Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Golf Sportline x GM Cruze Sport6: o duelo dos automáticos

Categorias: , , , , 71 Comentários

O Chevrolet Cruze Sport6 é o atual líder de vendas entre os hatchs médios, e o Volkswagen Golf mantém-se em terceiro lugar, o que suscita a comparação entre esses dois carros em suas configurações automáticas em seus aspectos técnicos e de custo benefício.

VW Golf Sportline Automático x GM Cruze Sport6 Automático

Começando pelo preço, o Volkswagen Golf Sportline 2.0 Automático, em sua configuração básica, tem preço estipulado de R$ 60.445 reais, valor que incorpora os seguintes itens de série: freios ABS, Air-Bag p/motorista e passageiro, alarme, ar-condicionado digital Climatronic, sensor de estacionamento traseiro, Cd-player c/usb compatível com Ipod, chave canivete c/controle remoto, coluna de Direção regulável, descansa-braco dianteiro central, direção hidráulica, faróis com função Coming&leaving Home, Faróis De Neblina, Piloto Automático  rodas de 16 polegadas de liga-leve montadas em pneus 205/55 R16, retrovisor eletrocrômico  sensores de chuva e crepuscular, travamento central com controle remoto, vidros elétricos  acabamento interno em couro, entre outros.

VW Golf Sportline Automático x GM Cruze Sport6 Automático

Já no caso do Chevrolet, o modelo que se aproxima em termos de equipamentos é o Cruze LT Sport6 equipado com o pacote R7H, tem preço de R$ 68.990, que inclui a transmissão automática de seis marchas, alarme ultrassom, Airbag´s frontais e laterais, faróis de neblina, controle de estabilidade, controle de tração, freios ABS, roda de alumínio 17 polegadas, ar-condicionado eletrônico, direção elétrica progressiva, espelho retrovisor interno eletrocrômico, volante multifuncional, piloto automático, sistema de som com CD Player e MP3 e acabamento interno em couro.

GM Cruze Sport6 Automático x VW Golf Sportline Automático

Isso mostra que o Volkswagen Golf larga com uma vantagem de nada desprezíveis R$ 8.545 reais, que pode se ampliar ainda mais caso se opte por colocar no Cruze LT o sensor de estacionamento traseiro - item presente no Golf e oferecido no Chevrolet apenas no catálogo de acessórios, e com custo adicional.

GM Cruze Sport6 Automático x VW Golf Sportline Automático

Por outro lado, o Chevrolet tem como vantagem oferecer airbags laterais e frontais (o Golf tem apenas frontais) e controle de estabilidade e tração (ausentes no VW).

Mecânica

O Chevrolet Cruze Sport6 adota um conjunto mecânico formado por um motor 1.8 com 144 CV @ 6300 rpm e torque máximo de 18,9 mkgf @ 3800 rpm, associado com uma transmissão automática de seis marchas. O peso em ordem de marcha é de 1.459 Kg do carro. Relação peso potência: 10.14 Kg/cv. Relação peso torque: 77,2 Kg / mkgf.

Cruze x Golf automáticos

Já o VW Golf Sportline adota um motor 2.0 com 120 cavalos @ 5.250 rpm e torque máximo de 18,4 mkgf @ 2.250 rpm, igualmente associado com uma transmissão automática de seis marchas com opção de trocas manuais Tip-Tronic. O Golf pesa, em ordem de marcha, 1.299 Kg. Relação peso potência: 10.82 Kg/cv. Relação peso torque: 70,6 Kg / mkgf.

Desempenho e consumo

Golf Sportline 2.0 AT  GM Cruze Automático
0 a 100 Km/h 12,4 11,6
0 a 1000 m 33,9 33,2
40 a 80 Km/h 5,4 5,2
60 a 100 Km/h 7 6,8
80 a 120 km/h 9,4 8,8
Frenagem 120 Km/h a 0 60,5 58,3
Consumo cidade (A) (km/l) 6,9 6,5
Consumo estrada (A) (km/l) 9,9 8,6


Os dados de desempenho e consumo acima são da revista Quatro Rodas, e mostram o motor mais potente do Cruze lhe permite uma ligeira vantagem em termos de desempenho, como fica evidenciado dos valores de aceleração de 0 a 100 Km/h e nas retomadas.

É importante considerar, porém, que o Golf, em cidade, transmite a clara sensação de ser mais ágil que o Cruze. Isso ocorre em função da maior disponibilidade de torque do VW em baixas rotações.


Além disso, o Volkswagen Golf se mostra mais econômico em cidade, e bem mais econômico em estrada, refletindo seu menor peso.

GM Cruze Sport6 Automático x VW Golf Sportline Automático

Isso mostra que o Chevrolet, apesar de dispor de um motor com mais potência e torque, e mais moderno, tem uma vantagem pequena em termos de desempenho, sobretudo em cidade, pois ele pesa mais que o Golf. O modelo da VW tem uma relação peso torque mais favorável, pois cada mkgf de torque produzido pelo motor precisa movimentar 70,6 Kg, enquanto no caso do Chevrolet, cada mkgf movimenta uma carga maior, de 77,2 Kg.

GM Cruze Sport6 Automático x VW Golf Sportline Automático

Além da melhor relação peso-torque, o Golf ainda conta com maior disponibilidade de torque em baixas rotações, visto que seu regime de torque máximo é atingido a 2.250 RPM, enquanto que no caso do Cruze Sport6 ele chega aos 3.800 RPM, o que lhe permite ser mais econômico.

Interior

O VW Golf Sportline 2.0 Automático apresenta um interior com excelente acabamento, que adota materiais de elevada qualidade e ostenta um elevado padrão na montagem. O espaço interno é adequado para quatro pessoas e o porta-malas comporta 330 litros.

Golf Sportline 2014 Automático - interior

O motorista encontra facilmente a posição ideal graças às regulagens de altura e inclinação do volante, e também do banco do motorista.

Golf Sportline 2014 Automático - interior

Golf Sportline 2014 Automático - interior

Golf Sportline 2014 Automático - interior

O Cruze Sport6, por sua vez, adota o interior com o conceito dual-cockpit, e também recebe bem motorista e passageiros, mas oferece mais espaço interno que o VW Golf, já que é maior que o VW. O porta-malas, por exemplo, tem capacidade de 402 litros.

GM Cruze Sport6 Automático - interior

Cruze Sport6 Automático - interior

Chevrolet Cruze hatch Sport6 - interior

Chevrolet Cruze hatch Sport6 - interior

Em termos dimensionais, o Cruze mede 4,510 mm de comprimento e tem 2,685 mm de entre-eixos. O Golf é 30 cm menor, com 4,204 mm de comprimento e distância entre eixos de 2.515 mm - aproximadamente 17 cm menor que a do Cruze.

A maior distância entre-eixos do Cruze faz dele um carro com maior espaço disponível para quem viaja no banco traseiro.

Segurança


No gráfico acima, quanto maior a pontuação, mais seguro é o carro. Assim, o Golf se saiu melhor que o Cruze no quesito segurança para crianças, e o Cruze foi superior na segurança para adultos. Os dados são do Latin NCAP.

Importante considerar que Golf não foi testado pelo Latin NCAP, mas a sua versão três volumes, o Bora, sim, portanto os dados que estão no gráfico acima são do Bora - os quais foram tomados como os do Golf, visto que são basicamente o mesmo carro, com diferença apenas após a coluna C. Além disso, o Cruze que foi testado pelo Latin NCAP também é a versão sedã.





Conclusão


O Chevrolet Cruze Sport6 tem um projeto mais moderno que o do VW Golf, mas, apesar disso, ele é mais pesado. O resultado é que o VW Golf Sportline 2.0 Automático, apesar de dispor de um motor de concepção mais antiga, consegue ser mais econômico, sem ficar muito atrás em termos de desempenho. Outra vantagem do Golf é o fato de ser em torno de R$ 8.500 reais mais barato que o Chevrolet.  Já o modelo da GM tem a vantagem de oferecer maior espaço interno e sistemas de segurança ativos - controle de tração e de estabilidade - e passivos - Airbag ´s laterais. 


Golf é mais esportivo, oferece mais prazer de dirigir, tem melhor relação custo x benefício e é mais econômico. Já o Cruze tem a vantagem de um espaço interno maior, melhor desempenho (em estrada) e de ser um carro com mais equipamentos de segurança ativa (controle de estabilidade e de tração) e passiva (airbags laterais). 

Leia também a avaliação do Golf 1.6 Sportline no AutoEntusiastas clicando aqui.

Postagens relacionadas:

71 comentários:

  1. A matéria não levou em consideração um detalhe importante: Esse Golf, é o da quarta geração, lançado aqui em 1998 (isso mesmo, 15 anos atrás), a Volkswagen fez um facelift na frente, na traseira, mas ainda é o mesmo carro. O Cruze ao contrário do que cita minimamente a reportagem, não tem um projeto mais moderno que o do Golf, tem um projeto muito mais moderno que o do Golf, e mesmo sua presença em nosso mercado ser uma obra do acaso, pois se a GM não tivesse entrado em crise, se não tivesse vendido sua subsidiária alemã (a Opel), estaríamos com a turma do Vectra, Astra, Corsa, Zafira e Meriva (que foram substituídas pela Spin, de gosto um tanto duvidoso)...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A matéria levou em consideração um detalhe importantíssimo: uma diferença de R$ 8.500,00 em carros que tem o mesmo público. Essa diferença me garante 22 meses (quase dois anos) de combustível. Cogito que a esmagadora maioria de seus consumidores não são afetados pela "secular" diferença de projetos. O nível de conforto é próximo; o desempenho é absolutamente o mesmo; e não irei falar dos custos de manutenção e confiabilidade mecânica, pois seria covardia. O Golf, embora tenha 15 anos de vida, tem um excelente projeto, do contrário não estaria tão bem colocado no mercado. Um projeto tão espetacularmente contemporâneo como o do Cruze sequer tem no seu processo de montagem o uso de solda a laser, por exemplo, amplamente utilizada no Golf. Quem não souber das vantagens desse processo de produção para nós consumidores, pesquise no google.
      Pensando bem... o Cruze daqui a 15 anos gostaria muito de ser o Golf de hoje.

      Saudações.

      Excluir
  2. O Golf apesar de ser velho, possui um motor e câmbio melhor do que esse cruzcredo que apresenta defeito no câmbio automático.

    ResponderExcluir
  3. Golf e muito mais top... Mesmo com um projeto mais novo o Cruze nao consegue bater o vw... Quando o novo Golf chegar ai que vai ser goleada mesmo...

    ResponderExcluir
  4. Cruze possui defeito de fábrica do Câmbio automático.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho um Cruze 2014/2014 está com 58000 em 08 meses de uso, rodo por todo este país e no momento animado com o carro. Saiba usar que nunca vai faltar. Que problema que nada. Revisões certinhas e de baixo custo. Excelente carro

      Excluir
  5. Dono de um Cruze LT 2011, o comerciante Fernando Pinho Falcão, de São Paulo (SP), já perdeu a conta de quantas vezes sofreu com as falhas na transmissão automática. "Com 800 km começaram os problemas do câmbio, que travava nas reduções de terceira para segunda marcha. Se for somar as dez vezes que tentaram consertar, eu fiquei mais de 45 dias sem carro nos quatro meses em que o veículo estava comigo."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho um cruze sedãn 2012 ta com 1 ano de uso 42000 rodados, nunca deu defeito no câmbio, faz 13,2 km/l na estrada. Não tenho do que reclamar a não ser de um barulho nas rodas trazeiras que são umas pinças que ficam soltas e parecem punhado de chave balançado

      Excluir
  6. O industrial Marcos Geraldo de Oliveira, de Belo Horizonte (MG), explica que o câmbio travou diversas vezes em terceira ou não conseguia reduzir ou avançar as marchas. "Em outros momentos ele ficava em Neutro, nenhuma marcha entrava e o carro não saía do lugar. Outras vezes, a marcha só entrava quando eu pisava no freio. E tudo com menos de 1 000 km rodados", diz o proprietário de um Cruze LT 2011. "Só resolveu quando o levei à concessionária pela segunda vez e esperei um mês para o novo câmbio chegar."

    ResponderExcluir
  7. A troca de peças para solucionar o problema é uma prática comum das concessionárias para conseguir eliminar falhas, como relata o advogado André Viesseri, de Porto Alegre (RS), dono de um Cruze LT 2011. "Com seis meses de uso, o câmbio automático não acertava as marchas, até que uma hora parava de funcionar. Todas as vezes que eu ligava o carro, não saía da posição P. Eu tinha de desligar o motor, colocar em N, pisar no freio e então religá-lo. Depois o câmbio só funcionava quando eu dava umas batidinhas na alavanca", afirma André. "O problema só foi sanado depois que o veículo ficou parado na concessionária por dois dias e trocaram o módulo eletrônico respon- sável pela troca de marchas."

    ResponderExcluir
  8. "Os trancos e a demora nas respostas do câmbio me fizeram vender o carro com seis meses de uso. Cansei de levar meu Cruzeà concessionária."
    Anderson Pereira Bravo, administrador de empresas, petrópolis (RJ)

    "O câmbio começou a patinarjá no quinto diade uso. Quem me garante que a peça não quebrará quando a garantia acabar?"
    Sérgio Luiz Silva Braga, funcionário público, Feira de santana (BA)

    ResponderExcluir
  9. Tem o um anonimo aí em cima que literalmente odeia o Cruze que não é o primeiro carro a apresentar problemas. O Golf não deixa de ser um bom carro, mas sem dúvida sou muito mais o cruze no momento.

    ResponderExcluir
  10. Prefiro os Japoneses, não quebram, revisões baratas, bom valor de revenda e pós-venda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o que tem a ver os Japoneses com o Cruze e o Golf?

      E não quebram é estorinha pra boi dormir!

      Excluir
    2. E qual o hatch médio japonês que compete com Cruze e Golf?

      Excluir
    3. Hatch médio japonês tem o Tiida, que mesmo na versão automática e com bancos de couro custa menos que esses dois.

      E do Golf, ganha de lavada. Mas não precisa muito pra fazer isso.

      Excluir
    4. Tiida? Quem conhece esse troço? Poucos, né? Já saiu de linha, não vendeu nada, não tem concessionárias e tem um estilo horripilante. Ah, e quantas marchas tem o câmbio automático dele, mesmo? Ah, esqueci...não tem! Kkk.

      Excluir
  11. esse comparativo é inutil, é o mesmo que comparar um gol quadrado com um ONIX...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o gol quadrado é melhor, é mais leve e mais barato...

      Excluir
  12. Parem de chorar golf ainda sendo mais antigo bate forte em frente a muitos carros novos , qualquer bom entendedor de carros sabe disso , não é atoa que continua a vender por aqui , com a chegada do golf 7 e o gt e gti 7 ,e seu ótimo câmbio, não vai ter pra ninguém , viva o golf o único q faz jus ao nome gt e ponto..

    ResponderExcluir
  13. Parem de chorar golf ainda sendo mais antigo bate forte em frente a muitos carros novos , qualquer bom entendedor de carros sabe disso , não é atoa que continua a vender por aqui , com a chegada do golf 7 e o gt e gti 7 ,e seu ótimo câmbio, não vai ter pra ninguém , viva o golf o único q faz jus ao nome gt e ponto..

    ResponderExcluir
  14. Eu seu do seguinte, se a GM não fizer e logo um Cruze 2.0 eles vão ficar para trás logo logo.

    ResponderExcluir
  15. Chevrolet no Brasil só tem três modelos de veículos bonitos que são o Cruze Hatch, S10 e o Camaro, o resto são muito feios.

    ResponderExcluir
  16. A matéria começou dando ênfase na esportividade e agora está focando no consumo porque foi a única coisa onde o Golf se sobressaiu uahuahauhauahauhauahauhauahuaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O fato: falam que o Golf é ultrapassado. E é. Só que o motor ultrapassado dele anda praticamente junto com o do moderno do Cruze, e ainda gasta menos. Pergunta: para que serve essa "modernidade" toda? Para cobrar 8.5k a mais?
      Outro fato: a VW não faz propaganda nenhuma de Golf, e ele está aí, em terceiro lugar em vendas entre os hatchs, enquanto as outras fazem toneladas de propaganda.
      Eu queria saber dos defensores da "modernidade", o que isso representa na prática de benefícios para o consumidor? Ou só representa 8.5k a mais no preço e consumo menor e peso maior?

      Excluir
    2. Corrigindo: "Ou só representa 8.5k a mais no preço e consumo e peso maior?"

      Excluir
    3. Na verdade, ele anda como um Uno 1.4 e os R$8.500 do Cruze estão no motor de alumínio com duplo comando de válvulas que rente tanto em baixa quanto em alta, no controle de estabilidade e tração de direciona a frenagem para as rodas evitando que o carro patine, nos 6 air-bags, no maior espaço interno, na garantia de 3 anos e na atualidade do projeto.

      Excluir
    4. E o que esse "motor de alumínio" tão lindo representa na prática? 0,8s a menos no 0 a 100 Km/h, e, em compensação, 1,3 Km/l a mais de consumo em estrada? Na boa, fico com os 8.5k no bolso, pois não gosto de carro gastão.

      Agora, "atualidade de projeto" onde? Pesando 200 Kg a mais que o Golf? Na boa, prefiro o conceito de atulidade da VW, que, no Golf 7, por exemplo, fez ele mais de 100 Kg mais leve que o antecessor. Isso sim é modernidade, e não linhas "bonitinhas".

      Excluir
    5. Pesa 200kg a mais porque é um carro muito maior, o Golf tem entre-eixos menor até do que alguns compactos atuais, ele está muito mais para compacto premium do que para médio.
      E 0,8s é bastante diferença para quem dirige, sendo que a velocidade média de 0 a 100 é de 50km/s ou 13,9 metros por segundo, quando o Golf chegar a 100km/h, o Cruze já vai estar a mais de 12 metros na frente, ou seja, um motor de cilindrada menor em um carro 200kg mais pesado deixando o pequenino levezinho 2.0 comendo poeira.
      Isso é a tecnologia superando a velharia.

      Excluir
    6. E tudo isso consumindo muito mais? Que "tecnologia" é essa. O Cruze mereceria todos os elogios se fosse mais rápido e consumisse menos. Mas não, ele é 6,5% mais rápido no 0 a 100 Km/h, mas é 13,2% mais gastão. Ou seja, esse motor tão "moderno" é menos eficiente do ponto de vista energético que o AP 2.0 do Golf - com projeto de mais de 20 anos.
      Ou seja, até agora a modernidade do Cruze significa: mais peso e mais consumo. Esse tipo de modernidade eu dispenso.

      Excluir
    7. Se o motor do Cruze equipasse um carro pequeno e leve como o Golf, certamente a surra no desempenho seria muito maior e o consumo menor, mas nesses 15 anos que o Golf ficou estagnado, o consumidor no mundo inteiro ficou mais exigente e os médios cresceram, todos os médios atuais são maiores e mais pesados que o Golf que tem apenas 1cm a mais de entre-eixos que o Punto que é de uma categoria abaixo.
      O trunfo do Golf está no fato dele ser um "compacto" dos anos 90 disputando com médios atuais.
      Pode ter certeza que o novo Golf vai ter o tamanho e o peso dos carros vendidos na atualidade, e se usasse esse motor da década de 80, andaria menos que carro 1.0 e beberia mais do que V6.
      Não há méritos para o Golf, ele é leve porque é pequeno, só isso.

