A picape Fiat Toro, lançada no Brasil em 2016, ultrapassou a marca de 300 mil unidades vendidas no mercado brasileiro.
Fiat Toro ultrapassa a marca de 300 mil unidades vendidas no Brasil
O modelo inaugurou o segmento no setor automotivo, ao associar características de picape com dirigibilidade dos SUVs.
Fiat Toro ultrapassa a marca de 300 mil unidades vendidas no Brasil
A Fiat Toro detém 85,2% no segmento C e 19,4% entre todas as picapes. Até esta quarta-feira (23/6), a Nova Toro era a segunda picape mais vendida do Brasil no mês (4.350 unidades), atrás apenas da Nova Strada (7.411 unidades), líder entre os comerciais leves.
Fiat Toro ultrapassa a marca de 300 mil unidades vendidas no Brasil
A Fiat Toro é considerada bem resolvida em design, tendo vencico prêmios nacionais e internacionais, e se caracteriza por versatilidade, agradando públicos com diferentes interesses e necessidades.
Fiat Toro ultrapassa a marca de 300 mil unidades vendidas no Brasil
A Fiat Toro tem caçamba com 937 litros e capacidade de transportar cinco pessoas e uma tonelada de carga total.
Fiat Toro ultrapassa a marca de 300 mil unidades vendidas no Brasil
Além disso, tem tampa de abertura latera, o modelo atende desde a utilização familiar para uso urbano e em estradas asfaltadas, como também para quem precisa para trabalho mais pesado em estradas de terra e fazendas.
Fiat Toro ultrapassa a marca de 300 mil unidades vendidas no Brasil
Produzida na planta industrial de Goiana (PE), o veículo passou reformulação em em abril, que contemplou desenho mais moderno e um interior totalmente renovado.
Fiat Toro ultrapassa a marca de 300 mil unidades vendidas no Brasil
E ainda novo motor com tecnologia global (Turbo 270 Flex com 185 cv e 270 Nm).
Fiat Toro ultrapassa a marca de 300 mil unidades vendidas no Brasil
A Fiat Toro 2022 estreou ainda Fiat Connect///Me na gama da marca, uma plataforma de serviços conectados, além de carregador de smartphone sem fio e nova central multimídia de até 10,1”.
Fiat Toro ultrapassa a marca de 300 mil unidades vendidas no Brasil
No quesito segurança, conta com frenagem autônoma de emergência, aviso de mudança de faixa e comutação automática dos faróis, além de faróis FULL Led e Cluster Full Digital de 7”.

17 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. Matadora. Foi chegar e, junto com a Oroch, deu inicio a derrocada da Amarok.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amarok é picape com chassi e carroceria. Não concorre com picape monobloco como a Toro. Toro concorre com Oroch, e sói.

      Excluir
    2. Com certeza, Chatonildo.

      Depois que a Toro chegou ao mercado brasileiro, a Amarok foi para a rabeira da categoria e nunca mais conseguiu ter relevância

      Óbvio que os problemas crônicos influenciaram tmb, mas a verdade é que a concorrência currou demais a amarok

      Excluir
  2. Amarok não incomoda ninguém. Aliás, incomoda os proprietários com os inúmeros problemas!

    ResponderExcluir
  3. Jornalista de renomada revista automotiva:
    "Senhor Di Si, o que o senhor tem a dizer sobre o sucesso da Toro?".

    Pablão: "graças a deus que não lancei a tarok, mandei tirar de linha antes que fosse outra humilhação como foi a Amarok, vamos manter o mercado brasileiro com gol, Voyage e T-cross para locadoras mesmo."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A VW quase lançou a Amarok a Gasolina com motor TSI

      https://motor1.uol.com.br/news/106898/segredo-volkswagen-amarok-com-motor-tsi-a-gasolina-ja-roda-em-testes-na-argentina/

      Excluir
    2. Pffff tira a bomba do TDI e bota a bomba do TSI.

      Excluir
  4. Domina uma categoria que não existe concorrência, talvez em breve apareça, mas até lá vai vender 500 mil unidades

    ResponderExcluir
  5. Espancou sem dó a Bombarok. Essa ae pelo menos chega nos lugares, diferente da Jacswagen que gosta de repousar na sua casa (OFICINAS). Fatos e Apenas fatos.

    ResponderExcluir
  6. Essa Toro fez muito sujeito boca de porco pagar a língua e reconhecer a qualidade dos produtos da marca italiana. Conheço quem comprou e já está na segunda e ainda indica para os amigos. Claro que deu alguns problemas, mas se tiver uma marca que não os tem, deve ser em Marte.

    ResponderExcluir
  7. o toro caiu tão bem, no gosto do brasileiro. q praticamente a estrada é apelidada de mini toro por ser tão parecida

    ResponderExcluir
  8. Vi uma matéria na Quatro Rodas de um cara que se especializou em arrumar Amarok, o cara está ficando bilionário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk arrumar o marea de caçamba ?
      tem louco pra tudo mesmo..... e oportunidade pra manter os loucos entao....

      Excluir
  9. Tenho uma 2017 Flex, carro excelente, só alegria

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem