Car.blog.br

Pesquisar este blog

Carregando...

Toyota Corolla Altis 2.0 Flex 2011: Avaliação, preço, consumo, desempenho e ficha técnica

Categorias: , , , , 18 Comentários

O Toyota Corolla Altis 2.0 Flex 2011 representa a ação estratégica da Toyota Brasil para manter-se à frente no segmento de sedãs de médio luxo. A principal novidade foi a incorporação de um motor VVT-i 2.0 16V flex, que deu ao carro japonês uma melhora significativa em desempenho, além de ter melhorado a questão de eficiência energética.


O propulsor 2.0 16V é exclusivo das versões topo de linha, como o Altis 2.0 16V - cujo preço sugerido pela Toyota é de R$ 89.160, e XEi 2.0 VVT-i Flex, com preço de R$ 75.830. Evidentemente, no mercado de veículos semi-novos e em revendedoras multimarcas é possível encontrar o carro por um preço significativamente menor.


O Toyota Corolla Altis 2.0 Flex 2011 veio para substituir a antiga versão topo de linha, o Corolla SE-G, sendo que o novo motor 2.0 incorpora importantes aperfeiçoamentos, como conjunto de bloco e pistões confeccionados em alumínio, mantendo a tecnologia de duplo comando de válvulas variável.


Entretanto o sistema de variação funciona tanto para o sistema de admissão quanto de escapamento, enquanto que o motor 1.8 VVT-i tem comando de válvulas variável apenas para o sistema de admissão. Outra vantagem do motor Toyota 2.0 VVT-I 16V é o fato de ele estar adaptado para as condições climáticas e de combustíveis brasileiras.


Em termos de potência, o motor do Toyota Corolla Altis 2.0 Flex 2011 entrega 142 cavalos a 5.600RPM quando abastecido com gasolina, chegando a 153 cavalos a 5.800 RPM quando usado o álcool. O torque máximo é de 19,8 kgfm a 4.000RPM (gasolina) e chega a 20,7 kgfm a 4.800 RPM quando usado o álcool.


Esse motor é associado a uma caixa de câmbio automática Shifttronic sequencial, que permite a opção de mudanças manuais através de comandos da alavanca de câmbio e por meio dos padlle shifts encontrados na parte posterior do volante.


Outra novidade do Toyota Corolla Altis 2.0 Flex 2011 em relação a seus predecessores é a direção com assistência elétrica com nova calibragem - que teve o objetivo de torná-la mais rápida e direta, melhorando a condução esportiva, apesar de esse tipo de regime não ser adequado à proposta do Corolla.


O acerto de suspensão - que já beirava a perfeição no Corolla anterior - também foi aperfeiçoado, com uma nova calibragem dos conjuntos traseiro e dianteiro, de forma a torná-la mais firme e adequada ao novo nível de performance do carro.

Conforto

No que respeita ao conforto, o Toyota Corolla Altis 2.0 Flex 2011 dispõe de um novo sistema de ar-condicionado com compressor variável e que, segundo a Toyota, retira menos potência do motor, maximizando, assim, o ganho de performance oferecido pelo motor 2.0.


Comportamento dinâmico - desempenho

O Toyota Corolla Altis 2.0 Flex 2011 mostra-se mais ágil quando usado álcool, tendo em vista que os 153 cv proporcionados por esse motor 2.0 16V deixam o carro com respostas rápidas ao acelerador. Segundo os dados da Toyota, o Altis 2.0 16V acelera de 0-100 km/h em 11,6 segundos.

Esse desempenho é acompanhado pela suspensão, que deixa o Altis 2.0 16 tão equilibrado como os modelos anteriores, mas a nova calibragem da suspensão faz com que o carro percorra curvas de forma muito mais competente.


Acima de 140Km/h aparece uma ligeira sensação de que o carro está flutuando, o que exige algumas correções no volante. O sistema de freios é perfeitamente adequado à proposta, com ABS e EBD, que garantem a trajetória do carro mesmo em freadas emergenciais.



Interior

O interior do Toyota Corolla Altis 2.0 Flex 2011 é um show à parte, com excelente ergonomia e com todos os comandos ao alcance das mãos do motorista, sem a necessidade de desviar a atenção da via. O conforto e o silêncio interno, associados ao excelente sistema de som, contribuem para criar um ambiente interno confortável e agradável.


