Car.blog.br

Pesquisar este blog

Up! I-Motion: operação errada deixa o carro parado na Dutra

Categorias: , , 36 Comentários

O nosso up! I-motion objeto de nosso teste de longa duração fez uma viagem à cidade de São Paulo na semana que passou, onde um vendedor de uma loja multimarcas viu o carro, e pediu para experimentá-lo para a editora que está conduzindo o teste – no que foi atendido.

Volkswagen up! I-motion 2015 - teste

Durante o percurso de experimentação, o vendedor gostou do funcionamento da transmissão, mas resolveu a dar “conselhos” à editora sobre como operar a transmissão do modo que ele achava "correto”. Assim, sem ter jamais lido as recomendações oficiais da Volkswagen sobre como operar o câmbio I-motion, o sujeito lançou a pérola: “ se a senhora quiser preservar o seu câmbio, nas paradas de semáforo coloque e câmbio em N – Neutral”.

Ao que parece, o vendedor imaginou que colocando o câmbio em “N” a embreagem desacopla e, portanto, a transmissão seria preservada. Entretanto, esse procedimento está em total desacordo com a recomendação da Volkswagen sobre o I-Motion.

Segundo a VW, não se deve colocar o câmbio em “N” em paradas temporárias. Quando se está parado em um semáforo, o condutor não deve fazer NADA, e deixar o câmbio em D. A transmissão I-motion desacopla totalmente a embreagem, mesmo com o câmbio em "D", caso o carro esteja parado e não se está acelerando, motivo pelo qual não há desgaste algum nessa transmissão, e nem ganho algum em colocar em “N”.

Parada na Dutra - câmbio não volta de "N" para "D": problema?

Entretanto, a editora que está andando com o up! I-motion resolveu acatar as recomendações do vendedor, mesmo sem tê-las checado, e passou a colocar a transmissão em N em todas as paradas temporárias, achando que, assim, estaria "preservando" o câmbio.

Volkswagen up! I-motion  - interior - painel

Na volta para sua residência, enfrentou um congestionamento na região de Guarulhos da Rodovia Dutra, e, como estava adotando o procedimento errado, mas recomendado pelo “especialista de plantão”, colocou a transmissão em “N” quando trânsito parou totalmente.

Ocorre que o carro estava no plano e não era necessário pisar no freio, e o congestionamento deixava os veículos parados por alguns minutos. Entretanto, quando os carros à frente começaram a andar, a editora acionou a alavanca do câmbio de “N” para “D”, mas o câmbio permaneceu em “N”, se recusando a mudar para "D".

Assim, ela acelerava o carro e nada do carro andar, visto que a transmissão permanecia em "N". Tentou várias vezes comutar de “N” para “ D” e nada. Os carros que estavam atrás começaram a desviar, buzinaar, e o up! I-Motion continuava parado no meio da Dutra, imóvel. Até que, já bastante preocupada, a editora resolveu desligar o carro e liga-lo novamente.

Assim, adotou o procedimento padrão para ligar um carro com a transmissão I-Motion: pisar no freio (o up! I-motion só dá a partida com o freio de serviço acionado). E então o câmbio mudou para “D”, e ela conseguiu seguir viagem, mas já achando que o câmbio estava com problemas.

Na parada subsequente do congestionamento, novamente adotou a "recomendação" do “especialista que jamais leu nada sobre o I-motion” e colocou novamente o câmbio em “N”. Depois de alguns minutos parada, o trânsito começa a andar e ela tentou colocar a transmissão em “D”. Novamente sem sucesso. E ficou mais de 10 minutos parada na rodovia, causando problemas no trânsito, e obrigando motoristas a desviar, pois o up! I-motion não mudava para “D”.

Até que resolveu novamente desligar o carro, e o ligá-lo. E,  voilà, o câmbio comutou para “D” e ela pode seguir suia viagem, mas já extremamente preocupada que o carro poderia parar a qualquer momento, pois o câmbio estava "certamente com problemas", no seu entendimento.

Na realidade não houve problema algum, apenas operação errada da transmissão. Primeiro ao comutar o câmbio para "N" em paradas temporárias, e, depois, ao tentar comutar para "D" novamente sem pisar no freio.

