Car.blog.br

Pesquisar este blog

Hyundai HB20X 1.6 Automático Style 2016: detalhes - vídeo

Categorias: , , 4 Comentários

A versão aventureira do Hyundai HB20 atende pelo nome de Hyundai HB20X, modelo que tem uma decoração e acessórios para compor a ornamentação "aventureira", e uma suspensão 4,1 cm mais elevada em relação ao HB20 convencional. O HB20X é vendido em três versões: Style 1.6 Manual (R$ 55.395 reais); Style 1.6 Automática (R$ 59.395 reais) e Premium 1.6 Automática (R$ 62.395 reais - veja detalhes desta versão aqui). Neste artigo nós detalhamos a intermediária, Style Automática.

Hyundai HB20 X 2016 Style 1.6 Automático

O Hyundai HB20X mostrado nas imagens e no vídeo que ilustram este artigo tem preço sugerido de R$ 60.495, pois, apesar de ser um exemplar da Style 1.6 Automática, ele conta com a pintura metálica, que eleva seu preço em R$ 1.100 reais.

Hyundai HB20 X 2016 Style 1.6 Automático  - prata

Neste preço, o HB20X 1.6 Style Automático vem de série com uma lista de equipamentos que contempla abertura e fechamento dos vidros elétricos por meio da chave canivete, airbag duplo, alarme perimétrico, ar-condicionado manual (a versão Premium conta com ar-condicionado digital automático), banco do motorista com regulagem de altura, bancos em tecido Woven Preto com detalhes verde, chave principal e reserva tipo canivete com telecomando de travamento das portas e porta-malas, computador de bordo, direção com assistência elétrica.

Hyundai HB20 X 2016 Style 1.6 Automático - Prata

Em termos estéticos, a diferença externa mais visível entre este modelo Style e o Premium está nos faróis, que neste caso são convencionais (os do Premium são com projetores) com máscara cromada e contornos em preto, mas mesmo neste caso temos faróis de neblina dianteiros com projetor.

Hyundai HB20 X 2016 Style 1.6 Automático - traseira

Complementando a lista de equipamentos, este HB20X traz fixação ISOFIX® com top tether para cadeirinha de bebê e assento infantil, feios ABS com EBD e lanternas Clear Type, lanternas indicadoras de direção nos retrovisores, pedais com acabamento em alumínio, porta-óculos no console de teto.

Hyundai HB20 X 2016 Style 1.6 Automático - interior - painel

O sistema de som neste caso é mais simples, não é do tipo multimídia (como o que vem no Premium), e traz rádio blueAudio® integrado ao painel com conexão Bluetooth®, streaming de áudio, MP3 player, conexões USB e auxiliar e comandos de áudio e telefonia no volante.

Hyundai HB20 X 2016 Style 1.6 Automático

Há também rodas de liga leve de 16", modelo Jungle, pneus 195/60 R16, travamento automático das portas e do porta-malas a 15 km/h, travas elétricas nas portas e porta-malas com comandos na chave, vidros elétricos dianteiros e traseiros com funções one touch (descida e subida) e antiesmagamento e volante com regulagem de altura e profundidade.

Estética

A linha 2016 do HB20X traz uma decoração mais ostensiva e mais próxima dos SUVs, onde se destaca a grade dianteira maior, com pintura brilhante e um contorno cromado bastante chamativo.

Hyundai HB20 X 2016 Style 1.6 Automático

Na traseira se destacam as lanternas que mantiveram o desenho anterior mas adotam lâmpadas Clear Type, diferenciadas.

Hyundai HB20 X 2016 Style 1.6 Automático

Assim como no modelo convencional, novos para-choques, rodas e elementos de decoração lateral são novos.

Interior

O interior desta versão Style vem com bancos revestidos em tecido mais esportivo, com detalhes em verde, sendo que o banco do motorista conta com o apoio de braço - providencial para proporcional conforto.

Hyundai HB20 X 2016 Style 1.6 Automático - interior

De qualquer forma, a decoração interna de aventureira não tem nada - o que é bom, com sua abordagem mais sóbria, mas simples, com o plástico preto duro dominando a cena.

Hyundai HB20 X 2016 Style 1.6 Automático - interior - espaço traseiro

Já no compartimento traseiro o espaço é reduzido, mesmo com o assoalho quase plano.

Mecânica: desempenho e consumo

O Hyundai HB20X 2016 adota o mesmo motor 1.6 16V de 128 cavalos do modelo anterior, mas com aperfeiçoamentos como novos pistões, velas e anéis de vedação. O resultado é que o modelo 2016 é mais econômico que o anterior, como atesta a evolução da nota do INMETRO, de "D" para "A".

Assim, este modelo automático apresenta os seguintes dados de consumo, segundo o INMETRO:

Cidade: 7.1 Km/l (Etanol) e 10.2 Km/l (Gasolina)
Estrada: 8.7 Km/l (Etanol) e 11.4 Km/l (Gasolina)

Os dados de desempenho para HB20X 1.6 Automático com etanol (que favorece a performance) são os seguintes:
  • 0 a 100 Km/h: 11,6 segundos
  • Velocidade máxima: 185 Km/h (dado do fabricante)
Os números do Hb20X 1.6 2016 são melhores que os modelos anteriores, sobretudo em função da adoção da transmissão automática de seis marchas em substituição à anterior de quatro velocidades.

Frenagem
  • a 100 Km/h: 42,2 metros
  • a 80 Km/h: 26,6 metros
Vídeo - HB20X Confort Style 1.6 Automático



Conclusão

O Hyundai HB20X 1.6 Automático Comfort Style, com preço em torno de R$ 60 mil reais, é um modelo compacto confortável - especialmente por conta da transmissão automática de seis marchas, com ótimo desempenho e consumo relativamente baixo.

Hyundai HB20 X 2016 Style 1.6 Automático

Trata-se de um modelo com 3,95 metros de comprimento, com porta-malas de 300 litros, e que, se não é um autêntico off-road, sua suspensão elevada permite enfrentar o piso lunar, as valetas e lombadas das vias brasileiras com maior desenvoltura que os modelos convencionais.

Postagens relacionadas:

4 comentários:

  1. Me impressiona não terem coloca piloto automático nessa carro, hoje em dia com um radar atrás do outro, acho fundamental esse item. Quem sabe para 2017 ...

    ResponderExcluir
  2. Bacana esse carro! Falta melhorar ainda a eficiência energética!

    ResponderExcluir
  3. Já realizei três test drives no HB20X 2016 automático nos últimos 15 dias e digo que o novo câmbio de 6 marchas é... absurdamente fantástico! Trocas suaves em baixíssimas rotações, sem trancos (ou dúvidas! rs), desenvolvendo o carro em trânsito urbano de modo que (na minha experiência) nunca vi igual. Por vários momentos achei que o carro estava no máximo em quarta marcha, mas ao passar para modo manual descobri que ele estava em quinta ou mesmo sexta. Ele troca de marchas como um bom motorista que "realmente" sabe utilizar paddle shifts faria. Na minha opinião, este novo câmbio na mão de um motorista com estilo de direção fluída (não lerdo demais ou o oposto, esportivo) conseguirá tirar neste carro 12 km/l na cidade e 15/16 na estrada, com gasolina, sem ar e no máximo duas pessoas. Senti falta: indicação de marchas no painel (só em modo manual), paddle shifts, indicação digital de velocidade (para mim, a maior falha, pois permite melhor passagem em radares sem reter trânsito) e tilt down nos retrovisores (quando se engata a ré). Não me agradou: ao fazer kick down achei que ele foi um pouco "lerdo", esperei um coice (redução de marcha), mas ele preferiu encher rotação progressivamente (pelo menos foi esta a minha "percepção"). Cuidado especial: direção elétrica não é progressiva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bacana a reportagem e o relato do Walter. Tenho muita curiosidade de dirigir esse modelo, que possui posicionamento de mercado muito interessante, pois consegue competir com o gol, new fiesta e até o fit.

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.