GTI: três letras que exercem fascíniuo nos entusiastas automotivos por quase 5 décadas. A primeira geração desse carro esporte "para todos" foi apresentado ao mundo no IAA International Motor Show em Frankfurt em 1975 e lançado um ano depois, foi uma sensação. Neste artigo relaciona-se todos os detalhes das gerações desse ícone da esportividade: Golf GTI.
VW Golf GTI: o carro esporte de maior sucesso da história
O modelo de primeira geração tinha poucas diferenças estéticas em relação ao Golf convencional, mas o motor era mais potente: à época, um 1.6 de 110 cv. O projeto foi cercado de segredos, com poucas pessoas com acesso aos detalhes forjaram o plano secreto da Volkswagen em 1974 para desenvolver uma versão esportiva do Golf. Eles conseguiram transformar um carro compacto em um carro esporte que permaneceu acessível e também provou seu valor na vida cotidiana. Até hoje, o Golf GTI é um carro esporte para as massas (pelo menos nos EUA e Europa). Após a produção inicialmente planejada de 5.000 unidades, mais de dois milhões de unidades foram entregues em todo o mundo após oito gerações e vários modelos especiais. Isso o torna um dos carros compactos esportivos de maior sucesso do mundo.


Golf I GTI (1976 - 1983) - O clássico

O conceito é tão simples quanto engenhoso: um carro compacto leve, um motor potente e um chassi esportivo. No lançamento no mercado em 1976, ninguém suspeitou que este Golf que era capaz de atingir 182 km / h e designado pelas três letras mágicas GTI se tornaria um verdadeiro carro esporte cultuado. Um motor de injeção de 1,6 litro e, a partir de 1982, um motor de injeção de 1,8 litro, permite que a agulha do velocímetro do Golf GTI com seus arcos de roda pretos alargados, o vidro traseiro com moldura preta e a grade do radiador de borda vermelha voem para 100 km / h em apenas 9,2 segundos. O design interior é tão impressionante quanto o desempenho de direção: tartan vermelho para a faixa central dos bancos esportivos pretos, forro do teto preto e um volante esportivo, bem como uma alavanca de câmbio de bola de golfe. A VW planejou produzir 5.000 unidades, mas produziu 461.690 - quase 100 vezes mais, em decorrência do sucesso.
Golf I GTI (1976 - 1983) - O clássico
O Golf GTI também comemorou os primeiros sucessos nos desportos motorizados, especialmente no circuito de ralis, pouco depois do seu lançamento. Assim, o Golf GTI competiu como um novo carro de campeonato por seis anos a partir de 1977. Na "Rabbit Cup" nos EUA, a Volkswagen rapidamente avançou para um recorde e campeão múltiplo com o Golf GTI e seu piloto Paul Hacker. Também houve recordes na “VW Golf GTI Cup” na Alemanha. Na temporada de 1978, Walter Struckmann de Hanover venceu todas as dez corridas consecutivas com seu Golf GTI. E Berthold Bermel de Krefeld participou de todas as corridas da Golf GTI Cup, desde a estreia em Sylt em 1977 até a final em 1982 em Nürburgring. O Golf GTI também conquistou um campeonato mundial e dois títulos alemães no rally.

Dados técnicos - Golf GTI I
Golf I GTI (1976 - 1983) - O clássico
Golf II GTI (1984 - 1991) - Um golpe de gênio com até 160 cv

O modelo subsequente oferece grande variedade sob o capô: O Golf II GTI está disponível com cinco variantes de motor diferentes que entregam entre 107 cv e 160 cv. Conceitualmente e com seu DNA de design, ela retoma o curso da primeira geração. A insígnia GTI - especialmente a faixa vermelha na grade do radiador e o padrão xadrez nos bancos esportivos - tornam-se cult. Em 1986, o novo motor 16V fez sua estreia, produzindo 102 kW / 139 CV e conduzindo o GTI a 208 quilômetros por hora. Como antes, o interior significativamente mais espaçoso é dominado por bancos esportivos, um forro do teto preto e o volante de quatro raios com os quatro botões de buzina arredondados conhecidos de seu antecessor. Finalmente, o carro-chefe é o GTI G60, que foi lançado em 1990 e tem uma potência de motor de 118 kW / 160 cv.
Golf II GTI (1984 - 1991) - Um golpe de gênio com até 160 cv
Dados técnicos: Golf II GTI
Golf II GTI (1984 - 1991) - Um golpe de gênio com até 160 cv
Golf III GTI (1991 - 1997) - O discreto com até 150 cv

