. A retomada de 40 km/h a 80 km/h acontece em 6 segundos."

      Veja que ele andou muito próximo do Voyage Evidence I-motion com um motor antiquado, graças ao câmbio de 4 marchas.

      "Equipado com motor 1.6 de 104 cv de potência e 15,6 kgfm de torque, o veículo cravou 8,4 km/l na cidade e 11,3 km/l na estrada, com etanol. São números mais eficientes que os do Chevrolet Prisma, com média de 6,5 km/l em ciclo urbano, e também do Hyundai HB20S, que fez 7,5 km/l na cidade em medição realizada por Autoesporte."

      Veja que ele consumiu consideravelmente mais que o Voyage Evidence I-motion graças a esse ótimo câmbio de 4 marchas.

      Enfim, muito do seu brilho e eficiência são anulados com o tal câmbio de 4 marchas, ainda que seja um bom câmbio.

      http://revistaautoesporte.globo.com/Analises/noticia/2014/07/teste-vw-voyage-evidence-e-seda-de-entrada-com-roupas-de-grife.html


      Agora, sobre os pontos negativos, todos os carros os possuem. O Hyundai é o mais apertado da categoria no banco traseiro(desconsiderando o New Fiesta, que teoricamente é de categoria superior), a suspensão traseira vem sendo alvo de críticas, a direção ainda é hidráulica, falta 3° encosto de cabeça traseiro e cinto de 3 pontos central, só tem iluminação nos botões dos vidros no lado do motorista, o câmbio automático é um ponto forte, mas também tira parte do brilho do motor, pois acaba prejudicando bastante sua eficiência(relação consumo x desempenho).

      Enfim, um bom veículo, em sua categoria, mas também tem suas escorregadas.

      Excluir
    5. Se a Hyundai do Brasil chamar um recall para corrigir a suspensão do HB20, HB20X e HB20S, teria que chamar todos os carros produzidos desde o lançamento!!! Seria um enorme prejuízo para a Hyundai. O problema já poderia ter sido solucionado há muito tempo atras, mas acho que não estão nem aí com o consumidor brasileiro... nem sequer corrigiram na linha 2015. O problema do HB20 é o próprio nome HB - Hyundai do Brasil.

      Excluir
    6. Concordo com a reportagem, tenho um um igual a este e realmente o acabamento é ótimo mesmo.
      Discordo quando se refere a "buracos" na aceleração¨, pois ando diariamente e não noto estes tais ¨buracos¨ a que se refere, tem um funcionamento preciso e silencioso.

      Excluir
  2. em relaçao a cxb o hb20 se sobressai ao onix automatico , pois ele parte de 47200 e o onix 55 mil ... sem contar que o motor bem mais potente é mais agradavel em ciclo urbano por ter mais torque e ser mais leve

    ResponderExcluir
  3. esteticamente falando que diferença que o hb20 premium tem com os demais concorrentes ... muito mais bonito tanto por fora como no interior , esse volante em couro parece de carro premium , e os farois cromados cai muito bem com o preto onix

    ResponderExcluir
  4. Se hoje eu fosse comprar um carro dessa categoria por esse preço eu escolheria o Honda Fit LX, um HB20 como o da matéria tem preço sugerido de R$57.215,00 já o Honda Fit LX tem preço sugerido de R$ 54.200,00 para a versão manual e de R$ 58.800,00 na versão CVT. O Fit além de ser um carro maior que o HB20 sendo mais comprido, mais largo, com um entre-eixos maior e tendo mais porta-malas é mais econômico e aparenta ser um carro de categoria superior ao HB20, além da transmissão CVT do Fit que é excelente e com certeza bem mais eficiente do que essa transmissão de apenas 4 marchas do HB20, além do mais o Fit ainda nos brinda com direção elétrica contra a pré-história direção hidráulica utilizada no HB20, o Fit tem cinto de 3 pontos para todos os ocupantes e encosto de cabeça para todos os ocupantes coisa que o HB20 nem sonha em ter!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas se fosse a versao plus de 47 mil reais qual vc acha que teria um melhor cxb do q o hb20 ? com transmissao automatica e boa potencia do motor ?

      Excluir
    2. O HB20 1.6 AT Comfort Plus na minha opinião não compensa pois é bem simples e não oferece muitos itens de série porém se olharmos pelo lado da boa potência e da transmissão ele apresenta um bom custo/benefício para o consumidor que busca um carro automático, eu particularmente não vejo outro carro que apresente um custo/benefício melhor se o cara quiser um carro automático sem ter de gastar muito dinheiro.

      Excluir
    3. vc citou o fit LX , em comparação com o hb20 plus qual seria a diferença grotesta de itens de serie ? eu acho que os dois se equivalem em equipamentos , só que o hb20 custa quase 12 mil a menos ...

      Excluir
  5. Bem a verdade:
    cambios automatizados nunca serão ideiais, as mudanças são complicadas = letargia e trancos
    Já os automaticos, ha uma tendencia que os de menor número de marchas, tendem a ser mais gastões, pois operam num regime mais alto de rotação, e o que faz gastar combustivel é a rotação
    uma vez ditrigi um Corsa Sedan, e notei que se não trabalhasse em rotação próxima do limite ele ficava muito lerdo, mas no limite(entre 4500~6000) ele fica esperto mas gasta e muito
    os cambios automaticos são ideiais acima 4, pois ai priorizam o consumo que sempre é bem vindo
    mas o melhor ainda é o CVT, por ter um custo mais baixo
    E finalizando num transito pesado os carros sem embreagem são ótimos de dirigir e embora muito não gostem, é o futuro

    ResponderExcluir
  6. A Ruindai podia colocar o cambio aut de 6 marchas do I30, aí o carro iq virar o top dos tops no segmento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom seria coloca-lo esse cambio, sem aumentar muito o preço, aí sim, seria difícil achar concorrente à altura do Hb20, agora entre um hb20 1.6 manual ou novo Ka 1.5, qual destes dois teria um melhor custo benefício?

      Excluir
    2. KA nao tem nem cambio automatizado , muito menos automatico ... ta longe de ser concorrente

      Excluir
  7. Meu civic é mais economico que esse Hb20...

    ResponderExcluir
  8. Esse carro é fantastico. Quem já dirigiu um 1.6 sabe do que eu estou falando. Até o estepe vem com a mesma roda de liga leve e pneu igual aos 4 do carro. Desde o lançamento do HB20S em meado de 2013 a Hyundai fez um ajuste e resolveu o problema da suspensão

    ResponderExcluir
  9. Excelente carro, com acabamento com qualidade acima de seus concorrentes. Muitos falam da suspensão, mas eu não posso opinar a respeito, por nunca ter dirigido ou ao menos estar a bordo de um.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Difícil dizer que o acabamento é acima da concorrência se você sequer esteve a bordo de um alguma vez na vida. Nesse caso, o que você poderia afirmar é que esteticamente o interior é, na sua opinião, acima da concorrência.

      O acabamento, em termos de materiais empregados, está em nível semelhante a concorrência. A qualidade de montagem é razoável. Já andei em um HB20 relativamente rodado e o painel já fazia barulho, ao procurar sobre isso na internet, encontrei donos reclamando disso, assim como alguns reclamando que o acabamento é frágil e já quebraram mais de uma vez os botões do controle do ar.

      Não há mistério, é um carro de baixo custo para países emergentes, mas que tem um design exterior e interior acima da média. A direção ainda é hidráulica, os bancos da versão que andei(não era a premium, não sei se é assim em todas) eram bem ásperos, os plásticos são bem ocos(finos e baratos), falta iluminação nos botões dos vidros elétricos das portas, com exceção da que fica ao lado do motorista, os controles do ar são bastante pobres, falta tecido nas portas traseiras e este não aparece no apoiador do braço nem na porta dianteira, falta 3°encosto de cabeça traseiro, falta cinto de 3 pontos central, entre outros detalhes comuns em carros baratos para emergentes.

      Excluir
    2. Não Felipe, não estive a bordo e muito menos dirigi uma para avaliar a suspensão, mas quando estava procurando meu carro zero nas css, olhei detalhe por detalhe e achei muito bom até mesmo nas versões de entrada e na minha opinião, melhor do que seus concorrentes, porém não fiz o test drive. Fiquei pé da vida com o atendimento da Hyundai Caoa das Nações unidas. Afinal de contas qual carro tem um acabamento excelente na faixa dos 35 até 50k? Acho que o HB nesse aspecto está acima dos concorrentes.

      Excluir
    3. Até meu antigo Polo que era referência em acabamento, tinha uma série de pequenos ruídos no painel, para ser mais exato, na região do painel de instrumentos.

      Excluir
    4. Discordo...tinha um Polo 2010 I-Motion e troquei pelo HB20 igual ao da reportagem e não tinha ruídos no painel do Polo. E olha que em minha cidade a maioria das ruas são de calçamento e não asfalto.
      Igualmente o HB20 com 10 Mk também está sem nenhum ruido.

