Avaliamos o novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex Iconic CVT (R$ 138.790) por uma semana em Brasília (DF), e reportamos, neste artigo, nossas impressões e dados técnicos de consumo e performance.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
O Renault Duster TCE 1.3 Turbo X-Tronic vem sempre com tração dianteira, e o câmbio automático CVT X-Tronic - que é o mesmo powertrain do Captur 1.3 Turbo (veja o review) e do Mercedes-Benz GLB 200 .
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
Este Duster tem um visual imponente, pelo porte - nem tanto pelo comprimento (4,37 metros), mas sobretudo pela altura de 1,69 metros - um dos maiores SUV´s do mercado. Na dianteira há dois faróis auxiliares de longo alcance na altura média, que são complementados pelos de neblina inferiores.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
Esses detalhes conferem um aspecto sofisticado e ao mesmo tempo off-road. Há ainda rodas exclusivas de de 16 polegadas montadas em pneus de perfil alto 215/65R16.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
Há ainda frisos plásticos nas laterais das portas, difusor totalmente preto, sensores de estacionamento traseiros e câmera de estacionamento traseira.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
As dimensões são 1,832 metros de largura, altura de 1,693 metros, entre eixos de 2,67 metros e comprimento de 4,37 metros. É um SUV que impressiona pelo porte avantajado.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
Interior

O Renault Duster é um carro alto, com 1,69 metros, e isso se reflete no posicionamento dos ocupantes dentro do carro, que é um dos mais elevados do segmento. A posição de dirigir é muito alta, oferecendo uma visão panorâmica do que acontece ao redor.
Renault Duster 1.3 Turbo 2023 - Interior
Encontrar a posição de condução confortável é muito fácil, graças ao volante ajustável em altura e profundidade, assim como a altura do assento, que é equipado com um confortável apoio de braço.
Renault Duster 1.3 Turbo 2023 - Interior
O console central traz a alavanca de câmbio automático, sem iluminação - para saber qual modo está selecionado é necessário olhar no cluster de instrumentos. Essa transmissão CVT X-Tronic permite trocas de marchas sequenciais.
Renault Duster 1.3 Turbo 2023 - Interior - painel
No parte superior do console há a tela sensível ao toque de oito polegadas, sem qualquer comando físico - nem mesmo o do volume, sendo necessário acessar o menu para realizar essa ação - o que consideramos inadequado. Entretanto, o motorista pode comandar o volume de som e outras funções por meio do comando satélite atrás do volante.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
Em relação à interface, o design poderia ser melhor, e o processamento não é exatamente o mais rápido. Mas é compatível com Apple CarPlay e Android Auto, mas apenas por cabo. Não há esse tipo de conexão sem fio.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
O painel conta com velocímetro e contagiros analógicos, e há uma tela central com informações de consumo, velocidade, entre outros.
Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT - espaço traseiro
O acabamento interno não é requintado - até mesmo para se diferenciar do Captur. Entretanto, é bem montado, e não há ruídos de peças em contato quando se transita por estradas irregulares em velocidades médias. O porta-malas comporta 475 litros.
Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT - porta-malas
No quesito segurança, o Duster Iconic Turbo TCe 1.3 CVT adota ABS, Emergency Brake Assist (AFU), controle de estabilidade e tracção (ESP/TCS), Hill Start Assist (HSA), limitador de velocidade e cruise control, airbags frontais duplos e ISOFIX nos bancos traseiros.

O equipamento de série desta verão Iconic Turbo do Duster contempla ainda sistema Multiview com 4 câmeras (frontal, traseira e nas laterais), e alerta de ponto cego no retrovisor.

Destaque ainda para a chave presencial e partida por botão.

Mecânica

O conjunto mecânico do Renault Duster 1.3 Turbo Flex Iconic CVT é o ponto alto do carro. O motor 1.3 Turbo TCe usado em modelos Mercedes-Benz no Brasil já tinha mostrado seu valor no nosso teste do Captur Turbo.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
Com 170 cv (Etanol) / 162 cv (Gasolina) e torque de 27,5 Kgfm já disponível a 1.600 RPM, o Duter empurra muito bem em qualquer situação, e, ao mesmo tempo, com extrema suavidade e silêncio. A transmissão CVT X-Tronic com 8 marchas simuladas funciona com extrema suavidade e precisão.

Comportamento

O Renault Duster 1.3 Turbo Flex Iconic CVT é extremamente prático e agradável de ser conduzido no dia a dia de cidade, e também em esterada. Em uso urbano, o motor é o grande destaque, ofertando potência e torque abundamentes, mas de forma progressiva para quando é necessário sair de situações perigosas.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
O câmbio é muito confortável na cidade. Em nenhum momento sentimos necessidade de usar o modo sequencial, pois em modo "D - Drive" ele se comporta de forma exemplar. Caso se precise de mais potência, pressiona-se o pé no acelerador, aciona-se o kick-down, e o motor despeja toda a potência com vigor, empurrando o SUV para frente com determinação.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
Apesar de muito potente, o Renault Duster 1.3 Turbo Flex Iconic CVT é muito silencioso, graças, sobretudo, ao elevado grau de uso de materiais fono-absorventes. É importante apontar que, quando tiramos o pé do acelerador, o sistema de alívio do turbo é claramente percebido - o que é um requinte acústico adiconal desta versão turbinada.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
Em Brasília (DF) usamos bastante o controle de cruzeiro - que funciona bem, mas é necessário ativá-lo a todo momento que se liga o carro novamente - seria melhor que ficasse ativado sempre. Além disso, o fato de não ter o controle automático de distância limita um pouco seu uso em ambiente urbano.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
Em relação aos dados de performance, são excepcionais: 0 a 100 km/h em 9,2 segundos, velocidade máxima de 190 km/h. Estes números o colocam com um dos mais rápidos do segmento.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
Os dados de consumo, segundo o INMETRO. Com gasolina, o consumo na estrada é de 11,5 km/l e na cidade de 10,8 km/l. Com etanol, o consumo é de 8,4 km/l no percurso rodoviário e 7,7 km/l no urbano. Em Brasília (DF) obtivemos uma média de 9,8 Km/l em uso urbano.

Quando ao passeio, este SUV tem um ajuste confortável. A suspensão é macia, mas sem comprometer a estabilidade. Entretanto, sendo um dos SUV´s mais altos do mercado, e com suspensão macia, deve-se entender seus limites: não é um carro para tocada esportiva.

A capacidade de frenagem é muito boa, transmitindo segurança ao motorista tanto em uso urbano quanto em rodovia.

Conclusão

O Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex Iconic CVT é um excelente produto. O interior não é sofisticado, mas é bem montado e tem todos os equipamentos básicos necessários. Ademais, sendo rústico, é fácil de limpá-lo e de mantê-lo.
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
O ponto alto, porém, é o excepcional motor 1.3 Turbo Flex, com muita potência e torque, e associado com a excepcional caixa automática CVT X-Tronic, tornando este SUV muito ágil e rápido, mas, ao mesmo tempo, suave e silencioso - quase como um Mercedes-Benz GLA 200 (precificado em mais de R$ 300 mil).
Novo Renault Duster 1.3 Turbo Flex 2023 CVT
Enfim, é um carro ótimo para o dia dia, confortável, e que justifica seu preço pelos equipamentos, e sobretudo pelo powetrain.

Vídeo avaliação - Duster 2023 Turbo

14 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. Vendendo 10x que seu concorrente SHITaos.

    ResponderExcluir
  2. Quem em sã consciência deixa de comprar esse carro para comprar um Taos? A resposta o mercado já está dando.

    ResponderExcluir
  3. Mais 1 produto INFINITAMENTE melhor que o SHITAOS.

    ResponderExcluir
  4. |Desde quando isso concorre com o Taos. PQP. Como relincham. Taos é um SUV de categoria Premium, maior, com 6 airbags, muito mais espaço interno, interior altamente tecnológico, com ACC, Front Assist e outros.
    O Duster concorre com o T-Cross 200 TSI.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. T-cross concorre com Fiat Fiorino. Cala a boca e para de relinchar

      Excluir
    2. Vc tem razao MAMAE CARLUXA D4 o SHITTAOS e tao ruim que nao concorre com ninguem!!
      FATOS AOENAS FATOS!!

      Excluir
  5. Faltou o vídeo, e o consumo está errado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok, obrigado por informar. O vídeo está em edição, será divulgado dentro de 1 semana. Obrigado.

      Excluir
  6. Mesmo acabamento pobre do TrincaEixo, mas com muito mais potencia, espaço e porta-malas, sendo uma melhor compra...

    ResponderExcluir
  7. Melhor que compra aquela porcaria do Novo Jeep Renegade

    ResponderExcluir
  8. Mas o Novo Jeep Renegade é muuuuuito pior que esse carro Novo Renegade é uma carroça dos infernos que ninguem deveria comprar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá cao, por gentileza me informe, estou pensado em adquirir o novo Renegade sport, mais fiquei com a pulga atrás da orelha, vc tem alguma informação que eu não saiba. Obrigado

      Excluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem