Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW T-Cross: fotos e especificações do SUV nacional

Categorias: , , 67 Comentários

A Volkswagen do Brasil apresenta as primeiras imagens do T-Cross no Brasil - modelo que estreia ainda no segundo semestre deste ano. O modelo já está quase pronto para a produção em série.

Novo VW T-Cross 2020

O T-Cross mede 4.199 mm de comprimento e 1.568 mm de altura (10 mm mais alto que o T-Cross europeu). A distância entre os eixos do modelo que será produzido no Brasil é a maior do segmento: 2.651 mm (88 mm a mais do que a distância entre-eixos do T-Cross europeu). Sendo assim, o T-Cross é consideravelmente maior do que o Polo, cujas dimensões são: 4.057 mm de comprimento, 1.468 mm de altura e 2.565 mm de entre-eixos.

Novo VW T-Cross 2020

O T-Cross terá duas opções de motores TSI, que combinam injeção direta de combustível e turbocompressor para entregar alta eficiência energética e prazer ao dirigir. O motor 200 TSI Total Flex desenvolve potência de até 128 cv (94 kW) com etanol. Já o motor 250 TSI Total Flex gera potência de até 150 cv (110 kW).

Novo VW T-Cross 2020

A capacidade do porta-malas é variável entre 373 e 420 litros. O encosto dobrável do banco do passageiro dianteiro oferece ainda mais flexibilidade. Típica de um SUV é a posição elevada dos assentos no T-Cross. O ângulo de visão elevado do T-Cross é obtido graças a uma maior altura livre do solo e ao sistema de bancos.

Novo VW T-Cross 2020

Nas versões do T-Cross com faróis halógenos, a luz de condução diurna é integrada no módulo dos faróis de neblina; já no caso de faróis full-LED, a luz de condução diurna encontra-se acima, na carcaça do farol.



Nas laterais, uma linha característica acentuada divide os espaços. Atrás, ela forma uma seção dos ombros impactante, e assinala na traseira um novo elemento de design da Volkswagen: a faixa de refletores estendida transversalmente na parte traseira e emoldurada por um painel preto.

Coberturas para o painel integram o estilo jovial e as oito cores do exterior (opcionalmente também bicolor) combinadas ao interior do veículo projetado de forma explicitamente generosa para esta classe.

A música do smartphone ou dos serviços de streaming pode ser reproduzida pelo sistema de som “Beats”, com sete alto-falantes e qualidade de som premium. O T-Cross inclui, opcionalmente, um sistema de Infotainment com tela sensível ao toque (touchscreen) de 8 polegadas e o quadro de instrumentos totalmente digital “Active Info Display” de última geração.

Quatro entradas USB (duas na frente, duas atrás) garantem a conexão ideal e energia suficiente para os smartphones. O sistema opcional de travamento e partida “Kessy” torna o acesso ao T-Cross mais confortável, enquanto os faróis full-LED proporcionam mais eficiência luminosa e conforto ao motorista.

O SUV terá aços de ultra-alta resistência e conformados a quente, seis airbags (dianteiros, laterais e do tipo “cortina”) e uma gama especialmente ampla de sistemas de assistência, que inclui sensores dianteiro e traseiro para estacionamento, e o sistema “Park Assist 3.0”, que permite o estacionamento autônomo em vagas paralelas e transversais – e agora com a função de freio de manobra.

Entre os outros sistemas de assistência estão o sistema de “Frenagem Automática Pós-Colisão” (aciona automaticamente os freios do veículo em caso de acidente) e o “Detector de fadiga” (detecta a perda de concentração do motorista e o sistema recomenda uma pausa para descanso).

Além disso, o T-Cross poderá ser equipado com “Seletor do perfil de condução”, para o motorista ajustar a experiência de direção entre os modos normal, ecológico, esportivo ou individual.

Novo VW T-Cross 2020

Todas as versões serão equipadas de série com ESC – Controle eletrônico de estabilidade. Esse sistema reconhece um estágio inicial de que uma situação de rodagem crítica está para acontecer. Compara os comandos do motorista com as reações do veículo a esse comando. Se necessário, o sistema reduz o torque do motor e freia uma ou várias rodas até atingir a condição de estabilidade

67 comentários:

  1. Se tiver uma versão para PCD abaixo de 70mil com isenção completa vai vender muito!! Caso contrario, Creta, Kicks e Renegade agradecem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, espero que tenha, seria minha escolha.

      Excluir
    2. O Pólo TSI só tem o Comfortline pra PCD se o T-Cross vai ser mais caro não tem como

      Excluir
    3. Se o Polo 200 Tsi já vai cair fora do teto (só fica o 1.6 auto) impossível o TCross se enquadrar.

