Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW T-Cross chega à Espanha: preço começa no equivalente a R$ 86.860 reais

Categorias: , , , 40 Comentários

A Volkswagen inicia a venda do T-Cross na Espanha. O SUV foi apresentado na sua fábrica de Navarra - onde também é fabricado na mesma linha de produção o Polo. O início da T-Cross foi um sucesso e mais de 1.650 pedidos foram gerados na Espanha, superando a previsão inicial.

Volkswagen T-Cross

O T-Cross espanhol está disponível em motores a gasolina e um diesel. Os motores a gasolina são o 1.0 TSI de 95 cv (transmissão manual de 5 velocidades) e o 115 cv (manual de 6 velocidades ou DSG de dupla embreagem de 7 velocidades). Quanto à opção a diesel, os clientes podem escolher o conhecido 1.6 TDI de 95 cv. Mais tarde, uma terceira opção de gasolina será adicionada, o bem-sucedido 1.5 TSI de 110 kW / 150 HP.

Volkswagen T-Cross

O novo T-Cross está disponível a partir de € 18.990 (edição, 1.0 TSI 95 cv/ manual), o que corresponde a R$ 85.860 reais.

Volkswagen T-Cross

O T-Cross europeu, baseado no Polo (o T-Cross brasileiro é baseado no Virtus) tem um porta-malas entre 385 e 455 litros. Se você abaixar o banco traseiro, o volume aumenta para 1.281 litros, o maior volume da categoria. A posição de assento alta é típica do SUV e assegura visibilidade alta de todos os assentos.

Volkswagen T-Cross

Assistentes de segurança e conectividade

O T-Cross conta com sistema de monitorização dianteira auxiliar (incluindo sistema detecção de pedestres e função de frenagem de emergência na cidade); Sistema de Aviso de Partida da Lane Lane Assist; o assistente de partida de colina; a proteção proativa dos ocupantes; bem como assistentes de ponto cego e saída de estacionamento. O Adaptive Cruise Control (ACC) é incorporado como padrão a partir do acabamento Advance.

Volkswagen T-Cross

A T-Cross oferece o painel digital VW Digital Cockpit como padrão (com o acabamento Sport). O aplicativo Volkswagen Connect facilita a vida com o T-Cross, como assistente pessoal do veículo. Conecta o motorista e o carro e fornece informações valiosas sobre o status do veículo e as rotas selecionadas, entre outras coisas. Além disso, o veículo incorpora carregamento indutivo para smartphones e 4 portas USB para os dispositivos dos ocupantes da série a partir do acabamento Advance.

40 comentários:

  1. Vw por favor, ajuste os preços desse carro antes que seja tarde demais!!!
    O projeto pode dar certo, mas o preço está totalmente fora. Ontem fui a uma ccs e nao tem conversa por eqt, disse o vendedor.
    Parece q as css estão fazendo pressão e logo teremos chuva de desconto, mas isso perde venda.
    Quem esta doido pra trocar de carro como eu, pode fazer uma compra antes desse realinhamento .

    ResponderExcluir
  2. Não vejo necessidade alguma de a VW abaixar os preços do T-Cross. Ao contrário, acredito que em breve ele será aumentado, porque uma análise bem simples mostra que ele está bem barato.

    Outra coisa, as vendas estão decolando. Esta semana, faltando ainda 1 para fechar o mês, vai bater em mais de 2.000 unidades. No fechamento deve se aproximar de 3.000 unidades vendidas em maio, que é excelente para um carro no 1º mês de venda.

    Os preços do T-Cross estão baratos. Pegue o T-Cross 200 TSI AT, de R$ 94.500 reais. Esse carro é equivalente em equiptos ao HR-V EXL< que custa R$ 112 mil. Detalhe: T-Cross anda mais que o HR-V, e bebe menos. Fora que o T-Cross é bem mais bonito.

    Então, o T-Cross segue sua trajetória de sucesso. Basta deixar rolar, que vai chegar na meta facilmente, em breve. E os preços devem subir um pouco ao longo dos próximos meses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisa de alguma ajuda sim... analisa mais com o pé no chão.

      Não terminou o mês e já foram vendidos 19.500 SUVs!

      Renegade 4K, Compass 3.7K, Creta 3K, Kicks 2.7K, HR-V 2.7K, Eco Sport 2K, Duster 1.4K

      Ou seja, é fácil o segmento mais disputado do mercado atual.

      Esse primeiro mês está inflado pela compra diretas e pré venda.

      O T-Cross infelizmente, chegou por último, é um dos mais caros, no segmento mais disputado... não tem como performar bem desse jeito.

