Car.blog.br

Pesquisar este blog

Jeep Renagade Trailhawk: fotos internas e detalhes externos

Categorias: , 43 Comentários

Em artigo anterior (veja aqui) apresentamos a versão de entrada Sport do Jeep Renegade, e agora vamos mostrar em detalhes a versão topo de linha - Trailhawk - do veículo que chega oficialmente às lojas brasileiras no dia 10/04/2015. O preço desta versão é de R$ 116.900 reais (veja preços e detalhes de outras versões clicando aqui).

Jeep Renagade Trailhawk

Os preços não foram divulgados, mas esta versão topo deve ter preço sugerido em torno de R$ 120 mil reais - trata-se de uma configuração vendida exclusivamente com motor Turbo Diesel 2.0 de 170 cavalos associado a uma caixa de transmissão automática de nove marchas.


Jeep Renagade Trailhawk

Esta versão Trailhawk é a mais preparada para enfrentar um off-road, visto que conta com suspensão elevada em 2,5 cm e tração integral com cinco modos de seleção de terreno, além de função de reduzida.

Jeep Renagade Trailhawk - interior

Como todas as demais versões, o Renegade Trasilhawk conta com freio de mão com acionamento eletro-hidráulico - com acionamento atrás da alavanca do câmbio.

Jeep Renagade Trailhawk

O interior desta versão conta com painel com revestimento emborrachado e os bancos e painéis de porta são totalmente revestidos em couro.

Jeep Renegade Trailhawk

O sistema multimídia tem tela sensível ao toque e sistema de navegação por GPS integrado.

Jeep Renagade Trailhawk - painel de porta

O interior do Renegade topo de linha tem detalhes em vermelho - conferindo um visual mais esportivo.

Jeep Renagade Trailhawk - espaço traseiro

Na traseira o modelo oferece três apoios de cabeça e cintos de segurança de três pontos em todas as posições.

Jeep Renagade Trailhawk - ar-condicionado digital

O aspecto geral do painel não muda muito em relação aos demais Renegade, com as saídas de ar centrais posicionadas acima do console central.

Jeep Renegade Trailhawk

Nesta versão o ar-condicionado é de acionamento automático.

Jeep Renagade Trailhawk - console central

O espaço traseiro é bom, porém não impressiona como o observado no Honda HR-V. Da mesma forma o acabamento geral do Honda é de padrão claramente superior.

Jeep Renagade Trailhawk - volante multifuncional

O volante do Jeep Renegade Trailhawk conta com comandos multifuncionais, mas há um excesso de botões no volante - os quais dificilmente serão usados pelo motorista sem desviar a atenção da via.

Jeep Renagade Trailhawk - interior - espaço traseiro

Esta versão Trailhawk conta com inscrições alusivas à versão bordadas no revestimento em couro dos encostos dos assentos dianteiros.

Jeep Renagade Trailhawk - bancos revestidos em couro

O modelo conta com um porta-objetos posicionado na posição central.

Jeep Renagade Trailhawk

Os bancos contam com costuras em vermelho - novamente buscando um aspecto mais esportivo.

Jeep Renagade Trailhawk - bancos com acionamento elétrico

Outra exclusividade desta versão são os comandos elétricos dos bancos.

Trailhawk x Sport

Jeep Renagade Trailhawk

A imagem externa do Jeep Renegade Trailhawk evidencia os ganchos dianteiros (acima).

Jeep Renagade Trailhawk

E os traseiros - usados para reboque.

Jeep Renagade Trailhawk

Já quando se observam as duas versões - Sport - à esquerda e Trailhawk à direita - fica evidenciada a diferença de altura entre as duas - resultado da suspensão mais elevada do modelo topo.

Jeep Renagade Trailhawk

Visto de traseira, novamente apenas a maior altura do Trailhawk indica sua diferenciação.

Jeep Renagade Trailhawk

A imagem mostra, à direita, um Renegade 1.8 Flex versão Sport.

Mecânica


O Jeep Renegade Trailhawk adota um motor 2.0 Multijet 2.0 Turbo Diesel de 170 cavalos associado a uma caixa de transmissão manual de nove marchas (a primeira é reduzida).

Postagens relacionadas:

43 comentários:

  1. É um bom veículo. Mas na minha opinião as vendas não serão tão altas por causa da rede jeep contar com poucas concessionárias. Esse valor estimado ae gf dessa versão fica inviável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quantidade de concessionarias na minha opinião seria o menor problema, seria um erro muito primário a ser cometido por uma empresa com tanto tempo de brasil.

      Com relação aos preços . . . se não vender o esperado eles vão baixando um pouco ou fazendo algumas promoções, pra que exemplo melhor do que o up?

      Tem up sendo vendido com 5 mil reais de desconto, a minha expectativa com esse carro tem se concentrado nesse motor etorq, quero saber se a fiat realmente já resolveu o problema de quebra dos cilindros!!

      Excluir
    2. Granma, Na minha opinião a falta de concessionarias é um problema enorme. Com poucas concessionárias onde as pessoas vão comprar o carro? Fazer revisão? Nem todo mundo mora em capital, o interior do Brasil é gigante! Principalmente pra um carro voltado para o fora de estrada o carro seria bem vendido no interior. A solução seria vende-lo nas concessionarias Fiat também, coisa que acho quase impossível de acontecer.

      Excluir
    3. Entendo perfeitamente a sua colocação realmente faz sentido,mas você não acha que eles não já pensaram nisso?

      Você lembra da Jac e em quanto tempo eles disponibilizaram varias concessionarias?

      A aposta que tem sido feita nesse projeto é proporção absurda para ser abalada por um erro tao primário como esse.

      Vamos ver ne? Como aqui é brasil tudo pode acontecer. Sds.

      Excluir
    4. Granma, você tem razão! Vamos esperar pra ver o que acontece rsrs. Sds

      Excluir
  2. Com esse preco estimado ele indade outro segmento de carros maiores e luxo, fora que assim daquia pouco melhor a cherokee ... assim esse carro vai virar enfeite mas lojas acho que ele com os opcionais deveria vir R$105.00,00 no maximo R$106.000,00

    ResponderExcluir
  3. Não vejo o público do HR-V comprando esse carro. Esse carro é mais "agressivo". Utilizaria o renegade para rua e surf. Já o Honda, usaria para não ficar atolado nos "rios" que as chuvas fazem em nossos asfaltos.

    ResponderExcluir
  4. Na falta de algo negativo pra falar, você me vem com essa de "excesso de botões no volante"? Fala sério Fábio!
    E outra, essa versão Top é clarente superior ao HR-V em acabamento e qualidade dos materiais. O que da esse aspecto de superioridade ao HR-V é o console central mais sofisticado. Em espaço interno e porta malas porém, o HR-V se mostra mais bem projetado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu confesso que ainda estou procurando esse padrão claramente superior no acabamento do HR-V, pelo menos por fotos e pelo que umas revistas aí tem falado, não é metade do que falam aqui. Como eu disse em outro post, essas bordas arredondadas no painel do Renegade não são baratas de se fazer, sem rebarbas como as fotos mostram deu para ver que não economizaram mesmo.

      Excluir
    2. o acabamento superior deve ser o o fit, porque aquilo é plastico duro e vagabundo igual ao que usam no Fit, sério, parece o plastico do Fox...

      Excluir
    3. Concordo com você, apesar dos dois buscarem públicos diferentes, o blog também deveria expor as qualidades do Renegade que são o teto panorâmico que o HR-V nem sonha ter, o ar condicionado de duas zonas climáticas e principalmente a tração nas quatro rodas.

      Excluir
    4. @Ravel, o Honda HR-V é um eye-catcher, que agrada muito mais ao vivo que em fotos. O padrão de acabamento do Honda é digno de carro de categoria premium. E visualmente o HR-V é muito mais bonito ao vivo que em fotos. E o espaço interno do HR-V é inacreditável, e muito superior ao do Renegade.

      O Renegade não tem esse apelo visual, nem transmite a mesma sensação de qualidade. O interior é comum, não parece se tratar de um carro premium. Não dá para comparar.

      Mas, para quem precisa de um 4x4 (que é minoria), o Renegade é uma opção entre outras. Mas para quem quer um SUV urbano, um crossover ou mesmo um hatch médio, o HR-V vai predominar facilmente. O Honda é um show desde a versão de entrada, a LX CVT, muito bem acabado e com interior agradável.

      Eu analisei os dois quase que lado a lado, e o HR-V é bem superior. Se tiver produção suficiente, eu acredito que o HR-V vai provocar uma hecatombe no mercado que vai afetar EcoSport e Duster, mas vai roubar [muitos] clientes também de Focus/Golf e Cruze Sport, e seduzir compradores de Hyundai ix35 e Sportage, até mesmo porque é do nível desses dois últimos e mais de R$ 10 mil mais barato.

      []s.

      Excluir
    5. Continuo afirmando, você está confundindo design e sofisticação com qualidade de materiais. O apelo visual do HR-V é sem duvida seu trunfo, tanto por dentro quanto por fora. O Renegade mantém o estilo robusto, característico da marca Jeep (olha o interior do Wrangler), mas isso não significam que seu acabamento e seus materiais sejam a nível de Fiat.

      Excluir
    6. Tanto Honda HR-V EXL quanto Renegade Trailhawk têm revestimentos internos em couro com qualidade de material similar.

      Ocorre que o projeto de design - tanto interno quanto externo - do Honda HR-V está anos luz à frente do Renegade. Não é só uma questão estética, mas sobretudo de funcionalidade e de forma.

      O Honda HR-V tem ergonomia perfeita, todos os comandos bem posicionados. O cluster de instrumentos é claro, bonito e objetivo, ofertando informações essenciais de forma clara e objetiva, sem poluição.

      Já o cluster do Renagade já começa com a exibição do logo do modelo de forma chamativa - informação inútil e sem relevância. Depois recorre a cores de cluster chamativas, vermelhas, que não são as mais funcionais.

      O cluster do HR-V fica em um compartimento escuro e que oferece todas as informações por meio de mostradores iluminados tri-dimensionais flutuantes. Não há risco de ofuscamento e o tempo necessário para se ler e encontrar a informação é quase instantâneo, enquanto no painel poluído do Renagade o motorista precisa ficar buscando a informação, que inclusive não está clara, pois adota o tradicional grafismo plano retro-iluminado.

      O console central conta com todos os comandos agrupados de forma lógica. E há também a sensação de cockpit criada pelo tunel central elevado.

      O espaço traseiro do HR-V é bastante superior ao do Renegade, apesar de os dois terem basicamente o mesmo comprimento externo.

      O padrão de montagem de peças e costuras do couro sdo HR-V está vários níveis acima do observado no Renegade. Até mesmo nas versões de acesso, o revestimento em tecido do HR-V é mais agradável e mais bonito que o adotado no Jeep.

      As peças de carroceria do Honda são perfeitamente encaixadas, os vãos entre as chapas são extremamente delgados evidenciando uma precisão na montagem das peças.

      O Renegade está muito longe do refinamento construtivo do Honda, e está muito longe também do refinamento de projeto. Não há como comparar, já que o Honda HR-V é um carro claramente superior ao Renegade tanto em termos de projeto, quanto de acabamento, design, funcionalidade, forma e qualidade construtiva.

      A diferença entre os dois é gritante. O Honda HR-V te deixa de queixo caído ao observá-lo externamente e, sobretudo, quando se adentra ao internor.

      Já o Renagade é apenas mais um. Não há nada de novo, o acabamento não é de categoria premium, o projeto também não. O design também não é funcional, pois tem as mesmas dimensões externas do HR-V e por dentro o Honda, na traseira, aparentemente, uns 50% mais volume de espaço.

      Enfim, não dá para comparar um com o outro. A superioridade do Honda HR-V é ampla, geral e irrestrita tanto em termos de qualidade, quanto projeto, design (funcionalidade e forma). É como comparar água (Renegade) com vinho (Honda HR-V).

      Eu gosto muito do Golf, mas, hoje, se tivesse até R$ 90 mil reais, a escolha seria o Honda HR-V. Achei o carro espetacular.

      []s.

      Excluir
    7. Caro Fabio!!

      Superioridade do HR-V é ampla em relação ao Renegade?!!!Caro amigo da onde você tirou isso?!!!O Renegade tem um belo acabamento, sim, tem um belo cambio AT9 marchas nas versões a Diesel( o HR-V não tem essa versão e nem opção com AT9), o HR-V que é apenas mais um quanto se comparado com o Renegade, visto que o mesmo tem a mesma finalidade do Ecosport e Duster, ser um SUV pra cidade sem nenhuma vocação para estrada de Terra, ao contrario do Renegade que anda bem tanto em cidade como em Trilhas Off- Road,o Hr-V pode ate ser um pouco superior quanto a acabamento e requinte a versões do Renegade 1.8, mas quanto a briga é contra o modelo com motor a Diesel da ate pena do HR-V. Respeito sua opinião e preferencia mas discordo do seus comentários em relação ao Renegade!!!!!

      Excluir
  5. 120 paus ele vai chutar a bunda do ASX.

    ResponderExcluir
  6. O volante do Golf tem 18 botões com funções diferentes, esse daí tem 14 botões, como no do Golf ninguém fala nada? Busque argumentos melhores para falar pontos "negativos" do carro. E o padrão de acabamento do veículo é do mesmo nível do HR-V, o modelo é diferente o desenho do HR-V é mais sofisticado enquanto do Renegade é mais esportivo, só isso.

    ResponderExcluir
  7. O volante do Golf tem 18 botões com funções diferentes, esse daí tem 14 botões, como no do Golf ninguém fala nada? Busque argumentos melhores para falar pontos "negativos" do carro. E o padrão de acabamento do veículo é do mesmo nível do HR-V, o modelo é diferente o desenho do HR-V é mais sofisticado enquanto do Renegade é mais esportivo, só isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os comandos no volante do Golf tem relevo e são intuitivos, não havendo necessidade de olhar ao volante para achar os comandos que além disso estão sempre em uma extremidade.

      Não é o caso desse, que além dos botões não terem relevo estão dispostos como teclado de celular.

      Na real não tem nem como comparar só de olhar pra largura do túnel central esse carro grita que é um compacto, chega a ser claustrofóbico.

      Excluir
    2. Nossa essa foi a pior desculpa que eu já li... São 5 botões bem grandes em cima e 3 também grandes embaixo. Só sendo muito lerdo para não se acostumar com eles, lembrando que 2 ali não tem função.

      Excluir
    3. Paulo em qual concessionaria da Jeep vc faz expediente?
      Em SP né? Me avisa quero ir lá conhecer o carro

      Excluir
    4. Interessante os argumentos do povão, você gosta de um carro em particular e vira vendedor. Se assim fosse, eu provavelmente iria ganhar bem vendendo esses Jeeps.

      Excluir
    5. Gostar é uma coisa, defender como unica opcao da categoria, xingando um outro produto cada vez que alguem comenta sobre, falando sobre rebarba de acabamento em fotos tiradas de longe, sequer ter visto o carro ao vivo e andado, e somado a isso utilizando a expressao "argumento", fica complicado crer que nao existe interesse de montadora na jogada. Argumento é algo utilizado em vendas, para desbancar concorrentes atraves do convencimento. Pelo intuito, o objetivo é convencer as pessoas que este ou aquele carro é melhor do que outro. Sou Povao, fui ao salao ano passado e gostei do carro, assim como da HR-V, mas sei que as versoes apresentadas nem sempre sao o que sera fabricado aqui.
      De qq maneira, acho q se for do seu interesse podes virar vendedor da Jeep sim ate pq eles deverao abrir varias lojas por causa do Renegade

      Excluir
    6. Cara sempre que eu digo que o Renegade é melhor eu explico, se você não leu meus outros comentários, aí não posso fazer nada, não vou transcrever tudo que já disse aqui. Outra, já vi videos e li testes sobre eles, só falta andar no carro. Em todo caso, melhora teu discurso que essa de "parece vendedor" não cola mesmo, é tipo o "não gostou faz melhor".

      Excluir
    7. Ah, não preciso ser vendedor de carros, já tenho meu emprego.

      Excluir
  8. Pessoal, e os novos critérios do LatinNcap, sobre rebaixar as notas dos carros que não possuírem controle de estabilidade.
    Alguém sabe algo mais a esse respeito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então o Corolla de 100 mil vai ser um dos primeiros a encabeçar a lista.

      Excluir
  9. A minha opinião sobre o Renagade é que vai ser mais um. O HRV sim, vai dá uma balançada no segmento. Vamos aguardar para ver.

