Car.blog.br

Pesquisar este blog

Peugeot 208 é 2 estrelas no Latin NCAP; Picanto reprovado

Categorias: , , , , 68 Comentários

O Latin NCAP duivulga o resultado de um novo teste com o Peugeot 208, o qual perdeu estrelas em relação ao modelo avaliado anteriormente em 2014. A perda foi por conta dos critérios mais rigorosos de segurança para obter classificação, incluindo teste de colisão lateral.

Novo Peugeot 208 2017 - teste de segurança

Sendo assim, o Peugeot 208, fabricado no Brasil, conseguiu duas estrelas para a proteção do ocupante adulto, mostrando fraco desempenho no impacto lateral, e três estrelas para a proteção do ocupante infantil.



A presidente do Latin NCAP, María Fernanda Rodriguez, disse que "o Latin NCAP está decepcionado com a estratégia do Peugeot vendendo um modelo fabricado localmente sem a proteção lateral, obrigatória desde 1995 na Europa. O Peugeot 208 é considerado um veículo de alto nível e de sucesso na Europa, sendo uma das últimas plataformas do fabricante. Uma pena o que está fazendo o Peugeot.

Novo Peugeot 208 2017 - teste de segurança

Existem alguns importadores locais da Peugeot que oferecem o 208 fabricado na França com melhores níveis de segurança. Isso demonstra que os importadores têm a oportunidade de ajudar a melhorar os níveis de segurança proporcionados na região, sem ter que esperar a que a marca tome decisões a respeito, ou que o governo local adote melhores normativas de segurança veicular".

Picanto: zero estrelas

Outro modelo que decepcionou foi o Picanto, cuja versão mais básica, fabricado na Coreia do Sul, ganhou zero estrela em relação à proteção do ocupante adulto e uma estrela para o ocupante infantil no teste de impacto frontal.

Kia Picanto 2017 - teste

A falta de airbags explica o resultado fraco no teste apesar de a estrutura ter sido catalogada como estável. A baixa pontuação para a proteção do ocupante infantil é determinada pelas leituras elevadas nos dummies (bonecos) durante o teste de colisão, a falta de cintos de segurança de três pontos em todas as posições e instruções erradas por parte do manual de instruções para a instalação dos Sistemas de Retenção Infantil (SRI).



O Picanto não foi testado em impacto lateral após obter zero estrela no impacto frontal. Contudo, e em contraste com o mais caro e também testado Peugeot 208, o Picanto oferece proteção básica lateral estrutural e interior como reforços de portas e proteção para a pelve no painel interior das portas.

Postagens relacionadas:

68 comentários:

  1. Cadê o Up!? Está lá no latin ncap com 5 estrelas. O único compacto com 5 estrelas.

    Agora, que vergonha esse Peugeot 208. Não basta vir com motor 1.2 Pure Tech que anda menos e bebe mais que o Up! 1.0? Vide abaixo:

    http://www.car.blog.br/2016/04/peugeot-208-12-x-vw-up-10-mpi-x-fiat.html

    Então temos que:

    O Peugeot 1.2 PureTech tem 2 estrelas (o up! tem 5)
    O Peugeot 1.2 Puretech é 2 segundos mais lento no 0 a 100 km/h que o Up! 1.0 MPI.

    E o Peugeot 1.2 Puretech gasta MAIS que o Up! 1.0 MPI!

    E o Peugeot 1.2 Pure Tech é 40% mais caro que o Up! 1.0 MPI!

    Francês sabe fazer queijo. Carro não é com eles. E esse dado do latin ncap deixa bem claro isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Segundo o Inmetro no teste de 2016, o Puretech foi mais econômico que todas as versões do UP. No teste que o UP foi 5 estrelas o 208 foi 4 estrelas. Esse teste agora avalia o impacto lateral.

      Excluir
    2. Já está toda molhadinha carlos ??? Engraçado esse seu seletivismo...

      Excluir
    3. Todos sabem que 208 1.2 anda mais e bebe menos que up! aspirado, basta ver qualquer outro teste que não o da 4 Rodas que misteriosamente trocou 13.7seg, por 17,3 no 0 a 100. Basta ver os comentários do Bob Sharp falando como o 208 anda bem apesar de sua cilindrada baixa. Consumo, confio mais no Inmetro do que na 4 Rodas, se todos ouvíssemos essa revista, estaríamos todos andando de Jac J3, segundo eles, a melhor compra.
      Todos sabem que o up! hoje jamais conseguiria tirar 5 estrelas no LatinNcap porque as normas ficaram mais exigentes, para ter 5 estrelas precisa alem de tudo ter ESP. Hoje, o up! ficaria provavelmente com as mesmas 2 estrelas.
      Não adianta vir com seus comentários obsessivos compulsivos defendendo VW, porque contra fatos não há argumentos.

