Car.blog.br

Pesquisar este blog

Chery Tiggo 7 chega em 2019 para enfrentar o Compass

Categorias: , , 27 Comentários

A Caoa Chery lançará no começo de 2019 o Tiggo 7 - novo SUV de porte intermediário da montadora brasileira, e que chegará para disputar o segmento com o Jeep Compass e VW Tiguan. A faixa de preço ficará entre R$ 100 mil e R$ 110 mil reais.

Caoa Chet Tiggo 7 - concorrente do Jeep Compass

O Tiggo 7 saíra da mesma linha de montagem do Tiggo 5X, em Anápolis, Goiás, mesma linha de produção de onde saem também dois concorrentes, o Hyundai ix35 e o New Tucson.

Caoa Chet Tiggo 7 - concorrente do Jeep Compass

O Caoa Chery Tiggo 7 é baseado na mesma plataforma modular do Tiggo 5X, mas é 16,7 cm maior, chegando a 4,50 metros de comprimento (6 cm a mais que o Jeep Compass), 2,67 metros de entre-eixos (3,5 cm a mais que o Compass), 1,84 m de largura (2 cm mais largo que o SUV pernambubano) e 1,67 m de altura (3 cm mais alto).



O porta-malas oferta 414 litros. Ou seja, o porte do Caoa Chery Tiggo 7 é maior também que o Compass.

Caoa Chet Tiggo 7 - concorrente do Jeep Compass

O design do Caoa Chery Tiggo 7 é bem convencional, e segue as identidade visual moderna da Chery, criada pelo designer Hakan Saracoglu, o qual trabalhou na Porsche por 15 anos.

Caoa Chet Tiggo 7 - concorrente do Jeep Compass

Tendo em vista se tratar de um SUV familiar, o Tiggo 7 traz um aspecto conservador, com formas orgânicas e sem exotismos. O interior segue essa mesma linguagem, com painel simétrico e faixa de couro sintético.

Caoa Chet Tiggo 7 - concorrente do Jeep Compass

A mecânica do Tiggo 7 é a mesma do Tiggo 5X, ou seja, o motor quatro cilindros 1.5 Turbo Flex de 150 cv e 21,4 Kgfm de torque, associado com uma transmissão automática de dupla embreagem de seis marchas.

Caoa Chet Tiggo 7 - concorrente do Jeep Compass

O conjunto de suspensões é similar, com McPherson na dianteira e multilink na traseira - o que suscita a hipótese de que a marca pode lançar uma versão 4x4 no futuro. No momento apenas 4x4 com tração dianteira.

Caoa Chet Tiggo 7 - concorrente do Jeep Compass

O interior traz o mesmo padrão do Tiggo 5X, porém com espaço ampliado graças à amplitude, largura e entre-eixos maiores. Como já mencionamos, o porta-malas de 414 litros é maior que o do Tiggo 5X (340 litros) e em linha com o Jeep Compass, de 410 litros.

Caoa Chet Tiggo 7 - concorrente do Jeep Compass

Assim como o Tiggo 5X, este SUV traz o painel revestido de material macio. Quadro de instrumentos e volante são exatamente os mesmos nos dois carros, com velocímetro e conta-giros analógicos, e os outros instrumentos concentrados em uma tela de LCD.

Caoa Chet Tiggo 7 - concorrente do Jeep Compass

Os 16,7 cm a mais comprimento e os 4 cm extras no entre-eixos extras têm efeito no espaço ainda melhor para as pernas de quem vai no banco de trás e no porta-malas maior – 414 litros contra 340 litros.

Caoa Chet Tiggo 7 - concorrente do Jeep Compass

Mas também há equipamentos extras, como ar-condicionado digital de duas zonas com saídas para o banco traseiro, teto panorâmico com abertura elétrica, câmeras com visão 360 graus e faróis de xenônio.

Caoa Chet Tiggo 7 - concorrente do Jeep Compass

O Tiggo 7 é ligeiramente mais pesado que o Tiggo 5X, mas não muito. A especificação do modelo brasileiro ainda não está disponível, mas na China a diferença de peso é é de 13 Kg a mais para o Tiggo 7. Se isso for mantido no Tiggo 7 fabricado em Goiás, o desempenho dele será similar ao Tiggo 5X, que já fizemos um pequeno teste drive e se mostrou ágil.

Caoa Chet Tiggo 7 - concorrente do Jeep Compass

Assim como o Tiggo 5X, o Tiggo 7 brasileiro se beneficia da expertise da Caoa em fabricação de SUV´s de luxo da Hyundai há mais de 10 anos. O Tiggo 5X nacional se caracteriza pela qualidade de construção e de acabamento similar à observada no Hyundai New Tucson, afinal são fabricados na mesma linha de montagem.

Caoa Chet Tiggo 7 - concorrente do Jeep Compass

O Tiggo 7 tende a seguir a mesma linha, e modo que este será mais um SUV nacional de porte intermediário a concorrer diretamente com o Jeep Compass e VW Tiguan.

27 comentários:

  1. Respostas
    1. veja o video do teste da 5x e verifique o comentário sobre o cambio.

      Excluir
    2. Não. Trata-se de um câmbio automatizado dual-clutch fornecido pela Getrag (assim como o PowerShift), todavia, na CAOA ele não foi calibrado de modo equivocado como a Ford fez... Além do mais, PowerShift é marca da Ford.

      Excluir
    3. Será ?? eu prefiro esperar uns 2 a 3 anos para ver se esse automatizado vai ser bom mesmo !!!

      Excluir
  2. Eu estive no salão do automóvel e o acabamento dos carros montados pela Caoa me surpreendeu.
    Só o tempo dirá.
    Mais seguindo o mesmo caminho da Caoa Hyundai deve fazer sucesso.

    ResponderExcluir
  3. Como o Jair manifestou aversão à China, espero que o elemento não estrague tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai reclamar com o 9Dedos ! Só poder ser petralha !

      Excluir
    2. A CAOA já estragou tudo, quando optou pelo câmbio DCT.

      Excluir
    3. Bom é a boquetagem do câmbio GSR Dualogic da Fiat.....

      Excluir
    4. Freitas: Vai reclamar com o 9Dedos ! ( Você deve estar sob o efeito de algum narcótico) Só poder ser petralha ! ( Ficou todo sentido por ver ter lido uma citação negativa do seu mito querido?) Pronto, já está liberado para xingar. Muito previsível seu próximo passo. Sugiro que contenha a cólera, pois não perderei mais tempo contigo. E, além disso, não falei nenhuma mentira.

      Excluir
  4. E manda post desse Caoa Chines, é na TV, é por tudo, muita grana rolando pra ver se emplaca. É questão só de tempo pro brasileiro aceitar mais esse.

    ResponderExcluir
  5. De novo o ridículo motor com torque de 1.0 turbo. O motor vai estragar qualquer possibilidade do carro "pegar", pois o motorista de SUV também não aceita carros lentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas tem mais torque que o 2.0 do Compass.

      Excluir
    2. Esse motor 1.5 de 147 cavalos e 21 kgfm de torque não será o suficiente para dar agilidade a esse Suv de 1.500 kg.
      Ficará lerdo.

      Excluir
    3. Como não? Só tem o tracker que anda de verdade. O restante é tudo manco: Creta, compass, hrv, renegade, ix35, sportage, captur, duster, etc. Tudo manco. Menos o tracker. Acima dela, pode somar uns 30k no preço pra chegar na tiguan que anda igual. Depois só as tops (New tucson, tiguan 2.0, equinox, volvo, etc).

      Excluir
    4. Esse final de semana percorri inúmeras css fazendo test drive. Creta, Compass, Civic, Jetta. Os dois mais mancos foram o Civic e o Campass. O Creta é muito esperto no 2.0.
      Ficamos no Jetta, R-Line + teto por R$116.

      Excluir
    5. Jetta, é carro pra muito tempo. O melhor da categoria.

      Excluir
  6. Os carros chineses já estão surpreendendo a cada dia. E, com toda certeza, já superou a Fiat e a GM em qualidade construtiva e refinamento.

    ResponderExcluir
  7. A China, como toda comunidade asiática, trabalha em silêncio. O Japão pós guerra não era lembrado como grande fabricante , e surpreendeu o mundo. A Coréia do Sul, em menos tempo . Não menosprezemos aqueles povos. O Brasil, em 518 anos, surpreendeu em quê no mundo automotivo?

    ResponderExcluir
  8. Será que, em acabamento e mecânica, a Chery já está no mesmo nível da Fiat? Se for, é bem surpreendente o avanço até que rápido.

    ResponderExcluir
  9. Chery x Jeep?
    Jeep, não precisa de mais blablabla.

    ResponderExcluir
  10. Belo carro e boa construção
    Porém tem que agregar muito para ganhar confiança do mercado.
    Se esse carro tivesse um motor a diesel eu diria que teria como competir de cara.
    No mais tem que aguardar uns anos

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.