Car.blog.br

Pesquisar este blog

Geely planeja retorno ao Brasil; dona da Volvo, Lotus, e de 10% da Mercedes, pode produzir em Catalão (GO)

Categorias: , 10 Comentários

A montadora de automóveis chinesa Geely, proprietária integral da Volvo e da Lotus, e maior acionista da Mercedes-Benz, com 10% do capital da alemã, negocia retorno ao Brasil, em parceria com a montadora brasileira HPE, que fabrica modelos da Mitsubishi e Suzuki no Brasil.

Geely SUV BMW X4

A Geely já esteve presente no Brasil, com sedãs e compactos importados da China, os quais não tiveram muito sucesso.

Geely Xing Yue - interior

A marca optou por deixar o Brasil em 2016 em face das fracas vendas de seus modelos, e também ao fato de que o importador local, à época, estava priorizando a Kia.

Geely Bo Rui Ge

Desde então a Geely apresentou uma série de novos veículos na China e Rússia, modelos que já trazem o DNA da engenharia da Volvo, em face da sofisticação apresentada.

Geely Bo Rui Ge - interior

Segundo o jornalista Fernando Calmon, não foram divulgados planos ou qualquer informação do acordo, mas aponta que o anúncio de retorno está próximo.

Geely Vision X3

A parceria com a HPE pode colocar a Geely em outro patamar de competitividade no Brasil, de forma similar ao que aconteceu com a Chery e sua parceria com a Caoa.

Geely Vision X3

Hoje a Caoa-Chery vende mais de 1.700 carros por mês no Brasil, e chega a atingir 0,9% do mercado.

Geely Vision X3

O jornalista aponta ainda que os planos "são bem mais ambiciosos", e novamente o exemplo da Chery pode indicar o caminho: SUVs.

Geely Bin Yue Sport

SUV´s tem sido a especialidade da Geely em seus últimos lançamentos, sem deixar de lado os sedãs de luxo.

Geely Bin Yue Sport

No Brasil, em face da preferência nacional, é provável que os sedãs devem ser descartados, e o line-up será formado provavelmente com utilitários esportivos.

Geely Xing Yue - inspiração no BMW X4

O X3, por exemplo, seria um concorrente de VW T-Cross e do Caoa Chery Tiggo 5X.

Geely Xing Yue - inspiração no BMW X4

Mas há ainda modelos bem mais sofisticados, alguns que lembram o BMW X4.

Geely Sedan

De qualquer forma, o anúncio é interessante, e será melhor ainda se vierem planos de fabricação nacional.

Geely Sedan

Fonte: Fernando Calmon

10 comentários:

  1. Infelizmente o futuro e chines!....

    ResponderExcluir
  2. Devia mudar o nome, inventar uns volvo populares.

    ResponderExcluir
  3. A indústria de autopeças brasileira teria que fazer muitos investimentos pra nacionalizar a produção desses carros ou a opção é ckd, trazer tudo desmontado e montar aqui.
    Talvez a reforma da previdência e algumas mudanças tributarias, ambientais e financeiras possibilitem o ingresso de capital e maquinas para fabricarem aqui, um novo colonialismo, rsrs. Triste a sina do brasileiro, nunca se desenvolve, primeiro o português em destaque e com retoques de franceses, holandeses, espanhóis, ingleses e alemães. Depois, numa vibe meio espiritual e cultural os EUA. E agora, quem sabe, a China, depois de ser o superterceirizado do mundo inteiro, eleva a sua população pra classe media alta, e adota o Brasil pra tocar alguns projetinhos.
    Talvez criar uma hashtag #reagebrasil resolva...

    ResponderExcluir
  4. ALFA no documentário na Disvory a Alfa recebeu 1 BI us em investimentos na fábrica para novos modelos.


    Em 4 Rodas.
    A ofensiva da Alfa Romeo entre os SUVs não se limitará ao Stelvio. A fabricante italiana apresenta no Salão de Genebra o conceito Tonale, que antecipa seu futuro SUV compacto. O nome vem de uma montanha no norte da Itália, mas o design do modelo é inspirado na “beleza e em nuances associadas às formas humanas”.7 de mar de 2019
    https://quatrorodas.abril.com.br › ...
    Alfa Romeo Tonale: novo SUV italiano

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.