      Excluir
    4. carlos só esqueceu de informar que o teste mudou, logo, a nota do up tb poderá mudar!

      Excluir
    5. Recentemente dirigi o UP! e o 208, ambos com gasolina. Acho que o piloto que fez o teste de aceleração no 208 1.2, pela Quatro Rodas, devia ta com prego no acelerador. Não tem como dizer que o 208 1.2 anda menos que o up! 1.0 aspirado. Digamos que até o 208 1.6 anda bem mais em pista do que o UP! TSI, o próprio Barrichelo provou isso.

      Excluir
    6. O Up! na 4 rodas fez de 0 a 100 km/h em 15,2 segundos.
      O Peugeot 208 1.2 fez 17,2 segundos. 2 segundos mais lento.
      A Quatro Rodas é a única que testa com gasolina.
      E o peugeot tomou 2 segundos do Up! 1.0 MPI. Fatos. Apenas fatos.

      Excluir
    7. Virou pista de corrida agora???? Eu acho que o consumo está muito mais atrativo do que 2 segundos mais lento....

      Excluir
  2. Acho importante os testes e a segurança do veículo, mas ainda bem que ninguém compra carro pra bater. A possibilidade de acontecer durante a sua vida é mínima, se dirigir com cuidado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema às vezes é a negligência do outro, mesmo que dirijamos com todo o cuidado. Por isto que segurança nunca é demais... Sempre será bem-vinda.

      Excluir
    2. Verdade, mas segurança sempre é bom, mas como disse, ninguém compra carro esperando que vai bater...

      Excluir
    3. Xico,

      deixe a porta de tua casa sem trancar. Ninguém compra uma casa para ser roubada.

      Excluir
  3. Matéria incompleta do site porque não informa que a única versão do 208 que não tem airbags laterais no Brasil, como a versão testada, é a versão de entrada que custa 48 mil reais. As outas 6 versões comercializadas no Brasil, que custam a partir de 51 mil reais, possuem 6 airbags. Se testassem essas outras versões o resultado seria muito diferente. A peugeot é a marca de compactos que mais admiro, porque traz conforto, segurança e motores modernos para carros na faixa de 50 mil reais.
    http://www.icarros.com.br/peugeot/208/versoes-e-precos
    http://carros.peugeot.com.br/showroom/208/5-portas/p=seguranca/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A versão Peugeot 208 Pack tem somente 04 air bags.

      Excluir
    2. O peugeot pode vir com 10 airbags, vai continuar com 2 estrelas.
      O problema naõ foram os airbags, mas a estrutuira que entra em colapso em impactos laterais.
      Não tem airbag que resolva isso.

      Excluir
  4. Resumindo:
    208 referência em segurança na Europa.....
    208 brasileiro referência de descaso com o consumidor!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Deixa testar o up nestes novos critérios o babão que você verá as estrelas, kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  6. Como o teste está mais rigoroso, o Up! com certeza não é mais 5 estrelas, chorando 4 estrelas. para conseguir as 5 estrelas ele teria que ter mais segurança ativa (ESP e TC) e passiva (mais air bags) embarcado. Agora sobre a Peugeot, lamentável. Ainda bem que tenho nojo de carro francês, caros caros, inseguros, não confiáveis, assistência técnica lixo e peças caríssimas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O fato: se vc for no site do latin ncap, ele vai falar que o up! é 5 estrelas. Tanto no Brasil quanto na Europa.
      E no Brasil foi testado 2 vezes, e nas duas deu 5 estrelas.
      E outra coisa. O Up! tem proteção lateral, portanto ele não perderá pontos por causa disso.

      Não adianta os adoradores de PAU (Partido Anti Up!) ficarem de mimimi, o Up! é o único carro compacto com 5 estrelas no Brasil. Ponto.

      E o Peugeot 208 é 2 estrelas. Se tem dúvida, basta ir ao site do latin ncap.

