Car.blog.br

Pesquisar este blog

Comercial "Daddy Cool" do Novo Corolla 2017 - vídeo

Categorias: , , 19 Comentários

A Toyota da Turquia lança um novo comercial de apresentação do facelift do Corolla, pegando carona na ideia de que o modelo é o preferido por pessoas mais velhas, com o tema "Daddy Cool" (pai legal).


No vídeo, que reproduzimos abaixo, mostra um senhor de meia idade, típico consumidor do Corolla, que sai do trabalho e vai buscar os filhos na escola.



O comercial procura mostrar que o "pai proprietário do Corolla" pode ser também um cara divertido, mas a peça ficou um pouco caricata. O vídeo a seguir, por outro lado, mostra o modelo com facelift em todos os seus detalhes, em um test-drive.

Postagens relacionadas:

19 comentários:

  1. Comercial do tiozinho da Sukita...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, mas é isso que velharada da 5ª idade gosta.

      Os véio pira!!! ...

      Excluir
    2. LV você tem razão, o comercial é horrível mesmo.

      Excluir
  2. Perto do Civic X parece pra véio mesmo, mas se pelo menos estivesse mais barato eu aceitaria, kkk. Esse carro tem ótima mecânica, equilíbrio e conforto, mas falta-lhe mais ousadia e um motorzinho turbo para dar uma apimentada. Gastaria no máximo 69k que é o preço da versão Gli automática, um ótimo custo-benefício para este segmento que teve seus preço apreciados com a chegada de novos modelos.

    ResponderExcluir
  3. Quando chega para nossas lojas Brasil? Estou no aguardo desse já, ficou lindo quem tem corolla sempre corolla.

    ResponderExcluir
  4. Dança "paizinho", dança!....Esse carro eh muito feio e eu não vou tirar o "chapeu". Brega...

    ResponderExcluir
  5. Pode falar o que for, fazer filminho e colocar o Brad Pitt, mas o Corolla é um carro geriátrico, que não traz emoção alguma, nem na dinâmica e muito menos na estética.

    Ultimamente até tem sua identidade, mas se vc tem menos de 30 anos e anda de Corolla, vão achar que vc pegou o carro do seu avô. E se vc tem menos de 40, vão achar que vc anda com o carro do pai.

    Andar de Corolla é a mesma coisa que transar com a Madre Teresa de Calcutá. Tecnicamente é possível, mas não trará prazer algum.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é bem assim. O carro peça em algumas coisas como controles de tração e de estabilidade. Entretanto, possui ótima dirigibilidade e conforto. Anda bem e gasta pouco. Ótimo pós venda e liquidez.

      Excluir
    2. Toyota aposta no conjunto de quesitos de maior peso: pós-venda.
      Nenhum produto sobrevive apenas de proposta.
      Pode vir o mais seguro, tecnológico, moderno, recheado, se não tiver um pós-venda compatível estará fadado a números de vendas de coadjuvantes ...

      Excluir
  6. O carro está bonito, mas deveria embarcar mais tecnologia pelo preço cobrado se bem que o foco dele é para pessoas acima dos 40 anos, ou seja pessoas que tem condições de pagar pelo carro e que já passou da fase exibicionista, o que muito comum na adolescência e pós-adolescência, mas enfim se ele é o mais vendido no Brasil, pode-se concluir que o brasileiro no geral é conservador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não dá para ser ousado na compra de um carro no país de preços absurdos, buracos lunáticos e tremenda desvalorização. Isso se chama respeito ao suor do trabalho.

      Excluir
  7. O suspense que a toyota faz com o carro é grande mas o Brasil realmente recebe um produto inferior por dizer que taxa de importação é cara. Mas esse novo face liifit vira com ESP a questão será se seguirá a versão europeia que tem mesmo desenho onde possuem: controle adaptativo de velocidade, farol automático de luz alta, detector de placas de velocidade, ESP, controle de subida, sensor de chuva , teto solar, pneu aro 17.
    Brasil muitas dúvidas e questão é colocam o básico para acompanhar concorrência. Esperamos ESP e alguns desses opcionais pois o Civic G10, já estar vendendo sua metade de carros mas questão de tempo pois carro além novo visual possui itens de segurança e novo desenho.
    Acorda toyota o que sobe um dia pode cair. Vamos ver salão automóvel de 10 de novembro como será além da apresentação do C-HR de nova plataforma.

    ResponderExcluir
  8. Ele tem o que todo carro queria ter: confiabilidade, aliado a um bom pós-vendas. Existem ótimos carros, mas sem confiabilidade e pós-vendas horrível, não decolam. Aliás, esse carro vende mais que muitos populares.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pós-venda, esse é o caminho.
      Sempre descrevo que quem não investir neste conjunto de quesitos ficará fadado a números de vendas de coadjuvantes.
      E a realidade nos mostra que tem avançado esse conceito até nos modelos de entrada.

      O fato é que aquelas montadoras que investem em pós-venda é porque fizeram a tarefa de casa do pré-venda, inclusive, dos quesitos de confiabilidade e durabilidade adequados de seus produtos.

      Corolla vende porque tem muita competência embarcada ...

      Excluir
  9. O suspense que a toyota faz com o carro é grande mas o Brasil realmente recebe um produto inferior por dizer que taxa de importação é cara. Mas esse novo face liifit vira com ESP a questão será se seguirá a versão europeia que tem mesmo desenho onde possuem: controle adaptativo de velocidade, farol automático de luz alta, detector de placas de velocidade, ESP, controle de subida, sensor de chuva , teto solar, pneu aro 17.
    Brasil muitas dúvidas e questão é colocam o básico para acompanhar concorrência. Esperamos ESP e alguns desses opcionais pois o Civic G10, já estar vendendo sua metade de carros mas questão de tempo pois carro além novo visual possui itens de segurança e novo desenho.
    Acorda toyota o que sobe um dia pode cair. Vamos ver salão automóvel de 10 de novembro como será além da apresentação do C-HR de nova plataforma.

    ResponderExcluir
  10. Achei corajosa a campanha de mostrar a quem se propõe o carro. Não tem nada mais desprezível do quê uma montadora vender um modelo fingindo ser outra coisa. Os sedãs médios sempre serão essencialmente veículos familiares na maioria dos mercados, tendo eles um visual de um Lada ou de um Mazda. A trilha disco do comercial amplia o espectro do perfil desse Papai Descolado, talvez já mirando nos consumidores da diversa geração Y, que já não são tão novinhos assim. O "botox" dos faróis ficou bem moderno, mas pesaram a mão, acho, deixando-os mais "cool" que o restante da carroceria. O interior merecia uma maior atualização, considero a parte mais defasada do Corolla. Investiram mais na central multimídia, o que pode indicar que uma nova geração já está a caminho.

    ResponderExcluir
  11. Gostei dos faróis e das lanternas , deu uma renovada na carroceria sem mudar quase nada , estéticamente acho até mais atraente que o Jetta (lá vem o mimimi) e o novo Cruze, só não bate o Civic. O que falta ao Corolla é algo que surpreenda, principalmente no interior pq tá tudo certinho onde deveria estar e isso o torna monótono. Motor etc.. é outro caso, ai falta muita coisa, mas, vende.(o mimimi não vende)

    ResponderExcluir
  12. Tenho um 2014/15 , comprei a nova versão do Civic. Ambos são excelentes carros , única coisa que os difere são alguns itens tecnológicos e de segurança. Corolla é um carro que já tem um público e não precisa ousar pra vender como o CruzeCredo que mesmo atualizado não vende bem.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.