Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Golf GTE chega ao Brasil em 2019: fotos e detalhes

Categorias: , , , 69 Comentários

A Volkswagen do Brasil confirma a ampliação da gama de opções do hatch médio Golf no mercado nacional em 2019 com a chegada do modelo híbrido plug-in Golf GTE.

VW Golf GTE 2020 Brasil

O modelo com propulsão híbrida é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 7,6 segundos atingir 222 Km/h de velocidade máxima. O powertrain é composto de um motor 1.4 TSI com 150 cv associado a um motor elétrico de 102 cv, que permite uma autonomia em modo elétrico de 50 km, e de até 880 km em modo híbrido.


VW Golf GTE 2020 Brasil

O Golf GTE é passou por severos testes da adaptação às condições nacionais, e conta ainda com um espectro de recursos aplicados aos demais modelos da gama, como sistemas de assistência e infotainment. O modelo traz o Active Info Display, painel de instrumentos totalmente digital e o
sistema de infotainment Discover Pro, com tela de 9,2 polegadas e controle por gestos.

VW Golf GTE 2020 Brasil

O sistema de rádio de série do Golf GTE – o Composition Media com tela de 8 polegadas, entrada USB e conexão Bluetooth para telefones móveis – também traz novo visual.

VW Golf GTE 2020 - interior

A combinação dos novos sistemas de infotainment com o Active Info Display cria um mundo totalmente novo de displays e controles digitais no Golf GTE.

Cinco modos de condução

No modo “EV”, o Volkswagen Golf GTE roda apenas com eletricidade. O carro sempre arranca no modo de emissão zero, desde que a bateria esteja suficientemente carregada. Quando o modo “híbrido” está ativo, o Golf GTE utiliza automaticamente suas duas fontes de propulsão, juntas ou separadamente, para obter máxima eficiência.

VW Golf GTE 2020 Brasil

O modo GTE é um destaque dinâmico. Assim que o motorista ativa esse modo de condução, as fontes de propulsão atuam juntas para proporcionar o máximo desempenho dinâmico.

VW Golf GTE 2020 Brasil

Além disso, o motorista pode manter intencionalmente o nível de carga da bateria e até mesmo carregá-la ao dirigir – para preparar-se, por exemplo, para andar sem emissões numa área de restrição ambiental em seu destino. A propulsão híbrida plug-in torna o Golf GTE um dos carros mais eficientes em sua categoria. O consumo de energia combinado do carro é de 1,6 l/100 km de gasolina (equivalente a 36 g/km de CO2) e 11,4 kWh/100 km de eletricidade (classificação NEDC para veículos híbridos).

Estratégia híbrida preditiva

Impulsionado por um motor TSI (110 kW/150 cv) e um motor elétrico (75 kW/102 cv) com potência de sistema de 150 kW/204 cv, o Golf GTE também dispõe de uma estratégia híbrida. A nova configuração da estratégia de condução híbrida permite que os motoristas explorem melhor o potencial de economia energética do Golf GTE e a unidade de propulsão totalmente elétrica.

VW Golf GTE 2020 Brasil

Se o carro estiver equipado com um dos sistemas de navegação opcionais, ele calcula e otimiza a estratégia híbrida em modo “híbrido” avaliando previamente os dados do percurso. Assim, tanto os dados da estrada do sistema de navegação como os dados do GPS são usados inteligentemente pelo sistema de controle da propulsão.


A bateria pesa 120 kg, aproximadamente 8% dos 1.615 kg referentes ao peso do carro. O GTE tem transmissão automática DSG de 6 marchas com função Tiptronic, desenvolvida especificamente para veículos híbridos.

VW Golf GTE 2020 Brasil

O sistema híbrido inclui ainda componentes eletrônicos de força (que convertem a corrente contínua da bateria em corrente alternada para movimentar o motor) e um carregador. Um servo-freio eletromecânico e um compressor elétrico garantem a operação otimizada e energeticamente eficiente dos freios e ar-condicionado, especialmente quando o GTE é utilizado no modo de condição elétrico.


