A Ambev e a VW Caminhões e Ônibus oficializaram acordo para entrega dos 100 primeiros caminhões elétricos e-Delivery. A partir do segundo semestre de 2021, os veículos distribuirão as bebidas da Ambev utilizando energia totalmente limpa pelas ruas de São Paulo e Rio de Janeiro. O acordo faz parte do compromisso da companhia de ter 1.600 caminhões Volkswagen elétricos na sua frota parceira até 2023, um dos maiores anúncios do tipo no mundo.
VW e-Delivery elétrico inicia produção no Brasil e já tem 100 unidades vendidas
O protótipo do primeiro caminhão leve 100% elétrico movido a energia limpa da América Latina apresentou excelentes resultados após o e-Delivery rodar 30 mil quilômetros em testes de engenharia e em condições reais de operação na cidade de São Paulo. Nesse período, mais de 22 toneladas CO² deixaram de ser emitidas e 6,5 mil litros de diesel foram economizados.
VW e-Delivery elétrico inicia produção no Brasil e já tem 100 unidades vendidas
Agora, o e-Delivery começará a ser produzido em grande escala no Centro de Desenvolvimento e Produção da VW Caminhões e Ônibus em Resende (RJ). O caminhão elétrico é recarregado com 100% de energia vinda de fontes limpas, como eólica, solar e 43% que provém do próprio sistema regenerativo de freios do veículo. O plano é que os veículos sejam recarregados em uma das 48 usinas solares que a Ambev está implementando nos seus Centros de Distribuição (CDDs) espalhados pelo Brasil.
VW e-Delivery elétrico inicia produção no Brasil e já tem 100 unidades vendidas
“Comprovamos que novas fontes de energia por meio de soluções viáveis e concretas já se tornaram realidade com a chegada do e-Delivery, que foi testado e aprovado com excelentes resultados nas ruas de São Paulo, uma das maiores capitais do mundo. Essa iniciativa entra para a história da indústria automotiva mundial, pois somamos forças para viabilizar a produção dos primeiros caminhões elétricos desenvolvidos e feitos no Brasil”, celebra Roberto Cortes, presidente e CEO da VW Caminhões e Ônibus.
VW e-Delivery elétrico inicia produção no Brasil e já tem 100 unidades vendidas
Já no primeiro ano de atuação, esses 100 caminhões juntos deixarão de emitir, aproximadamente, 1.540 toneladas de CO² na atmosfera e 583 mil litros de diesel serão economizados.
“A parceria é um marco histórico para ambas as empresas: além de ser um dos maiores acordos do mundo, a inovação está sendo desenvolvida aqui no Brasil”, comenta Rodrigo Figueiredo, vice-presidente de Sustentabilidade e Suprimentos da Ambev. “E estamos abertos a compartilhar a tecnologia e os aprendizados que tivemos. Se outras empresas tiverem interesse em também ter uma frota de caminhões mais sustentável, todo mundo ganha, principalmente o planeta e o meio ambiente”, completa.

Tecnologia pioneira pode ser compartilhada

O objetivo dessa parceria é somar forças para viabilizar a utilização da propulsão elétrica na distribuição urbana de produtos e criar um benchmarking em sustentabilidade para o mercado logístico global, contemplando a operação do caminhão VW e-Delivery e seu abastecimento por meio de fontes de energia sustentáveis.
VW e-Delivery elétrico inicia produção no Brasil e já tem 100 unidades vendidas
Além de ser o primeiro caminhão leve 100% elétrico da América Latina com zero emissão de CO2, o e-Delivery traz soluções de última geração para logística verde, como sistemas inteligentes para ajustar a demanda da bateria conforme a operação e para recuperar a energia da frenagem. Os caminhões podem chegar a uma autonomia de até 200 quilômetros, de acordo com a aplicação e a configuração do veículo.
VW e-Delivery elétrico inicia produção no Brasil e já tem 100 unidades vendidas
As cem primeiras unidades foram adquiridas pelos operadores logísticos da Ambev, contemplando contrato de manutenção nas mesmas bases do já conhecido VolksTotal, além de monitoramento por meio do Volkscare, estrutura de atendimento da marc

5 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. O Brasil já tem uma matriz energética limpa pelas hidrelétricas e pelo etanol, mas o transporte urbano com comerciais leves a diesel ainda é poluidor. E não é que a Volkswagen ataca justamente esse flanco de poluição, lançando este caminhão elétrico, que, além de limpo no que se refere à emissões, é também limpo de poluição sonora!

    Os seres humanos, a fauna e a flora do Brasil agradecem à VW!

    ResponderExcluir
  2. Para a AMBEV é fácil, tem dinheiro sobrando e quer lacrar posando de amiguinha da natureza, quero ver é vender para o pequeno comerciante que precise de um ou dois caminhões deste porte para o dia-a-dia de seu negócio, he, he! E viva o diesel!

    ResponderExcluir
  3. 30 mil km deseja 22 TONELADAS DE CO2???????? HAHAHAHAHAHABAHAHABA
    voltem para a escola...quer dizer que mil km rodados é quase uma tonelada de CO2? Kkkkkkkkk mano do céu...por isso são piada nos demais blogs de carro
    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se um carro normal emite 110g/km, não me causa nenhum espanto que um caminhão emita quase 1kg/km

      Excluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem