Car.blog.br

Pesquisar este blog

Mercedes-Benz Classe E 2017: fotos, preços e ficha técnica

Categorias: , , 6 Comentários

A Daimler apresenta no Brasil a linha 2017 do Mercedes-Benz Classe E - veículo que chega em nova geração, a décima, completamente renovado e tendo como destaque as tecnologias de condução semi-autônomas, que permitem ao carro operar sem a intervenção do motorista.

Mercedes Classe E 2017 - Brasil

O Mercedes-Benz Classe E 2017 chega em três versões: E 250 Avantgarde (R$ 309.900); E 250 Exclusive (R$ 319.900) e E 250 Exclusive Launch Edition (R$ 325.900), esta última limitada a 60 unidades.

Mercedes Classe E 2017 - Brasil

O novo Mercedes-Benz Classe E tem linhas similares à do Classe C e do Classe S, porém com porte mais avantajado até mesmo em relação à geração anterior. Ele ficou 4,3 cm mais longo - 4,92 metros no total, com entre-eixos 6,5 cm maior, para um total de 2,93 m. A largura é de 1,85 metros e a altura de 1,47 metros. Mesmo maior, ele está 65 Kg mais leve. O porta-malas tem capacidade volumétrica de 540 litros.

Mercedes Classe E 2017 - Brasil

Em termos estéticos, o Classe E têm novo para-choques, faróis dianteiros com 84 LEDs controlados individualmente e as lanternas traseiras, também de LED que invadem a tampa do porta-malas.

Mercedes Classe E 2017 - Brasil

O modelo de aspecto mais esportivo é o Classe E Avantarde, que conta com grade frontal com duas linhas cromadas, enquanto a Exclusive busca maior requinte, adotando a grade clássica com a estrela de três pontas no capô.

Mercedes Classe E 2017 - Brasil

O interior traz um visual inspirado no Classe S. O centro do painel ostenta quatro saídas de ar, enquanto o cluster de instrumentos é integrado ao sistema de infotainment.

Condução semi-autônoma

Uma das grandes novidades do Mercedes-Benz Classe E é o sistema Intelligent Drive. Por meio de sete sensores e uma câmera, ele assume o comando do carro (volante, acelerador e freios), fazendo o carro andar sozinho.

Mercedes Classe E 2017 - Brasil

Trata-se do primeiro modelo da Mercedes-Benz a adotar tal tecnologia, e tem como principal objetivo reduzir os acidentes por erro humano. Em situações que o carro detecta como de perigo, o sistema alerta o motorista usando sinalização sonora e visual, mas caso o motorista não reaja, o carro atua para evitar colisões em baixas velocidades na cidade ou ao menos reduzir os danos em velocidades maiores (vídeo abaixo mostra essas funções) .



Os recursos que fazem parte do sistema Intelligent Drive são: Assistente ativo de frenagem (freia o carro caso um objeto ou pedestre cruze na frente do veículo e este esteja a até 70 km/h) e Assistente ativo de manutenção de faixa (mantém o carro na trajetória ao ler as faixas de rodagem no piso ou seguindo o veículo à frente na ausência delas).

Mercedes Classe E 2017 - Brasil

Além disso, o sistema de condução semi-autônoma do Classe E auxilia em desvios de objetos mais lentos ou parados na via; promove frenagens emergenciais e recoloca o carro em sua faixa de rodagem caso o motorista invada a faixa adjacente sem acionar a seta. Há ainda o assistente de ponto cego e o Pre-Safe Plus, que tensiona os cintos de segurança, sobe os vidros e prepara os ocupantes para uma colisão eminente.

Drive Pilot

O mecanismo mais sofisticado é o Drive Pilot, um piloto automático adaptativo que gerencia a velocidade e a distância do carro à frente conforme estipulado pelo motorista, a até 210 km/h. Ele também acelera e freia e acelera em semáforos e em congestionamentos, sem intervenção do motorista.

É importante considerar que esses recursos não são novidade no mercado brasileiro, já que o Volkswagen Golf (veja aqui) oferece recursos similares desde 2014, assim como no Passat e no Audi A3 Sedan.

Motorização e desempenho

Todas as versões do Classe E vendidas no Brasil adotam o motor 2.0 a gasolina de quatro cilindros de 211 cv e 35,6 kgfm de torque máximo disponível a 1.200 rpm, associado a uma transmissão automática de nove marchas, com opção de trocas manuais por meio de seletores atrás do volante.

Mercedes Classe E 2017 - Brasil

De acordo com dados do fabricante, o Mercedes-Benz E250 acelera de 0 a 100 km/h em 6,9 segundos e chega à velocidade máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente.

O modelo conta com sistema de seleção de modos de condução, com cinco opções: Eco, Comfort, Sport, Sport+ e Individual. No Sport e no Sport+, o Classe E adota comportamento mais esportivo e as respostas são mais rápidas.

Itens de série

Mercedes-Benz E 250 Avantgarde: grade dianteira cromada, volante multifuncional revestido de couro com comandos multifuncionais sensíveis ao toque, partida por botão, faróis de LED, rodas de liga leve aro 18", pneus run flat, câmera de ré, sistema que estaciona e tira o carro de vagas paralelas e perpendiculares, bancos dianteiros e volante com ajustes elétricos (e memória), teto solar, monitoramento da pressão dos pneus, alarme, ar-condicionado com três zonas de climatização, fechamento remoto da tampa do porta-malas, sete airbags (frontais, laterais, de cortina e de joelho para o motorista), controle de tração e de estabilidade, assistente de partida em rampa, Start/Stop (desligamento automático do motor em paradas temporárias), função Hold, controlador de velocidade, ganchos isofix, bancos revestidos de couro, acabamento interno em alumínio, suspensão 15 mm mais baixa e central multimídia com espelhamento de tela compatível com Apple CarPlay e Android Auto, GPS e tela de 12,3"

Mercedes-Benz E 250 Exclusive: todos os itens do Avantgarde e acrescenta rodas de 18" com design próprio.

Mercedes-Benz E 250 Exclusive Launch Edition: todos os itens do Avantgarde e mais rodas aro 19" e iluminação interna com luzes indiretas de LED.

Vídeo - Novo Mercedes-Benz Classe E



Concorrentes



O novo Mercedes-Benz Classe E 2017 chega para estabelecer competição com o BMW Série 5 e Audi A6.

Postagens relacionadas:

6 comentários:

  1. Não me entendam mau, mas só eu achei o exterior deste carro feio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tbm, eu acho a w212 original mais bonita, envelheceu melhor.

      Excluir
  2. Eu achei o carro sensacional o exterior segue a nova identidade da marca visto em outros modelos classe S e C por exemplo. O interior do carro é lindíssimo e para mim tem hoje o painel mais bonito com várias funções além de ser todo digital tem inúmeras configurações, aliás o classe C no seu facelift vai adotar esse painel digital!!!

    ResponderExcluir
  3. A Classe E das gerações anteriores eram mais imponentes, essa traseira das Mercedes 4 pts não me agrada , em compensação a dos esportivos 2 pts ficaram lindas.

    ResponderExcluir
  4. Saudades de quando a Mercedes tinha um design sóbrio, nada apelativo, símbolo de classe e bom gosto... Das três alemãs era a que produzia os carros mais belos. Era... Hoje esse bom gosto está no colo da Audi, sem dúvida!

    ResponderExcluir
  5. Fui na AGO Barra terça-feira. O carro está muito bonito e elegante. Sobram recursos tecnológicos e de segurança que realmente são úteis. Continuo achando a dianteira do Classe C mais bonita. Está maior que a geração anterior. Muito bom.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.