VW Golf GTE 2020 Brasil

O sistema plug-in permite que a bateria do Golf GTE possa ser recarregada através de uma tomada ou estação de carga. A conexão para o cabo de energia fica oculta sob o emblema da VW, na grade dianteira. Numa tomada convencional, ela precisa de aproximadamente três horas e meia para recarregar totalmente. Numa estação de carga, o tempo é de duas horas e meia. Assim, o motorista que costuma rodar apenas em trechos curtos – como ocorre com grande parte das pessoas que moram e trabalham nas cidades – pode andar totalmente sem emissões, utilizando o modo elétrico.

Design e equipamentos

Exterior. “A presença da propulsão elétrica é expressada visualmente pela assinatura em “C” criada pelas luzes de condução diurna do Golf GTE. Enquanto isso, todos os outros elementos de design dianteiros remetem ao GTI”, explica o designer. A equipe do Chefe de Design da Volkswagen, Klaus Bischoff, criou um visual que une a simbologia do Golf GTI com a do GTE, criando assim uma identidade própria.

VW Golf GTE 2020 Brasil

Nos pontos onde no GTI é usado tradicionalmente o vermelho, no GTE é utilizado o azul. Uma barra transversal no radiador, entre os faróis, acentua a esportividade dentro do contexto de mobilidade elétrica da Volkswagen. O Golf GTE é equipado com faróis duplos de LEDs de série. As lanternas direcionais, luzes de estacionamento e a luz de placa também utilizam tecnologia LED. Saias laterais e um defletor na borda do teto criam paralelos adicionais com o GTI.

VW Golf GTE 2020 Brasil

Interior. Como do lado de fora, o interior esportivo do Golf GTE revela uma clara relação com seus dois outros companheiros da série GT. Como no exterior do carro, os toques vermelhos do interior também foram convertidos para o azul.

VW Golf GTE 2020 Brasil

A cor azul, característica da mobilidade elétrica da Volkswagen, cria contrastes atraentes nos bancos do carro, costuras decorativas e materiais do design. A iluminação ambiente, em tom azulado cria mais uma ligação visual com o mundo da mobilidade elétrica. Costuras decorativas em azul claro no volante revestido de couro, nas bordas dos tapetes, bancos e na empunhadura do câmbio combinam perfeitamente com as características exteriores do Golf GTE.

69 comentários:

  1. Como paga zero de imposto de importação e 7% de Ipi terá preço menor que o do golf gti. Profetizo 120k para aniquilar o Prius

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah tá vai nessa. Como vc mesmo disse num outro post VW não é instituição de caridade. Não chega por menos de 140 mil esse carro.

      Excluir
    2. Profetizo que por esse preço, eu compro!
      Sempre quis ter um Prius, mas nunca comprei por causa do design.

      Excluir
    3. Acho melhor você trabalhar com outros tipos de profecias, porque as relacionadas a carro, passa longe o que você profetiza...

      Excluir
    4. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKkkkkkkkkkkkkkkkk
      no minimo uns R$ 199.000, isso se daq até lá não não depena-lo e aumentar o preço ainda mais no Gti.

      Excluir
    5. os manezitos que não sabem fazer conta ficam parecem umas hienas.
      Se soubessem fazer conta, saberiam que o Golf GTE na Alemanha custa EUR 35 mil euros, que dá R$ 154 mil. Só que nesse preço tem o valor do lucro da montadora e da distribuidora.

      E lá não tem redução de IPI e ausência de II. Fora que a VW pode praticar um preço de transferência bem mais baixo. Logo, o preço do Golf GTE deve ficar na casa de R$ 120k mesmo. E vai aniquilar o Prius. Quem viver, verá.;

      Excluir
    6. aqui na Alemanha o GTE custa "a partir", "A PARTIR" de 37mil euros. Basico.
      O carro que vai pro Brasil nao sera o Basico entao filhu, se acredita que ele vai chegar ai custando menos que o GTi (que aqui na Alemanha o Performance custa a partir de 33mil euros) acorda porque nunca vai acontecer.
      No minimo a partir de 179mil. Abaixo disso duvido muito.

      Excluir
    7. Vamos todos anotar aqui o valor de R$ 120 mil. Se não for isso, reclamaremos à fábrica que o estagiário deles fez propaganda falsa. Mas se for isso, troco meu GTi por um GTE, apesar desse site ter me irritado e ter dito que nunca mais compro Volks.

