Car.blog.br

Pesquisar este blog

Volvo e Geely unem divisão de motores a combustão

Categorias: , 5 Comentários

A montadora chinesa Geely anunciou que sua marca de carros Volvo e a Geely pretendem mesclar suas operações de motores de combustão existentes em uma divisão única global de motores de combustão e motores híbridos.

Volvo e Geely unem divisão de motores a combustão

O novo negócio proposto abriria caminho para a Volvo Cars focar no desenvolvimento de sua linha totalmente elétrica de carros premium. A Volvo Cars está construindo uma linha de produtos totalmente eletrificada, como parte da ambição da empresa de colocar a sustentabilidade no centro de suas operações. Em meados da próxima década, o line-up será metade totalmente elétrico e a outra metade híbrida, fornecida pela nova unidade.

Volvo e Geely unem divisão de motores a combustão

Para a Geely, controladora da Volvo, os novos motores de combustão e híbridos, serão usados nos carros Geely Auto, Proton, Lotus, LEVC e LYNK & CO. O novo negócio independente também pode fornecer ainda motores a fabricantes terceiros.

Volvo e Geely unem divisão de motores a combustão

Tanto a Volvo Cars quanto a Geely estão realizando suas respectivas operações em suas respectivas organizações, como um primeiro passo para a fusão das duas em um novo negócio independente.

Volvo e Geely unem divisão de motores a combustão

A Volvo Cars acredita que a eletrificação da indústria automotiva será um processo gradual, o que significa que continuará sendo eficiente e eficaz. Os planos detalhados do novo negócio estão em desenvolvimento e sujeitos a aprovação.

5 comentários:

  1. Volvo orgulhosamente assumindo seu âmago xing-ling! É assim que tem que ser! Das chinesas, a Volvo certamente é a melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esperando a explicação pro motor 1.0T alemão da vw ter tomado pau do 1.0T da....China!!!!!!!!!!

      Excluir
  2. XC60 é líder de categoria, vendendo mais que X3, Q5, Discovery e outros.

    Isso se dá ao enorme custo benefício e ao design extremamente acertado dessa atual geração.

    O Hibrido humilha a concorrência, são 407cv, 65kgfm de torque e um 0-100 digno de esportivo (5,3s), custando "apenas" 290k.

    ResponderExcluir
  3. O futuro da industria automobilística pressupõe duas coisas: eletrificação e acordo de cooperação com alguma empresa chinesa pars se aproveitar do enorme mercado e diminuição signifiativa do custo de desenvolvimento dos projetos. A GM mostrou isso com o novo Ônix, carro muito melhor do que o antecessor mas com o mesmo preço. Fruto de um custo 40% menor no desenvolvimento da plataforma GEN em função d parceria chinesa

    ResponderExcluir
  4. Land Rover e Jaguar também pertencem aos chineses (Tata Motors) e isso não afetou em nada a qualidade dos carros, muito pelo contrário, nos últimos anos tanto a Volvo, quanto a Land Rover e a Jaguar evoluíram muito.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.