O software de gerenciamento da transmissão só aceita a comutação de "N (Neutro)" para "D (Drive)" ou de "N(Neutro)" para "R (Ré)" com o carro parado e o pedal do freio acionado - procedimento de segurança. Assim, adotando-se tal sistemática - indicada pela montadora - a transmissão opera perfeitamente em todas as situações de uso, como mostramos no vídeo abaixo.



I-motion não volta de “N” para “D” sem o pé no freio

O “problema” que aconteceu com a editora não foi da transmissão I-motion, mas de erro na operação do câmbio. Ela acreditou em um conselho errado, proferido por uma pessoa que não sabe nada sobre esse câmbio, e, com isso, passou a operar o câmbio em desacordo com as regras estabelecidas pela Volkswagen para essa transmissão.

Pior: como passou a operar o câmbio de forma errada, se esqueceu da regra que o câmbio I-Motion só comuta de “N” para “D” com o pé no freio, e com isso passou maus momentos com o seu carro parado no meio de uma das rodovias mais movimentadas do País.

Câmbio I-motion: quanto menos você fizer, melhor!

Esse episódio mostra que só se deve adotar os procedimentos de operação da transmissão I-Motion recomendados pela Volkswagen, alguns dos quais relacionaremos abaixo:

Volkswagen up! I-motion 2015 - teste

  • Para andar com o carro, coloca-se o pé no freio, muda-se a alavanca de câmbio para posição central, solta-se o freio de mão e acelera-se, quando o carro começa a andar e trocar as marchas automaticamente, sem intervenção do motorista.
  • Em caso de parada do veículo, após o mesmo ser imobilizado, pode-se manter a alavanca na posição central ou alocá-la para a posição R, e posteriormente puxar o freio de mão.
  • No caso de paradas temporárias, em semáforos - por exemplo, não se deve mudar o câmbio para a posição N
  • E, caso o carro esteja em subida, deve-se usar ou o pedal de freio ou o freio de estacionamento, e não usar o acelerador para manter o carro parado, já que isso causa superaquecimento da embreagem e reduz a vida útil dos componentes.
  • Para acionar a marcha a ré, (1) pise no freio e, com o carro parado, mude a alavanca para "R" (2). Ao fim da manobra de estacionamento, acione o freio de mão (3), e volte a alavanca para "N", e desligue o carro.
Evite recomendações de "especialistas"

Ao se optar por um carro automatizado é necessário conhecer suas regras de funcionamento, e adotar os procedimentos recomendados pelo fabricante. E, jamais, adotar procedimentos recomendados por mecânicos ou conhecidos que, em sua maioria, não leram sobre o procedimento correto de operação dessas transmissões e põe-se a dar recomendações erradas fundamentadas apenas em "achismo".

Os procedimentos de operação da transmissão I-Motion estão colocados no manual do proprietário do carro, além de estarem relacionados em um folder informativo que vem junto com o carro, o que evidencia a desnecessidade de adotar recomendações de pessoas que não sabem o que falam.

Conclusão

Volkswagen up! I-motion 2015 - teste

O nosso up! I-motion do teste de longa duração já chegou aos 5.000 Km sem que tenha apresentado qualquer problema, exceto aqueles causados pelo componente que fica entre o assento e o volante: o condutor.

Postagens relacionadas:

36 comentários:

  1. Brasileiro comum não tem costume com câmbios sem embreagem. No AT com conversor de torque, geralmente o erro é com a posição Park, tem gente que não pisa no freio, o câmbio não muda para Drive e a pessoa acha que o sistema não presta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, e no caso do I-motion, o povo se esquece que só muda de "N" para "D" com o pé no freio. Aí tentam comutar sem o pé no freio e acham que o câmbio está com problema.

      Excluir
    2. Desculpe mas... A motorista é "editora" mesmo?
      Porque um erro desses é primário! Entrou em um carro novo/diferente do usual, leia o manual!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Eu também estou gostando muito dessa transmissão I-motion do up!. Funcionamento suave, reduções extremamente rápidas, sem trancos, e muito confortável em cidade.
      Mas tem que seguir o manual, e não pode tentar fazer operação manual se vc não sabe o que está fazendo.
      Enfim, deixando o I-motion decidir por ele mesmo e não interferindo, é a melhor opção.

      Excluir
    2. Meu carro tem conversor de torque. No anda e para do congestionamento é só tirar o pé do freio que o carro dá o pulo a frente. Não incomoda toda hora ter que ficar acelerando o Up no congestionamento, já que não tem creeping?

      Excluir
    3. Eu tenho um carro automático (Golf TipTronic) e é assim: tira o pé e ele sai andando. Já o up! I-motion ele só anda se acelerar.
      Em congestionamento acho melhor o funcionamento do up!, pois assim não é necessário ficar segurando o carro no freio, como nos automáticos convencionais.

      Excluir
  3. Já quase passei essa vergonha com uma Discovery 3, para comutar para qualquer posição tem-se que pisar no freio, passei de D para N e quando fui sair no semáforo a alavanca não se moveu, felizmente o carro recuou um pouco e quando pisei no freio o D entrou.

    Não foi falta de costume pois já dirigi varios outros automáticos da Honda, Toyota e Mitsubishi, questão de programação da caixa.

    E menos com essa de "proferido por uma pessoa que não sabe nada sobre esse câmbio" não foi culpa do vendedor nem da motorista, culpa de vocês que não a informaram do funcionamento da caixa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm não entendi pq essa revolta toda com o vendedor, cabe a VW informar adequadamente o funcionamento do câmbio ao proprietário e ao proprietário informar aos condutores.

      Excluir
    2. A VW informa corretamente. Tanto na concessionária, quanto no folder do I-motion quanto no manual.
      O vendedor que passou o "conselho" não é de uma autorizada VW, é de uma loja multimarcas, e esse vendedor não sabe nada de I-Motion.
      Ele simplesmente falou sobre o que não sabia. E como falou sobre o que não sabia, passou uma orientação errada, em desacordo com o procedimento definido pela VW para esse tipo de situação.

      Essa mesma editora também tinha tido problema com o I-motion em rampas, e disse que o câmbio era ruim em rampas que não funcionava.

      Quando fui verificar o que era, nas rampas muito íngremes, o I-motion segurava a 1ª em rotação muito elevada. Então ela achava que estava errado, e passava a operar manualmente o câmbio.

      Só que ela "achava" que para subir as marchas era movimentando a alavanca para baixo, quando na realidade é o contrário. Então quando o cãmbio já mudava para segunda na rampa, ela mexia no cambio e entrava primeira, e aí o carro dava um tranco, e ela dizia que o cambio estava errado, que não funcionava.

      Eu falei para ela esquecer que tem câmbio e deixar ele fazer tudo sozinho, e aí ela começou a achar uma maravilha o câmbio.

      Agora, esse "vendedor" deu uma recomendação para ela operar manualmente o câmbio, colocando em "N". E fez tudo errado, ficando parada na Dutra 2 vezes, e dizendo que o câmbio estava com problemas, quando na realidade ela que estava operando errado.

      De qualquer forma, estou achando interessante esses relatos pois é de uma pessoa completamente leiga em mecânica, e está usando o carro e passando suas observações.

      O que acontece com ela deve acontecer com outras pessoas também, então é útil.

      E de tudo que vi até agora, em todas as situações, a solução para o problema é sempre a mesma: "não mexa no câmbio NUNCA, deixe que ele faça tudo sozinho." Quando ela faz isso, funciona perfeito.

      Por isso que eu digo: se vc quer operar manualmente um câmbio automatizado, saiba exatamente o que está fazendo, pois há enormes chances de você fazer besteira.

      Excluir
  4. Penso Eu que se o "cambio é inteligente" o suficiente, então a VW fica devendo uma, pois se não é para por em "N" em paradas temporárias("Segundo a VW, não se deve colocar o câmbio em “N” em paradas temporárias. Quando se está parado em um semáforo, o condutor não deve fazer NADA, e deixar o câmbio em D.") e com tanta tecnologia hoje disponível, porque então o cambio aceita? Não existe meia inteligencia!
    Vou a uma concessionária por curiosidade e testar COM e SEM as recomendações do manual de uso do cambio I-Motion.
    Agora uma dúvida: já que o cambio automaticamente desacopla a embreagem quando o veículo em "D" para, posso tirar o pé do freio e descer do carro com segurança, ou devo colocá-lo em "N", em caso de necessidade numa emergencia ou até mesmo fechar o portão de casa quando sair?
    Não possúo carro com cambio automático e nem automatizado...ainda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A posição "N" é o ponto-morto do cambio manual, mas no I-motion ele faz as vezes tanto do "N" do Automático quanto do "P". No carro automático você para o carro e coloca em "P". No I-motion o "N" é para parar o carro e estacionar. Não é para ser usado em paradas temporárias.
      O câmbio aceita o "N" porque o carro não tem como saber se a parada é temporária ou não.

      Excluir
  5. a questão é que ninguem le os manuais
    Cambio sem embreagem adota o padrão americano:
    para ligar o carro e acionar o cambio tem que pisar na embreagem
    e para movimentar colocar no D e esqueça
    o N(neutro) é só no caso de emergencia
    ai vc tem que fazer a operação que citei tudo de novo, ou seja :
    tem que colocar no P
    pisar na embreagem
    ligar
    colocar no D
    e ai sim sair com o carro
    tudo isso é procedimento de segurança
    leiam leiam o manual
    e olhe se vc usar corretamente o automatizado da VW é bom
    acredite

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na realidade não há embreagem. O procedimento é pisar no freio e comutar para "D".
      Mas tem câmbio automático que aceita sim ir de "N" para "D" em pisar no freio. O câmbio AT6 do Golf aceita mudar de N para D até mesmo com o carro em movimento.

      Excluir
  6. Imagino como deve ser "agradável" entrar em alguma vaga de ré ou simplesmente fazer uma baliza com esse cambio, já que quando se solta o freio o veículo não se move "sozinho" como nos automáticos convencionais e etc...
    Cada pisada no acelerador, um susto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Operação extremamente simples e sem problemas. Não há sustos nem surpresas. Basta acelerar que o carro se move lentamente, sem problema algum. Já estacionei várias vezes e fiz muitas balizas e é bem mais fácil que com um câmbio manual.
      A editora também está achando bem simples tais operações.
      A programação do I-motion realmente é espetacular. O câmbio funciona muito bem em todas as situações, motivo pelo qual o recomendo.
      Muito bom mesmo.

      Excluir
    2. Assino embaixo
      Esse câmbio é espetacular!
      Depois que se acostuma com ele, dificilmente vc se adapta ao manual, apesar de ser igualmente, um câmbio excepcional!
      Estamos usando muito mais o cross com o imotion, que o high manual!
      A única ressalva é um ligeiro aumento no consumo, principalmente no etanol

      Excluir
  7. Este cambio faz o up perde muito o desempenho..

    ResponderExcluir
  8. Eu nunca compraria um VW com esse cambio medonho, doa a quem doer!
    Lerdo, deixa o carro xoxo, além de aumentar o consumo.
    Se não pode em periodos curtos deixar o carro em N, por exemplo no sinal vai te que ficar com o pé no freio no D?
    Que transmissão automatica o Up europeu usa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho os dois, MT e I-Motion, e em condução normal, não percebo diferença alguma de performance entre os dois.
      O consumo é praticamente o mesmo, o up! continua ágil e esperto como o MT, e é muito mais confortável, tanto em estrada, e sobretudo em congestionamentos, onde basta tirar o pé que o carro fica parado. Voltou a andar, basta acelerar, que ele anda. Excelente.
      O up! europeu usa a mesma transmissão do nosso, o que é ótimo.
      Recomendo o Up! I-motion. Sensacional.

      Excluir
    2. Vi as avaliaçoes no you tube e disseram que o cambio da muito tranco, é verdade?...Fábio eu não troco o up manual pelo Automatizado, o manual é bem prazeroso ao dirigir, já o i-motion não sei , so escutei relatos do que citei acima.

      Excluir
    3. E acrescento. Quem usa o carro em congestionamento, e comprar o Manual, quando andar por um tempo mais prolongado em um I-Motion, vai se arrepender de ter comprado o manual e não ter optado pelo i-motion.
      100% de certeza que irá se arrepender, pois o I-Motion é ótimo.
      A relação custo x benefício dele é fantástica, pois é a transmissão automática mais barata do mercado, custando R$ 2.115 reais. E ela retorna em conforto e praticidade muito mais do que ela custou.
      Eu estou achando excelente, e, hoje, se for comprar um up!, nem olho mais para os MT, só me interessa o I-Motion.
      Minha opinião é compartilhada com todos os outros proprietários de I-motion, que colocam suas impressões em diversos sites por aí.

      Excluir
    4. Avaliações no Youtube de quem não tem o carro são equivocadas.
      Os caras andaram poucos quilômetros com o carro e não entenderam como funciona a transmissão.
      Nesses reviews os "avaliadores" não informaram nada sobre a transmissão, simplesmente pois não perceberam as nuances de seu funcionamento. Não testaram o carro em múltiplas situações de uso, não perceberam que a transmissão tem diversos mapeamentos. Apenas andam algumas voltas no quarteirão e saem falando bobagens.
      Eu já andei mais de 5.000 Km com o up! I-motion e o considero bem superior ao manual.
      O i-motion não dá tranco algum. Apenas se percebe a mudança de 1ª para 2ª, e menos de 2ª para 3ª. Daí para frente é praticamente idêntica a uma transmissão automática convencional.
      E as reduções são rapidíssimas.
      ótima transmissão essa I-motion.

      Excluir
    5. Eu tenho um UP Run I-Motion e eh excelente este cambio. Sensacional e pelo jeito não volto mais para um carro com cambio mecanico.

      Excluir
  9. Se os proprietários estão satisfeitos, quem sou eu para contestar...Entretanto, prefiro esperar um pouco mais e ter a opinião de mais pessoas, pois a amostragem ainda é pequena.

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde amigos, excelente discussão.
    Eu tenho um Agile easytronic (automatizado) que não cita no manual como proceder em paradas breves como em semáforos.
    Tanto o mecânico da concessionária quanto o vendedor me falaram que é necessário não só passar de D para N em semáforos, como tirar o pé do freio e puxar o freio de mão.
    Alguém saberia me dizer se esse procedimento do UP (deixar o carro em D sempre) pode ser expandido para outros cambios automatizados?
    Obrigado

    ResponderExcluir
  11. Vi no manual que para desligar tem que deixar no D ou R, e ligar no N, achei estranho essa diferenca.
    Se caso tiver num congestionamento muito intenso, devo permanecer no D? Não tem perigo de aquecer muito o câmbio ou algo assim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como o automatizado é na realidade um manual "robotizado" você deve desligar no D ou no R para o carro não deslizar em caso de falha no freio de mão, e ligar no N como em um manual normal no neutro.

      Agora no transito, se o veículo estiver parado, mesmo no D, a caixa automaticamente desacopla o câmbio justamente para não sobre aquecer a embreagem.

      Excluir
  12. Paulo M
    É passei por um problema semelhante, mas nao foi de uso do veiculo parado e colocando no N, parei um local e quanto retornei o veiculo nada de dar partida, no painel acendeu a luz indicando aquecimento do cambio, e nao teve jeito fiquei mas de 4 horas esperando e ainda assim não deu partida, estou com veículo na VW na garantia a mais de 8 dias, ainda sem solução.
    Dai vem vcs falando que Brasileiro não sabe operar, este tipo de cambio piada.
    o cambio realmente tem muitos problemas veja inume-as reclamações na web, dai não vão ficar culpando vendedor e condutores.
    Deveriam é cobrarem dos fabricantes que fazem hj os produtos para ferra com os nossos bolso a curto prazo.

    ResponderExcluir
  13. Desculpa pela pergunta, mas vc fala que ao estacionar tem que deixar em N, mas no manual fala pra nunca deixar o veículo estacionado com a alavanca na posiçã N (pag 126)

    então fiquei na dúvida e sou super leiga... se puder me esclarecer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é super leiga ou super meiga? :-)

      Como o automatizado é na realidade um manual "robotizado" você deve desligar no D ou no R para o carro não deslizar em caso de falha no freio de mão, e ligar no N como em um manual normal no neutro.

      Agora no transito, se o veículo estiver parado, mesmo no D, a caixa automaticamente desacopla o câmbio justamente para não sobre aquecer a embreagem.

      Excluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Bom dia !
    Sempre tive carro manual e nessa semana testei um Fox 2014 highline i motion
    Está com 60 mil km. Gostaria da opinião de vocês q são mais entendidos do câmbio. Gostei bastante no pouco q andei mas isso não é o suficiente para conhecer o câmbio. Tenho medo de entrar em uma enrascada até pelo km q o carro se encontra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com 60.000 Km há grandes chances desse câmbio dar problemas. Eu não compraria.
      melhor procurar um carro com câmbio automático convencional mesmo, como um Fit 2014.

      Excluir
    2. Esse é meu medo. Todas as revisões até o momento foram feitas na autorizada, curti bastante o carro mas não queria ter problemas nem surpresas até pq caso haja necessidade de manutenção mais pra frente não deve ser nada barato neh

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.