      Excluir
    8. É só olhar o preço daquelas coisas (Zoe, Bolt e Leaf) que já estão à venda. Com certeza, o GTE será mais caro.

      Excluir
    9. Oh Carlitos, até um Renault zoe é 150.000, então...

      Excluir
    10. tomara q vc acerte no 120mil + 10mil de pacotes como acc, estacionamento sozinho, ... + 5mil teto !!!

      Excluir
    11. o GTI custa na Europa, EUR 33,5 mil, enquanto o EGolf, EUR 35,9

      Excluir
    12. Golf GTE é híbrido. EGolf é eletrico. São coisas diferentes. Elétricos costumam ser mais caros que os hibridos equivalentes.

      Excluir
  2. A dor de cabeça do cidadão que comprar este carro nem vai ser o valor e sim onde vai recarregar este motor elétrico. Isso vai ser que nem o inicio do GNV, a tecnologia é boa mas vai ser atraente daqui a uns 4 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso ele é HIBRIDO, e não elétrico, carrega-lo é uma opção, não é obrigação

      Excluir
    2. Carrega na tomada de 110v ou 220 v de casa. Coisa mais normal do mundo. Para quem roda are 50 km por dia não vai mais entrar em posto. Deixa o carro carregando a noite . E de dia só andar.

      Esse Golf e infinitamente melhor que o Prius pois ele permite carregar em tomada. O Prius não.

      Excluir
    3. Sim pensando nisso é verdade, deixa na garagem carregando a noite, olha vai ser uma ótima solução urbana também.

      Excluir
    4. O que você economiza de Gasolina, gasta de energia elétrica pra carregar esse caro

      Excluir
  3. Bacana esse carro. Tomara q venha pelo preço q o Carlota chutou.

    ResponderExcluir
  4. Preço: R$ 190.000,00 , vai vendo !
    e olha que eu chutei sem levar em consideração os preços padrões VW .

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Seu por apenas "UM MILHÃO DE REAIS". By Silvio.

    ResponderExcluir
  7. Será que finalmente o Golf venderá as 6 mil unidades mensais profetizadas aqui neste blog? Rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  8. gama importada e de nicho GTI e GTE. Nacional já era! morreu faz tempo!

    ResponderExcluir
  9. Se vier por 120k eu levo logo dois...

    ResponderExcluir
  10. 159990 preço d pré venda depois 169990...

    ResponderExcluir
  11. Se vier esse carro q duvido muito!

    ResponderExcluir
  12. Profetizo venda de umas 20 a 30 unidades por mês...

    ResponderExcluir
  13. "vai vender 6 mil unidades por mês" Dinah, Carlos

    ResponderExcluir
  14. Sou o maior crítico do Golf
    Mas esse aí pode vender bem sim!

    ResponderExcluir
  15. entrei na vw portugal e comparei o gte e gti e os preços são parecidos, aqui no brasil o gti tem motor 2.0 e paga mais imposto, e o gte com motor 1.4 , alem de ser hibrido, paga menos imposto!

    considerando q os governos da europa deem bastante desconto no gte para equivaler o preço do gti, e q o gte tem alguns leds a mais, e um dsg diferente, bateria cara, motor mais complexo

    e q o gti custa 144mil tomara q o gte venha por 150mil

    o pessoal disse 190mil e no motor1 180mil, vamos ver como se o preço ano quem vem , rs.

    e tomara q o gte já venha como geração 8 !

    daqui a 5 anos espero comprar um ahahahaahah

    ResponderExcluir
  16. No modo exclusivamente elétrico não fica lento? Qual é o torque?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exclusivamente eletrico é para uso urbano. O torque de carro elétrico esta disponivel desde a imobilidade.

      Excluir
  17. Separei R$120.000,00. Caso custe acima disso o Carlos completa. O carro é fenomenal, mas esse valor é conto da carochinha!

    ResponderExcluir
  18. Expectativa de vendas: 6 unidades/mês

    ResponderExcluir
  19. Por mais 9mil vai logo de classe A nova geração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Novo Classe A é muito inferior a esse Golf. O Novo Classe A usa eixo de torção na traseira, enquanto este Golf tem multilink. O novo Classe A usa câmbio tiptranco, enquanto este Golf usa DSG. O Classe A é petroleiro, este Golf é híbrido e faz 67 km/l de gasolina em cidade.