Em 1991, a Volkswagen transfere a insígnia GTI para a terceira geração. Os faróis duplos da segunda geração GTI agora desaparecem sob uma única lente. Em termos de desempenho, o carro começa com 115 CV. Um ano depois, a potência do motor sobe para 110 kW / 150 cv com um novo motor de quatro válvulas de dois litros. Não só o desempenho é significativamente melhorado, mas também o chassi do carro esportivo compacto. Visualmente, no entanto, permanece um tanto em segundo plano. E pela primeira vez em sua história, o GTI também está disponível como um motor diesel TDI econômico com bastante torque. Além disso, o modelo de aniversário “Edição 20 Anos” foi lançado em 1996.
Golf III GTI (1991 - 1997) - O discreto com até 150 cv
Dados técnicos: Golf III GTI
Golf III GTI (1991 - 1997) - O discreto com até 150 cv
Golf IV GTI (1998 - 2003) - O cultuado de 180 cv

Com uma variedade de motores, a quarta geração do Golf GTI atrai clientes de 1998 em diante,e se tornou um "cult". A gama vai desde o económico TDI até ao potente motor de cinco cilindros de 2,3 litros com 125 kW / 170 cv. O motor turbo a gasolina também é popular. Semelhante ao seu antecessor, a aparência do Golf IV GTI também é bastante discreta. Por exemplo, é o primeiro e único GTI a dispensar a faixa vermelha na grade do radiador. Em vez disso, oferece extras de série, como rodas de alumínio BBS, luzes traseiras escurecidas e bancos desportivos Recaro. Um verdadeiro destaque é o Golf IV GTI Edition 25, que a Volkswagen apresenta em 2001 por ocasião do 25º aniversário do GTI. O modelo de edição especial, conhecido entre os fãs como “Jubi-GTI”, é limitado a 3.000 unidades e produz 132 kW / 180 CV no asfalto.
Golf IV GTI (1998 - 2003) - O cultuado de 180 cv
Dados técnicos: Golf IV GTI
Golf IV GTI (1998 - 2003) - O cultuado de 180 cv
Golf V GTI (2004 - 2008) - O retorno com até 230 cv

“Para meninos que já eram homens naquela época” - este é o slogan sob o qual a Volkswagen apresenta a quinta geração do GTI no outono de 2004, anunciando assim um retorno do clássico. O design é muito mais independente e incorpora citações do primeiro GTI, como a linha de acabamento vermelha característica ao redor da grade do favo de mel e a carroceria típica no interior. As novas rodas também são particularmente marcantes. O motor também se destina exclusivamente ao GTI: um TFSI turboalimentado de dois litros que produz 147 kW / 200 cv. Em conjunto com a nova transmissão de dupla embreagem (DSG), o GTI acelera para 100 km / h em apenas 6,9 segundos. O carro atinge sua velocidade máxima de 235 km / h. O slogan do primeiro folheto: “O esporte competitivo nunca foi tão divertido”. Por ocasião do 30º aniversário do GTI, uma série especial “Edição 30” é lançada, que foi atualizado para 169 kW / 230 cv. Com a mesma potência, a reencarnação do Pirelli GTI foi lançada em 2007.
Golf V GTI (2004 - 2008) - O retorno com até 230 cv
Dados técnicos: Golf V GTI
Golf V GTI (2004 - 2008) - O retorno com até 230 cv
Golf VI GTI (2009 - 2012) - Baixa relação potência-peso com até 235 cv

A sexta geração do Golf GTI tem ainda mais sensação GTI a oferecer do que seu antecessor. O ajuste fino da configuração é realizado por ninguém menos que a lenda do piloto de corrida Hans-Joachim Stuck. A nova geração é seguida por um Golf GTI que redefine o conceito de tração com uma trava do diferencial eletrônico (XDS): Um GTI veloz de 240 km / h, que com seu potente motor turbo de 154 kW / 210 CV proporciona muita diversão. Um GTI que oferece dinâmica audível com um gerador de som e sistema de exaustão recém-projetado (um tubo de escape à esquerda e à direita). A velocidade máxima aumenta para 240 km / h (DSG: 238 km / h). Pela primeira vez, também estará disponível como um conversível a partir de 2011. A capota abre em apenas nove segundos chega a 100 km / h em 7,3 segundos. O coroamento desta geração é lançado em 2011 em seu 35º aniversário: o “Golf GTI Edition 35” com 173 kW / 235 cv e velocidade máxima de 247 km / h (DSG: 246 km / h). Com uma relação potência / peso de 6 kg / PS, o GTI é mais ágil do que nunca e pode atingir 100 km / h em apenas 6,6 segundos.
>Golf VI GTI (2009 - 2012) - Baixa relação potência-peso com até 235 cv
Dados técnicos: Golf VI GTI
>Golf VI GTI (2009 - 2012) - Baixa relação potência-peso com até 235 cv
Golf VII GTI (2013 - 2020) - Em excelente forma com até 310 cv

