Car.blog.br

Pesquisar este blog

GM Tracker Premier 2018: fotos, preço, consumo e detalhes

Categorias: , , , 49 Comentários

A Chevrolet do Brasil lança a nova versão topo de linha do SUV compacto Tracker, Premier, que sucede a antiga versão LTZ, tem preço sugerido de R$ 96.790 reais - R$ 2.900 reais acima do anterior, mas já trazendo de série o Controle Eletrônico de Estabilidade e Tração.

Chevrolet Tracker 2018 Premier

Além dessa versão, mantém-se em linha o modelo de acesso, Tracker LT, ainda sem os sistemas ativos de segurança, com preço sugerido de R$ 85.890 reais. Assim como o a LTZ, o Premier é sub-dividido em duas configurações: Premier I e II.

Chevrolet Tracker 2018 Premier

O Tracker Premier I, de R$ 96.790 reais, traz, além do ESP, bancos de couro, teto-solar elétrico, sensor de estacionamento, câmera de ré, alerta de ponto cego, chave presencial, faróis com projetores e sistema de posicionamento diurno em LED.

Chevrolet Tracker 2018 Premier - interior

Já a Premier II, precificada em R$ 99.990 reis, tem todos os itens do Premier I, e acrescenta airbags laterais e de cortina oferecidos e alertas de mudança de faixa e de colisão. Mas fica devendo sensor crepuscular e de chuva.

Chevrolet Tracker 2018 Premier

Esses dois sistemas de alertas não atuam nos freios e tampouco na direção. Apenas emitem sinais sonoros para avisar o motorista no caso de iminência de colisão frontal, ou de saída involuntária de faixa.

Chevrolet Tracker 2018 Premier

Em termos mecânicos não há alterações, mantendo o motor 1.4 Turbo Flex de 153 cavalos e 24,5 Kgfm de torque a 2.000 rpm, associado com a transmissão automática de seis marchas, de conversor de torque.

Chevrolet Tracker 2018 Premier

Esse conjunto acelera o Tracker Premier de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos, para atingir uma velocidade máxima de 198 km/h.

Chevrolet Tracker 2018 Premier

O consumo do Tracker 1.4 Turbo Automático Premier, segundo o INMETRO, é de 7,3 km/l de etanol em cidade, e 8,2 km/l em estrada. Com gasolina, o modelo faz 10,6 km/l em cidade, chegando a 11,7 km/l em estrada.

Chevrolet Tracker 2018 Premier

A direção tem assistência elétrica, acionado rodas de 18 polegadas montadas em pneus 215/55 R18.

Ficha técnica – Chevrolet Tracker 1.4 Premier Automático

Motor: flex, dianteiro, transversal, 4 cilindros, 1.4L, 16V; Potência: 150 cv a 5.600 rpm (G) / 153 cv a 5.200 rpm (E); Torque máximo: 24 Kgfm a 2.100 rpm (G) / 24,5 Kgfm a 2.000 rpm (E); Câmbio: automático, 6 marchas, tração dianteira; Suspensão: McPherson(dianteiro), eixo de torção (traseiro); Freios: disco ventilado (dianteiro), tambor (traseiro); Direção: assistência elétrica; Diâmetro de giro: 11,3 metros; Rodas e pneus: 215/55 R18; Dimensões: comprimento, 425,8 cm; largura, 177,6 cm; altura, 167,8 cm; entre-eixos, 2,555 cm; Peso - 1.413 kg; Tanque: 53 litros; Porta-malas: 306 litros; Preço: R$ 96.790 (Premier I); R$ 99.990 (Premier II)

49 comentários:

  1. Achei pouco para ser chamada de premier. Bem vindos ESP, mas o Ar-condicionado é manual e banco não é elétrico. Já é o segundo carro que tenho com ar-condicionado digital, é muito bom, coloca-se a temperatura que gosta e esquece, pois se estiver frio, aquece, se estiver calor, esfria, muito bom. Outra coisa que gosto muito, é o frio elétrico com Hold On, tirar o pé do freio no farol e o carro não sair andando, evita uns apuros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Freios: tambor (traseiro) kkk, freios mais robustos e adaptados para o piso brasileiro.

      Excluir
  2. Esse Tracker nada mais é que um Onix com suspensão elevada.
    Nâo vale a pena nenhum SUV compacto dda atualidade.
    Quem quer um carro desse, melhor esperar 6 meses e pegar o VW T-CROSS, que chega em 2018, com motor 200 TSI, transmissão automática, plataforma de Polo/Golf, mais leve, mais rígido, mais bem acabado, infinitamente mais bonito que essas boquetagens que temos hoje no mercado.

    http://www.car.blog.br/2017/06/vw-confirma-producao-do-t-cross-no.html

    Esse Tracker eu não testei e não gostei. Não recomendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Risos, o Tracker é na verdade um SONIC altinho, se fosse um Ônix altinho seria feito no Brasil, e não no México.

      Excluir
    2. VW TROC concorre com esse Tracker. Ambos são Suvs compactos de acabamento plástico vagabundo.

      Excluir
    3. vou esperar, sempre vou esperar, seguir seu conselho, até pq a vw faz carros infinitamente superiores em todas as categorias, certo?

      Excluir
    4. VW TROC concorre com esse Tracker. Ambos são Suvs compactos de acabamento plástico vagabundo.

      Ah, entendi. Vc não chegou perto de nenhum dos dois, e já sabe a qualidade do material, certo? Errado.
      Vc não passa de um mané relinchando sobre o que não sabe.

      Excluir
    5. E vc chegou perto c a sua caloi certo?

      Excluir
    6. O Tracker é um excelente carro. Tenho um LTZ2 2017. Econômico, faz 11,5 km/l de etanol na estrada e 15 na gasolina (comum). Tem 24,5kgfm de torque. Nenhum outro tem nada parecido. O acabamento é ótimo, considerando os concorrentes. É extremamente silencioso, o motor só é ouvido quando se pisa fundo, mas mesmo assim,não incomoda. Quem não testou, não conhece, tem que fechar a boca e parar de mimimi. A Volkswagen não tem nada para competir no mesmo segmento e quando vier, terá cara de Gol, será pé de boi e, mesmo assim, os fanáticos vão continuar dizendo que é o máximo....

      Excluir
    7. Pois é, Fábio. A melhor opção do segmento é um carro que ninguém sabe, ninguém viu, ninguém sabe a data de lançamento, a cara, o preço, os equipamentos, etc.
      Esse cara é doente, não se assuste.

      Excluir
    8. A tracker é o SUV do SONIC e não do Onix. A tracker é feita no México.
      Entao pesquise antes de relinchar.....

      Excluir
    9. Esse tracker teve ótimo desempenho no rigorosíssimo teste de colisão do IIHS, nos EUA (testado como Buick Encore).

      http://www.iihs.org/iihs/ratings/vehicle/v/buick/encore-4-door-suv/2017

      Excluir
    10. Será o T Cross ou o T Roc da VW que virá para o Brasil em 2018 ?

      Excluir
  3. Agora com ESP, motor turbo e at6. Ficou a melhor opção na mesma faixa de preço.
    Essas rodas 18/são lindas.

    ResponderExcluir
  4. ..."Esse Tracker eu não testei e não gostei. Não recomendo...."

    Então sua opinião não importa.

    ResponderExcluir
  5. GM correndo atrás, oferecendo o que já seria obrigatório e cobrando bem por isso. Com tantos lançamentos em 2017 (Creta, Kicks, Captur...) os caras vem dourar a pílula com um carro que é mais do mesmo em relação aos concorrentes, é importado e mal construído. Vai continuar na lanterna, mesmo tendo motor turbo mais eficiente que os concorrentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida, se eu fosse pegar um SUV compacto, esperaria o T-CROSS, que chega em 2018, infinitamente melhor que todos.

      Mas se eu estivesse na urgência, e quisesse agora, o Tracker agora com ESP é o melhor de todos.

      A questão de vendas é irrelevante para o consumidor. E no Brasil só vende menos porque é importado do México e tem cotas de importação. Não dá para comparar vendas de carros fabricados aqui (Creta/HR-V/Captur) com um que vem importado com cotas.


      |Tecnicamente falando, o Tracker hoje é superior aos outros em mecânica e acabamento. Mas fica atrás em espaço traseiro.

      Excluir
    2. t roc com motor 1.0
      só pode ser piada
      gastão

      Excluir
    3. É muito mais saudável qd se usa a razão, e qd se usa respostas que some nos comentários, vc é um cara que conhece de carro, mas parece que gosta de ficar falando bobagens para os outros ficarem falando besteira a seu respeito, o melhor carro é aquele que atende a necessidade de quem o tem

      Excluir
    4. Traduzindo, o que o Carlos quis dizer é:
      “ESSE TRACKER É UM ONIXZÃO KKKKK”

      Não é isso, Carlos?

      Excluir
    5. Um cara capaz de colocar um comentário de alto nível desses, mas logo acima ser tão mal educado e deselegante, não dá pra entender.
      Mas é isso aí, o ser humano é complexo mesmo,

      Excluir
    6. Carlos esperando o TCROSS até quando? Falar de SUV que ainda não chegou para comprar não vale... Além disso se o da TOYOTA chegar junto já sabemos o resultado...

      Excluir
    7. Tracker não vende pouco por causa das cotas, mas porque é meia boca mesmo. Tem quem goste e respeito, mas basta verxa avaliação de todas as midias especializadas pra concluir isso. Quanto às vendas, importa pois influencia no valor de revenda. Carro q vende mais qdo zero tem revenda mais fácil obviamente.

      Excluir
    8. Pqp
      Olha o comentário do 4patas!
      Parabéns pela serenidade, isso é ser imparcial.
      Poderia continuar assim... Acho q pedi demais.

      Excluir
    9. Curti muito seu comentário Carlos. Espero que esta exceção se torne regra. Conhecimento não lhe falta!

      Excluir
    10. O "SUV" do Onix é o Onix Activ, que é o compacto Aventureiro da GM.
      Que por sinal é muiito bonito.

      Excluir
  6. Colocaram freio a disco atrás ou ainda está com o tambor??????????????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que mantém o tambor. Mas precisa ver se recalibraram os freios, isso conta mais do que a ficha técnica.
      Nos testes da Autoesporte o Ecosport (com freios a tambor traseiro) teve as melhores marcas de frenagem do comparativo (que incluía dois modelos com freio a disco nas 4 rodas - Renegade e HR-V).

      Excluir
  7. O T-CROSS está previsto para qual mes de 2018, alguem sabe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. segundo semestre Eduardo, mas como conhecemos a VW é provável que atrase e saia beeem no final do ano, espero estar enganado, o modelo promete !

      Excluir
    2. Até agora, ninguém sabe qual vai ser : T Cross ou o T Roc em 2018 ?

      Excluir
  8. onde vc já viu onix com motor 1.4 turbo de 155 cavalos menos carlos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É pra justificar o motor 1.0 que vem no Polo Cross (troc).

      Esse tracker com as medidas de segurança não tem concorrência, simples assim. Baita carro.

      Excluir
  9. Já andei nesse carro com motor turbo, muito bom, agora com ESP ficou melhor. Só acho o porta-malas muito pequeno.

    ResponderExcluir
  10. Tambor na traseira, sem freio de estacionamento elétrico, sem teto solar, acc de perfumaria, 6 airbags só na top, quem comprar entende nada de carro

    ResponderExcluir
  11. Carro top, vi pessoalmente e gostei. Mas na mesma faixa de preço prefiro um ix35.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ix35 na mesma faixa de preço é superpelado, e sem ESP.

      Excluir
  12. Faltou muitos aplicativos nessa lojinha rss. não justifica o nome premier

    ResponderExcluir
  13. Eu não confio em carro GM, durabilidade é baixa e o acabamento não agrada, mas pelo menos adotaram os motores turbo, e pelo visto aspirados ficarão apenas com os carros de menor porte conhecidos como meio de transporte.
    Carros acima de 60k na minha opinião, no mínimo tem que ter de série, motor turbo e ESP.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  15. Agora parem de chorar sobre o ESP, ah sim vão reclamar do freio a tambor nas rodas traseiros. Povo mimimizento viu

    ResponderExcluir
  16. Pra mim esse carro já veio fracassado para o Brasil, extremamente caro quando foi lançado (não estou falando da antiga Tracker) e atualmente tem concorrentes bem melhores. Gosto muito da GM, mas nessa eles estão errando feio.

    ResponderExcluir
  17. Primeiro o Cruze 1.4T, depois o Tracker 1.4T e agora o Equinox 2.0T
    Chevrolet conseguiu melhorar muito no Brasil

    ResponderExcluir
  18. Por isso eu falo.... na GM todos os carros possuem um MAS agregado.

    essa premier tem tudo isso, MAASSS deve sensor de chuva e crepuscular? Tem carro de 40 mil ai que tem isso.... pelo amor de Deus neh
    E o disco na traseira? Quero ver isso descendo a serra das araras carregado com tambor na traseira.... mano vo fala heim, cada vez menos compensando comprar carro zero ai no Brasil.

    A CHEVROLET eh tonta, perdendo a oportunidade de ter o carro com 10 airbags e mais completo como eh a vendida nos EUA.
    E daria muito bem pra vender essa Premier II no preço da I, muito bem. Exageiro e ainda sem disco na traseira (acho isso importante, pois sei como faz falta quando carro ta carregado) e faltando sensor de chuva e crepuscular, 3 coisas BARATAS e atoa de se ter em um carro.

    ECONOMIA BESTA

    ResponderExcluir
  19. Incrível com a GM parece que se recusa a fazer algo certo. Ia amanhã conhecer e possivelmente fechar a compra de uma Premier, pois a vendedora me garantiu que viriam os freios a disco na traseira. Agora que oficializou que não vêm mesmo, desisti. Como Danilo falou acima: economia besta. Mais uma vez! Larguei os bets!

    ResponderExcluir
  20. Único problema pra mim é o Start-stop que não tem a função desativar!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.