Car.blog.br

Pesquisar este blog

Peugeot 208 e Citroen C3 brasileiros terão motor 1.0 Opel

Categorias: , , 32 Comentários

Os primeiros reflexos no mercado brasileiro da aquisição da montadora de automóveis alemã Opel pelo grupo francês PSA - Peugeot-Citroen - não demoram a surgir.

Novo Peugeot 208 1.0 2018

Segundo o jornalista Roberto Nasser (veja aqui), no curto prazo a PSA substituirá os motores PureTech 1.2 Flex dos Peugeot 208 e Citroen C3 por um motor três cilindros 1.0 da Opel, que emprega eixo de contra-rotação interno para anular vibrações típicas de motores de três cilindros.

Novo Citroen C3 1.0 2018

O motor 1.0 de três cilindros será importado, como os atuais 1.2 Puretech, mas como têm cilindrada inferior a 1 litro, permitirão o enquadramento dos modelos Peugeot 208 e Citroen C3 na faixa de IPI de 7%, bem abaixo dos atuais 11% aplicados aos modelos com motor 1.2 Puretech.

Motor 1.0 de três cilindros Opel que equipará Peugeot e Citroen no Brasil

Dessa forma, há um ganho expressivo do ponto de vista de redução de imposto, com ganhos de competitividade.

32 comentários:

  1. Agora sim vai ter um motor confiável. Podia trazer logo os carros inteiros da Opel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe nada, motor oferece é o mais premiado internacionalmente na atualidade. Sempre tem um desses pra falar que o pior é melhor

      Excluir
    2. Sabe nada, motor puretech é o mais premiado internacionalmente na atualidade. Sempre tem um desses pra falar que o pior é melhor

      Excluir
  2. Opel nada mais é que a GM certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não. Opel é a parte boa da GM, e não esses lixos que vendem hoje aqui. Opel era Astra, Vectra, Calibra e etc..

      Excluir
    2. Não não Peterson. Parodiando o Carlos, a tecnologia e qualidade Opel está anos luz a frente da GM.

      Excluir
  3. Era da GM, e eu não sei porque a GM não trouxe esse motor para equipar os carros de entrada da marca.... vai entender... acho que continua a velha política de vender as velharias por aqui e ter um lucro um pouco maior.. a VW faz a mesma coisa com o câmbio i-motion, que fez a VW perder mercado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque GM não respeita seu consumidor, só pensa nos lucros. só isso!

      Excluir
    2. A GM fabrica os motores dela aqui, teria de substituir o produto nacional pelo importado. Já a Peugeot, como já importa o dela, tanto faz importar um como o outro, e como o 1.0 é mais vantajoso tributariamente...

      Excluir
  4. Num mundo ideal, a redução do custo seria dividida com o consumidor de forma que ambas as partes saiam ganhando. No entanto, todos sabemos que isso será totalmente revertido em lucro.

    De qualquer forma, segue o jogo, pelo menos continuaremos com acesso a motores modernos e de qualidade comprovada.

    ResponderExcluir
  5. Os motores Peugeot sempre foram confiáveis, agora, Brasileiro que se acha demais, e compra Corolla de 100.000 e Fit de 85.000.

    Isso mostra e prova a total falta de conhecimento.

    ResponderExcluir
  6. Uma boa estratégia do Grupo Psa seria concentrar a produção Peugeot/Citroen na Argentina e a planta de Porto Real se tornar linha de produção da Opel para o mercado local e America Latina/USA.

    ResponderExcluir
  7. No momento estou usando um Opel Astra com motor 1.0 turbo. Realmente não se sente vibração do motor 3 cilindros, mas a sensação é que ele puxa menos que o Up TSI. Também acho que ele poderia ser mais econômico. Mas acho que é um bom motor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao seria devido aos 300 kg de diferença entre um médio e um subcompacto?

      Excluir
    2. Seria a mesma situação de utilizar exatamente o mesmo motor do UP TSi no Golf. Andaria menos e beberia mais.

      Excluir
    3. Eu tenho aqui na Europa um Opel Corsa 1.2 com 89000 km. Sensacional, o consumo nominal é de 23,82, mas já cheguei a fazer 27 na estrada. Incrivelmente econômico. Realmente o motor peca um pouquinho no desempenho comparado a outros, mas a economia e confiabilidade é de tirar o chapéu, fora o acabamento e conforto, que a meu ver da um banho nos VW similares daqui.

      Excluir
    4. esperar pra ver se vem o 1.0 turbo. não falaram desse acréscimo do turbo na reportagem. além disso, bem que poderiam trazer pra cá tb a nova geração do 208 europeu quando sair.

      Excluir
  8. Respostas
    1. Mas eu acho esse 1.2 Puretech melhor. Bem econômico.

      Excluir
    2. O que economiza com combustível gasta com manutenção que é os olhos da cara

      Excluir
    3. Errado, entre no site da Peugeot e verifique a tabela preço fixo das revisões anuais. Bem abaixo de outros.

      Excluir
    4. Ficou com um motor melhor, poir o 1.2 Puretch já foi premiado várias vezes na europa. Vai dançar que não pegar, porque com o 1.0 só vai dar mais lucro para a montadora. Prefiro o 1.2.

      Excluir
  9. Eu tenho um c3 com 200milkm o carro é excelente

    ResponderExcluir
  10. Citroen com motor nacional já é uma bomba em manutenção, imagine com motor importado...

    ResponderExcluir
  11. Maioria das reclamações da Peugeot e Citroen são sobre cambio e suspensões. sobre motores são poucos e raros os problemas , eu nunca tive problemas com motores de ambas as marcas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  12. Nos 3 Peugeot que tive (206 Rallye ano 2000, 206 Moonlight ano 2008 e 207 XR 2011) os problemas que tive foram sempre na parte de suspensão, mais especificamente nas balanças da suspensão e amortecedores que ainda parecem frágeis para a nossa buraqueira. De resto, nunca tive que trocar nada que não fosse de manutenção preventiva.
    Os dois primeiros, vendi com mais de 95 mil km e ainda rodavam bem e eram econômicos. O 207 vendi com 55 mil km aproximadamente, também sem problemas de motor. Todos eles sempre com a preventiva em dia.

    ResponderExcluir
  13. Só lembrando que é redução de custos pra PSA não para os consumidores !! Sobre o desempenho e consumo? vai ficar como saindo do maravilhoso 1.2 puretech para o 1.0 opel?

    ResponderExcluir
  14. O grupo psa pertence a investidores chineses. Isso é escondido há anos do público consumidor. De francês só tem o nome

    ResponderExcluir
  15. O grupo psa pertence a investidores chineses. Isso é escondido há anos do público consumidor. De francês só tem o nome

    ResponderExcluir
  16. Land Rover é indiano e Volvo chines tb. E daí? Eles entram somente com a grana que tem muito.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.