    ResponderExcluir
  10. Escreve aí: esse carro tem potencial para vender mais de 5.000 unidades por mês. Só a finada TR4 vendia 1.000 por mes. Esses clientes vão cair no colo do Renegade. O restante vai vir de clientes de Crossfox a Troller, passando por Eco, Duster, ASX, Fit, Tracker, SX4, Gran Vitara, e até do Golf.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordo, hein amigo? Esse carro vai ser caro e, além do mais, brasileiro teme qualquer montadora "premium". Só por ser Jeep, já não vai vender tanto.
      Eu penso assim.. Se o cliente pretende escolher um SUV de shopping, existem outras opções melhores ( até o HR-V mesmo). Se for com objetivo de fazer trilhas 4x4, esse carro não vai se sair bem. Ângulo de entrada péssimo, vai precisar de lift e troca do para-choque. E acredite.. Quem compra um troller nunca comprará um carro desses. E quem compra eco, duster, crossfox, tracker vai pular pro HR-V. Quem compra golf eu nem comento, não faz sentido isso.

      Excluir
    2. Quem compra o Troller quer um jipe a diesel e hoje o Troller não tem concorrente. Com o Renegade isso muda. Agora quem vai fazer trilha pesada tem que preparar a viatura, seja com Troller ou não, então o camarada vai preferir preparar o Renegade, pois fica com um carro mais espaçoso e seguro para a cidade e ao mesmo tempo apto ao off-road.

      Excluir
    3. Lucas Furtado, muito boa sua observação. Mas continuou achando que para trilha pesada as pessoas vão preferir oTroller. Nele é só trocar os pneus e pronto. No Renegade não cabe pneus off Road de verdade ali sem meche na suspensão. Além do mais a suspensão do tolher acredito eu ser mais robusta. O Renegade tem eletrônica de mais pra trilha pesada, está mais sujeito a quebra. O câmbio automático tmb não é muito indicado em trilha pesada. Não sei se é possível desativar os arbags no renegade o que seria conveniente tmb na trilha pesada. Mas quem não for fazer trilha tão pesada assim com certeza é um excelente carro.

      Excluir
  11. Acredito que HR-V e Renegade atenderão perfis de consumidores diferentes dentro do seguimento, mas uma coisa posso afirmar, se tivermos uma versão diesel do Renegade na casa dos R$ 81000,00 como está sendo especulado, o Jipinho vai dar trabalho para concorrência. Ninguém mais vai oferecer um conjunto tão bom por este preço. Motor de 170cv, mais de torque de 35,69 kgfm, tração integral, câmbio automático de 9 marchas, 0-100 na casa dos 9,0s...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se custar 81000 no Diesel com 8marchas e 4x4 vao ter que refazer os precos da linha, como pagar 90000 no Compass e sua total capacidade Jeep fora de estrada?

      Excluir
    2. O Compass é importado e não vale o que a Jeep pede por ele no Brasil. No Mercado Americano o Compass tem preço ligeiramente superior (por volta de USD 1000,00) ao Renegade. Acho que o Compass não sobrevive ao lançamento do Renegade.

      Excluir
  12. Perfis diferentes ou não são ótimos carros.
    O Renagade tem feito muito sucesso na europa e recebeu muitos elogios da imprensa especializada americana.
    Os dois elevam o nível de referência do seguimento.
    Provavelmente honda será rei no asfalto e o jeep rei do todo terreno. Isso a principio, porque não sabemos como andará o jeep no asfalto. Mas isso não será o fator de decisão de compra.
    Nós estávamos mesmo precisando de jeep compacto.
    Se falarmos em acabamento, terei que ver ao vivo, pra mim a referência do mercado é peugeot 3008. Podem dizer que é antiquado, mas o acabamento é impecável. Quem já dirigiu um certamente concorda. Os outros ficam um passo atrás por vários motivos, ecosport e ix35 tem elementos demais e de gosto duvidoso, nsx e sportage são xoxus, o tiguan é bem acabado mas parece caminhão. Nem me venham falar de tv,gps, volante e o escambal, acabamento e refinamento só o 3008 tem. Em desempenho no asfalto o 3008 é o melhor, empata com tiguam , que só tem acabamento decente na rline que custa muuuito mais. Os demais são figurantes comem a poeira deixada por esses dois. E mesmo os que dispõem de 4x4 servem apenas para levar pro sítio em dias de sol.
    Por fim, a Honda leva vantagem da imagem conquistada pelo civic e fit. A jeep padece de ser uma marca conhecida, mas que ainda tem que consquistar o público brasileiro, se a campanha ao invés de "você é único" se baseasse no grand cherokee, que foi referência em seu tempo, talvez desse mais certo.
    O preço e a técnica nesse nicho de mercado não é tão importante quanto o status que confere.O publico feminino é o que mais compra esse tipo de carro, e status ai é essencial. Nisso a honda tambem sai na frente. Então seria homem e jovens compraram jeep e mulheres compraram honda.
    No mais como disse no início, esses dois carros elevam o nível da categoria, deixarão os outros um passo atrás. A jeep começa muito bem no Brasil, oferecendo um produto moderno. O número de revendas irá crescer rápido, a meta inicial de 200 será atingida ainda esse ano, foi o que ouvi ontem na fenabrave.
    Vamos ver no que dá, mas minhas apostas em número absolutos vão para a honda. O jogo só mudar se a versão diesel for "barata". O apelo de combustível mais barato, menor consumo por km e menor manutenção será decisivo.

    ResponderExcluir
  13. Complementando, a opção na versão sport e se o preço for até 85 mil, eu comprarei o jeep. Vou me divertir muito no caminho pra fazenda no acre. Lá tenho uma pajero sport velhinha, levantada. Um trator que bebe demais, a manutenção é cara e nunca me deixou na mão.

    ResponderExcluir
  14. Lá fora o Renegade vem sendo bem falado, aqui estão colocando ele "anos luz" do tal HR-V, vejo muita melação para o lado da Honda e haterismo para a Fiat.

    Falar em design com essa diferença brutal afirmada aqui é um erro grave, JEEP sempre teve/tem esse estilo.

    Isso me lembra a mesma ladainha do pessoal falando mal da simplicidade do design do up! interno e externo se comparado ao um HB20, enquanto uns se preocupam com firulas e beleza o outro leva mais simplicidade e qualidade.

    No aguardo dos próximos episódios da novela, juro que o nível de justificativas está ficando engraçado para desmerecer o Renegade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo caro Five!!

      Esse argumento de que o projeto do carro da Honda esta anos luz do Renegade, que o HR-V é isso e o Renegade é bem pior e blá blá blá, chega a dar pena, visto que isso é pura Heterismo contra um carro, só por que pertence ao grupo Fiat, duvido se fosse algum veiculo do grupo Volks teria esses tipos de comentários infelizes e sem conhecimento nenhum, puro "achismo de Hater",O Renegade é muito mais carro que o Honda num todo, principalmente nas versões a Diesel( o HR-V tem esse opção?!!!), principalmente pra quem quer um carro seguro e moderno pra andar na cidade e ainda um belo brinquedo pra se fazer Off- road,como eu disse em outro link quer um carro bonito e com um belo acabamento e requinte acima da media pra andar somente na cidade, compre um HR-V, que lhe servira muito bem, agora quer um carro verdadeiramente Off-Road, moderno, seguro, acabamento de primeira, e tão bom quanto o HR-V na cidade, vai de Renegade Sport 4x4 ou se tiver mais grana já pula pra Trailhawk fácil, o resto?!!!bom o resto esta ai.......

      Excluir
  15. Acabo de ver em outro site informações extra oficiais (de um revendedor) sobre os preços do Renegade:

    • Sport 1.8 Flex MT5 – R$ 70.000
    • Sport 1.8 Flex AT6 – R$ 80.000
    • Sport 2.0 Multijet AT9 – R$ 100.000
    • Longitude 1.8 Flex AT6 – R$ 90.000
    • Longitude 2.0 Multijet AT9 – R$ 110.000
    • Trailhawk 2.0 Multijet AT9 – R$ 120.000

    Acho que a Jeep não vai ser tão agressiva na politica de preços.Espero sinceramente que estes preços não se confirmem....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a diesel peladona vier por 100 mil reais, não compensa. A Trailhawk é show, mas 120 mil é preço de S10 LTZ 4x4 diesel.
      E essa versão 1.8 flex com motor do bravo e patético câmbio manual de 5 marchas vai se tornar mico.

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.