Car.blog.br

Pesquisar este blog

Fiat Toro Flex AT: inundação na caçamba e recall do macaco

Categorias: , , 21 Comentários

O Fiat Toro 1.8 Flex Automático do teste de longa duração chega aos 5.000 km apresentando uma melhora de consumo e desempenho, sendo chamada para substituição do macaco, e constatando que a capota marítima não é eficaz, pois permite a infiltração de grandes quantidades de água na caçamba.

Fiat Toro Flex Automática

Começando pelo consumo, nossa picape registrou uma média de consumo de gasolina de 10,3 km/l (cidade/estrada com ar-condicionado ligado 100% do tempo) nas últimas medições, algo que nos deixou positivamente impressionados, e que atribuímos ao fato de o carro estar ganhando quilometragem.

Fiat Toro Flex Automática

Além disso, estamos percebendo o Fiat Toro mais desenvolto em suas respostas, o que suscita a ideia de que, simultaneamente à melhora do consumo, verifica-se também um ganho em termos de desempenho com o motor chegando aos 5.000 km. Estamos na expectativa de melhorias adicionais nesses indicadores quanto mais rodado fica o motor.

Recall do macaco

Nesse meio tempo, recebemos um telefonema da Fiat, solicitando que nos dirigíssemos a uma concessionária autorizada da marca para a substituição do macaco.

Fiat Toro Flex Automática - macaco recall

A própria atendente da Fiat pediu para que informássemos qual a concessionária que gostaríamos de fazer o serviço, e, quando defini-mo-la, a moça respondeu que seríamos contatados pela autorizada escolhida para agendamento.

Fiat Toro Flex Automática - macaco recall

De fato, no dia seguinte fomos contatados por uma pessoa da concessionária para agendamento da substituição do macaco, e, na data e horário agendado, levamos o carro à concessionária.

Fiat Toro Flex Automática - interior

O serviço foi realizado em cerca de 20 minutos, e consistiu na troca de um macaco com capacidade de 1.550 Kg por outro com capacidade de 1.750 Kg.

Caçamba inunda de água

Ao final, nos foi oferecida a lavagem de cortesia, o que aceitamos, e aproveitamos para fazer o teste de vedação da caçamba, para verificar se o nosso exemplar sofria do mesmo problema reportado por uma proprietária do Rio de Janeiro, de inundação da caçamba (veja aqui).


E, como mostramos no vídeo abaixo, o problema reportado pela leitora carioca se reproduziu exatamente no nosso caso: mesmo com a capota marítima fechada, ocorre uma inundação de água na caçamba, o que reforça a ideia de que trocar um porta-malas por uma caçamba, sem necessidade de transporte de carga, não é uma ideia que conta com sustentação racional.



É importante considerar que a situação de inundação da caçamba não parecer ser algo normal, já que a capota conta com "drenos" superiores, os quais deveriam direcionar o fluxo de água para a parte de baixo da caçmba. O problema é que isso não ocorre, não só pelo fato de as tubulações se soltarem do piso, mas, sobretudo, pelo fato de que entra água pelas laterais da caçamba.

Fiat Toro Flex Automática

Nesse contexto, caso se pretenda fazer uma viagem, é recomendável adotar providências para evitar que as bagagens sejam molhadas no caso de se enfrentar chuva ou mesmo uma lavagem ao longo do percurso.

Conclusão

Fiat Toro Flex Automática

O Fiat Toro chega aos 5.000 km surpreendendo positivamente em termos de consumo, melhorando ligeiramente seu desempenho - que, mesmo assim, é similar ao de carros 1.0, e evidenciando que a capota marítima não veda adequadamente a caçamba.

Postagens relacionadas:

21 comentários:

  1. Nisso se mostram duas faltas de projeto, vedação mal feita/mal projetada pois não existe esse nível de infiltração, pode entrar água, escorrer um pouco até mas é sempre discreto, pouca água que escorre pela cacamba porém um protetor original já tem mais obrigação de infiltrar menos e o protetor de caçamba também mal feito, deveria ter vincos mais profundos em sua base assim a bagagem ficaria elevada da água que passaria pelos vincos do protetor, como ocorre na maioria das pick ups, porém com esta é bem lisa, toda água que entra na cacamba pode escorrer pela cacamba e vai molhar toda a bagagem, FIAT gosta de forma sem função porém nestes casos é bola fora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meu caro... Aos poucos você está vendo a furada em que se meteu adquirindo essa Toro... Sinto muito, mas Fiat é assim e depois falam de Ford...

      Excluir
  2. TODAS picapes fazem isso! Acho ridículo as pessoas criticarem negativamente apenas a Fiat Toro com relação à essa infiltração. Se quer um carro que não molhe ou apenas respingue a bagagem, compre um SUV.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, você não teve TODAS pra falar assim, e nem eu, mas vou falar do que sei.
      Montana, Saveiro e S10, todas estas com capota marítima original de fábrica, só ESCORRE um POUCO de água, JAMAIS entra tudo que entra nessa da Toro...
      Normal é escorrer um pouco sim, a vedação não é 100% perfeita, mas a enxurrada de água que entra nela não é aceitável de forma alguma.
      Imagina você carregando 10 sacos de cimento pro seu sítio e começa a chover no caminho, pronto, fdeu, vai perder alguns sacos nessa "brincadeira"...