      Excluir
    2. Perdera sim. Somente carros com ESP de serie poderão alcançar 4 ou 5 estrelas pelos novos critérios do latin ncap. Então todos os carros que sao vendidos na AL, que tenham pelo menos uma versão sem ESP terão no máximo 3 estrelas. Foi o caso da ranger, que no Brasil tem ESP e sete airbags de serie, mas foi testada na versão básica vendida no México, ficando com 3 estrelas. Portanto pelas novas regras o UP teria no maximo 3 estrelas

      Excluir
    3. O LNcap deve atualizar as estrelas do VW Up! com certeza sera quatro, pois o mesmo nao possuir airbags laterais nem controles de estabilidade e tração. Na proxima geração do Up! sim, deve receber um upgrade pra encarar o paredao do LNCAP e sustentar as notas. PUG foi decepcionante, imagina o MOBI?Deve ter virado uma paçoca

      Excluir
    4. Acho interessante como tem mané preocupado com o Up!.
      O Up! foi testado duas vezes pelo latin ncap. E teve 5 estrelas nos dois testes.
      Se vc for no site do Latin NCAP, e pesquisar, verá Up!: 5 estrelas.
      Eu sei que isso deixa as haters bravas. Mas é um fato.
      O Up! é 5 estrelas no Brasil e na Europa.
      Foui testado 3 vezes, e levou 5 estrelas em todos esses testes.
      Isso são fatos.
      O resto é mimimi,.

      Excluir
    5. Não se pode comparar carros com avaliações diferente pois os critérios de pontuação mudaram principalmente as de estrela que se tornaram bem mais "exigentes porém com certeza o Up! continuará referência na categoria e esse 208 fez feio por ser reprovado no teste de impacto lateral por uma economia porca.

      Latincap entende que o ESP é o sistema de segurança mais importante depois do advento do cinto de segurança pois ele evita ativamente acidentes e por isso passou a exigir para o carro estar apto a receber classificação de 4 ou 5 Estrelas.


      Pela nova regra o Up! Vai cair para 3 estrelas pois mesmo que "gabarite" os testes de impacto por não ter ESP de série nos carros oferecidos na América latina ele não pode receber 4 ou 5 estrelas porém nada impede que ela incorpore o ESP, a própria central do ABS utilizada nele (TRW EBC 460) aceita o ESP e pelo que entendi já tem pronto aquele sistema de frenagem automática após acidente para evitar um segundo acidente, só a Vw que não ativou ele (provavelmente para lançar como novidade depois) e para incorporar o ESP deve ser muito simples e barato, a Vw não pensa 2x antes de subir o preço dele, pode muito bem incorporar isso.


      Excluir
  7. Mas o up! Não foi testado dentro das novas regras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O fato: se vc for no site do latin ncap, ele vai falar que o up! é 5 estrelas. Tanto no Brasil quanto na Europa.
      E no Brasil foi testado 2 vezes, e nas duas deu 5 estrelas.
      E outra coisa. O Up! tem proteção lateral, portanto ele não perderá pontos por causa disso.

      Não adianta os adoradores de PAU (Partido Anti Up!) ficarem de mimimi, o Up! é o único carro compacto com 5 estrelas no Brasil. Ponto.

      E o Peugeot 208 é 2 estrelas. Se tem dúvida, basta ir ao site do latin ncap.

      Excluir
    2. engraçado, ele nunca responde com algum argumento correto, ele sempre responde da forma que melhor convém pra ele

      Excluir
    3. Eu fiz um questionamento.não sou contra o up! .muito pelo contrário considero a melhor compra de veículo novo até 40 mil.

      Excluir
  8. Agora até testarem o UP de novo teremos que aturar o mala do carlos4patas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O fato: se vc for no site do latin ncap, ele vai falar que o up! é 5 estrelas. Tanto no Brasil quanto na Europa.
      E no Brasil foi testado 2 vezes, e nas duas deu 5 estrelas.
      E outra coisa. O Up! tem proteção lateral, portanto ele não perderá pontos por causa disso.

      E o Peugeot 208 é 2 estrelas. Se tem dúvida, basta ir ao site do latin ncap.

      Excluir
  9. Vou esperar o teste de impacto lateral de todos os fabricantes para verificar se o 208 é abaixo da média ou esta na média das carroças brasileiras. Mas comparando com o 208 vendido la fora é claro que o resultado é bem triste.

    ResponderExcluir
  10. Pq ele nao testaram o 208 novo e sim o antigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há ralmente um facelift, com o novo motor Puretech. Mas, creio que não mudou esse fato.

      Excluir
  11. "o Latin NCAP está decepcionado com a estratégia do Peugeot vendendo um modelo fabricado localmente sem a proteção lateral, obrigatória desde 1995 na Europa". Retirar a barra de proteção lateral do veículo é a economia mais porca de que já tive notícia.

    ResponderExcluir
  12. Para os desavisados, o UP passou em 2 testes e não se esqueça que existe a versão Europeia. Esse pessoal que sai escrevendo qualquer coisa sem pesquisar, a Peugeot tem bons carros mas na Europa, não trouxeram o 308 europeu e ainda fizeram essa palhaçada com nós Brasileiros. Na minha opinião o carro tem que ser seguro desde a versão de entrada, como ocorre no UP e no Golf. O grande problema desse carrinho é que caparam ele para o mercado Brasileiro, tirando itens básicos em relação a versão europeia...

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. A Peugeot foi muito esperta em enviar a versão antiga do 208 para os testes dentro dos novos critérios.
    Partindo que a versão mais antiga e de entrada que não possui proteção lateral e a Peugeot conseguiu 2 estrelas, agora eles tem parâmetros de sobra para aperfeiçoarem as versões mais completas do 208 Pure Tec e conseguirem notas maiores.

    ResponderExcluir
  15. E eu andando de Fiat Bravo que obteve 5 estrelas no crash test europeu (um dos mais rígidos) em 2007, e que se fosse realizado hoje ainda arrancaria mais de 4 estrelas, porque tem isofix, 7 airbags, ESP, etc... e olha que o projeto do carro é de 1995 e que deixou de ser fabricado na Europa desde 2015.
    O que quero dizer é que existem carros no mercado que mesmo "ultrapassados" ainda mostram a que veio, e dão um banho nessas carroças modernas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, o bravo europeu tem plataforma diferente do Brasileiro, bem como o punto. Tanto que, a FIAT nunca os testou aqui no Brasil com medo de perder o marketing da tecnologia. Se o bravo fosse tao bom assim a FIAT mandaria ele pro teste ate pra servir como argumento pra concorrer com os outros medios. Alá 2 estrelas hoje se muito tira

      Excluir
    2. Fiat Bravo é um carro muito inseguro. Indice de rigidez torcional dele é praticamente a metade do do up!.

      Veja:

      http://www.car.blog.br/2015/05/jeep-renegade-rigidez-torcional.html

      Rigidez torcional do Up!: 17.800 Km/grau
      Rigidez torcional do Bravo: 10.000 Km/grau.

      Ou seja, torcer o bravo é 2 vezes mais fácil que o Up!.
      isso significa extrema insegurança, piora no comportamento dinãmico e o carro vira uma escola de samba depois de poucos kilometros.
      Bravo é um dos piores carros a venda nO brasil;
      Quem compra isso, deveira ficar quieto e se esconder, pois afimrar que comprou um Bravo, e não estabva com uma arma apontada para a cabeça, certamente depõe contra a pessoa.
      Se eu fosse recrutador de RH, perguntava quem carro ela tem.
      Se falar que tem: bravo, mobi, Palio, qualquer carro da Ford, e etc, já mandava embora, pois quem compra bravo, ka, carros da fiat em geral já mostra que não capacidade de discernimento.

      Excluir
  16. O Junior tem razão, o aço utilizado no VW Up! fabricado no Brasil tem as mesmas propriedades mecânicas do aço europeu utilizado no VW Up! europeu. Além disso, o aço empregado no Renegade e no Toro é similar ao utilizado pelo Up!.
    Pelo que eu sei, os resultados do Latin NCap do VW Up! realizado em jan/2014 teve o teste de impacto lateral aprovado conforme o UNECE 95.
    Caso o VW UP! seja testado ainda nesse ano (2016), o resultado provavelmente será apenas 3 estrelas para os passageiros Adultos e 4 estrelas para os passageiros infantis. Esse resultado será devido a ausência do ESP.
    Muito provavelmente a Volks adotorá do ESP a partir do 2º semestre de 2017, nos modelos de carros que são exportados para a Argentina, incluindo o VW Up!. Eles terão que fazer isso para ganhar escala e assim reduzir custos, pois em 2018 , todos os carros vendidos na Argentinas deverão vir com o ESP.

    ResponderExcluir
  17. Já dizia o ditado: "Por fora, bela viola. Por dentro, pão bolorento!"

    O 208 é o novo "pão francês" bolorento da vez. Que vexame!

    Uma pena que a grande parte da mídia televisiva e impressa brasileira ainda seja omissa a esses testes do Latin NCap.
    Informação salva vidas!
    Fiquemos atentos, sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opinião sensata Elton. O LNCAP faz um trabalho primoroso denunciando fabricantes inidôneos, como no relatório de hoje o LNCAP foi bem claro em citar que no Peugeot 208 tupiniquim foram retiradas as proteções ou reforços estruturais das portas do carro montado no RJ; vendo o filme a coluna B simplesmente colapsou. Cabe agora a Peugeot do Brasil rever seu projeto, ter vergonha e responsabilidade, e imediatamente fazer as alterações exigidas. Toda semana ocorrem mortes por impacto lateral como abalroamentos, choque contra arvores e postes, uma chacina proporcionada principalmente por motoristas irresponsáveis ou inaptos, mas também por carros que não resistem a impactos como é o caso do 208. Concordo cm vc que a imprensa especializada deveria dar mais importância a esse tipo de noticia, contudo já melhorou muito de um ano pra cá apesar de alguns especialistas cotinuarem refratários e ignorantes no assunto, levando seus leitores e seguidores ao erro na escolha dum veiculo 0km. Quanto ao Up, se realizado um novo teste hoje obteria 4 estrelas porque não tem ESP, estruturalmente o Up é referencia e vai continuar sendo. Troquei meu carro compacto unicamente baseado no teste do LNCAP há dois anos, entreguei um Fox pouco rodado num Up 0km depois de publicado o primeiro teste em fevereiro 2014, melhor compra que fiz em uma década falando-se de automóvel.

      Excluir
    2. Infelizmente ainda é uma prática bastante usada na tropicalização dos modelos produzidos na região. Carros como o New Fiesta, Punto, March e tantos outros sofreram alterações estruturais, tecnológicas e mecânicas com o único intuito de cortas custos e aumentar o lucro das fabricantes. Deveria existir uma lei punitiva para esses casos como o da Peugeot. Isso é um declarado ato de desconsideração pela Vida dos consumidores de regiões/mercados periféricos. Uma atitude colonialista que ainda impera em pleno século XXI. Daí a importância do Latin NCAP em trazer toda essa discrepância e fragilidade estrutural à tona. Cabe a nós, consumidores, exigirmos cada vez mais carros seguros e a nossas leis serem menos coniventes e permissivas com esses arremedos criminosos das fabricantes.

      Excluir
    3. Eu faço a minha parte, na minha garagem só tem lugar para carro 5 estrelas no LNCAP.

      Excluir
  18. Já dizia o ditado: "Por fora, bela viola. Por dentro, pão bolorento!"

    O 208 é o novo "pão francês" bolorento da vez. Que vexame!

    Uma pena que a grande parte da mídia televisiva e impressa brasileira ainda seja omissa a esses testes do Latin NCap.
    Informação salva vidas!
    Fiquemos atentos, sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. palio é bem melhor em quesito de segurança contra o 208, é novo palio na cabeça.

      Excluir
    2. Rafael,

      não diga isso. Se o Pálio, Uno, Mobi, Idea forem testados na nova metodologia, serão abaixo do 208.

      Excluir
  19. Testaram o 208 active, unica versão apenas com 2 air bags. Todas as outras versões (maioria no mix de vandas) possuem 4 e 6 air bags na griffe e gt.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O teste do LNCAP é sempre realizado com a versão básica disponível para venda ao publico. Se a versão básica tivesse 7 airbags como é o caso do Golf esta unidade teria sido a escolhida pro teste, existe um padrão, não é aleatório.

      Excluir
  20. A vida dos brasileiros continua valendo menos!
    Carros fabricados aqui no Brasil tem itens de segurança retirados com relação aos de fora!

    ResponderExcluir
  21. Que lástima. Independente da marca, acho o fim da picada essa depredação que fazem nos carros fabricados aqui. Se o ambiente de negócios/risco aqui é pior, em compensação o lucro é maior. Daí não se justifica essa piora de qualidade dos carros em relação aos europeus, americanos e japoneses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fim da picada essa depredação que fazem nos carros fabricados aqui.

      A única que não deprecia é a Volkswagen.
      O up! é 5 estrelas na Europa, e já foi testado duas vezes no latin ncap e confirmou as 5 estrelas, sendo que no último teste teve pontuação até mais alta.
      Agora, Peugeot 208 ficou pior no Brasil. E o Nissan March, que era 5 estrelas na Europa, veio para o Brasil com 2.

      Pior é o Renault kWID, que tomou ZERO estrelas na India. No brasil vai ficar devendo estrelas...

      Excluir
  22. è a coisa ta preta esse Latim NCAP é coisa do DEMO,
    Vade retro
    aonde dizer quer o 208 foi mal, que coisa
    Agora que filme mentiroso, blasfemo
    o Peugeot 208 é infinitamente melhor que o UP
    como que uma coisa bonita pode ser ruim
    Como
    Como
    ironic mode

    ResponderExcluir
  23. Se o teste ficou mais rigoroso e o Peugeot perdeu estrelas, o teste deverá ser feito em todos os carros agora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Em teste anterior do Latin NCAP, o 208 se saiu bem. Acredito que os novos criteiros da Latin NCAP, muito carras que foram bem, agora irão cair na classificação. Isso é ótimo, pois eleva o nível de segurança exigido, fazedno com que as montadoras procurem melhor cada vez mais. No entanto, o caso do 208 é triste. Adoro peugeot, tenho um 3008 top qué é incrível e muito seguro (testado pelo rigor do European NCAP com 5 estrelas). Queria comprar um 208 para minha esposa, mas sagora não dá mais. Tirar barras de proteção lateral é um absurdo. Airbags laterais não resolvem o problema de uma porta que será dilacerada em uma colisão. A Citroen (mesmo grupo: PSA) segue com a mesma mancada no C3. Foi mal PSA, 208 e C3, não dá!

      Excluir
  24. Parece que a Pug encomoda muita gente,esqueceram até o Kia picanto,além do mas não foi zero em um teste mais rigoroso e que não foi testado em outras marcas!

    ResponderExcluir
  25. Parece que a Pug encomoda muita gente,esqueceram até o Kia picanto,além do mas não foi zero em um teste mais rigoroso e que não foi testado em outras marcas!

    ResponderExcluir
  26. Barra de proteção lateral, item básico da estrutura de segurança de um automóvel dentro do conceito de célula de sobrevivência. Pensava que era um item obrigatório nos carros fabricados no Brasil, mas pelo visto não é! Vergonha de nossas leis e mais ainda dos engenheiros de montadoras que se especializaram em conceitos de descontrução dos itens mínimos de segurança de um veículo em nome da redução de custos. Rasguem os diplomas! E bem feito Peugeot, descobriram q vocês vendem carros pseudo seguros. Pediram 2 estrelas ou menos e levaram!! Chega os "cravos" nessas montadoras LatinNcap!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel, vc lembrou, acredito que essas barras de reforço nas portas são obrigatórias no Brasil sim. Muito estranho o 208 não tê-las.

      Excluir
  27. Quanto a Kia..., pelo visto é outra montadora que vende carros pseudo seguros. Zero estrelas...falar o que??!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No teste frontal a estrutura do Picanto se saiu bem (relatório LNCAP), faltaram os airbags. Mas faltou o teste de impacto lateral prejudicando o escore final.

      Excluir
  28. O 208 parecia o Sonic,qdo bateu no Brasil perdeu todas as argolas, ou seriam estrelas?

    ResponderExcluir
  29. No Brasil, se você quer segurança máxima dentre os produtos no mercado, só 3 veículos atingiram 5/5: Golf, Renegade e HRV. Todos acima de 70.000 reais...
    Dentre os populares o mais seguro é o Up com 5/4 por menos de 40.000 reais...

    É isso, duro... Poucos produtos com segurança como referencia, reflete o nosso mercado pouco exigente... Outro exemplo é a diferença ente os 208 brasileiro e europeu...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem também Jetta (mexicano), Renegade, Fit, Ecosport e New Focus, Civic e City. Tem New Corolla e Hilux. Nos compactos somente o Up. Todos carros 5 estrelas para os ocupantes dianteiros. Carros pra todos os bolsos, portanto, só consultar a tabela do LNCAP antes de fechar negocio.

      O Golf avaliado pelo LNCAP foi o mexicano; o Audi A3 e BMW 3 ainda não tem resultados, mas deverão ter escore máximo, assim como, o Merc CLA e A Class.

      Excluir
  30. Lembrando que acidente por transporte terrestre responde por quase 50.000 óbitos por ano, carros envolvidos em mais de 90% destes. Não dá mais pra ignorar o NCAP é demais órgãos de segurança no trânsito e nos autos...

    ResponderExcluir
  31. Quanto mais carros se testam, mais se sobressai o melhor compacto jamais fabricado no Brasil.

    DÁ-LHE UP!!!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.