      Excluir
    4. Não vai ter. Desista desse.

      Excluir
    5. Esse aí tá achando que a VW vai fazer ação social e vender o carro com preço menor que na Alemanha...

      Excluir
    6. Jurista de Respeito, não é ação social, todas as outras marcas tem o SUV PCD, por que a VW não pode? Ninguém esta querendo carro de graça, só que esteja no teto para os descontos, entendeu ou quer que desenhe?

      Excluir
    7. Os preços da VW Brasil são compatíveis com os preços da VW Alemanha. Poderia fazer carro pior e conseguir vender a 70 mil. Quem quiser terá q procurar outras marcas

      Excluir
  2. Próximo líder de mercado🚀🚀🚀

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é impressão minha o estes parachock-s estão diferentes do europeu ..

      Excluir
  3. Novamente VW dando aula. Já revolucionou o segemtno de hatchs médios com o Polo. o de sedãs médios (com o Virtus), e agora vem o T-Cross.
    Este será o novo líder de vendas de SUV~s no Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Revolucionou ? Por quê ?

      Excluir
    2. A revolução que Virtus causou seria exatamente o que? Tomar benga todo mês do Corolla? Pq se for isso, o Jetta já vinha fazendo há anos.

      Excluir
    3. Revolucionou, ninguem pensou que um carro com a sigla TSI seria tão lento. Mais pesado que o Golf com o mesmo motor 1.0 TSI

      Excluir
    4. Revolucionou chamando 1.0 T como 200TSI (para parecer 2.0).
      Além de revolucionar o 1.4T chamando de 250 TSI (PARA PARECER 2.5)...

      Excluir
    5. revolucionou.... só um pouquinho atrasado...
      em 15 anos deve ter tido um tempo bom mesmo pra projetar esse carro...

      Excluir
    6. Critica, critica e critica os analfabetos funcionais, mas escreve uma merda sem igual. BUUUUUUUMMMMMMM! Bomba nele, volta para a escola que lá é o seu lugar. Pode isso: "segemtno". Inventou palavra nova.

      Excluir
    7. Poxa Henrrique, tem umas concordâncias bravas aqui no grupo. Mas essa aí que vc tentou fazer uma piadinha parecida com seu ídolo Carlos ficou feia. Dá na cara que aí foi erro de digitação.

      Excluir
    8. Eu sei que foi erro de digitação, mas quando isso acontece com outro, o jumento ignorante do carlos não perde a oportunidade para sair relinchando sobre os erros dos outros. Aqui se faz, aqui se paga.

      Excluir
  4. Com esse visual externo sóbrio demais não será páreo para o HR-V.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. T-Cross tem 2,65cm de entre-eixos contra 2,61cm do HR-V, portanto mais espaço e conforto na cabine, com porta-malas ajustável até 420 litros, do HR-V tem 437 litros (empate técnico), 6AB de série contra 4AB do HR-V, em tecnologia e motores turbo então humilha o HR-V 1.8 aspirado: som beats, CMM 8", Active Info Display, detector de fadiga, seletor perfil de condução, frenagem pós-colisão, faróis full Led, kessy, Park Assist etc.

      Excluir
  5. Respostas
    1. Impossível vir abaixo de 80 mil reais na versão de entrada.

      Excluir
  6. Será que terá vendas esse ano ainda!?

    ResponderExcluir
  7. A ve esta colocando tanta espectativa nesse carro e acho q pode ser um problema. Vide polo e virtus... foi tanta enrolação e os dois nao conseguem bater o onix. Os carros tem acabamento bem abaixo do esperado ja que o q se vinculou tanto era o máximo do projeto original alemão por usar as plataformas modernas mas o produto final não impavtou tanto assim o mercado. Os tres suvs mais vendidos tem mt bom acabamento, entao nao afianta a cw fazer como a renault com o caotur q todo esse investimento será em vão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na realidade a dupla Captur e Duster, que é basicamente o mesmo carro, vende igual aos líderes, com custo de produção muito baixo.

      Excluir
    2. Onix ??? Ouxi o polo é médio

      Excluir
    3. Chapou cara ? O polo está entre os mais vendidos do Brasil sendo um carro bem caro, aliás é o primeiro com preços norte de 60.000,00 a figurar na lista, não estou defendendo o carro, mas o acabamento é par aos concorrentes, plástico duro, mas no caso do polo mto bem montado, em questão de mecânica tem o melhor motor, um câmbio decente, freio a disco nas 4 rodas, o melhor consumo, boa dinâmica e referência em segurança. Se não revolucionou eu não sei o que vai precisar

      Excluir
    4. Bem montado... Mas é feio sem graça.

