Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW acusada de usar software ilegal de controle de emissões

Categorias: , 10 Comentários

A Volkswagen e Audi venderam cerca de 482 mil veículos a diesel com software ilegal de controle de emissões na América do Norte, para fazer seus carros parecerem mais limpos em testes que no mundo real, conforme comunicado da Agência de Proteção Ambiental dos EUA (veja aqui).


O software, incluído nos VW e Audi em modelos 2009 a 2015 com motor turbodiesel de 2.0L, detecta quando o carro está passando por testes de emissões da Agência e altera totalmente o funcionamento do motor, ativando todos os sistemas de controle de emissões. Já quando os carros estão em uso normal, todos os sistemas de controle de emissão são desligados.

Funcionários da EPA - Environmental Protection Agency - dos EUA chamaram o software de "dispositivo manipulador", que permitiu à VW e Audi para cumprir as normas de emissões em testes de laboratório, mesmo emitindo níveis de NOx (Óxidos de Nitrogênio) de 10 a 40 vezes maiores que os permitidos pela legislação quando em operação normal.

A EPA ainda não emitiu multas para VW e Audi nos EUA, pois o processo de investigação continua. Entretanto, de acordo com a legislação americana, a agência poderá cobrar uma multa de até US$ 37.500 dólares por veículo - o que daria até US $ 18 bilhões para as violações alegadas.

Os modelos afetados são: Jetta, Beetle, Golf e Audi A3, anos 2009 a 2015. E VW Passat 2014 e 2015.

Fonte: AutoNews

Postagens relacionadas:

10 comentários:

  1. Conhecendo os EUA como eu conheço, particularmente acredito que a probabilidade da agência estar errada é 100x maior do que a VW ser culpada nisso daí. Porém, se for confirmada a denúncia, duvidarei até dos carros fornecidos para os testes de segurança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro. Essa minha teoria é baseada em processos burocráticos. Uma decisão de burlar esse sistema por parte da VW, em tese, teria que ter a anuência de uma série de pessoas. Já na agência, basta alguns funcionários serem corrompidos ou disporem sua má-fé para divulgar algo assim. Veja só aquele repórter que assassinou a outra repórter recentemente nos EUA. O canal de TV para o qual eles trabalhavam era respeitado, porém um louco fez o que fez. O mesmo pode ter acontecido nessa agência, que acredito não ter nem de longe os burocráticos processos da VW, como qualquer montadora.

      Excluir
    2. Eu também penso como você. O que quero dizer é que um(uns) funcionário(s) da agência podem ter soltado essa notícia, e agora o CARB e o Departamento de Justiça investigam o caso. Teremos que aguardar novidades.

      Excluir
  2. Eu tô chocado, nem sei o que comentar. Apenas desnecessário, se não tem motores diesel econômicos que desenvolva novos.

    ResponderExcluir
  3. O Carlos irá dizer que existe uma conspiração mundial contra a VW...

    ResponderExcluir
  4. Tá com cara de uma grande barrigada da EPA.
    Primeiro e antes de mais nada, é apenas uma acusação do EPA da Califórnia.
    A investigação não chegou ao fim e a VW está colaborando.
    A VW não se pronunciou sobre a questão.
    E se tivesse alguma certeza do que o EPA está falando, eles teriam iniciado o processo para emitir do recall. E não fizeram porque?
    Não acredito que a VW tenha usado um software desse.
    Provar-se-á uma grande barrigada da EPA.
    Simples. Vamos aguardar o desenrolar dos fatos e o pronunciamento oficial da VW.
    Até lá, tudo que for falado não passa de besteira e achismo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou te ajudar carlos, sem tirar a credibilidade da EPA. Ocorreu o mesmo aqui no brasil com a fiat e o mille, carburado. A centralina do bicho entendia que estava sendo testada e alterava o ponto, rotação, etc. A fiat teve que pagar um pau pro governo. Isso foi na era Paolo Pacific, o ex-bigboss despedido pelo agnelli por falcatruas financeiras na importação do tipo, que já quebrou o mappin, a sandrecar e outras.

      Excluir
  5. essa pratica e comum nas montadoras do mundo todo. vão dizer que vcs nunca ouviram falar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca ouvi, só uma vez com o Uno aqui, mas em um único modelo, não em várias linhas e 2 fabricantes.

      Excluir