Car.blog.br

Pesquisar este blog

Chery Celer Hatch 2015: impressões após 28.000 km de uso

Categorias: , , , 23 Comentários

O Chery Celer Hatch 1.5 Flex do teste de longa duração chega aos 28.000 quilômetros, sendo que neste artigo relatamos nossas impressões ao longo desse percurso.

Chery Celer Hatch 2015: impressões após 28.000 km de uso

O modelo está em avaliação há cerca de um ano e meio, sendo que nesse período o único problema que apresentou foi a fechadura da tampa do porta-malas, que foi resolvida por volta dos 5.000 km, e, desde então não recorreu. No vídeo a seguir nós relacionamos nossas considerações no período.



Assim, como mostramos no vídeo acima, o modelo encontra-se íntegro, alinhado, com direção sem folgas. E com um câmbio com o mesmo nível de [im]precisão de quando era novo.

Chery Celer Hatch 2015: impressões após 28.000 km de uso

O interior apresenta-se com bancos sem sinais de deformação, e com os revestimentos com a mesma aparência de quando o carro era 0KM. Os plásticos de revestimento estão intactos, e apenas o volante ganhou um certo brilho, evidenciando o uso.

Chery Celer Hatch 2015: impressões após 28.000 km de uso

Em relação ao consumo, ele apresenta uma média em torno de 11 km/l de gasolina em nosso percurso 50% cidade, 50% estrada, com o ar-condicionado acionado 100% do tempo - o que consideramos elevado.

Nesse uso prolongado observamos alguns pontos negativos. O primeiro é o cheiro de plástico de baixa qualidade, que é muito forte quando o carro é 0KM, mas que permanece com os 28.000 km, e é um aroma muito desagradável.

Outro aspecto inadequado é o sistema de som, que não tem capacidade de conexão Bluetooth, o que impede de realizar ligações telefônicas pelo sistema do carro, e também não permite streaming de áudio. O sistema tem uma porta USB, mas ele não reconhece músicas armazenadas em smartphones, apenas em pen-drives, limitando muito seu uso.

Chery Celer Hatch 2015: impressões após 28.000 km de uso

Os faróis também não tem desligamento automático, o que é um ponto negativo em um cenário que a legislação obriga andar com os faróis acesos durante o dia.

Outro campo que precisa melhora é a eficiência do motor. O desempenho deste Celer é similar ao de carros com motor 1.0 como Uno 1.0 FireFly, Ka 1.0 ou Up! 1.0, mas o consumo ele é superior a de modelos 1.8, evidenciando sua baixa eficiência, ou seja, desempenho aquém do que se espera de um carro 1.5 16V, e consumo muito elevado.

Chery Celer Hatch 2015: impressões após 28.000 km de uso

Em geral, o Chery Celer não é um carro prazeroso de ser conduzido. Seu rodar não é refinado, sua suspensão macia rola demais nas curvas, ele é ruidoso internamente e transmite vibrações para o interior.

Mico

Finalmente, o principal aspecto negativo nesse carro é sua situação comercial. O modelo se tornou um verdadeiro mico de vendas, sendo um dos carros menos vendidos do Brasil, o que culminou com a suspensão de sua produção desde agosto.

Chery Celer Hatch 2015: impressões após 28.000 km de uso

Assim, não se sabe se ele continuará a ser produzido, e não está claro nem mesmo a continuidade da operação da Chery no Brasil, o que nos impede de recomendá-lo para compra, apesar de sua boa relação custo x benefício, e também o fato de ter se mostrado um carro resistente e confiável até o momento.

Conclusão

O Chery Celer se mostra, até o momento, um carro confiável, com poucos problemas, e de boa relação custo x benefício, mas peca por detalhes como aroma muito desagradável no interior, dinâmica de condução pouco refinada.

Chery Celer Hatch 2015: impressões após 28.000 km de uso

O principal problema, porém, que nos impede de recomendá-lo para aquisição, é sua situação comercial, já que ele não vende praticamente nada, e não há clareza se ele continuará a ser produzido.

Postagens relacionadas:

23 comentários:

  1. Prá quem comprou um, agora vai amargar a péssima fama dos carros chineses e a falta de seriedade dessas montadoras, que, uma hora fazem fábrica, abrem concessionárias e, outra hora, de repente, fecha a fábrica, descontínua a produção, fecha concessionárias e sai do Brasil, deixando seus clientes abandonados á própria sorte.
    E quando revender, se conseguir, vai ter que dar o carro quase de graça, prá se livrar da bomba e do arrependimento de ter feito um péssimo negócio.
    Tô fora!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, não acho que seja tão amargo assim, a chery ta no mercado desde 2009/2010 e ta aí até hoje, mesmo que aos trancos e barrancos, de lá pra cá, muita gente comprou, há quem ame e quem odeie os veículos da marca, é claro que são mais difíceis pra revender, mas não é uma exclusividade da chery (vide as marcas francesas), pra quem vai ficar com o veículo por 3 anos ou mais, acho que o CxB vale a pena, são carros bons pra se manter fazendo as revisões preventivas. De modo geral, não sabemos o futuro das marcas chinesas, mas elas estão aí, até o momento, lançando novos produtos a exemplo da JAC. Acredito que o maior problema das chinesas é o péssimo marketing que se traduz em poucas vendas. Quanto ao termo bomba, acredito que não seja o caso do Celer, de acordo com as avaliações do blog o carro não apresentou muitos problemas no período. Agora quanto a conectividade, realmente faz falta um sistema de infortainment, acho que a chery ta demorando muito pra oferecer isso, pelo menos como opcional. No geral, fiquei curioso mesmo é em comparar cheiro de plástico bom com plástico ruim pra entender melhor esse parte...rs

      Excluir
    2. Victor85, concordo com o que disse, comprar carro chinês é um tiro no escuro, uma aventura. A única certeza é a grande desvalorização.

      Excluir
  2. Bom, tenho o meu a um ano e desconheço esse mau cheiro relatado, alem do ponto do desligamento automático do farol, primeiro porque o carro e de antes desta legislação feita para favorecer empresários e segundo por que quando tiro a chave do meu, nada fica ligado no carro. Quanto a situação da fábrica, não creio que os chineses investiram 1 bi de reais, ou aproximadamente 400 milhões de dólares e por que algo deu errado na primeira tentativa eles abandonem tudo... o problema da Chery e não ter dinheiro para fazer mkt. . E isso levaria a eles jogar fora o dinheiro que investiram????

    Outra coisa, esse 1.5 nada se compara a qualquer 1.0 3 cilindros aspirado... sua falha maior e o toque que só vem em alta rotação, normal de qualquer 16 V aspirado, e o consumo de 11 p/L com ar ligado e para um carro quase do tamanho de um ratch médio está muito em linha... vejam o consumo do prisma 1.4 e depois discutam... aí vão falar, mas prisão,má e sedam. .. e mais leve e só um pouco maior que o celeridade, mas o consumo e igual.

    Acho que na verdade houve uma tentativa de revenda e não foi bem sucedida.. pq realmente a revenda e ruim por questoés óbvias, não vende então como revender? Aí agora o blog aponta coisas como cheiro e farol para justificar a raiva... mas isso é apenas uma opinião divergente de alguém que também tem o carro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, pois ele vêm elogiando o carro desde do começo, me lembro que inclusive o comparou com outros modelos de mesma faixa de preço. Como agora, depois de 1 ano e meio, vem relatar sobre mal cheiro? Que o carro não é prazeroso de dirigir?

      Sobre o consumo, a propria carblog fez uma materia do onix 1.0 onde ele fazia 10,6km/l na cidade
      http://www.car.blog.br/2012/10/chevrolet-onix-lt-10-fotos-preco.html

      Este reporter é muito hilário...

      Excluir
  3. Para mim, o carro mais injustiçado do mercado.

    ResponderExcluir
  4. Off Topic: Cross UP TSi ou Fox 1.6 Confortline?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fox 1.6 Comfortline, tem mais espaço e conforto.

      Excluir
    2. Pensando apenas no carro,afinal não sei sua real necessidade: Cross Up

      Excluir
    3. Cross UP TSI se for contar com Segurança e Prazer em Dirigir acima de qualquer coisa.
      Fox se prefere balancear os dois, pois o Fox é confortável, o 1.6 8V é gostoso de dirigir no dia a dia, e tem mais espaço. Fox tem plataforma de 4 estrelas, soldas a laser e reforço nas laterais, longe de ser um carro inseguro, mas peca em não ter Isofix perante ao up!

      Se for pensar em revenda também, o Fox ganha.
      Já em seguro, o up! ganha de longe.

      Excluir
  5. Um belo carro, acho o visual externo muito bacana, interior agradável, mas infelismente é um chinês, se trocasse o logotipo e colocasse um Kia ou Hyundai venderia 10 vezes mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até parece. Kia e Hyundai ainda estão à frente desses chineses aí e não tem nada a ver em design.

      Excluir
    2. Como brasileiro e inocente quando o assunto e marca e compra de carro... tão iludido que não consegue nem enxergar a verdade, de que se tivesse uma logo tradicional na frente um um preço 10 mil mais caro seria capaz de comprar....

      Excluir
  6. Eu tenho um Sedan 2015 e não vejo todos esses problemas, alias o carro é muito bom.

    ResponderExcluir
  7. Meu pai tem um o carro é ótimo, como dizem brasileiro e burro vai pela marca somente por isso esse país não cresce e tudo é caro para começar com a população que não valoriza seu dinheiro...

    ResponderExcluir
  8. Falar do cheiro é muito engraçado.... Faltou apontamentos mais importantes e rádio multimídia vc compra em qualquer loja.
    Suspensão até dá FIAT é molenga....

    ResponderExcluir
  9. Falar do cheiro é muito engraçado.... Faltou apontamentos mais importantes e rádio multimídia vc compra em qualquer loja.
    Suspensão até dá FIAT é molenga....

    ResponderExcluir
  10. Tenho o meu Celer sedan ACT 16/16, adquirido em agosto e agora com cerca de 8000Km e não tem esse cheiro ruim de plástico. Quando o comprei, ele tinha sim aquele cheiro de carro novo é que agora não tem mais. Quanto a suspensão ela é excelente e segura muito bem o carro em curvas(pego serra toda semana) e acreditem ele agarra bem e não é molenga como dizem, mas confortável.
    Agora, querer comparar economia de motor 1.5 16V, com motor 1.0 é muito estranho. Compare 1.5, com 1.5. Compare custo benefício do Ka 1.5, com o Celer e o consumo também.
    Agora, compre um crossfox, ou um UP e prepare as bagagens para viajar. Agora, só arrumem espaço para se acomodar. Porque certamente os seus lugares estarão ocupados pelas suas malas.
    Brasileiro é um povo besta. Enquanto um americano compra o carro de acordo com sua necessidade. O brasileiro compra falando em mercado. Lá o carro é um bem de consumo. Ele não compra o carro pensando em valor de revenda, mas na necessidade. Lá, se compra o carro de acordo com o uso. Você não vai ver uma família de quatro pessoas com um subcompacto. Exceto se for o segundo carro da família. O carro deve atender as todas as necessidades e levar a família em suas viagens confortavelmente acomodadas. Bem como a bagagem devidamente dentro do porta-malas. Aqui o cara compra um subcompacto para uma família de quatro pessoas pensando na revenda e na hora em que vai viajar é um "Deus nos acuda" para arrumar as malas e então viaja todo mundo dentro do carro apinhado de bagagem, porque no porta-malas não coube.
    A Chery é brasileira, tão brasileira quanto qualquer outra marca produzida aqui! Não compram o carro por puro preconceito. Pois se é questão de mercado, saibam que quem faz o mercado somos nós consumidores e não as indústrias.
    Eu venci meu preconceito e confesso: "Estou muito satisfeito com o meu Chery Celer!"

    ResponderExcluir
  11. Meu Celer sedan ACT 16/16, está chegando aos 10.000Km e nada a reclamar. O carro é muito robusto, econômico, confortável, além de ser completissimo.
    Ele é excelente tanto na cidade, quanto na estrada.

    ResponderExcluir
  12. Fiquei 1 ano com um Celer sedan 12/13 e acabei trocando por um onix 1.0 por ter dado ouvido às opiniões dos outros. Fiquei com a tartaruga do onix 1.0 apenas um ano e meio, pois não aguentava mais desligar o ar condicionado durante as ultrapassagens, coisa que não acontecia no Celer. Comprei um prisma 1.4 ltz 16/16 zero por R$54000,00(promoção) e o Celer sedan tambem estava na promoção, porém custando R$20000,00 a menos. Como fui burro. O Celer é mais bonito e mais prazeroso de dirigir do que o prisma. A respeito do mau cheiro do plástico, o meu era importado da China e esta com 5000km quando vendi e não tinha nenhum odor desageadavel. Vamos deixar de preconceito e pensar mais no nosso bolso.

    ResponderExcluir
  13. Estou avaliando a compra de Celer, e vejo uma campanha forte para como fala na gira "queimar o carro", se todos começarem a comprar ai as outra montadoras tem que vender produto equivalente e com o mesmo preço, por isso a forte campanha contra os carros chineses, até alguns vendedores de concessionarias da chery, fazem o consumidor desistir da compra!!

    ResponderExcluir
  14. Bem, eu vi a avaliação positiva e negativa de várias pessoas, mais o que posso dizer é que tive vários carros 0 km, tive um gol, e foi péssimo, vivia na concessionária, tive um Palio, veio com defeito de fábrica na caixa de direção que quase me deixa louco, foi muita briga, tive um Corsa que me deixou na mão com problema no catalizador, com menos de um ano, tive um Classic que ainda novo, tinha um mal cheiro de gasolina que era insuportável, tive também um Logan, um Symbol que eu não podia encher o tanque que ficava embriagado com o cheiro forte de gasolina, ( a concessinária não tirava o problema), tive também um Sandero, (sem prolemas); mais o que quero dizer é que temos que parar de substimar a inteligência do chinês, pois os carros que possui 0 Km, até hoje, foram poucos os que não apresentaram problemas. Por isso, digo que devemos dar atenção a nova geração, antes Hyundai, Kia e Fiat, ninguém dava atenção. Tive 2 Ford e td mundo fala mal da Ford, a má fama segue até hoje. Vamos parar de querer seguir a opinião dos outros. Por favor.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.