      Excluir
    5. Um carro caro que não passa a impressão de luxo. Não estou dizendo que não tem qualidade. Mas sinceramente não empolgou. Pensava que seria mais ousado. Mas é um gol melhorado.

      Excluir
    6. Eodj, qual carro passa sensacao de luxo zero com 70 mil reais? Nenhum. Luxo apartir dos 100 mil reais qualquer marca

      Excluir
    7. Não estou aqui dizendo que é o melhor ou pior, se bem montado ou não. É uma questão de opinião do que é agradável aos olhos. Tem ECOSPORT apesar de muitos acharem o ruim. Mas chama mais atenção que o POLO. Quem para quem não conhece acha que é um GOL. Com 70k eu iria de ECO. Teria sorte ou azar, mas a qualidade do produto é o ponto é a impressão.

      Excluir
    8. Desculpa o "Quem para quem".

      Excluir
    9. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    10. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    11. para quem gosta de carro engraçadinho, o EcoSport é a melhor opção mesmo. Não tem nada mais engraçado que a peça que vai entre o banco do motorista e o volante.

      Excluir
    12. ECOSPORT AT custa a partir de 85 mil. E o cara falando que com 70k ia de ECO...

      Excluir
    13. Comprar a ecosport pros idiotas achar que e um carrao e uma boa opcao. Mas voltanfo a terra polo e muito melhor e mais racional, mais seguro e no meu ver, bem mais bonito.

      Excluir
    14. Putz...Gênio foi que falei é questão de opinião. Tem quem goste de POLO. Para muitos não tem graça. Não é líder no mercado.

      Excluir
    15. Sei que aqui a VW é unanimidade.

      Excluir
    16. Citei a ECO pelo valor da SE que estava saindo 70k. Só isto, agora já no universo dos fanboys só há POLO. É GOL melhorado.

      Excluir
  8. Respostas
    1. É, locutor viajou na pronúncia...

      Excluir
    2. E o UP seria o quê Professor? UPÊ???

      Excluir
    3. Primeiro que é up! minusculo igual as vendas e com exclamação sempre.

      Por ser nome próprio, a pronúncia ficou igual ao inglês.

      Excluir
  9. Vai partir de 100 mil com base no que fizeram com o jettJ

    ResponderExcluir
  10. Esse nome é originado da lingua inglêsa, portanto e Ti Cross mesmo.

    ResponderExcluir
  11. A VW tem duas opções com esse T-Cross. Ou venderá muito, ou lucrará muito. Na verdade, fará os dois. Isso porque ela paga menos imposto que TODOS Os conconcorrentes graças ao motor 200 TSI. Esse motor faz a VW pagar 7% de IPI, enquanto os demais pagam 13%....Além disso, tem reduções adicionais de imposto porque o motor é mais econômico que os outros.

    ENtão, a VW pode usar o imposto a menos que paga aos governo, ou para deixar o preço mega-competitivo, ou então deixar ele acima dos demais e mesmo assim liderar, pois as características técnicas deste carro o tornam líder inconteste.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente não será páreo. C4 Cactus porta malas minusculo e com menos equipamentos que o T-Cross. E que tem vendido menos que Tiguan kkk

      Excluir
  13. Ticross é jum bom carro igual ao pólo e virtus. Mas no Brasil só ano que vem.

    ResponderExcluir
  14. Interessante o carango. A conferir o preço.

    ResponderExcluir
  15. 10cm menor que o HRV, com porta malas menor, freio de mão manual, mas pelo menos tem led colorido.

    Câmbio DSG, multlink, materiais nobres para diminuir o peso não fazem parte da estrategia VW.

    Lembrando que toda venda de Polo, Virtus, Jetta, Voyage, Gol, Golf, T-Cross automáticos a Aisin (Toyota) tem parcela de lucro, ao invés de usar o ZF 8 marchas ou DSG (produto interno) a VW prefere pagar pra japonesada...

    ResponderExcluir
  16. Entregando esse ótimo e versátil espaço interno, motor turbo, ESC e 6AB de série já será melhor opção.

    ResponderExcluir
  17. "Além disso, o T-Cross poderá ser equipado com “Seletor do perfil de condução”, para o motorista ajustar a experiência de direção entre os modos normal, ecológico, esportivo ou individual."

    Apenas na versão top

    ResponderExcluir
  18. Esse carro virá muito bem equipado, e acho que realmente vai dar trabalho para os concorrentes. Mas acho que a diferença de 82mil pra 95mil das versões de entrada com câmbio automático do kicks para o t-cross é gigantesca.

    ResponderExcluir
  19. Sobre a data de lançamento: algumas publicações estimam 2º semestre de 2019... Alguém se lembra o espaço temporal que foi decorrido entra a apresentação "camuflada" do Polo e seu lançamento de fato?

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.