Car.blog.br

Pesquisar este blog

Fiat Aegea, sucessor do Linea, será produzido no Brasil

Categorias: , , 32 Comentários

O sucessor do Fiat Linea e Bravo, atualmente conhecido como Fiat Aegea, será fabricado no Brasil, na fábrica pernambucana da Fiat Chrysler em Goiana - unidade que já produz o Jeep Renegade e a Fiat Toro.

Novo Fiat Linea 2016 - Fiat Agea

O Fiat Aegea, veículo apresentado este ano, é a aposta da marca ítalo-americana para se estabelecer de forma competitiva nos segmentos de sedãs e hatchs médios em mercados emergentes, como Brasil e Índia.

Novo Fiat Linea 2016 - Fiat Agea

O Aegea sedã mede 4,5 metros de comprimento, 1,78 metros de largura e conta com distância entre-eixos de 2,64 metros. O porta-malas impressiona: 510 litros. Haverá também uma versão hatch, sucessora do Bravo, para competir com Golf e Focus.

Novo Fiat Linea 2016 - Fiat Agea

Na parte mecânica, o Fiat Aegea terá, no mercado europeu, versões com motor 1.4 Turbo e 2.0 Diesel, associados a caixas manuais ou automáticas de transmissão.

Novo Fiat Linea 2016 - Fiat Agea

Fonte: AutoMonitor

Postagens relacionadas:

32 comentários:

  1. Desculpa Fiat, esse vai ser seu próximo fracasso em vendas no segmento dos médios, assim como foi com todos os outros, pois com esse tipo de produto não da para concorrer com Golf, Focus, novo Civic que virá e Corolla. Primeiro tenta trocar seus motores ridículos da linha atual de carros, pois o único que presta é o 2.0 diesel turbo do Ranegade, que vira na Toro também.

    ResponderExcluir
  2. Aqui vai usar etorq e dualogic. sucesso!

    ResponderExcluir
  3. Realmente esse carro parece bem fraco mesmo!

    ResponderExcluir
  4. Com esse entre-eixo sera que vai ter bom espaço interno?

    ResponderExcluir
  5. Acho engracado que tem gente que abre a boca pra dizer que a FIAT e lider em tecnolgia kkk. Que carro tosco, nao sei a qualidade, mas os materiais sao de aspecto muito pobre, pra nao dizer podre

    ResponderExcluir
  6. Gostei, achei interessante, muito bonito. Resta esperar pra ver o que vem de verdade, mas acho que vai ser coisa boa. Minha humilde opinião. Abçs!

    ResponderExcluir
  7. Belíssimo carro, e se chama "Egeu".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No vídeo, a placa traseira mostra Agea.

      Excluir
    2. Sim, no idioma e escrita turco.

      Excluir
    3. Inclusive ele é batizado em "homenagem" ao Mar Egeu, não "Aegea". Se for ver, o "A" e o "e" estão colados, tipo uma logomarca.

      Excluir
    4. No vídeo a pronúncia é "êguéa" e não "êjêu".

      Excluir
    5. E o video está em que idioma? Isso, no turco!

      Excluir
    6. O carácter Æ faz parte da escrita latina e é a ligadura entre as letras A e E. Sua pronúncia tem o som similar ao do E em português. O código Unicode é U+00C6.

      Excluir
    7. "The new Fiat AEgea"

      Ele fala em inglês, mas com um sotaque pesado pra uma língua que desconheço, deve ser turco.

      Excluir
  8. Externamente echei o carro bem bacana, o hatch é ainda melhor. Mas esse painel meio punto/meio freemont ficou um lixo. E a saída de ar central ficou muito baixa. Vai encalhar.

    ResponderExcluir
  9. Esse carro é horroroso demais, fracasso à vista.
    A traseira lixo me lembrou o Civic.
    A grade dianteira é mais retrô que TV preto e branco.
    Sinceramente, o que anda acontecendo com os designers da Fiat?

    ResponderExcluir
  10. Que eu me lembre o único sedan médio de sucesso da Fiat à época foi o Tempra que na ocasião era um carrão. Depois disso sucessivos fracassos que ao que parece continuarão....!!!! É uma pena...!!!!

    ResponderExcluir
  11. Que eu me lembre o único sedan médio de sucesso da Fiat à época foi o Tempra que na ocasião era um carrão. Depois disso sucessivos fracassos que ao que parece continuarão....!!!! É uma pena...!!!!

    ResponderExcluir
  12. to ate vendo esse troço com aquele cambio horrivel dualtrancologic e o fantastico motor sentorq ... vai vender muito, concorrente direto do focus, golf, jetta, civic toyota... essa é a fiat

    ResponderExcluir
  13. Bonitão o carro, interna e externamente. Mas tem que ver ao vivo, claro. Tomara q a Fiat consiga resolver a questão do motor, o e-torq está ultrapassado.

    ResponderExcluir
  14. Vou usar uma frase que já foi por várias vezes colocada aqui: para carros o 0 a 100 não é fator principal de compra. Se acabamento melhor vendesse mais, o líder do mercado não seria o atual.

    ResponderExcluir
  15. Por aqui vai ser equipado com o jurássico E-torque. Apenas o exterior bonito.

    ResponderExcluir
  16. Li o mesmo do renegade, unãoway, acabamento porcaria, feio, que o padrão de construção seria uma droga, etc, etc. Agora o bicho é ótimo e só que não presta é o etorq sem torque. O problema a meu ver não é só qualidade do carro, é a qualidade no pós venda de carros mais caros da fiat, isso tem que mudar, ela pode fazer na sua rede o que fez na jeep.

    ResponderExcluir
  17. Via de regra, a Fiat descobre nichos inexplorados e as outras correm atrás. Mas não acerta no segmento de sedãs médios! Quem sabe o Aegea quebre essa maldição...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ela tivesse se esforçado um pouco mais com os sedans anteriores não estaria penando agora. Tempra vendeu porque chegou esculachando a concorrência, Marea foi morto por uma tropicalização porca e o Linea pecou em não ter um cambio automático.

      Excluir
  18. "na fábrica pernambucana da Fiat Chrysler em Goiana..."???????????????????????????
    Como assim????

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.