      Excluir
  3. Caso a VW não reduza o preço do T-cross, estará diante do maior fracasso da história da montadora depois é claro do seu sub compacto UP!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maior fiasco da história acho que é exagero, mas começou bem mal e vai mal na europa também (ao menos onde foi lançado).

      Excluir
    2. Mal na Europa? Tem certeza? Na Matéria acabam de dizer que o Carro vendeu 1.600 unidades antecipadas. Na europa eu estive a poucos meses e o que se vê de Tiguan e T-roc por lá é um absurdo, principalmente o Tiguan.

      Excluir
    3. Detalhe: mais de 1.600 unidades só na Espanha, e no lançamento. O T-Cross é um sucesso na Europa e no Brasil.

      No Brasil, estamos no segundo mês de vendas, e falando 1 semana, fechará com mais de 2.000 unidades. No fechamento do mês de maio deve se aproximar de 3.000 unidades.

      Para um carro que é vendido em média acima de 95 mil reais, sendo que a versão Highline está ainda mais demanda, é um sucesso estrondoso o T-Cross.

      Tanto é assism que a VW assumiu a liderança de mercado no Brasil.

      Excluir
    4. Carlos não minta, foram vendidos apenas 814 T-Cross na Europa em 2019

      Excluir
    5. Na boa, o nível de psicose dessas espécimes com o T-Cross está atingindo níveis epidêmicos. Só pensam em T-Cross. Tem reportagem de moto, e o povo vai lá falar de T-Cross. E na reportagem de T-Cross, só se fala de vendas.

      Um monte de meninas ansiosas e irritadas falando histericamente sobre vendas do T-Cross no primeiro mês. Quanto mais as vendas do T-Cross sobem, mais a liderança da VW se consolida, mais agressivas elas ficam.

      Essas meninas bravinhas vão ficar irritadíssimas no final do mês com vendas roçando a casa dos 3.000 unidades logo no primeiro mês de vendas. Muitas ficarão depressivas, outras quererão se suicidar, mas todas ficarão bravas, irritadas e indóceis, bem mais indóceis que estão hoje.

      Veja que as meninas estão tão irritadas com o sucesso estrondoso do T-Cross, que agora estão preocupadíssimas com vendas na Europa. Pior que vão ficar ainda mais irritadas, pois na Europa o T-Cross tá sendo um sucesso. Só na Espanha a VW informa mais de 1.650 unidades vendidas no lançamento! Nem 1 semana, na Espanha, mais de 1.650 unidades vendidas.

      Então, profetizo mais e mais meninas irritadas, agressivas e indóceis, pois o T-Cross está bombando de tanto vender e de tanto humilhar seus concorrentes em comparativos.

      Excluir
    6. Carlos, não há quem possa negar a qualidade do T-Cross. O problema é, sem dúvida, o preço. Se o HRV é mais caro, isso não justifica. O fato é que estive numa concessionária de SP, uma das maiores, e os vendedores estão apreensivos com o nível de vendas do T-Cross. Só para comparar...o veteraníssimo Fox quase ultrapassou as vendas do T-CROSS neste mês, nesta revendedora.

      Excluir
  4. O problema também passa pelo tradicionalismo da VW que fazem todos seus veículos parecidos um com o outro e que quando quer fazer algo diferente se atrapalha toda(ver lanternas traseiras imitando o 3008)

    ResponderExcluir
  5. Eu vejo o " fracasso " do T-Cross de outra forma acho que nada à ver com preços e sim a demora da VW em ver que o mercado queria SUV, pra variar ela foi a "última " a lançar um, assim como foi com a Amarok demorou a ter uma caminhonete e agora os clientes de SUV já tem suas marcas preferidas e o T- Cross vai ganhar espaço à medio e longo prazo assim como foi com a Amarok.

    ResponderExcluir
  6. Não sei por quê,mais quando ouço reportagens sobre o t-cross me dá uma vontade de dormi��zzzz

    ResponderExcluir
  7. Preço semelhante ao T Cross brasileiro mas mais equipado...

    ResponderExcluir
  8. genti o Renegade esta sendo ameaçado!....por outo Jeep o Compass!....rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  9. Ao meu ver foi um erro gravissimo a VW oferecer o TCross em locais que ja exite o TRoc, poucos serão os que deixarão de comprar o bem acabado TRoc pelo TCross, só por algum particularidade pessoal mesmo.

