Car.blog.br

Pesquisar este blog

Corolla GLi 2014 a 2017: recall para câmbio CVT - Brasil

Categorias: , , 45 Comentários

Além do recall das 53.635 unidades do Corolla 2013 relativo aos airbags mortais (veja aqui), a Toyota chama 65.963 unidades do Corolla GLi 1.8 CVT fabricados entre 31/10/2013 até 11/08/2017, também para recall.

Corolla GLi 2014 a 2017: recall para câmbio CVT - Brasil

Essas unidades apresentam um problema programação do controle eletrônico da transmissão, que pode limitar a velocidade do veículo a 60 km/h. Não há risco de danos materiais nem pessoais aos ocupantes ou terceiros.


Corolla GLi 2014 a 2017: recall para câmbio CVT - Brasil

Os proprietários devem se dirigir a uma concessionária, que fará a reprogramação no câmbio e, se necessário, fará os reparos necessários no sistema.

Corolla GLi 2014 a 2017: recall para câmbio CVT - Brasil

Os proprietários de carros envolvidos neste chamado poderão agendar o serviço nas concessionária da marca a partir do dia 16 deste mês.

Chassis envolvidos:


ModeloFabricaçãoChassis
Corolla GLi 1.8 CVT31/10/2013 a
11/08/2017
J0104446 a J0125110
e
F0001003 a H0104445

45 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Corrigiram corretamente, conforme noticiou o jornal OESP

    ResponderExcluir
  3. Tem também o Recall do Camry para troca do motor (Pistões fora da especificação).

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Também achei estranho. Até 2014 eram 4 marchas auto c/ conversor. Os 2014/2015 já são CVT.....

      Excluir
    2. Verifique corretamente o comunicado ! 31/10/2013 a 11/08/2017 portanto modelo 2014 ! Correto ?

      Excluir
  5. Poxa... terceira notícia de recall Toyota em apenas dois dias kkkkk
    Duas coisas nesse mundo é certeza: o fim dele e o recall da Toyota hahahaha

    ResponderExcluir
  6. Todas as empresas fazem recall invariavelmente...seja Premium ou não...

    ResponderExcluir
  7. Câmbio CVT continua sendo uma ideia, em experiência, ficando os atuais usuários como cobaias.

    Particularmente nunca compraria um carro com câmbio CVT.

    Acho estranho na convocação para o recall estar dito que o defeito não proporciona riscos de danos materiais ou pessoais. Como não? Imaginem um Corolla fazendo uma ultrapassagem e, de repente, o carro não passa de 60 km/h. O condutor poderá ficar surpreso, não saber imediatamente o que fazer, abortar a ultrapassagem, tentar prosseguir e não conseguir tendo outros carros vindo em sentido contrário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma idéia... Tá falando besteira... Carros são equipados com CVT desde a década de 90...

      Excluir
    2. Uma ideia sim. Uma ideia muito antiga mas que nunca vingou totalmente. Para o Corolla 2019, estão falando em colocar uma engrenagem para a primeira marcha. E aí, o cambio não deveria ser apenas uma polia, continuamente variável.

      Na verdade, com o CVT, o condutor não tem o total domínio do carro. Se precisar aumentar ou reduzir marchas, para melhor desempenho (em várias situações) não vai ter de fato, pode ter apenas uma simulação, em determinados carros. Faz simulação de marcha por quê? Porque na verdade a existência de marchas é importante num automóvel, no sentido de se ter um completo domínio do carro. Simulação não faz isso.
      CVT? Não compraria nunca!!!!

      Aliás, meus carros de uns anos para cá foram/é automatizados com dupla embreagem. DSG, uma perfeição!

      Excluir
    3. O câmbio CVT é uma ideia do século passado. Deve ter evoluído. Tenho dois automóveis CVT. Um com 10 anos outro com 1,5. Nenhum deu problemas. Talvez por serem da Honda.

      Excluir
    4. Já ouviu falar em shift paddle? Em tiptronic?

      Ora, kickdown nem sempre resolve. Vai confiando no kickdown. Uma hora ele vai te deixar surpreso. Vai passar para a marcha seguinte antes, sem você querer, quando o ideal seria ainda se manter reduzido. Espero que tenha dado tempo para você já ter ultrapassado o veículo pretendido.

      E se você, estando em uma sexta marcha, quiser reduzir para uma terceira, ou uma segunda marcha? O kickdown não advinha a marcha para qual você quer reduzir. Ele entende que deve reduzir, mas reduz para a marcha que ele entende ser a mais apropriada, o que pode não é a ideal.

      E cá para nós. Kickdown é para reduções de marchas. Em alguns CVT, isso é apenas uma simulação, pois nele não existem de fato marchas.

      Excluir
    5. Corrigindo:

      E se você, estando em uma sexta marcha, quiser reduzir para uma terceira, ou uma segunda marcha? O kickdown não advinha a marcha para qual você quer reduzir. Ele entende que deve reduzir, mas reduz para a marcha que ele entende ser a mais apropriada, o que pode não ser a marcha ideal.

      Excluir
    6. O tipritronic não permite ir da 6ª para a 3ª sem passar pela 5ª.

      Excluir
    7. Primeiramente, a simulação de marchas pelo CVT é para atender uma demanda puramente mercadológica, uma vez que muitos não gostam do câmbio pelo comportamento que se assemelha a uma "patinação" da embreagem. Não altera, no entanto, a eficiência do câmbio.

      Em segundo lugar, ao utilizar o kickdown, o sistema mantém o regime de rotação sempre na faixa ideal para melhor desempenho. Se passou a marcha seguinte, é porque o rendimento do motor será melhor na mesma do que no limite de giro da marcha anterior.

      O CVT é um câmbio excelente pra uso diário e muito mais confiável do que a maioria dos AT/DCT. A perda mais significativa se dá em reduções para utilização do freio motor, motivo pelo qual não é utilizado em carros com proposta esportiva. Mas em aceleração plena e uso urbano, sempre será mais eficiente do que um AT convencional ou a maioria dos DCT.

      Excluir
    8. Alcides, seu comentário está perfeito pois Honda não é uma montadora generalista ! Eu também tenho Honda e nunca deu problema no cambio CVT

      Excluir
    9. O cara quer reduzir em alta velocidade de 6ª para 3ª?
      Acho que cambio nenhum aguenta.
      Melhor ler isso do que ser cego.

      Excluir
    10. O DSG permite reducoes de marchas em sequência, mas em frações de segundos.

      A limitação é apenas o limite de giros do motor.

      Nas velocidades normais de estradas, reduz-se de uma sexta para uma segunda em frações de segundos. Já fiz isso várias vezes com Jetta 2.0 TSI, Golf GTI e Passat Highline.
      Simplesmente as ultrapassagens são instantâneas.

      Excluir
    11. O kickdown não é o ideal. Existem situações em que deve-se manter o motor na rotação ideal para ser rápido e sem o riisco de passar para a marcha seguinte, que, em ocorrendo, atrapalha manobras de ultrapassagens e expõe o condutor a riscos de acidentes.
      Isso fica claro nos casos de ultrapassagens de vários carros, sendo cada carro por vez, quando se tem que ultrapassar um carro e ficar após o carro seguinte, para depois ter oportunidade de ultrapassa-lo também

      Excluir
    12. Augusto, você está falando sem saber cara... Olha os câmbios CVT da Nissan. No meu Sentra, existe um botão chamado overdrive. Se você aperta ele, o overdrive é desligado, deixando as rotações altas para você deixar o carro mais esperto, ou usar como freio motor, ou como você quiser. É triste ver você falando de algo que não sabe com toda essa prepotência...

      Excluir
    13. Não se trata de prepotência. É experiência de estrada.

      Duvido que esse botão overdrive da Nissan seja mais eficiente do que o condutor ter a possibilidade de colocar e manter a marcha que ele (condutor) entenda ser a mais apropriada.

      Como disse, existem situações em que se é mais rápido (e de forma mais segura) utilizar e manter determinadas marchas. Não se pode ficar à mercê do que o câmbio vai fazer.

      O câmbio DSG possui modo sport, onde o carro se mantém em altos giros. Espetacular, o carro fica muito rápido mesmo. Mas em algumas situações, quem deve decidir marcha e a rotação do motor é o condutor, por isso a opção do modo manual (escolhendo as marchas pelo shift padlle do volante ou pela alavanca na posição tiptronic) é mais eficiente.

      Na verdade, para se ter o total domínio do carro, o melhor é o câmbio manual. Mas em se tratando de câmbios "automáticos", os automatizados de dupla embreagem são os melhores (aos menos os do grupo VW), porque são os que mais se aproximam do câmbio manual, no que se refere ao fato de se ter o carro sob o domínio do condutor. E, nesse aspecto, o CVT está muito distante disso.

      Excluir
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  9. Porque só os 1.8? Os 2.0 não utilizam o mesmo câmbio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os 2.0 usam o CVT Multidrive-S, com simulação de 7 marchas. O MUltidrive do 1.8 não tem simulação.

      Excluir
    2. Acho que não Carlos. Já li algumas avaliações desse modelo, e em todas é dito que o câmbio também simula as 7 marchas e que é o mesmo do 2.0, com exceção da opção de modo Sport que está presente no CVT do 2.0 (se é que tem como CVT ser esportivo rsrs).

      Excluir
    3. Carlos, vc está correto !

      Excluir
    4. O 1.8 CVT também simula 7 marchas assim como o 2.0 CVT. A diferença é o modo SPORT disponível somente no 2.0

      Excluir
  10. genti...se o corolla é tão bom porque tem tanto recal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carro tão bom que vive em oficina hehehe

      Excluir
    2. Os compradores acham que é status ter um Corolla ! Vejam por exemplo o Etios, as pessoas compram porque é Toyota ! O carro é ridículo, mais feio que o dragão da Daenerys, aliás quem está ganhando dinheiro é o fabricante de pomada para torcicolo ! Entendeu ? Mas com o Yaris o painel já voltou no local apropriado, e os bobo da corte ficarão com um mico na mão !

      Excluir
    3. Não vai usar a palavra GENERALISTA? Aliás, vc fala que a VW é. Acima vc citou que possui Honda. E disse que não é generalista. Vc manja muito hein. Honda pra vc é premium. SQN

      Excluir
    4. Por acaso a Honda fábrica Todos os tipos de veículos seu mané ???

      Excluir
    5. Sim. Fabrica. Todos os tipos. E mais uma tonelada tranqueira que a VW não faz. Vc anda com uma porcaria dessas e nem sabe o que é? Parabéns. Seu mané.

      Excluir
    6. E tem mais, manezão, já viu motos Honda? Existe. Existe empilhadeira Honda. Jet-Ski Honda. Motores cortador de grama Honda. Seu r3tardado.

      Excluir
    7. Pare de ficar repetindo tudo feito papagaio a vá pesquisar bobão!

      Excluir
    8. Quem tem grana para comprar Honda compra, quem não tem fica chupando o dedo seu Zé mané, aliás não pedi sua opinião sobre o meu comentário ! Para seu conhecimento sempre comprei os carros da VW desde Fusca 1977 até Voyage 2010 sempre zero km e sempre tive problemas com todos eles inclusive no pós vendas, ao mudar para Honda meus problemas acabaram ! Portanto a grana é minha e compro o que bem entender seu babaca ! Mas tu ficou ofendidinho porque possui carro da VW, não é mesmo seu Ze mané !Poderia ter ficado calado ! Aposto 100% que nunca entrou dentro de um carro da Honda seu Otário e nem tem grana para comprar !

      Excluir
    9. Eu simplesmente estava comentando com o Alcides,e vc foi simplesmente um intruso na minha postagem, só poderia ser Zé mané mesmo !

      Excluir
    10. Geeeeeeeente, o que éeeeeeeeee iiiiisssooooo?

      Excluir
    11. Eu já entrei dentro de um Honda pois meu pai tem um Accord. O carro era pra ser de luxo da Honda. Só que como a Honda não tem isso, com menos de 10 mil km já estava parecendo uma escola de samba. Os outros Honda são todos inferiores ao Accord em tudo. Agora, imagine o monte de lixo que é. Se eu tenho dinheiro pra ter um Honda? Um Accord não mesmo. Talvez um Civic. Mas não rasgo dinheiro pra gastar em porcaria. Enquanto VW fizer máquina de qualidade sou VW. Os seus deram problema? Parabéns então gênio. É mais burrro que eu pensava.

      Excluir
  11. isso explica a queda de preço na versão GLI.

    ResponderExcluir
  12. Aliás nem era preciso chamar para recall, pois vovô não anda mais que 60 km/h nas estradas !

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.