O revestimento de couro dos bancos e das laterais de portas é de excelente qualidade, e os encaixes do painel são perfeitos, precisos e bem acabados. Além disso, esta versão topo de linha dispõe de apliques em um material similar à madeira, o que confere um ar de sofisticação superior.


O motorista pode optar pela melhor posição de dirigir usado os muitos ajustes de retrovisores elétricos à esquerda do volante, altura e profundidade da direção, além dos ajustes dos bancos. A direção elétrica deixa o carro ainda mais preciso na condução.


O espaço para os passageiros é amplo, que permite acomodar quatro ocupantes com conforto, pois o carro mostra bom espaço para pernas e cabeças. Para o conforto total, o terceiro ocupante, porém, deve ser uma criança, pois um adulto sentir-se-á um tanto quanto desconfortável na posição central do banco traseiro.

A quantidade de porta-objetos e de porta-copos é adequada para a proposta do carro, e o acesso ao interior do carro é facilitado por meio das portas amplas. O porta-malas tem capacidade volumétrica de 470 litros.

Consumo

O Toyota Corolla Altis 2.0 Flex 2011 apresenta, segundo dados do fabricante, um consumo médio em trânsito urbano de 6,1 km/l de álcool e 8,2 km/l de gasolina.

Quando rodando em estrada, ele chega a 10,1 km/l de álcool e 12,8 km/l de gasolina, médias estas que podem ser acompanhadas por meio do computador de bordo, que, entre outras informações, mostra tanto o consumo instantâneo quando o médio.

Segurança

O Altis 2.0 16V vem com duplo airbag dianteiro e mais bolsas infláveis laterais. O sistema de freios conta com ABS (sistema anti-travamento) e EBD (controle dinâmico de estabilidade).

Conclusão

O objetivo da Toyota com o lançamento do Altis 2.0 16V é manter-se à frente nesse segmento de mercado. A julgar pelas credenciais do Toyota Corolla Altis 2.0 16V Flex 2011, a marca nipônica não terá muita dificuldades em atingir seu objetivo, tendo em vista que o carro apresenta um nível de conforto e sofisticação só encontrado em carros importados.

Além disso, fica evidente a qualidade Toyota em todos os detalhes do carro, que, além de confortável e luxuoso, apresenta ótimo desempenho e um nível de consumo adequado para o nível de potência e peso do carro.

Outro aspecto é a fama de inquebrável do Corolla e ainda baixo índice de desvalorização, em decorrência de sua elevada liquidez, que faz o carro se configurar como uma das melhores opções no mercado de sedãs médios de luxo no Brasil.

Ficha técnica - Toyota Corolla Altis 2.0 Flex 2011

Motor:
  • Dianteiro, flex (gasolina e etanol), transversal, 1.986 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, DOHC VVT-I (comando duplo de válvulas no cabeçote  variável)
  • Injeção direta de combustível e acelerador eletrônico.
  • Potência máxima: 142 cv com gasolina a 5.600 rpm e 153 cv com etanol a 5.800 rpm.
  • Torque máximo: 19,8 kgfm com gasolina a 4 mil rpm e 20,7 kgfm com etanol a 4.800 rpm.
  • Diâmetro e curso: 80,5 mm x 97,6 mm. 
  • Taxa de compressão: 12,0:1.
Transmissão: 
  • Câmbio automático de quatro marchas à frente e uma a ré com opção de mudanças sequenciais manuais na manopla ou nas borboletas atrás do volante. Tração dianteira. Não oferece controle de tração.
Suspensão:
  • Dianteira independente do tipo McPherson com molas helicoidais, amortecedores hidráulicos e barra estabilizadora. 
  • Traseira por eixo de torção, com molas helicoidais, amortecedores hidráulicos e barra estabilizadora. 
Freios:
  • A discos ventilados na frente e discos sólidos atrás. Oferece ABS com EBD de série nesta versão.
Pneus:
  • 205/55 R16 em rodas de liga leve.
Dimensões:
  • 4,54 metros de comprimento
  • 1,76 m de largura
  • 1,48 m de altura
  • 2,60 m de entre-eixos.
  • Peso: 1.230 kg em ordem de marcha.
  • Capacidade do porta-malas: 470 litros.
  • Tanque de combustível: 60 litros

18 comentários:

  1. o corolla altis bebe muito troquei o meu seg 2010 e arrebendi muito beberao e anda a mesma coisa do seg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Possuo uma Tucson e um Corolla Altis. Se compararmos os dois carros (que sao completamente diferentes) o Corolla é extremamente mais econômico. Em uma viagem que faço rotineiramente com a Tucson gastando exatamente meio tanque de combustíve, o Corolla gasta apenas um quarto. É uma economia que satisfaz o consumidor!