    Prova disso são as vendas inciais, lançado em fevereiro por lá, o TCross vendeu cerca de 800 unidades. Longe até mesmo de estrangeiros recentes como o Kona, Stonic, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O T-Cross na Europa mede 4,11 metros, enquanto o T-Roc mede 4,25 metros. O T-Cross tem 2,55 m de entre-eixos, e o T-Roc 2,65 metros. O T-Roc é mais caro e tem estética mais esportiva, e é ofertado em motores 1.5 e 2.0, com tração FWD w AWD. O T-Cross só tem motor 1.0, e só FWD. O T-Cross é muito mais barato que o T-Roc (que, inclusive, está vendendo muito).

      Os posicionamentos de mercado são totalmente distintos, e os dois estão fazendo muito sucesso.

      Só na Espanha foram vendidos mais de 1.650 T-Cross no lançamento, superando a meta inicial.

      Excluir
    2. "O T-Roc é mais caro e tem estética mais esportiva, e é ofertado em motores 1.5 e 2.0, com tração FWD w AWD"". Mentira na Europa existe T-Roc 1.0 Tsi, 1.6 TDI, 1.5 tsi e até 2.0 Tsi.
      " O T-Cross é muito mais barato que o T-Roc (que, inclusive, está vendendo muito)". É um comédia mesmo, vamos analisar, se o T-Roc tem preço de Golf na Europa e o T-Cross custa bem menos por lá, por que aqui o T-Cross tem preço de Golf se o T-Cross é bem inferior ao Golf e agora estão exportando o T-Cross Brasileiro somente com o motor 1.6 aspirado para Argentina.

      Excluir
  10. Para nós brasileiros restou a versão jabuticaba! Já começa pelo volante, inferior ao Europeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falar que o T-Cross brasileiro é "jabuticaba" por conta do entre-eixos maior que o europeu mostra desconhecimento da plataforma MQB. A pltaforma MQB é a mesma que serve ao T-Cross com entre-eixos de 2,55 metros e ao de 2,65 metros. É a mesma plataforma do Passat, com entre-eixos de 2,8 metros. É a mesma plataforma do Atlas com entre-eixos de 3 metros.

      Isso não é "jabuticaba". Isso é engenharia alemã de ponta, que criou essa plataforma modular, em 2011 e que hoje é copiada por todas as montadoras (Toyota, Ford, PSA e etc).

      De mais a mais, o T-Cross exatamente como o brasileiro é vendido também na China, com o mesmo volante e o mesmo entre-eixos, e a mesma estética. E o mesmo motor. E a China hoje é o principal mercado do planeta.

      É uma questão de adequação a mercados. No Brasil o T-Cross é adequado com entre-eixos com 2,65 metros, como na China. E aqui ainda teremos um T-Sport com entre-eixos de 2,55 metros e precificação abaixo do T-Cross.

      Excluir
    2. Parabéns! hecatombe prevista com sucesso. Rumo às 5000 mil unidades mensais. Breve chega na meta, depois dobra a meta. igual ao golf ou "mini golf", que faz as vezes dos golf no Brasil e vende 6000 por mês.

      Excluir
  11. se a renda do brasileiro fosse equivalente também, proporcionalmente o valor do t-cros seria mais baixo...

    ResponderExcluir
  12. Comparem o acabamento do europeu com o brasileiro... Os plásticos do Up têm aparência melhor do que os do T-Cross brasileiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade são exatamente os mesmos do brasileiro, e do europeu. O T-Cross brasileiro de acesso tem texturizações que lembram fibra de carbono, plásticos uniformes e sem rebarbas, como os do europeu.

      Esse tipo de acabamento que há no T-Cross brasileiro está em um nível bem acima dos concorrentes. O HR-V usa plástico preto com qualidade inferior aos do T-Cross, assim como o Creta.

      Ou seja, tanto o T-Cross brasileiro quanto o europeu têm acabamento superior ao de concorrentes HR-V, Creta e Renegade.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. O Renegade especificamente é uma piada. O carro é feito que dá dó. Muito apapagaiado. Tanto que só vende para locadora.

      O Renegade 1.8 flex AT, então, é um carro feito para idiotas. Pagar R$ 110 mil em Renegade Limited (com menos itens que o T-Cross de 85 mil), e ter um carro que acelera em mais tempo que um Up! 1.0 MPI, só sendo muito idiota para comprar.

      mas o Renegade não é só ruim em motor. Ele é apertadíssimo internamente. O entre-eixos de 2,55 metros faz dele um inteiror com menos espaço que o Up, e o Gol. O porta-malas de ridículos 250 litros, é menor que o do Up!.

      Renegade é uma piada. Lerdo, fraco, beberrão.

      O T-Cross de 95k, que vem de série com motor turbo flex de injeção direta, faz esse Renegade passar vergonha.

      Excluir
    4. Oooo mané quem está falando em renegade aqui .

      Renegade e compass são os suvs mais vendidos do BRASIL e chiu para vc.

      Todos Sabemos que vc tem uma SENHORA de uma dor de cotovelo.
      Carlota

      o CHORO É LIVRE.

      Excluir
  13. https://quatrorodas.abril.com.br/te...ocamos-a-prova-estes-12-suvs-de-ate-r-95-000/

    Supercomparativo: colocamos à prova estes 12 SUVs de até R$ 95.000

    Fizemos o maior comparativo da história da QUATRO RODAS para revelar quem é quem no segmento de SUVs compactos do Brasil, até R$ 95.000

    Por Paulo Campo Grande e Péricles Malheiros
    15 maio 2019, 08h29


    Nos últimos tempos, não há edição de QUATRO RODAS sem pelo menos um SUV em destaque. Não é para menos. Esse é o segmento que mais cresce no Brasil.

    Os lançamentos não param e cada novo modelo chega em diferentes versões de motor, acabamento e conteúdo, o que nos convida a avaliar os carros em suas diferentes configurações, comparando-os com diferentes rivais.

    Em janeiro, selecionamos os competidores por faixa de preço (SUVs até R$ 85.000). Em abril, foi a vez do VW T-Cross na versão topo de linha encarar concorrentes em versões completas.

    As combinações se multiplicam e cada mudança na lista de modelos produz resultados diferentes.

    O Renegade costuma se dar bem entre as versões mais sofisticadas e ficar em desvantagem entre as mais simples, comportamento oposto ao do Kicks, que se destaca entre as opções mais baratas.

    Agora, convocamos todos os SUVs compactos do mercado, neste que se tornou o mais numeroso comparativo já realizado pela revista. Foram 12 modelos reunidos.

    O único que ficou de fora foi o Suzuki Vitara, porque a fábrica não dispunha do modelo. Nem todos SUVs mostrados nas fotos correspondem às versões consideradas no comparativo (o texto avisa quando isso ocorre). Veja a seguir.

    ...

    Veredicto QUATRO RODAS

    Na amostra considerada, encontramos opções com pontos fortes e fracos em diferentes aspectos. Mas, analisando esses 12 SUVs, fizemos uma radiografia que mostra quais deles têm maiores possibilidades de atender às expectativas dos consumidores.

    Do primeiro ao último colocado, a classificação foi a seguinte: T-Cross, Kicks, Tiggo 5X, Creta, T50, C4 Cactus, EcoSport, Captur, HR-V, Tracker, 2008 e Renegade.


    Melhor SUV até R$ 100 mil: T-Cross


    Sem dúvida alguma, até R$ 100 mil, o T-Cross é disparado o melhor. O que anda mais, bebe menos, o mais seguro e bem acabado. O mais espaçoso, e o mais completo. Melhor custo x benefício.

    https://www.car.blog.br/2019/05/volkswagen-t-cross-10-tsi-tsi.html

    ResponderExcluir
  14. É esse que eu queria comprar todos equipados itens de segurança a de brasileiro t.cross não tem....

    ResponderExcluir
  15. Esse Carlos parece um papagaio ou mesmo um máquina de xerox, deixe de ser repetitivo já encheu o saco.

    ResponderExcluir
  16. Carro insignificante, definitivamente não caiu no gosto do brasileiro. Com esse acabamento ridículo que veio, a VW depenando o carro e o valor cobrado, só poderia dar esse resultado. Acho melhor a VW rechear beeeem o carrinho nos próximos anos senão o mico vai virar King kong.

    ResponderExcluir
  17. Estou aguardando o meu Highline chegar. Sem duvidas não há concorrente à altura dele.
    Só me decepcionei com todas alterações estéticas feito pela VW BR:
    -O painel do brasileiro que separou o painel de instrumentos da multimídia. No europeu é semelhante ao Polo/Virtus, painel de instrumentos interligado à multimídia pelo black piano, o que pra mim é muito mais bonito e moderno.
    -para choque dianteiro. O europeu é muito mais “agressivo”.
    -A grade dianteira. A Europeia tem uma espécie de ligação entre os dois faróis e menos filetes. A do brasileiro acho q tirou todo ar de esportividade do carro.
    -Volante nem se fala, o europeu já é da nova linha.
    Mas p mim são “defeitos” q não me impede de comprar.
    O entre eixos do Virtus em vez da do Polo foi um gol de placa.

    ResponderExcluir
  18. o carlito reclamando que só fala t cross. qual é fdp.que quer saber o preço dessa gerigonça na espanha?

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.