A sétima geração do GTI é lançada em dois níveis de desempenho na primavera de 2013. A Volkswagen apresenta a sétima geração do novo Golf GTI em dois estágios de potência: 162 kW / 220 cv é oferecido a partir da versão básica, 169 kW / 230 cv do Golf GTI Performance. Pela primeira vez, é equipado com um bloqueio do diferencial para o eixo dianteiro. Também uma estreia para o Golf GTI, agora é baseado no Modular Transverse Construction Kit (MQB). Esta nova plataforma técnica torna o GTI até 42 kg mais leve que seu antecessor e, portanto, ainda mais dinâmico. A versão de 230 cv com transmissão manual é o primeiro Golf GTI com uma velocidade de 250 km / h.
Golf VII GTI (2013 - 2020) - Em excelente forma com até 310 cv
Em novembro de 2015, é apresentado o Golf GTI Clubsport, movido a um boost de até 213 kW / 290 cv. Foi lançado no mercado em 2016 e ultrapassa os limites do desporto motorizado. Apenas 5,9 segundos é o suficiente para acelerar até 100 km / h. Um ano depois, o 228 kW / 310 PS Golf GTI Clubsport S dissolve completamente os limites do esporte motorizado. Um destaque para os fãs do GTI também é o Golf GTI TCR. A versão de estrada do bem sucedido carro de corrida TCR, que será produzido até 2019, impressiona com 213 kW / 290 CV e opcionalmente com uma velocidade máxima de até 260 km / h. A bordo: equipamento de série especialmente desportivo e um pacote de travões de alto desempenho. Dados técnicos: Golf VII GTI
Golf VII GTI (2013 - 2020) - Em excelente forma com até 310 cv
Golf VIII GTI (desde 2020) - A lenda vive

Com a oitava geração do Golf GTI , a lenda do carro esportivo compacto mais bem-sucedido do mundo vive em 2020 - estabelecendo novos padrões.
Golf VII GTI (2013 - 2020) - Em excelente forma com até 310 cv
O novo modelo está mais conectado, tem um corte mais nítido e é mais atraente do que nunca para dirigir. O motor turbo agora desenvolve 180 kW / 245 cv, com torque máximo de 370 Nm, permitindo que o carro vá de 0 a 100 km / h em apenas 6,3 segundos (com caixa de câmbio DSG de dupla embreagem opcional de 7 velocidades).
Golf VII GTI (2013 - 2020) - Em excelente forma com até 310 cv
A velocidade máxima é 250 km / h. Além disso, o novo Driving Dynamics Manager em rede garante ainda mais agilidade e esportividade. O sistema coordena as funções eletromecânicas do chassi centralmente e em um nível superior.
Golf VII GTI (2013 - 2020) - Em excelente forma com até 310 cv
Ao mesmo tempo, porém, os detalhes típicos do GTI são mantidos na nova geração. O padrão clássico de xadrez foi atualizado e agora adorna os bancos esportivos recentemente desenvolvidos. Não existe mais um sistema de ignição tradicional no novo Golf; foi substituído pelo botão padrão “Motor / Iniciar / Parar”. Um detalhe interessante aqui é que, assim que as portas são abertas, ele pisca em vermelho até que o motor dê partida. O volante esportivo de três raios de antigamente foi transformado em um novo volante esportivo multifuncional em couro com controles de toque e um botão “Travel Assist” opcional integrado para ajudar a dirigir o Golf a velocidades de até 210 km / h.



O novo Golf GTI Clubsport traz ainda mais potência e som para a faixa. Com 221 kW (300 PS) e 400 Nm de torque, é o novo modelo top da oitava geração do Golf GTI e acelera de 0 a 100 km / h em apenas 5,6 segundos. É regulada para uma velocidade máxima de 250 km / h.
Golf VII GTI (2013 - 2020) - Em excelente forma com até 310 cv
Dados técnicos: Golf VIII GTI
Golf VII GTI (2013 - 2020) - Em excelente forma com até 310 cv

48 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. uma vez carro de favelado funkeiro, sempre carro de favelado funkeiro!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Palavras de quem não pode comprar.

      Excluir
    2. Magnum anda de Ferrari....

      Volte para o seriado...

      Excluir
    3. Boçal ignorante que não conhece a história automobilística nem gosta de carro. Pra falar uma merda dessa.

      Excluir
    4. Favelado ??? Cada viagem kkkkk
      Só se for

      Excluir
    5. Favelado sim! Jardim Ângela em Sampa ta cheio!

      Excluir
  2. Esse tal de GTI aí, não passa de um GOL CARNIÇA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Carniça é Stilo Abarth que chegava a custar R$ 130 mil e tinha o fivelixo

      Excluir
    3. É sério isso? Chamar kmo GTI de carniça?

      Entende pra caralho de automóveis hein...
      #sqn

      Excluir
    4. O bom de terem te bloqueado e vc ter q usar um fake ,é que vc não pode escrever mais "BIXO " .... KKKKKK .....