      Excluir
  20. Interessante mas so pra quem tiver muito dinheiro ao ponto de aguentar a desvalorizacao, pos venda, seguro e manitencao dessa maquina. Eu acredito que vai ter preco pra concorrer com o papa figado do prius

    ResponderExcluir
  21. Esse GTE anda muito bem, propulsão forte. Contudo só vejo vantagem pra quem roda muito na cidade. Na estrada com o TSI 1.4 litro gasolina se faz 740 km com um tanque. Portanto, autonomia de 880 km na estrada não é vantagem. Na cidade poder rodar 50 km só no elétrico já é bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não vejo vantagem nesse carro. E deve vir com um preço estratosférico como quase todos os VW.

      Excluir
    2. Vw e mais caro pq e melhor simples assim, como qualquer produto.

      Excluir
    3. Bom pensamento... por causa de gente assim que os preços não param de subir. Eu valorizo meu dinheiro e por isso sempre busco um bom custo-benefício!!!

      Excluir
    4. Nao e pensamento e realidade, e nada mais justo um produto ser mais caro por ser melhor ou superior. Ruim e quando vc paga caro por um produto inferior como o corola por exemplo, esse sim e um dinheiro mau empregado, ou um Onix por exemplo. Um iphone nunca será barato, ja que foi investido pesado no iOS por exemplo

      Excluir
  22. Na Europa esse carro faz, no modo híbrido, 22km/l de gasolina. Não ache um consumo tão espetacular assim. Se vier equipado com o motor flex/híbrido, como deve vir o Prius, pode se tornar uma compra interessante. Mas se for lançado com o motor a combustão apenas na gasolina não me parece um compra muito racional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VW é melhor carro que Toyota e o resto por isso é mais caro. Nada barato é bom. Como vinho, só caro é bom. E, VW desde o Gol até a Tiguan são muito bons. O Golf GTE tem uma enorme vantagem sobre o Prius, o Golf roda por 50 km no modo elétrico puro a qualquer velocidade.

      Excluir
    2. Tem gente que valoriza o dinheiro. Os "novos-ricos" e o "classe média-abestada" é que gosta de pagar caro para parecer mais rico!!!
      Mas o gosto é muito pessoal. Já olhei carros da VW para comprar, mas sempre acabo me decidindo por outra marca, devido ao custo-benefício.

      Excluir
    3. Já passei por esta fase na vida...hoje só compro VW...não tem linha de carros melhor. Vc ainda terá um VW e, anos depois vai olhar, entrar, testar outras boas marcas e voltará pra Css VW e sairá num VW.

      Excluir
  23. Saiu a lista final do carro do ano 2019 na Europa.
    São 7 finalistas: Alpine A110, Citroën C5 Aircross, Ford Focus, Jaguar I-Pace, Kia Ceed, Mercedes-Benz Classe A e Peugeot 508.

    ResponderExcluir
  24. Imagina os mexânicos da VW do Brasil tentando arrumar um motor híbrido desses. Vai ser uma alegria na hora de comprar e outra na hora de vender.

    ResponderExcluir
  25. 120.000? MMMMMMMMMMMMMMMUAHUEHUAEUHAEUHAEHUUHAEUHAE BRBRBRRHUE

    ResponderExcluir
  26. Na faixa dos R$ 190.000,00 - fonte segura.

    ResponderExcluir
  27. Na verdade o valor da energia elétrica é só 30% do valor da gasolina, vale muito a pena rodar elétrico

    ResponderExcluir
  28. Golf é Golf. The Best! Simples assim. O melhor. Sem discussões. Caro? Acho que não. Quem não pode ter um, só reclama, e compra SUV ou produtos inferiores. Já estou no meu segundo GOLF. Compartilhando o que vi em outra reportagem: "O Golf é para quem realmente gosta de dirigir, gosta de dinâmica, gosta de Tecnologia. E mais: Gosta de Carro!"
    Complementando: Segurança, esportividade, economia...
    Minha meta: um GTI ou o GTE. Se Deus quiser em breve! Abs.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.