      Excluir
    2. Já tive uma Montana Sport (1a geração, picape Corsa e Saveiro) e todas elas entravam muita agua. Volto a dizer... picape com caçamba 100% seca nao existe!

      Excluir
    3. Concordo com você. Não tive picape, mas amigos e parentes q tem dizem q entrar água é normal, parece q menos nas com chassi do que nas monobloco, mas nenhuma com quantidade igual a postada no vídeo da proprietária acima (este não se deve ao fato de ter largado direto no vidro traseiro, algo q não ocorreria numa chuva - parado ou andando)? O q ficou na foto do blog parece normal.

      Excluir
    4. Tive duas Montanas do modelo antigo no passado, sendo que a primeira coloquei capota marítima paralela. Em ambas não entrava nem a metade do tanto de água que tá ali na foto. Na Ranger e S10 tb não. Com certeza tem algum erro de projeto nessa capota, não é normal entrar esse tanto de água.

      Excluir
    5. Quem tem ou já teve pick-up sabe que não entra esse tanto de água pela capota.Quem fala que entra é porque nunca teve...é só pesquisar,essa enorme infiltração de água,se for constatada realmente nas Toros,é erro de projeto na carroceria ou na capota.Repito,quem tem ou teve pick-up sabe que não tem isso tudo de infiltração,quem fala o contrario,comprou camionete que levou "lenhada" por traz.

      Excluir
    6. Rapaz, tenho uma Saveiro e garanto que isso nunca aconteceu comigo. Quero um dia trocar pela Toro, gosto muito do carro, mas como eu sei que vai demorar espero que daqui até lá arrumem isso.

      Excluir
  3. a despeito dessa polemica, acho que agua entrar na caçamba é disutivel, pois quem quer proteger o que esta na caçamba usa caixas com vedação boa
    o fato que ela Toro ao vivo e acores é muito bonita

    ResponderExcluir
  4. Na minha família tem Frontier, Hilux, Ranger e S-10. Em TODAS entram água. Nenhuma delas veda completamente a água, inclusive na Ranger entra bem mais água do que aparenta entrar nessa Toro da matéria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Justamente. Eis mais um exemplo para servir de reflexão. A galera aqui do blog detesta a Toro e ficam puxando pra baixo. Os unicos defeitos deste carro são o preço alto e o motor fraco (1.8 flex).

      Excluir
  5. Caros leitores, qual é a capota marítima que tem vedação eficiente para um jato de água desse?

    ResponderExcluir
  6. Já tive uma pick-up a Hoggar da pegout e entrava foi minha primeira e única pick-up entrava muita água mais q essa da Toro e nem por isso ficava bravo. Esse blog gosta mesmo é de queimar a Toro só pq é FIAT. Falam que o espaço interno da Toro é pequeno se nem entram pra mostrar,mas como a marca é FIAT não presta. Esse blog poderia ser mais democrático

    ResponderExcluir
  7. Olha, temos Duas Saveiros Cross e uma strada Working em casa, já tivemos outra strada tbm, as saveiros tem a capota original e a strada paralela, a outra strada tbm era paralela. Em todas elas escorrem água, só que bem menos, que no vídeo. Fiz uma viagem com chuva forte de 4 horas e não chegou a acumular água embaixo, só escorrer pelas laterais. Mas creio também que pra um Jato desse não existe vedação que suporte, visto que numa situação real de chuva, a força é infinitamente menor!

    ResponderExcluir
  8. Não entendi essa troca do macaco que segundo a FIAT, não suportaria o peso do carro. Fui trocar o meu, depois de 40 minutos recebi o carro, quando fui verificar, notei que o novo macaco tem capacidade máxima para 1.250kg enquanto que o antigo tinha capacidade para 1.250kg, reclamei e me informaram que é assim mesmo. Gostaria que vocês procurassem informações sobre isso junto com a FIAT.

    ResponderExcluir
  9. TENHO FOTOS DO ANTIGO E DO NOVO MOSTRANDO A CAPACIDADE DE PESO.

    ResponderExcluir
  10. Se ela for resistente que nem a fiat Estrada pra mim já valeu usei uma 1.4 por 5 anos e ainda vendi pro um bom preço.

    ResponderExcluir
  11. Estou recebendo a minha Toro amanhã e já estou preocupado com essa cachoeira. Vou estudar pra ver se coloco um plástico na quina da capota marítima pois pelo que eu vi ela tem uma pequena abertura. já pensou????w

    ResponderExcluir
  12. Vou receber a minha Toro amanhã e já tô preocupado com essa cachoeira que entra na caçamba. Eu notei que a capota tem uma abertura nos cantos junto a boleia. acho que é por lá que a água entra. Vou tentar dar um jeito porque se for esperar pela Fiat parece que vai demorar bastante

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.