      Aconselho, sim, a adquirirem um Corolla Altis

      Excluir
  2. andar em um carro desses e falar em economia e melhor comprar um fiat uno wey

    ResponderExcluir
  3. Eu achei fantastico

    ResponderExcluir
  4. Bebe combustível para pobre ...para quem compra uma maquina dessa num quer outra......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é mesmo eu amo o meu altis...

      Excluir
  5. Esse carro maravilhoso .

    ResponderExcluir
  6. Carro muito agil e seguro, o controle e a dirigibilidade são excelentes, o que peca são em alguns opcionais, como entrada USB e de Ipod no sistema de som uma ligação bluetooth para ligação com celular em viva voz e claro o GPS. Um controle de tração que em um carro deste porte de preço e tamanho já seriam de grande eficiencia. Quanto ao consumo depende muito da condução, realmente é um carro 2.0 e o consumo urbano é elevado.

    ResponderExcluir
  7. Vamos ser honestos... Creio que quem tem bala pra torrar R$ 60 mil pra cima num carro, não estará muito preocupado se o carro gasta muito ou não, se é flex ou não.

    Se for pra querer que um carro com motor 2.0 automático faça 12 km/l na cidade, então deveríamos voltar na época em que todo mundo fazia fila pra encher o tanque porque no dia seguinte, vinha o aumento dos preços dos combustíveis... Que coisa deprimente.

    Pra que andar de carro então? Se for pra ficar com essas picuinhas de consumo e de querer ficar chorando migalhas pra se abastecer o carro, melhor vendê-lo e andar de busão...

    O carro não está carregando o motorista com conforto e sem que ele tome chuva ou Sol na cabeça? Não leva o cara pra onde ele quer? Não é melhor do que andar de busão, trem ou metrô? Para se ter conforto, é preciso PAGAR por isso.

    O mal de brasileiro é o seguinte: quer comprar fácil um carrão completo com motor potente por um preço baixo e que gaste pouco num trânsito pesado... Aí, fica difícil.

    ResponderExcluir
  8. O carro é excelente! Estou com a nova versão 2013 e até agora não achei nenhum problema no carro. Quanto as entradas USB e o viva voz, a Toyota tomou o máximo cuidado em acrescenta-los ao veiculo. A "madeira" nas portas e o interior bege, deixaram o carro extremamente agradável. E o limpador automático combinado com o acendimento automático dos faróis (de xenônio) fazem com que o motorista curta cada momento do carro sem se preocupar.

    ResponderExcluir
  9. eu sou pobre.... mas vou comprar um corolla assim mesmo.....uhuuuuuuu!!!!!

    ResponderExcluir
  10. É uma carro perfeito, só perde para seu irmão maior... o Camry

    ResponderExcluir
  11. To super indeciso entre o corolla e o new civic,alguém pode me aconcelhar?????

    ResponderExcluir
  12. Quero um corolla...preciso arranjar um velho rico...rsrsr
    thayseluyanne@hotmail.com

    ResponderExcluir
  13. Tenhoum corolla seg 2010 meu carro anterior era um polo sedan mais so tenho a dizer 9.1p/l na cidade em média 110 na estrada 14p/l o polo 11p/l na cidade e 16.4p/l na estrada mais se o corolla fazia 6 na cidade e 10 na estrada não me emportaria pois o conforto e a drenalida nada paga

    ResponderExcluir
  14. Prezados Senhores; já comprei até circo pegando fogo + = ao COROLLA 2.0 ALTIS nunca vi na minha vida quando o fabricante quer fazer um produto bom ele fazzzzzzzzzzzz... em termos de força, conforto, custo e economia não tem um carro grande pesado desta maneira e econômico o meu faz na pista 100 km faz 14 por litro na gasolina brincando, é difícil eu mudar de linha de carro hoje...

    ResponderExcluir
  15. Corolla independente de modelo, é carro de primeira...

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo serão apagados sem prévio aviso.