      Excluir
    8. O Golf tem 0,2 litros a mais de capacidade cúbica no motor, pesa quase 170kg a menos e faz 0-100km/h em 0,8 segundos a mais do que o Cruze. No Brasil, com os motores flex, um carro que gaste menos do que seu concorrente pode, perfeitamente, ser mais ultrapassado tecnologicamente. A grande diferença está na taxa de compressão e calibragem da injeção eletrônica. A taxa de compressão do Golf é 11,5:1 e no Cruze, 10,5:1. Além disso, os testes foram realizados com etanol.

      Excluir
    9. Se o motor do Cruze equipasse um carro pequeno e leve como o Golf, certamente a surra no desempenho seria muito maior e o consumo menor,

      "Se" não existe. O que existe é isso aí: a "modernidade" do Cruze significa 200 Kg a mais de peso, e mais consumo de combustível. Dispenso esse tipo de modernidade.

      Pior que, com toda a modernidade, tem gente reclamando de montão do câmbio automático dele, como mostraram aí em cima. Ou seja, esse outro tipo de modernidade eu tb dispenso.

      Excluir
    10. O Golf tem 0,2 litros a mais de capacidade cúbica no motor, pesa quase 170kg a menos e faz 0-100km/h em 0,8 segundos a mais do que o Cruze. No Brasil, com os motores flex, um carro que gaste menos do que seu concorrente pode, perfeitamente, ser mais ultrapassado tecnologicamente. A grande diferença está na taxa de compressão e calibragem da injeção eletrônica. A taxa de compressão do Golf é 11,5:1 e no Cruze, 10,5:1. Além disso, os testes foram realizados com etanol.

      Resumo: o Cruze tem projeto mais moderno de carroceria e projeto mais moderno de motor. E mesmo assim é mais pesado e gasta mais.

      Que tipo de modernidade é essa?

      Não me admira que com esse conceito de "modernidade" a GM tenha ido à falência, e teve que ser salva pelo contribuinte americano.

      Excluir
    11. O carro é maior cara, se colocasse o motor do Golf em um Gol, ele andaria mais e gastaria menos, mas ainda seria um Gol.
      Não adianta o Golf andar menos e gastar menos sendo um carro inferior em todo resto, ninguém gasta 60 mil em um carro levando consumo como prioridade, o Cruze oferece muito mais porque é um carro muito superior, só mesmo o dono do blog que estacionou do lado de um e fez um comparativo e você acharam que os dois carros poderiam ser comparados.

      Excluir
    12. Do jeito que falam, parece que o Cruze não é moderno porque é maior e pesa mais e o Golf é bom porque é pequeno e leve.
      Ser pequeno e leve é uma desvantagem em quase todos os sentidos para um carro desse valor, o peso do Golf não se dá pelos materiais utilizados e sim porque ele é praticamente um compacto perto dos médios dessa década.
      Reclamar da modernidade do Cruze citando seu peso é ridículo, ele apenas está sendo competitivo tendo o mesmo porte dos seus concorrentes, o Golf é que encolhei perto da concorrência e só vende por aqui, o Golf V, Golf VI e Golf VII são tão grandes e pesados quanto o Cruze e se usasse o motor do Santana, a disputa seria ainda mais constrangedora.

      Excluir
    13. Mas aí é que está: o Cruze é mais moderno, mas essa "modernidade" não se reflete em benefícios ao consumidor, visto que é mais pesado e gasta mais. Com a diferença de tempo de projeto, o Cruze teria a obrigação de ser maior, mais leve, gastar menos e andar mais. Mas não, ele é maior, mas é mais pesado (não tem "modernidade" nenhuma aqui"). Ele anda 6% mais, mas gasta 16% mais (ou seja, é menos eficiente, quando um carro mais "moderno" deveria ser eficiente).

      Excluir
    14. "essa "modernidade" não se reflete em benefícios ao consumidor, visto que é mais pesado e gasta mais"

      Deformar menos em impactos, frear antes, possuir controle de estabilidade e quatro airbags a mais são alguns exemplos. Além de fazer tudo que o Golf faz.

      Excluir
    15. o Golf é que encolhei perto da concorrência e só vende por aqui, o Golf V, Golf VI e Golf VII são tão grandes e pesados quanto o Cruze e se usasse o motor do Santana, a disputa seria ainda mais constrangedora.

      Errado. O Golf VII é maior que o Golf IV, mas é menor que o Cruze.

      Dimensões do Golf VII : comprimento: 4,25m; entre-eixos: 2,63m; porta-malas: 380 litros; peso: 1.288 quilos

      Ou seja, ele é 5 cm maior que o Golf IV e mesmo assim mais leve. Isso é modernidade.

      Mas, como vemos, o Cruze pelo jeito ainda está no estágio de modernidade do Golf IV, o que torna absolutamente pertinente o comparativo.

      É por essas e outras que a GM faliu, meus amigos.

