Car.blog.br

Pesquisar este blog

STF autoriza locadoras pagar IPVA no estado de domicílio

Categorias: , , , , , , 16 Comentários

O STF resolveu disputa judicial determinando que o pagamento de IPVA de carros deve ocorrer no Estado de domicílio do dono do veículo. A decisão beneficia locadoras de automóveis, que emplacam seus carros no Estado de domicílio da empresa, e não onde o carro está sendo locado.

STF autoriza locadoras pagar IPVA no estado de domicílio
A Localiza, por exemplo, faz emplacamento de seus carros em Minas Gerais, portanto, pagará IPVA em Minas, mesmo que o carro circule em Salvador. O Estado de Minas Gerais oferece alíquota reduzida de IPVA às locadoras. Cobra 1%, enquanto os proprietários comuns pagam 4%. Santa Catarina e São Paulo, por exemplo, concedem benefício semelhante - respectivamente, 1% e 2%, metade do que é cobrado aos demais.
STF autoriza locadoras pagar IPVA no estado de domicílio
A Unidas, por outro lado, faz o emplacamento no Paraná de praticamente toda a sua frota.
STF autoriza locadoras pagar IPVA no estado de domicílio
Para as locadodoras a decisão é uma vitória, porque podem escolher o local de emplacamento, e, com isso, optar pelo Estado da Federação com menores alíquotas de IPVA.
STF autoriza locadoras pagar IPVA no estado de domicílio
A decisão atual é considerada uma “virada de mesa” para as empresas locadoras, neutralizando uma outra, proferida há cerca de três meses, que estabelecia o pagamento do imposto no local onde o carro circula.
STF autoriza locadoras pagar IPVA no estado de domicílio
Segundo a Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla), 67% dos veículos disponibilizados para aluguel no país têm placas de Minas Gerais. Esse é o Estado onde fica a sede da Localiza, uma das maiores empresas do ramo na América do Sul, com mais de 200 mil carros.
STF autoriza locadoras pagar IPVA no estado de domicílio
Fonte: Valor

16 comentários:

  1. Fiat feliz da vida. vai poder continuar a desovar Strada, Argo na Localiza sem dó.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora entendi porque a T-Cross vende mais em São Paulo, sede da Unidas.

      Excluir
    2. A Unidas faz emplacamento no Paraná, segundo o texto

      Excluir
    3. O veículo de maior circulação em locadoras é o VW Gol, segundo lugar é GM Onix, somente depois vem os Fiat e Jeep s

      Excluir
    4. Hoje Argo e Onix são os queridinhos das Locadoras. A Fiat vende Argo pelado na Localiza por menos de 40 mil reais. Não por outro motivo tá no TOP 5. Muito raro ver alguma Argo que não seja 1.0 básico.

      Excluir
  2. gol, voyage estao onde mesmo? kkkkkkkkkk esse blog quer enganar quem? eles mesmos né... kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. A VW acabou de lançar o Jetta 1.6 MSI AT6 2021.

    Veja no link o teste de uma versão que deve Micar no mercado.

    https://youtu.be/Xs5artsocww

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é uma versão para mercado colombiano. Não tem essa versão no Brasil, nem pra frotista. O Virtus MSI já faz essa função.

      Excluir
    2. Acabaram de lançar no México(onde é fabricado) e deve chegar em poucos meses no Brasil e América Latina como linha 2021 a preço de Jetta 1.4 Tsi AT6.

      Excluir
  4. Quem paga imposto mesmo é trabalhador.

    ResponderExcluir
  5. Boa noticia para os principais clientes da Jacswagen.

    ResponderExcluir
  6. O problema também é depois do uso pelas locadoras.

    Comprar veículos de locadoras....

    É para...

    O T Á R I O

    BIXO

    ResponderExcluir
  7. Nessa crise que Beneficio o Estado tem oferecendo Desconto pra Locadoras? Depois recuperam o Prejuízo cobrando do Contribuinte 4% IPVA.

    ResponderExcluir
  8. Normal, quem financiou candidatura cobra depois... Com vantagens e cargos.

    https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/dono-da-localiza-sera-secretario-de-privatizacoes-do-governo-bolsonaro.shtml

    ResponderExcluir

  9. Acho que nós,como pessoa física,deveríamos escolher também onde emplacar nossos carros.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.