      Excluir
  3. Um inconfundível ícone esportivo de rua que ultrapassa gerações. Difícil encontrar quem já não teve o sonho de possuir um GTI na garagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sensato da insensatez....

      ASNO WAGEN, ridículo...
      Ter gol carniça na garagem?
      Kkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. ☝️ O bom de terem te bloqueado e vc ter q usar um fake ,é que vc não pode escrever mais "BIXO " .... KKKKKK .....

      Excluir
  4. E o GLI é o esportivo que ficou no seu lugar no Brasil, assumindo a posição de mais rápido abaixo dos $200mil. Tadinho do bmw320i com os seus $240 mil de tabela, levando benga de GLI....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ser só isso mesmo que conta, em cidades com limites de 50 ou 60 km por hora e estradas com média de 100 km/h. O fato do 320i ser infinitamente melhor construído e bem acabado, fora o fato de ser Premium, realmente não conta e alguns degraus acima apesar de ser de entrada, não conta. Conta outra.

      Excluir
    2. Mas nego longe do radar mete a butina

      Excluir
    3. Carro premium que se preze vem com alma de esportivo, com performance. Se assim não fosse, razão não existiria para custar tanto. O GLI entra num seleto grupo de veículos, poucos, diga-se de passagem, que tem performance de carros bem acima dos $200mil. Atende perfeitamente quem pretende ter 3 anos de assistência total, sem custo algum, e uma rede de assistência bem distribuída.

      Excluir
    4. Nossa, comparar uma BMW com um Jetta é muito fanatismo...

      Excluir
    5. Golf GTi é um esportivo top demais, muito bem feito, agora o Jetta GLi pode brigar com uma BMW sim, as de entrada compete com um Jetta de boa!!!

      Excluir
  5. Um baita de um bom carro sim, mais de resto KKKKKKK.

    ResponderExcluir
  6. Esse é o paizão, a referência dos esportivos, o paradigma.

    ResponderExcluir
  7. Carro popular na faixa de $200 mil com Kara de 1.0 turbo vou andar de chevet msm turbao

    ResponderExcluir
  8. Qual brasileiro paga 200 mil no golf tartaruga engana trouxas só Brasil vira piada golf GTI! Renault RS 70 mil 150 cavalinhos

    ResponderExcluir
  9. maior sucesso da volks, nao da historia

    ResponderExcluir
  10. The best, o resto é mimimi de pobretão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou GMinion ou Fiateiro invejoso

      Excluir
    2. O povinho de bunda marcada.
      Ficam relevando um carrinho de entrada lixo.
      E aqui no Brasil, vendem GOL CARNIÇA.

      Excluir
    3. Uai,tá achando ruim?pega o telefone e ligarem na VW em São Bernardo

      Excluir
    4. Golf não é carro de entrada e sim o terror dos Fiateiros

      Excluir
  11. Legal a retrospectiva. Poderia fazer este tipo de matéria com outros carros clássicos, principalmente aqueles que tivemos a oportunidade de tê-los em nossa terra tupiniquim.

    ResponderExcluir
  12. Carro esporte são Camaro, Mustang, Corvete, Viper, Charger ou Challenger que são objetos de desejo em qualquer parte do mundo. O golf não passa de um carrinho compacto de entregador pizza da Dominos.

    ResponderExcluir
  13. Verdadeiro ícone de qualidade e dirigibilidade! 👏👏👏

    ResponderExcluir
  14. Carro fantástico. O melhor esportivo da VW, considerado o custo-benefício. O Corrado e o Scirocco eram melhores, mas mais caros. O GTI é um clássico dos esportivos. Tomara que venha para cá.

    ResponderExcluir
  15. No meu ponto de vista o carro “esportivo” de maior sucesso da história é o Mustang, aliás esses já vendeu mais que Golf Gti, mas Golf Gti é ícone também

    ResponderExcluir
  16. Sonho de consumo até dos haters da VW. 😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É pq ele é tão bom que não parece um vw... Tem acabamento bom, motor bom, inovações... Difícil acreditar que é um plasticwagen

      Excluir
  17. Não e só um carro e um Golf, só quem sabe o que é um Golf e quem já teve um, sonho de qualquer um que curti correr já tive dois e quero ter o terceiro

    ResponderExcluir
  18. Não e só um carro e um Golf, só quem sabe o que é um Golf e quem já teve um, sonho de qualquer um que curti correr já tive dois e quero ter o terceiro

    ResponderExcluir
  19. Por favor VW,
    Vc está enrabando demais a concorrência.
    VW, não maltrate tanto a concorrência em 2021 como em 2020.

    ResponderExcluir
  20. Que BLOG ridículo e puxa saco.

    Esse tal de GOLF aí, não passa de um GOL CARNIÇA.

    Aqui no Brasil, é CARRINHO predominantemente de baile funk.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem