Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Amarok: facelift chega este ano, motor V6 3.0 em 2017

Categorias: , , , , , 23 Comentários

A nova Volkswagen Amarok 2017, com facelift, novo interior e aperfeiçoamentos mecânicos, será apresentada oficialmente na América do Sul no último trimestre de 2016, entre outubro e novembro deste ano, e estará no Salão do Automóvel de São Paulo. A versão equipada com motor V6 3.0 Turbodiesel começará a ser fabricada na Argentina em 2017.

Nova VW Amarok 2017 V6 3.0 TurboDiesel

A nova Amarok 2017 foi apresentada oficialmente na Europa este ano, com ajustes estéticos na dianteira, e, sobretudo no interior - que foi completamente reformulado, com ganhos expressivos em termos de sofisticação.

Nova VW Amarok 2017 V6 3.0 TurboDiesel

Na parte estética, há um para-choque completamente novo, com novas aberturas inferiores para entrada de ar, faróis e grade redesenhados.

Nova VW Amarok 2017 V6 3.0 TurboDiesel

O desenho interno passa a adotar linhas horizontalizadas e retilíneas, abandonando o design arredondado aplicado ao modelo até então, e adota-se também uma profusão de novos compartimentos de armazenamento de objetos.

Nova VW Amarok 2017 V6 3.0 TurboDiesel

Há também novo cluster de instrumentos, ar-condicionado digital com duas zonas de climatização, volante com novo design e sistema multimídia de última geração com capacidade de espelhamento de tela e reconhecimento de voz.

Nova VW Amarok 2017 V6 3.0 TurboDiesel

Já na parte mecânica, a grande novidade é a adoção do motor de origem Audi, diesel, V-6 3.0 Turbo Diesel com 224 cavalos (chega a 245 cv com o overboost) e 55 kgfm de torque. Esse propulsor está acoplado a uma caixa de transmissão automática ZF de 8 marchas.

Nova VW Amarok 2017 V6 3.0 TurboDiesel

Com tal propulsor, a Amarok V-6 é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos, para atingir uma velocidade máxima de 193 Km/h.


A confirmação da produção da nova Amarok 2017 V6 na Argentina foi feita hoje pela marca no âmbito do lançamento do Novo Voyage no mercado platino.

Brasil

Nova VW Amarok 2017 V6 3.0 TurboDiesel

Tendo em vista que a Amarok vendida no Brasil é a fabricada na Argentina, pode-se esperar a chegada da Amarok V6 ao Brasil ainda em 2017.

Postagens relacionadas:

23 comentários:

  1. Esperando ansiosamente pelo lançamento para trocar a minha atual!
    Picape Premium de verdade essa V6!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tenho uma amarok hl at... estou aguardando ansiosamente o lançamento e principalmente o preço da nova highline v6. pq a vw possui uma excelente camionete, mas que vende pouco e ainda sim pratica preços exorbitantes.

      Excluir
  2. Amarok já é a melhor picape do mercado com controles de estabilidade e tração, 4x4 permanente, abs off-road, controle automático de descida, assistente de subida, conforto inigualável na cabine, robustez no chão e excelente dirigibilidade na estrada.

    Imagine com motor de origem Audi, diesel, V-6 3.0 Turbo Diesel com 224 cavalos (chega a 245 cv com o overboost) e 55 kgfm de torque. Esse propulsor está acoplado a uma caixa de transmissão automática ZF de 8 marchas. Com tal propulsor, a Amarok V-6 é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos, para atingir uma velocidade máxima de 193 Km/h.

    Conclusão: só fã boys estúpidos da Toyota e GM para comprar Hilux e S-10, a defasagem mecânica e tecnológica em relação à Amarok V6 é absurda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Amarok é muito bonita com o motor 3.0 V6 ela vai ficar no mesmo nível das concorrentes. Mas esse motor tem que ser lançado em todas as versões para colocá lá na liderança nas vendas.

      Excluir
    2. A Amarok é muito bonita com o motor 3.0 V6 ela vai ficar no mesmo nível das concorrentes. Mas esse motor tem que ser lançado em todas as versões para colocá lá na liderança nas vendas.

