Car.blog.br

Pesquisar este blog

Trump ameaça a Toyota por fabricar o Corolla no México

Categorias: , , , 15 Comentários

O presidente eleito dos EUA Donald Trump está ameaçando impor severos impostos a montadoras de automóveis que fabricam carros no México e os vendem nos EUA. A última vitima foi a Toyota, que foi alvo de uma manifestação do novo mandatário americano no Twitter, onde ameaçou impor impostos aos veículos da Toyota importados para os EUA a partir do México.


A Toyota foi a última, mas Trump já ameaçou a GM por conta do Cruze Hatch, e a Ford cancelou a construção de uma fábrica de 1.6 bilhões no México depois de uma reclamação de Trump.

Em relação à Toyota, a fúria de Trump se volta contra os planos de uma nova fábrica da Toyota em Baja, no México, para construir carros Corolla para os EUA. Trump disse no Twitter: "DE JEITO NENHUM! Construa uma fábrica nos EUA ou pague um imposto de importação enorme".



Entretanto, em seu tweet, Trump parece confundir os planos da Toyota em construir uma fábrica de US $ 1 bilhão em Guanajuato, no México, com sua fábrica já existente em Baja, na região ocidental do México, fronteira com a Califórnia. A fábrica de Baja em Tijuana constrói o Toyota Tacoma, enquanto a planejada fábrica de Guanajuato no centro do México está programada para iniciar a produção do Corolla em 2019.

A Toyota anunciou planos para construir a fábrica de Guanajuato em abril. A unidade, que deverá empregar cerca de 2.000 pessoas, terá capacidade de produção de até 200.000 veículos por ano, ajudando a compensar a saída de linha do Corolla na fábrica da Toyota em Ontário (Canadá) que começará a construir o RAV4. A Toyota fabrica o Corolla também em Blue Springs, Missouri.

Se Donald Trump efetivamente aplicar impostos de importação para modelos fabricados no México, não serão afetadas apenas a Toyota, a GM e a Ford, mas praticamente todo o setor automotivo dos EUA. A Volkswagen produz no México o Jetta, o Golf e o Fusca vendidos nos EUA, e pretende produzir também a Nova Tiguan - um dos seus principais produtos.

A Audi acabou de abrir uma enorme fábrica no México, e já começou a produção do Audi Q5 por lá, para vendê-lo nos EUA. A Nissan tem enormes unidades no México, para vender nos EUA também.

A Toyota é um dos menores exportadores de veículos fabricados no México. Até Novembro, a Toyota tinha exportado cerca de 124.439 veículos do México para os EUA e Canadá - números modestos frente a Fiat Chrysler Automobiles (404.160 unidades), GM (495.790), a Nissan Motor (464.877) e a Ford (351.691). No total, as exportações do México para os EUA cresceram 37% em relação ao mesmo período do ano passado.

Entretanto, aplicar um imposto de importação pode não ser tão simples assim, já que o comércio entre México, EUA e Canadá é livre dentro do chamado NAFTA - North America Free Trade Area. Evidentemente qualquer acordo pode ser desfeito, especialmente para EUA - o país mais poderoso e rico do mundo, e para um presidente como Trump que terá maioria na Câmara e no Senado.

Ocorre que as montadoras contam com lobistas poderosos e influentes junto ao Congresso, e já devem estar movendo suas peças, dado que investiram bilhões no México em fábricas bilionárias, e caso se imponha um imposto de importação, esses carros perderão competitividade nos EUA.

A Toyota comentou a ameaça de Trump com um comunicado onde informa que "faz parte do tecido cultural dos EUA há quase 60 anos". "Com o investimento direto de mais de US $ 21,9 bilhões nos EUA, 10 fábricas, 1.500 concessionárias e 136.000 funcionários, a Toyota espera colaborar com a administração Trump para servir os interesses dos consumidores e da indústria automotiva ".

Com informações: AutoNews

Postagens relacionadas:

15 comentários:

  1. Pois, enquanto Trump escrevia seu tweet, a Toyota vendia milhares de Corollas (carro mais vendido da história) ao redor do globo.

    ResponderExcluir
  2. Mas uma vez a Toyota vai nadar de braçada pode anota

    ResponderExcluir
  3. Não entendo muito do assunto más estava na cara que um dia essa bolha iria estourar, até eu como presidente iria ficar P.. da vida em ver grandes empresas investindo em outros países e a minha terra secando, mesma coisa a Argentina é anuncio um atrás do outro de investimentos e mais investimentos enquanto nosso governo omisso não faz nada para atrair as montadoras pra cá. Quem quiser discordar de mim pode ficar a vontade e ponto final.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Trump é um americano velho que viu o American Dream ruir ao passar dos anos, ele viu as fábricas fugirem dos EUA e irem para outra países e o governo norte americano não fez nada e deixou o desemprego correr solto (Detroit está aí de prova, a cidade faliu e ela era o berço da industria automotiva dos EUA).
      Ele de certa forma tem razão, isso é basicamente ver a sua terra secar e ver o governo não der atenção a isso.

      Excluir
  4. Presidente patriota e de pulso firme. À direita está se erguendo, graças a Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Direita meio esquisita essa, protecionismo combina mais com governo populista de esquerda que outra coisa, mas enfim, populista de esquerda ou populista de direita, parece tudo farinha do mesmo saco.

      Excluir
    2. Mas isso que ele fez não seria meio socialista, QUe é o contrário do pensamento de direita?

      Excluir
    3. Não tem nada de populista nisso, ele está tentando corresponder os anseios dá população dos EUA, que quer empregos e quer ver o American Dream forte de novo. Identidade nacional e protecionismo beira o nacionalismo, mas eu te pergunto, se você não defende os interesses do seu país, quem o fará? E nesse caso ele defende os interesses dos cidadãos norte americanos.

      Excluir
    4. Cara, esse lance de reduzir as ideias do cara para direita ou esquerda é muito pouco... O Trump é um idiota. Simples assim. Combina ideias antigas e falidas... O último republicano que investiu em protecionismo, armas e guerra levou os EUA à umas de suas maiores crises... Trump não é de direita, assim como os democratas, assim como Obama não é de esquerda... Este último foi muito bom para os EUA, já o Trump é só uma besta mesmo...

      Excluir
  5. Ele também ameaçou GM e FORD.....!!!!

    ResponderExcluir
  6. Que frente horrível, parece que pegaram a frente de outro carro e colaram no vovorolá.

    ResponderExcluir
  7. Esse cara fala muita asneira, mas ao mesmo tempo fala o que deve ser dito, aqui no Brasil a PSA quer produzir na Argentina, entao que pague um imposto maior, tem que acabar com essa peninha dos pobres e indefesos, veja, o Brasil tem que pagar caro o gas que vem da bolivia, sendo que na bacia de campos temos gas suficiente para manter o mercado nacional, falta alguem com vontade, um lider nato que nem de longe esse desgoverno que ai esta representa, parabéns ao Trump.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Brasil vende mais para a Argentina do que compra.

      Excluir
  8. Que outros países faça o mesmo com produtos ameri anos também. Os EUA passaram anos reclamando do protecionismo dos outros e agora querem fazer a mesma coisa.

    ResponderExcluir
  9. Quero ver essas montadoras fazerem lobby sobre o Trump, pois dinheiro a ele é o que menos importa.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.