      Excluir
    5. SDS, infelizmente não dá para comparar os plásticos de um Polo com o de um HB20. Tive Polo no passado e o carro sempre foi extremamente silencioso. Sobre o HB20, tanto na montagem de carroceria como na montagem interna está em um bom patamar, mas nada demais. O Daniel Ribeiro Filho, profissional renomado na área de qualidade automotiva, já avaliou o HB20 e considerou a montagem de carroceria como "regular". Para efeito de comparação, Sandero, New Fiesta e Novo Ka ficaram com nota "negativo", Palio recebeu "regular" e Gol "positivo".

      http://danieltecnodan.com.br/

      Em termos de materiais empregados, é bem como disse: plásticos ocos, finos e baratos, a tampa do porta-luvas é mais leve que a do Up!, por exemplo. Não tem qualquer diferencial em termos de materiais, apenas o design é bem moderno e baseado em carros mais caros.

      Sobre os barulhos no seu Polo, com certeza poderiam ser facilmente resolvidos. Já vi carros médios, a exemplo do C4 lounge, com barulhos advindos do quadro de instrumentos. O bicho pega mesmo é quando o barulho é no painel, aí a resolução quase sempre é complicada, envolvendo o desmonte do painel, e o barulho acaba voltando novamente.

      Enfim, quem tiver noção e observar objetivamente verá que o grande diferencial do HB20 é seu design sofisticado, mas não o acabamento em si.

      Excluir
    6. É um carro que parece ser mais do que é, mas o bom entendedor logo percebe que ele apenas tenta aparentar ser mais do que é. É como o Onix, que alguns pensam que é de categoria superior, por aparentar ser maior do que é, mas, na verdade, o bom entendedor observará que é um carro de apenas 3,93m.

      Excluir
    7. Estou de pleno acordo, Felipe, o polo realmente tem um acabamento bem superior, embora tenha alguns deslizes.

      Excluir
  10. O i 30 1.8 e top! carro otimo e com espaço interno motor e cambio idem. Bonito e economico

    ResponderExcluir

  11. FOX 1.0 BLUEMOTION com pintura metálica, módulo conforto e módulo interativo. Sai por R$ 45.500,00.

    o HB20 1.6 Transmissão Automática/ Comfort Plus sai por uma DIFERENÇA de R$ 2.000,00.

    OBS: Preços consultados nos sites das marcas.

    Estava quase fechando o FOX (uso urbano / dia-a-dia). Mas pela diferença de preço qual a sua OPNIÃO? Qual a opção mais RACIONAL?

    ResponderExcluir
  12. Eu dirigi um HB20S automatico e achei muito bom. Vou comprar um pra mim. O nivel de exigência de quem quer um carro automático não precisa ter performance esportiva e elevar a velocidade rapidamente. Se eu quisesse isso, compraria um Audi A3 turbo mas custaria quase o dobro.

    ResponderExcluir
  13. Tenho um HBS 1.6 Aut 2015 Impress, e ele não não faz a média que foi dito nesse post.

    Na cidade estou fazendo 8 na gasolina, achei muito para um carro desse tamanho.

    É o mesmo consumo da Tucson, que é bem maior.

    ResponderExcluir
  14. Tenho hb20 1.6 aut faço 7km por litro gasolina.muito gastão.ta loko.

    ResponderExcluir
  15. Tenho um hb20s aut. Beberrao levando em conta a tecnologia que se tem hj poderia ser mais econômico. O câmbio de 4 marchas tbm foi um falha da hyundai tanto é que os modelos 2016 acho que ja vem com cambio de 6 marchas. O carro tem bastante qualidade porem deixa a desejar em alguns aspecto como por exemplo.: nao tem um sensor de farol caso sai do carro e deixe os faróis aceso,(tinha um corsa hath 2006 que ja vinha com esse sensor) sistema de abrir porta mala tipo alavanca usado nos tempos dos primórdios, do combustivel a mesma coisa, o velocímetro poderia ser digital ja que essa é a tendência. Isso sao pekenas coisas que faz a diferença e que nao iria elevar ao extremo o valor do veiculo.

    ResponderExcluir
  16. Comprei um hb20s automático zero a três meses cm 1.000k ele deu uma pane ao pisar no freio ele morre travando direção. Levei eles trocaram uma peça! Agora cm uma mês que deu problema aconteceu novamente colocando a minha vida em risco subir calçada quase peguei um pedestre e um poste na minha frente. Trocaram outra peça do carro e falaram que pode ter sido aquela peça. Atenção! Pode ser aquela peça! Resumindo estou arrasada não durmo e nem consigo Comer dos estresse que to passando. Falei que quero meu dinheiro de volta ou outro carro a concessionária ago da avenida das Américas Barra da Tijuca Rio de Janeiro mandou eu liga por fabricante e pedir outro carro. Liguei eles me falaram quem tem atire que me da é a concessionária.esta esse jogo de empurra deles. Agora vamos resolver juridicamente!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.