      Excluir
    3. tenho uma amarok hl at... estou aguardando ansiosamente o lançamento e principalmente o preço da nova highline v6. pq a vw possui uma excelente camionete, mas que vende pouco e ainda sim pratica preços exorbitantes.

      Excluir
  3. C eu tivesse grana pra comprar , concerteza seria essa!!!

    ResponderExcluir
  4. Nao mudou nada esteticamente. Falam tanto..... so mudou o motor!

    ResponderExcluir
  5. Só esse motor V6 ja colocara a concorrência no bolso!

    ResponderExcluir
  6. Apesar do conjunto geral ter melhorado, com o novo motor e design interno, ainda falta um visual mais imponente/agressivo na dianteira e na traseira.

    ResponderExcluir
  7. É se essa Amarok vier mesmo pra Brasil em 2017,as concorrentes vão tremer na base com esse motor v6.E como o parceiro acima citou so vão comprar Hilux os fã boys .Tambem é uma boa caminhonete,so que cobra muito caro em relação as suas concorrentes e com menos acessorios.

    ResponderExcluir
  8. Seria interessante alguém do blog e que more no interior, e que faça realmente uso, nos de um retorno em relação à qual é a pick-up disponível no Brasil que é mais robusta na sua proposta como utilitário; Detalhes como 0 a 100km/h, velocidade máxima entre outros não são o foco para este tipo e nicho do veículo, mas força e robustez de mecanica, chassis e facilidade de manutenção sim.
    Dá-se muito valor a coisas que não são a proposta do mesmo, mas
    de qualquer forma o V6 vai cair bem neste veículo(lembrei das F-100 V8), e me chamou a atenção a cobertura da caçamba retrátil/sanfonada que deveria estar disponível nas pick-ups leves também.

    ResponderExcluir
  9. Pick-up para aguentar o batidao mesmo, só a Hilux e Triton, as outras desmacham, mas quanto aos motores, as duas deixam muito a desejar em relação a concorrência!!!

    ResponderExcluir
  10. Henrique não fale besteira , já tive Hilixo e L200 ambas não chegam perto da Amarok.

    ResponderExcluir
  11. Isso foi um facelift, não é uma nova Amarok, mais com esse novo motor, na cidade disse que é mais economico que o 2.0 TDi Biturbo e concerteza vai colocar suas rivais no bolso!!

    ResponderExcluir
  12. Pelo jeito a Amarok V6 com 224 cv vai sair só na opção automática. É duro comprar uma caminhonete com essa potência e deixar um câmbio automático dirigir. Dá uma sensação de chupar bala sem tirar o papel. Sem graça. Não dá pra esticar mais, não dá pra arrancar mais. Vai ser sempre aquela caminhonete molona que perde pra versão de câmbio manual da concorrente mais fraca. Quem gosta de câmbio manual, nunca vai gostar de caminhonete top de linha por mais que seja moderno. A arte de dirigir não tem nada a ver com um câmbio automático. Na minha opinião, essa caminhonete vai deixar de vender muitas unidades por não ter um câmbio manual na versão V6 224 cv.

    ResponderExcluir
  13. Sempre fui toiteiro desde guando saiu a dois ponto oito mais depois que viagem com uma toita do meu primo para as cordireila dos andes vendi minha toita com 18 mil quilômetros e comprei uma Amark é uma delícia de caminhoneta e magia então está v6 vou comprar na hora que chegar sem dúvida

    ResponderExcluir
  14. Vou comprar uma vou sair da toita já muito linda e anda muito

    ResponderExcluir
  15. Muita empolgacao. Como todo lancamento temos de aguardar para ver como este novo motor vai se comportar no Brasil, consumo, durabilidade, manutencao, preco do oleo etc. A Amarok e um excelente carro com cacamba, nao tem igual, mas mudar mesmo, so em 2020 pelo que tudo indica. Tenho uma 2015/15 e acho o melhor carro que ja tive na vida, mas, menos, vamos com calma e ver o que acontece daqui pra frente. Eu, particularmente, so troco em 2020 se ela mudar muito. Estou muito feliz com a minha.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.