Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW ajusta 6.700 carros pré-série vendidos usados - Europa

Categorias: , , 19 Comentários

A Volkswagen AG (Alemanha) comunicou um recall para 6.700 veículos vendidos em seu mercado local e na Europa. Trata-se de modelos de pré-produção que foram vendidos como usados, e agora recebem ajustes de atualização, para equalização às especificações dos modelos de produção convencional.

VW ajusta carros de pré-série vendidos usados na Europa

Na maior parte dos casos, os modelos pré-produção receberão atualizações de softwares, e, em outros, apenas um ajuste no sistema de navegação.Os modelos em questão são protótipos de testes pré-produção, vendidos como usados, a preços bem mais baixos. Com as atualizações, tais modelos passam a se equivaler 100% aos modelos de produção - o que tende a valorizá-los no mercado de usados.

Segundo a imprensa alemã, em casos em que a atualização não for possível, a empresa irá recomprar o modelo.

Um porta-voz da VW também acrescentou que os carros poderiam ter sido vendidos legalmente se a montadora tivesse documentado apropriadamente como os modelos de teste se desviaram dos carros de produção. Mas isso não foi feito na época, motivo pelo qual o chamado está sendo acionado no momento. Os procedimentos da VW mudaram desde então e agora essas diferenças são observadas, antes de os carros de pré-teste sejam vendidos.

Fonte: Abendblatt

19 comentários:

  1. Esse é um dos motivos pelos quais a VW é a maior do planeta: a vontade incessante de beneficiar o consumidor e oferecer o melhor produto. Veja este caso. A VW vendeu carros mais baratos, modelos de teste, com peças que depois foram alteradas. E, agora, chama os carros vendidos há dez anos, para colocar peças novas, e de produção.

    Ou seja, o consumidor se sentirá ainda mais valorizado.

    Parabéns VW!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TIREI MEU CHAPEU TB! PARABENS VW

      Excluir
    2. Os cintos de segurança deles se rompem em batidas tb ou são só os de Gol e Voyager mesmo?

      Excluir
    3. só de 130 que já foram concocados

      Excluir
    4. Sim, cento e trinta, multiplicados por dois, já que são em duas posições, é pouca gente em risco mesmo. Belezinha.

      Excluir
    5. a capacidade desse cara de transformar uma malandragem da VW em respeito ao consumidor é admirável, parabéns.

      Excluir
    6. Aguardando o próximo sinônimo de Recall para rir muito... Kkk

      Excluir
    7. Esse C4C é um fanfarrão mesmo... kkk

      Excluir
    8. se fosse outra montadores o CARLOS RODA PRESA iria detonar que os carros nao presta. fan boy eh osso, criado pela vovó com carrinhos de brinquedos kk

      Excluir
  2. Onde você leu que os carros foram vendidos a mais de 10 anos, eu não achei.

    ResponderExcluir
  3. C4C, a Caloi convocou nesta segunda-feira (7/10), os proprietários das bicicletas Cecizinha Aro 12, fabricadas no mês de outubro de 2011 e com número de chassi final SJ, a procurarem o seu SAC para terem o par de rodas laterais substituído.

    ResponderExcluir
  4. Após da sem vergonhice que fizeram, com o assunto gases de escape, todo o cuidado é pouco.

    ResponderExcluir
  5. Documentos internos apontam que a montadora vendeu carros experimentais "sujeitos a problemas" para clientes, em vez de destruí-los.

    A denúncia foi feita pela revista alemã Der Spiegel, que teve acesso aos papéis.

    Segundo a publicação, quase 17 mil carros pré-série foram comercializados como se fossem carros comuns, de produção. Mas, por serem unidades utilizadas nas fases iniciais da produção de um novo modelo, não foram certificadas para rodarem pelas ruas.

    Com as correções, tudo seguro para seus proprietários.

    ParabePa à VW pela atitude positiva e corretiva.

    ResponderExcluir
  6. Pois sim! só que os carros foram produzidos entre 2006 a 2018, agora vamos imaginar que ninguém teria conhecimento disso! ora ficava assim mesmo... as boas praticas da VW, são conhecidas após ser descoberta a marosca.Nessa empresa é tudo limpo, claro, só a pensar no cliente ou no bolso do mesmo.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.