A Volkswagen lança na China a nova geração do Jetta, conhecido no gigante asiático como Volkswagen Sagitar. O modelo chinês tem como particularidade um entre-eixos alongado em relação aos modelos vendidos nas Américas.

VW Jetta 2019 - VW Sagitar

O Volkswagen Sagitar 2019 está sendo apresentado como "Sagitar Long WheelBase", ou Sagitar de entre-eixos longo - tradicionalmente sedãs médios na China, especialmente os premium, contam com versões com dimensões maiores para atender demandas dos consumidores locais.

VW Jetta 2019 - VW Sagitar

Dessa forma, enquanto o Jetta vendido no Brasil e Estados Unidos tem um entre-eixos de 2,688 metros, o Jetta chinês (Sagitar) tem essa dimensão alongada em 4,5 cm.

VW Jetta 2019 - VW Sagitar

Portanto o Sagitar é idêntico ao Jetta, e assim como o brasileiro, o destaque do novo carro é a traseira, ​​que usa linhas afiadas no final para criar uma boa camada e tornar a traseira mais elegante e jovem.

VW Jetta 2019 - VW Sagitar

Em termos dimensionais, o Sagitar 2019 mede 4,753 metros de comprimento (5,1 cm mais longo que o americano), e tem 1,800 metros de largura (a mesa do Jetta).

VW Jetta 2019 - VW Sagitar

A altura é de 1,462 metros, enquanto a distância entre-eixos alcança 2,731 metros (contra 2,688 metros do Brasileiro0.

VW Jetta 2019 - VW Sagitar

Já no que se refere aos motores, o novo Sagitar será equipado com dois motores, 1.2TSI, 1.4TSI e 1.5 TSI (280 TSI), que deverão coincidir com a caixa de câmbio de dupla embreagem de 7 velocidades.

VW Jetta 2019 - VW Sagitar

É relatado que o carro será oficialmente listado no mercado chinês no próximo mês de março.

6 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. Entre-eixos maiores são preferidos pelos chineses por propiciarem mais conforto e e maior espaço interno.

    ResponderExcluir
  2. Projetando o nome do veículo igual a BMW já faz.

    ResponderExcluir
  3. Não exatamente pelos chineses. Apenas por alguns chineses. Pelo que vi em um ano que passei por lá, a preferência da maioria das grandes cidades é por compactos, econômicos e ágeis e os carros elétricos estão substituindo os movidos a combustão interna com espantosa velocidade (já há 1,5 milhão de elétricos rodando na China). Na área rural, a maioria não tem carro. Quando muito uma bicicleta ou uma scooter. Na China tem carro 1 em cada 10. No Brasil, 1 em cada 4 pessoas. Nas cidades pequenas não dá para ter base, a frota é antiga, mas tem muita bicicleta e scooter (Haojue e outras) também.

    ResponderExcluir
  4. Sera q o Jetta chines tbm nao tem saidas A/C traseira e paddle shift , como a versao AMERICANA q eh empurrada para o Brasil??

    ResponderExcluir
  5. Esses sao os verdadeiros chineses!!!

    ResponderExcluir
  6. eu sinceramente não entendo porque que o chinês gosta de carro alongado sempre no Brasil a maioria agora da geração de 80 90 tem um e oitenta e noventa 2m de altura ou seja a gente precisava dessas medidas aí no carro aí e e nós brasileiros que seriam os beneficiados não são os ouvidos pela montadora.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem