Car.blog.br

Pesquisar este blog

Mercedes AMG GT R: vídeo, detalhes e especificações

Categorias: , , 3 Comentários

A Daimler apresenta a nova versão topo de gama do modelo esportivo Mercedes AMG GT. Trata-se do Mercedes AMG GT R - veículo que chega com um motor V8 Biturbo de 585 cavalos e 71,3 Kgfm de torque, e recursos como direção nas quatro rodas, para enfrentar principalmente o Porsche 911 GT3 RS, mas também Audi R8 e até o Nissan GT-R.

Mercedes AMG GT R

O motor V-8 4.0L twin-turbo sobe de 510 cavalos do AMG GT S para 585 cavalos neste, enquanto o torque máximo eleva-se de 66,1 para 71,3 Kgfm. A transmissão continua uma automatizada de dupla embreagem de 7 marchas, mas com software ajustado para mudanças mais rápidas.

Mercedes AMG GT R

Ele é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos, e atingir 318 km/h. O sistema de freios foi revisto, e agora há a opção de um conjunto com discos de cerâmica. O vídeo a seguir traz detalhes.



O Mercedes AMG GT R recebeu ajustes também para melhorar sua performance também em curvas, e não apenas em retas. Para tanto, o engenheiros da Mercedes-AMG foram testar o GT R em Nürburgring para torná-lo muito controlável. A pintura Green Matt Margno faz referência ao termo pelo qual o circuito é conhecido: "'Green Hell" - Inferno Verde'.

Mercedes AMG GT R

O visual do AMG GT R é mais agressivo, sendo que na dianteira há uma nova grade de aletas verticais denominada "Panamericana". Há também entradas de ar mais generosas, e uma enorme asa traseira preta e um difusor traseiro duplo.

Mercedes AMG GT R

Novas rodas de liga leve e 10 raios forjadas, mais largas, vêm montadas em pneus Michelin Cup 2, bem adequados para uso em pistas de corrida.

Mercedes AMG GT R

O Mercedes AMG GT R ficou mais leve também. Um novo e mais leve (e bem mais barulhento também) sistema de escape ativo foi adicionado, enquanto componentes de alumínio na suspensão reduziram o peso não suspenso. Há suportes do motor em fibra de carbono, material que foi aplicado também em componentes de chassis. As mudanças reduziram o peso em 15 kg.

Mercedes AMG GT R

A aerodinâmica desempenhou um papel importante no desenvolvimento do GT R; juntamente com a asa traseira (que agrega até 155 Kg de downforce) e o difusor, um novo divisor dianteiro ativo foi aplicado. Um painel ativo na parte de baixo do carro ajuda a reduzir a força aerodinâmica de elevação, direcionando o fluxo de ar para o difusor traseiro, enquanto a persiana na grade dianteira pode abrir e fechar para ajudar a controlar a temperatura do motor

Mercedes AMG GT R

Há um novo sistema de seleção de configuração adaptativa, também projetado especificamente para uso em pistas. A suspensão ficou mais firme, e há uma barra estabilizadora de mair diâmetro na traseira. Outra novidade é o eixo traseiro ativo esterçante, recurso aplicado pela primeira vez em um carro Mercedes. Até 100 km/h ele gira as rodas traseiras na direção oposta às dianteiras. Acima de 100 km/h elas esterçam na mesma direção das dianteiras, aumentando a estabilidade. Há um novo sistema de controle de tração com nove modelos de operação possíveis. Pode-se ajustar o nível de deslizamento por meio do sistema no centro do painel.

Mercedes AMG GT R

A Mercedes não mexeu muito na cabine. Os assentos elétricos de série dos outros modelos foram abandonados por outros de ajuste manual. Os assentos são mais leves e o revestimento é couro e microfibra. Novos detalhes interiores incluem cintos de segurança e costuras amarelos, e elementos em preto brilhante iluminados, que fazem parte do pacote "AMG Night".

Mercedes AMG GT R

O Mercedes AMG GT R começa ser vendido na Europa em novembro, mas chegará às mãos dos proprietários em março de 2017. O preço deve ficar na casa de US$ 205 mil dólares, no mercado europeu. Não há previsão sobre disponibilidade do modelo no Brasil.

Postagens relacionadas:

3 comentários:

  1. Vamos ser sinceros. Vocês acham que dona Audi tem como ser comparada com MB e BMW???? Não né por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi de perto o modelo antecessor deste MERC AMG GT, frente muito comprida (cofre do motor) e traseira curta, interior claustrofóbico tipo GT Le Mans, carro comprido demais, muito feio. Prefiro um R5, sempre Audi, muito mais harmônico e é um Audi/VW.

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.