A BMW do Brasil anuncia uma adição à sua gama de modelos plug-in híbridos. O BMW 530e M Sport chega ao mercado brasileiro na versão Dark Edition, com preço sugerido de R$ R$ 425.950,00. A nova proposta do sedã executivo esportivo vem com o design das rodas, acabamento externo, grades frontais, faróis e lanternas em preto, dando um apelo ainda mais ousado e esportivo ao modelo, combinado com faróis e lanternas que já possuíam acabamento escurecido.
BMW 530e M Sport Dark Edition chega ao Brasil - preço R$ 425.950
A compra antecipada do modelo pode ser feita nos canais digitais da Rede de Concessionários da BMW no país ou por meio do Instagram da marca bávara, o @bmwdobrasil. Após o contato inicial, o cliente será encaminhado para a concessionária de sua preferência. Com produção para o mercado brasileiro acelerada na fábrica do BMW Group em Dingolfing, na Alemanha, o novo BMW 530e M Sport Dark Edition chega ao país no início de junho.

Equipado com dois propulsores que podem trabalhar tanto em conjunto quanto de maneira individual, a critério do condutor, o motor movido à gasolina é um exemplar quatro cilindros de 1.998 cm³, apto a entregar 184 cv (entre 5.000 e 6.500 rpm) e 300Nm de torque, de 1.350 a 3.700 rpm. Associado ao motor elétrico de última geração BMW eDrive, o conjunto entrega 292cv e torque combinado de 420Nm. Ambos os motores direcionam sua força para as rodas traseiras do veículo com a ajuda de uma transmissão automática Steptronic, de oito velocidades, com alavancas atrás do volante para trocas de marchas (shift-paddle). Um recurso diferencial é o sistema XtraBoost, ativado por meio do modo Sport, que libera 40 cavalos adicionais à potência combinada dos motores elétrico e a combustão, mantendo essa potência máxima por dez segundos e entregando uma aceleração vigorosa, esportiva e precisa.

O modelo híbrido plug-in tem autonomia elétrica estimada utilizando as regras do ciclo WLTP (Ciclo harmonizado internacional) de até 56 km, 10 km a mais do que na versão anterior. Por estar posicionado sobre a transmissão, o motor elétrico está entre o motor a combustão e a transmissão, dispensando a necessidade de um conversor de torque e contribuindo para a redução do peso do conjunto motriz. A bateria de alta voltagem, composta por células de íons de lítio, com capacidade total de 12kWh bruta e capacidade líquida de 10.5 kWh, foi alocada a frente do eixo traseiro para proporcionar maior equilíbrio entre a carroceria, o tanque de combustível sobre o eixo traseiro e o porta-malas, que possui piso totalmente plano e capacidade total de 410 litros.

O modelo está disponível nas cores Branco Alpino, Preto Carbono, Preto Safira, Cinza Sophisto, Azul Mediterrâneo e Bluestone para a pintura externa e Couro Dakota Preto/Preto, Couro Dakota Preto com costura Azul/Preto, Couro Dakota Cognac/Preto ou Couro Dakota Night Blue/Preto para os revestimentos.

10 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. Audi e-Tron GT manda efusivas lembranças para essa antiguidade aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Audi concorre com Cherry, BMW é Premium de verdade, Audi é só um gol gourmet.

      Excluir
    2. A Audi é a que cobra mais caro por seus carros. Isso porque ela é uma marca supra-premium, que fica acima das premium tradicionais ( BMW e Mercedes).

      Para a mesma categoria, os carros da Audi são SEMPRE os mais caros.

      O A4 Ambition Quattro custa R$ 310k, coisa que o BMW 330i custa 250 mil. Ou seja, o A4 custa R$ 50 mil mais caro que o mais caro dos Série 3.

      Na verdade, o A3 Ambition na faixa de R$ 220 mil já é o concorrente do BMW 320i e C180, nessa faixa de preço.

      O Q5 custa por volta de R$ 300 mil. ENquanto o X3 fica em 270k e o GLC 250 mil.

      Isso acontece na ALemanha e Europa e EUA também. Sempre os carros Audi são os mais caros. Pois seus níveis Premium são superiores. São os únicos com Condução Autônoma nível 3, os únicos com tração Quattro. Os que tem melhor estética, melhor acabamewnto e melhor carroceria.

      O segmento premium é assim divido.

      Marca SUPRA-Premium: Audi

      Marcas Premium: BMW e Mercedes-Benz

      Marcas INFRA-Premium: Volvo, Jaguar, Land Rover, Lexus e Volkswagen.

      Excluir
    3. Ah vai peidar na Água.
      O A6, manda o que pro série 5 sendo este último mais moderno e melhor avaliando por toda a imprensa especializada???

      Excluir
    4. CONCORDO CARLOS.

      Audi e-Tron GT muito superior a esse BM.

      Audi é para apreciadores de obras-primas !

      Excluir
    5. Tem assim:

      AUDI super hiper PREMIUM

      E aí tem o resto...

      Excluir
    6. "Audi é mais caro" jokes on you kkkk
      Audi tá desabando mundo afora, até na China tá caindo e muito.

      Até chinês que só idolatra coisa ruim abandonou a Audi... Mercedes tá dominando e Audi ano após ano vendendo menos...

      Fatos e apenas fatos

      Excluir
  2. É mais cara por que vende menos. Não tem ganho de escala. A conta é simples.

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkk é muito relincho....
    é patético o quanto ele nao entende de carros premium, e tao pouco sobre a imagem, tradição e condução num carro desst tipo!

    apenas relinchos, mais relinchos do carlota!!! kkkkkkk
    deixe aqui sua risada para esse trouxa! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Dark Edition...mais um! Será que este povo não cansa de chamar de "Edição Especial" uma combinação (de péssimo gosto por sinal, tudo preto, até as rodas, que são a cereja do bolo para o carro ficar com jeito de carro de malaco) que qualquer carrinho pé-de-boi pode ter? Edição Especial é a Rhapsody Blue do Lincoln Continental, isto sim!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem