O Grupo Stellantis anunciou que Jeep encerrará produção local na China e rescindirá seu contrato de joint venture com a montadora local GAC.
Jeep anuncia fim de produção local na China
Segundo comunicado oficial, a Stellantis planejava adquirir uma participação majoritária da joint venture GAC-Stellantis, mas os esforços não evoluíram, e com isso anunciou hoje seu plano de se concentrar na distribuição de veículos importados para a marca Jeep® na China.
Jeep anuncia fim de produção local na China
A Stellantis disse ainda que pretende cooperar com o GAC Group em uma rescisão ordenada da joint venture formada em março de 2010, que foi deficitária nos últimos anos, e reconhecerá um encargo de imparidade não caixa de aproximadamente € 297 milhões (R$ 1,63 bilhão) em seus resultados do primeiro semestre de 2022 .
Jeep anuncia fim de produção local na China
A marca Jeep continuará sua oferta de produtos na China com uma linha eletrificada de veículos importados.

Fonte: Stellantis RI

6 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. O próximo é o Brasil.

    Ou se tira a milícia carioca do poder ou o Brasil vai continuar desmanchando até não sobrar nada.

    E quem viver, verá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que piora ainda mais se os aliados do PCC voltarem. Hoje a economia está crescendo, desemprego caindo, e agências de classificação de risco subindo a nota do país. Então, entre milicianos e traficantes eu prefiro os primeiros.

      Excluir
  2. Sucumbiu, não aguentou a competição com a líder de mercado na China, a VW, com duas joint-ventures, FAW e SAIC, e ainda comprou a JAC. E a Jeep foge da raia....
    O Grupo Stellantis não tem como se viabilizar se não tiver presença na China. E a notícia de fim de produção local é péssima. Não se atende um mercado desse com importados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem sérios problemas cognitivos...

      A história é a seguinte: "se eu não for o sócio majoritário que manda em tudo, não quero e prefiro sair desse mercado a entregar os meus segredos industriais..."

      Com você não sabe nem dirigir, o que eu vou dizer você sabe menos: em todos os grande países asiáticos (sobretudo Japão, Coréia do Sul e China) impera uma regra onde qualquer multinacional, para poder operar tem que ter uma "sociedade" com uma empresa similar local. Isso, mesmo no Japão tem um nome: ESPIONAGEM DESCARADA.

      O problema é que na Coréia e no Japão, eles são éticos, os preços e custos são de acordo com as práticas de mercado, já na sua amada China, é escravidão de empregados, economia controlada artificialmente e cópia descarada do ocidente...

      Não vem aqui postar mais bobagens não, por favor!!!

      Excluir
  3. vai falir aqui no brasil tambem

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem