Car.blog.br

Pesquisar este blog

Cruze Hatch vendido na China tem câmbio "DSG" 7 marchas

Categorias: , , 17 Comentários

A General Motors lançará o novo Chevrolet Cruze hatchback na China neste mês, em uma tentativa de aumentar as fracas vendas da marca no mercado chinês, que é o maior do mundo.

Chevrolet Cruze Hatch 2017

O Cruze Hatch na China será oferecido com duas opções de motor: turbo de 1,4 litros ou um aspirado 1,6 litros.

Chevrolet Cruze Hatch 2017

Esses motores podem ser acoplados a uma transmissão de dupla embreagem de sete marchas com com função stop-start (similar à transmissão DSG-7 da Volkswagen), ou uma transmissão manual de seis velocidades. Com a caixa DCT, o consumo médio informado é 21,3 km/l. No modelo vendido no Brasil substituiu-se a transmissão automatizada "DSG" de 7 marchas por uma transmissão automática convencional de conversor de torque.

Chevrolet Cruze Hatch 2017

O Cruze gerou vendas globais no ano passado de 208.718 veículos. A GM diz que foi o modelo mais vendido da Chevrolet na China, mas a empresa não divulgou os seus números na China.

17 comentários:

  1. Eu não entendo o que a Gm quer da vida com esse Cruze. Esse carro chega ao mercado 4 anos depois do Golf e é pior em tudo.
    O desenho desse Cruze é totalmente anti-estético. Essa frente não é agressiva, não é harmoniosa, nada. A lateral é feia, com uma coluna C fininha, não dá esportividade ao carro. E a traseira pior ainda.
    O carro é 30 cm amior que o Golf e perde em espaço interio para o golf.
    O motor é 1.4 turbo, enquanto na Europa o golf já tem um 1.5 turbo com desativação de cilindros.
    O Golf já tá na segunda geração do cambio DCT, e a GM ainda na primeira.
    Esse carro não tem front assist, não tem piloto automático adaptativo, nao tem pos colission brake, não tem diferencial XDS, não tem painel totalmente em soft touch como o Golf.
    Esse cruze é ridículo. E a GM sabe que ele é ridículo, que nem vende ele na Europa. Aliás, nem adianta vender, pois teria que ser oferecido na metade do preço do Golf.
    Por falar em Golf, o carro agora tem condução autônoma e painel com virtual cockpit e ainda multimid acom controle gestual.
    E o Cruze? A novidade é o cãmbio DCT, que tá no Golf desde 2002. Sim, 2002! Dois mil e DOIS.
    Cruze hatcg? uma piada.
    Gm, respeite o povo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Golf Ganha em porta malas, mais em espaço traseiro o Cruze e bem superior, o cruze oferece auxiliar de mudança de faixa, Assistente de estacionamento, isso a um preço mais em conta, o Golf é um carro superior, mais o Cruze tem suas Qualidades.

      Excluir
    2. mas e mais 2 palavras "similares" porém cada uma com seu significado.
      Quando trocadas é realmente difícil entender a ideia da frase.

      Excluir
    3. Exato Guilherme, não adianta oferecer um monte de opcional se no total eles custam quase outro carro... Quando comprei meu Golf por mais que eu fizesse questão do Farol de LED/XENON os 10 mil pedidos no pacote foram demais pra mim... e quem pagou pelo pacote levou prejuizo pois na revenda hoje (fonte webmotors) a pedida dos Golfs com couro+xenon é praticamente a mesma dos Golf sem o pacote....
      Enfim, no Golf 2018 parece estarem corrigindo isso, o farol agora Full Led acredito que até justificaria uns 10 mil no pacote, e além disso estão alinhando alguns recursos para todos os Golfs virem equipados desde a versão básica.
      Tomara que esteja andando por aqui em 2019...

      Excluir
    4. Vamos parar de relinchar, por favor.
      O Golf TSI 125 cv, que custa R$ 75 mil reais, R$ 15 mil mais barato que o Cruze mais barato do mercado, já vem com 7 airbags (Cruze apenas 4), painel todo emborrachado (Cruze de plástico duro), pos collision brake (cruze não sabe que existe), diferencial XDS/EDD (Cruze não sabe que existe), sensores de estacionamento dianteiros e traseiros park pilot (cruze não sabe que isso existe). Golf tem faróis de neblina com corneriing light (cruze não sabe que existe).
      Enfim, o Golf É R$ 15 mil mais barato que o Cruze, e muito mais completo. fatos. Apenas fatos.

      Excluir
    5. E eu não entendo o que a VW quer com o Jetta. E outra, como se a frente do golf fosse agressiva!! Orelhada carlotinha!! menos..menos.

      Excluir
    6. E eu não entendo o que a VW quer com o Jetta.

      É claro que vc não entende. mas quem pensa um pouco entende bem. A VW quer com o Jetta, por exemplo, vender 650 mil unidades em 2016, mesmo com o carro no mercado desde 2011, sem quase alteração.

      E outra, como se a frente do golf fosse agressiva!! Orelhada carlotinha!! menos..menos.

      Quem disse que a VW quer fazer frente "agressiva". Nem "agressiva", nem "engraçadinha" e nem "salgadinha", como alguns manés desejam. Se vc quer frente "agressiva", o seu carro é o Fiat Mobi...frente bem agressiva...vai lá! O carro é bem o seu naipe.

      Excluir
  2. Eeeh Carlos até te daria razão se você não fosse tão fã boy, agora não dá para dar credibilidade a uma pessoa em que os carros só são bons se são do grupo wolkswagem.

    ResponderExcluir
  3. Claro que esse câmbio não vem para o brasil (meu Deus 21 km por litro, graças ao cambio) pq brasileiro não sabe conviver com tecnologia, vide abandono do dsg e powershift.

    ResponderExcluir
  4. Pela lógica do título, TODOS os carros com dupla embreagem usam câmbio "DSG".

    ResponderExcluir
  5. A GM age com total desrespeito aos consumidores com a retirada de veículos prematuramente. Ver o caso mais recente do Sonic. Entre o Onix e o Cruze a empresa não dispõe de nada. Agora tem mocós que compra Onix a preço de compacto premium. O motor 1.6 do Sonic era uma das poucas coisas da GM Brasil que prestava.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles forçam a colocação de um modelo num nicho ao qual ele não pertence. Aí sobem artificialmente o preço dele, sem entregar nada que a mais que corresponda. Certamente é muito mais lucrativo do que disponibilizar um carro adequado ao nicho correto. Terrível

      Excluir
  6. A GMB morreu pra mim, quando deixou a base Opel e começou a usar a base Chevrolet coreana. O Astra é muito mais carro que isso aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opel é valente! Não dá pra comparar com Chevrolet mesmo.

      Excluir
  7. Eu não entendo muito bem essa tara que o mercado chinês tem por câmbio DCT, tem uma pá de carro que pelo mundo afora não usam esse tipo de câmbio, mas quando chega na China começa a usar.
    E para quem acha que a GM é fraca na China, o que acontece é que a GM atua forte no mercado de lá, mas não com a Chevrolet, e sim com a Buick, que tinha chances de até ser extinta dos EUA para existe somente na China.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não só com a Buick, tem outras diversas marcas internacionais lá que utilizam plataforma/ peças GM.

      Excluir
  8. A Opel é subsidiária dá GM na Europa e por isso é que a Chevrolet não vende toda a sua linha nesse continente.
    Existe o equivalente entre os modelos de ambas essas marcas.
    Caso o.contrario haveria canibalização das mesmas.
    Acredito que apenas as Pick-ups e utilitários esportivos e SUVs é que São junto com Cadillac e Corvette e Camaro comercializados.
    Mas não pq não prestam.
    Afinal todos usam as mesmas bases e soluções tecnológicas.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.