      Excluir
    16. Como não se reflete em vantagens?
      Um carro com mais air-bags, com controle de tração e estabilidade, torque linear em baixa e em alta e muito mais espaço para o motorista e passageiros não é vantagem nenhuma?
      Vão definir uma compra de R$70.000 apenas em economia de combustível abrindo mão de tudo isso?
      Comprem um Gol G4 então! uhauahauahauha

      Excluir
    17. Isso não é vantagem nenhuma, já que o Cruze é 14% mais caro que o Golf, então ele tem a obrigação de oferecer mais itens de série. E, como é mais moderno, teria a obrigação de ser mais eficiente.
      Mas a realidade é essa: o Cruze é 14% mais caro, e não oferece o sensor de estacionamento traseiro, item de série no Golf.
      O Cruze é mais "moderno", mas é mais pesado e gasta 14% a mais, mas só entrega 6% a mais de desempenho.
      Não vi vantagem alguma.

      Excluir
    18. O Cruze é mais caro por ser maior, mais atual em todos os aspectos, mais seguro, mais ágil e possuir um motor tecnicamente mais moderno.

      Quanto ao consumo: ninguém está usando etanol e a taxa de compressão do Cruze mais é baixa. Não faz sentido usar esse combustível para comparação.

      Excluir
    19. Carro menos potente eh mais economico... logo o Golf eh mais economico... o que eu duvido desses dados.. afinal o Cruze eh comando variavel de valvula e 6 macrhas...

      Excluir
    20. Vendo estas opiniões e discussões tenho uma coisa a dizer, sou um feliz proprietário dos dois modelos e digo com experiência o Cruze é melhor e não concordo com a avaliação do consumo do Golf porque dis dois ele consome mais e muito mais que o Cruze. Outro ponto o Cruze chega a 200km/h muito rápido coisa que o Golf demora uma eternidade. Cruze Branco e Golf Cinza.

      Excluir
  17. O processo de compra de um determinado modelo não é balizado somente pelas melhores características...Não existe o melhor carro...cada modelo tem uma característica que agrada ou atende a um determinado nicho. Cada um defende o seu ponto de vista baseado nas suas convicções do que deve prevalecer num determinado modelo....O Golf é melhor nisso o Cruze é melhor naquilo e por ai vai...sempre será necessário abrir mão de algo para se compensar com outro item. É simplesmente uma questão de prioridades aliada à capacidade financeira de cada um. Não são todos que precisam ficar preocupados com a relação custo x benefício (não é o meu caso, infelizmente, rsrs). Em relação ao blog, desde que o acompanho, ficou evidente para mim a preferência do autor do blog. Não vejo nenhum problema nisso, visto que um blog tem uma característica opinativa sobre os assuntos (se nós podemos opinar, porque o autor do blog também não poderia?). De qualquer modo, se me permite, como sugestão, o autor do blog poderia explicitar as suas preferências e a partir das sua escolha, justificá-la, argumentando como fazem os demais participantes (as vezes, de forma conturbada, rsrs) em vez de efetuar somente a análise fria e jogar a discussão para os "leões".

    ResponderExcluir
  18. De onde vc tirou esses resultados do latin ncap? No site da latin ncap não referência ao crash test do golf!

    ResponderExcluir
  19. Esta no texto: os dados do latin ncap são do Bora. O Bora e o Golf são a mesma coisa. Interessante o fato do Golf dos anos 90 ser superior ao cruze em segurança para crianças! Que modernidade do cruze, heim!?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que é pq o teste mudou dos anos 80 pra hoje, se tornando mais rigoroso?

      Excluir
    2. O problema é que vocês chutam demais.
      O teste do Bora (Golf sedan) no Latin Cap foi feito em agosto de 2012. E o teste do Cruze Sedan no Latin Cap foi feito em agosto de 2011. Ou seja, o teste do Bora (Golf Sedan) é posterior ao do Cruze Sedan.
      Enfim, cadê os defensores da "modernidade" do Cruze? A modernidade do Cruze significa: mais peso, consumo maior, menos segurança para crianças....esse tipo de modernidade eu dispenso....

      Excluir
  20. Sugestão, vocês poderiam repetir o teste entre o cruze e vectra hatch, só pra saber como seria esse resultado. Fiquei curioso agora.

    ResponderExcluir
  21. Só o fato do GOLF ainda aparecer em um comparativo já me preocupa bastante..

    Sugestão de artigo: Comparar KOMBI com algum outro.. Podemos dar um jeito da KOMBI ganhar?? Fusca tb ganharia qualquer uma. Não importa a idade do projeto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só o fato de você dizer isso já demonstra que você não entende nada de carro.

      Leia quem entende do riscado: http://autoentusiastas.blogspot.com.br/2013/05/golf-das-auto.html

      Excluir
  22. Comparar esse dinossauro do GOLF com o Cruze é difícil.
    Por mais que alguns números sejam equivalentes, quem quer um "esportivo" não vai gastar dinheiro com um carro de visual velho e interior doa anos 80.
    Chuta esse GOLF que é macumba!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roberto Oliveira20 de maio de 2013 11:18

      Eu tenho um Golf Black e um amigo tem um VEctra GT 2.0 de 140 cv. posso te dizer que em cidade o Golf é mais ágil e em cidade gasta menos.

      Já dirigir o GM Cruze algumas vezes, tanto o Hatch quanto o Sedã, e acho o Vectra e o Astra melhor de motor. O Cruze é extremamente pesado e lento nas reações. Demora uma eternidade para ganhar velocidade, e demanda rotação lá em cima.

      O Cruze é um carro bom para andar em estrada, mas na cidade é cansativo, pois o carro é muito lerdo. O Golf 2.0 é muito mais esperto que ele em cidade.

      Excluir
  23. Alguns participantes ficam citando itens de cada modelo para tentar justificar que um modelo é melhor que o outro, sendo que seguramente, não encontraremos TODAS as melhores características reunidas somente em um modelo. Teoricamente um motor 16v com variação de fases é mais moderno que um 8v, idem para cambio de 5,6 marchas ou CVT, um motor de aluminio também, é mais leve, etc....porém isso não é garantia de sucesso para qualquer modelo. Afinal, as montadoras adoram estimular a idolatria para com seus modelos, criando-se uma fama que é rapidamente engolida pelos incautos, e assim não precisam gastar muito para manter seus modelos competitivos. Porque será que a Toyota ainda usa um câmbio automático de 4 marchas no Corolla? Os fan boys de plantão vão fazer a defesa enviesada de que o cambio é ótimo (e é) mas não quer dizer que seja aceitável num carro desse porte...A Honda somente disponibilizou computador de bordo para o CIVIC recentemente...dá para ficar elencando aqui diversas artimanhas de cada montadora, para manter seus fanaticos (e gratuitos) defensores. A análise das características de cada carro, confontadas com as qualidades que cada indivíduo considera importante, vai dar uma boa mostra de qual seria a melhor compra, não necessariamente ao melhor carro, visto que esta questão é extremamente pessoal. Por último, acho que este espaço poderia ser aproveitado para o relato das experiências de cada um com os modelos e não uma rinha para a demonstração de um pseudo-conhecimento e desqualificação das opiniões contrárias...

    ResponderExcluir
  24. Pensando bem... o Cruze daqui a 15 anos gostaria muito de ser o Golf de hoje.

    ResponderExcluir
  25. Em várias cidades e capitais do país o cruze sport6 LT só é entregue em 60 dias pra cima e na cor branca. Diante disso, as concessionárias que possuem o veículo no patio estão cobrando R$ 73 mil na versão automática LT. Vi o carro ontem, ele é incrível, mas... não vale mais de R$ 65 mil.
    É um exagero cobrarem tanto.
    Não consigo entender por que o cruze não existe para pronta - entrega. O carro só é fabricado após o pedido. Acho que virá uma nova versão e a GM não quer carros caros e na garagem.
    Não conheço bem o golf, já ouvi que se trata de um ótimo carro também. Gostaria que o visual dele fosse mais destacado. Externamente, parece um carro simples, embora também seja caro.
    Digo caro, por que esses carros, fora daqui custam a metade do que pagamos. Convenhamos, não é pouca coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Volkswagen não faz carros com visual "destacado". Pode observar que todos os modelos da empresa tem um estilo sóbrio, sem rebuscamentos e sem ousadias estilísticas. É por isso que seus carros ficam no mercado por mais tempo sem cansar.
      O Golf 4.5, por exemplo, ainda gosto muito do estilo dele - um carro cujo visual não cansou. Assim ocorre com os demais modelos da marca. Isso é bom, pois o carro acaba desvalorizando menos. Observe que todos os carros da VW estão entre os com menor desvalorização.

      Excluir
  26. Roberto Oliveira22 de maio de 2013 12:21

    Comentário do Bob Sharp sobre o Golf, hoje, dia 22/05:

    Quem faz questão de ter "o último tipo" realmente pode se sentir incomodado com a idéia de comprar um Golf. Apenas tive curiosidade de ver como estaria o Golf hoje e, com surpresa, constatei que não deve nada aos concorrentes do segmento. Pelo contrário, supera-os em muitos aspectos.

    http://autoentusiastas.blogspot.com.br/2013/05/golf-das-auto.html?showComment=1369222472147#c6608057311236479246

    ResponderExcluir
  27. Quem quer carro grande? Quem quer carro confortável. Comprei um Golf, meu primero, ano 2011, sportline tiptronic. Mancada, deveria ter comprado o manual. Cola nas curvas, os bancos te seguram no lugar. O Golf é um sport car. O entre-eixos curto é vantagem! O Cruze precisa honrar o "sobrenome" spor, assim como o Golf. Quem quer espaço para passear com a família pode ficar com o Cruze. O Focus (o que vem aí, mais ainda) é imcomparavelmente melhor que Cruze e uma concorrência respeitável para o Golf VII, aguardemos.

    ResponderExcluir
  28. O cara fala tanto do consumo que deveria comprar um uno 1000

    ResponderExcluir
  29. Achei tão descabível esse comparativo que minha atenção ficou voltada aos detalhes das fotos do Cruze.
    Nas fotos externas, podemos ver o teto solar aberto (item disponível apenas na versão LTZ). Enquanto nas fotos internas, não há o botão Start/stop e a central multimídia. Ou seja, conclui-se que as fotos internas são do modelo LT.



    ResponderExcluir
  30. São bons carros, mas o golf NÃO TEM VOLANTE MULTIFUNCIONAL, E OS CITADOS SISTEMAS DE SEGURANÇA, coisa que vai a mais no Cruze. E ainda tem o quesito designe, na minha situação comprar um o golf é comprar um carro da década retrasada e o cruze um carro com conceito atual, isto importa muito, por isso o cruze vende o dobro do golf.

    ResponderExcluir
  31. O Golf é tão "superior" ao Cruze que o acumulado de vendas do ano de 2013 mostra isso.

    Fonte: Fenabrave
    Total de vendas do Golf: 5.606 unidades.
    Total de vendas do Cruze HB: 10.573 unidades.

    Contra fatos não há argumentos. Passa a régua e fecha a conta. rsrsrsrsrs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Golf só nao vendeu mais Pq todos sabiam q mudaria de modelo tonto...

      Excluir
  32. Meu Cruze está com 22000 km, e até agora não deu problema algum..Carro muito bom!

    ResponderExcluir
  33. voces não sabem nem fazer uma comparação, voces acham que vale a pena pagar quase 9.000 por uma diferença de 5 segundos, o Cruze é um carro espetacular disso nao há duvidas, mas o Golf é um carro que tem história e um bom acabamento interno, ja o cruze da pra ver que é plástico, e os preços passados para a comparação foi do Golf 2.0 Sportiline AT (o modelo top de linha) contra o LT Automatico (o top de linha é o LTZ) conclusão, se quer um carro bom, bom, bonito, potente, economico pra entrar no mundo dos carros atuais cheios de tecnologias e quer pagar menos, compre o Golf mas se quer um carro bem atualizado, bonito, potente porem beberrao, com muita presença compre o Cruze. depende do bolso da pessoa, se eu tenho 50 mil na mao eu dou no cruze e financio o resto, mas se eu tenho uns 30 eu dou no golf e financio o resto.. tudo é uma questão de "DINHEIRO"

    ResponderExcluir
  34. Só quem tem sabe eu já tive um golf e hoje tenho um cruze .....gm e gm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só quem têm sabe, eu já tive um Golf e depois outro e outro. Hoje tenho dois GT´s na garagem um preto e um prata ..... VW é das auto.

      Excluir
  35. A um internauta que declarou "Só quem tem sabe eu já tive um golf e hoje tenho um cruze .....gm e gm" respondi : "Só quem têm sabe, eu já tive um Golf e depois outro e outro. Hoje tenho dois GT´s na garagem um preto e um prata ..... VW é das auto".
    Além disso meus GT´s são tiptronic, apenas a melhor caixa automática do mundo, e não sou eu que digo. Aliás eu digo também !!!

    ResponderExcluir
  36. A Chevrolet que me desculpe, mas NUNCA terão um câmbio AUTOMÁTICO de verdade à altura de um verdadeiro câmbio automático VW! Quando tinha um Golf meu amigo tinha um Cruze, um dia na casa dele sentei no Cruze pra descansar depois do almoço e PQP, banco duro pra kct,fui pro Golf parecia que tinha sentado no sofá da sala. Vocês não verão NINGUEM que teve um Golf falar mal do carro, só quem nunca teve e vive de modinha. Eu me arrependo até a morte de ter vendido o meu, mas vendi porque não tinha airbag e abs (2008), mas agora quero outro... testei outros: 308 (achei MUITO TOP, aquele teto panorâmico é a coisa mais linda do mundo, os bancos são bons, no asfalto é perfeito, o câmbio 6 marchas perfeito tb e sem qq tranco, MAS moro no Brasil e não é só de asfalto que o chão é feito. Fora do asfalto o 308 parece uma lata velha, bate muito! .... Bravo tem design mais ultrapassado que o Golf na minha opinião e visto já ter tido FIAT peguei nojo da marca, peças caras d+++ e com durabilidade ridícula, nem cogitie em ter um, fora que na FIAT NÃO EXISTE CÂMBIO AUTOMÁTICO, Dualogic ou Dualixo só deve existir no Brasil, duvido que qualquer outro lugar no mundo aceite aquela matação... enfim, na mesma faixa de valor não tem muitas opções e como já tive GOLF e sei do que se trata estou em busca de outro, já estou vendo alguns 2013 com até 30 mil km na faixa de R$45 mil. O design eu concordo que é ultrapassado, mas como eu quero um carro e não um desenho opto pelo Golf de novo. Ocarro mais macio e confortável que já andei até hoje sob qualquer terreno (e olha que já andei em mercedes c250 2014, cruze, 308, etc), estabilidade excelente, custo x benefício jamais visto, consumol super baixo (no 1.6 Sportline 2008 gasolina que tive, nos novos não sei, mas pelo que ando lendo me desanimei um pouco com o 2.0 que era minha ideia inicial). Enfim, está com desenho ultrapassado, mas continua sendo um GOLF e não sou eu que digo, o mundo todo sabe o que é um GOLF.
    Pra quem compra carro por design, SÓ LAMENTO por vocês nunca terem tdo um Golf, hehehe

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.