Car.blog.br

Pesquisar este blog

Volkswagen inicia produção de ID.4 X e ID.4 Crozz na China

Categorias: , , , 12 Comentários

A Volkswagen anunciou o início de produção dos modelos 100% elétricos, baseados na plataforma MEB, ID.4 X e ID.4 CROZZ, nas fábricas chinesas de Foshan e Anting.

SUV´s elétricos Volkswagen ID.4 X e Crozz chegam à China
A produção local do Modular Electric Drive Kit (MEB) está agora em andamento nas instalações do Grupo em Foshan e Anting, com uma capacidade anual combinada de até 600.000 unidades, sendo que os ID.4 X e ID.4 CROZZ são os dois primeiros modelos puramente elétricos a serem introduzidos na China.
SUV´s elétricos Volkswagen ID.4 X e Crozz chegam à China
A FAW-Volkswagen produz o ID.4 CROZZ, enquanto a SAIC VOLKSWAGEN o ID.4 X - ambos derivados do ID.4.
SUV´s elétricos Volkswagen ID.4 X e Crozz chegam à China
Isso permitirá ao Grupo aumentar a participação de veículos elétricos em seu portfólio de produtos para 35% até 2025. Em 2023, a Volkswagen oferecerá oito modelos do ID China, o maior mercado de NEV do mundo, que desempenha um papel crucial na estratégia global de mobilidade eletrônica do Grupo.
SUV´s elétricos Volkswagen ID.4 X e Crozz chegam à China
A fábrica Anting MEB é a primeira fábrica MEB greenfield do Grupo Volkswagen em qualquer lugar do mundo, 100% dedicada à fabricação de veículos exclusivamente elétricos. Por meio de medidas de padronização, o investimento em infraestrutura na nova fábrica de Anting foi reduzido em 5 por cento em comparação com as fábricas de automóveis anteriores, apesar dos custos significativamente mais elevados para requisitos específicos do local.
SUV´s elétricos Volkswagen ID.4 X e Crozz chegam à China
A fábrica de Foshan foi renovada no local das instalações de produção originais como uma das fábricas mais flexíveis da rede de produção global. Ele permite a produção de modelos convencionais ICE baseados na plataforma MQB e modelos puramente elétricos baseados na plataforma MEB na mesma linha de produção.
SUV´s elétricos Volkswagen ID.4 X e Crozz chegam à China
Uma configuração altamente flexível permite a co-produção de 6 a 8 produtos MEB.
Volkswagen inicia produção de ID.4 X e ID.4 Crozz na China
Com mais de 1.200 robôs na oficina de soldagem e uma taxa de automação de quase 100% na oficina de pintura, Foshan é uma das fábricas mais produtivas da China.
Volkswagen inicia produção de ID.4 X e ID.4 Crozz na China
Ambos os projetos foram iniciados no segundo semestre de 2018 e totalmente concluídos até o ponto de produção em série em apenas dois anos.

12 comentários:

  1. Volkswagen a única marca legada que está enfrentanto e vencendo a Tesla. Agora com 600 mil de capacidade produtiva de elétricos na China, tende a ser tornar a grande líder mundial em elétricos. Só posso parabenizar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VW agora é CHINESA
      Com muito orgulho

      Excluir
    2. VW não teve competência para produzir carros eletricos e teve que pedir socorro se aliando à chinesa JAC para aprender a fazer.

      Excluir
    3. Ela não pediu socorro a ninguém,no máximo uma cooperação.

      Excluir
  2. A meu ver, o único carro comercialmente vendido hoje elétrico a que se compara a Tesla é o Porsche Taycan. Muitos protótipo estão em desenvolvimento ainda. E antes de algum mané falar algo, ande e depois tire suas conclusões. É um computador sobre rodas.

    ResponderExcluir
  3. QUE MASSACRE MUNDIAL DA VW.

    TODO MÊS TÊM LANÇAMENTOS! INCRÍVEL!

    ANTEVEJO SÉRIOS PROBLEMAS À TESLA.

    ResponderExcluir
  4. VW LIDERARÁ O PLANETA RUMO AOS ELÉTRICOS.

    E HATERS, PEGUEM CARONA ENQUANTO É TEMPO !!! KKKKKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você quis dizer a JAC né, que a Vw teve que se aliar para aprender a fazer carro eletrico.

      Excluir
    2. Ela faz carros elétricos há 44 anos

      Excluir
  5. Carro elétrico é outra palhaçada que estão inventando em nome do meio ambiente. Não existe, ainda, uma legislação qto ao descarte das baterias e seus componentes e isso vai poluir ainda mais. E a produção também não é ecológica como dizem. Aguardemos alguns anos pra ver o terror que enfrentaremos quanto a isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelão, carro elétrico é definitivamente o futuro junto com as células de combustível a hidrogênio. Não há dúvidas sobre isso.

      Sobre as baterias, trabalho com empilhadeiras elétricas há muito tempo e não há problema. Um novo segmento de economia vai ser aberto, pois como as baterias são pelo menos 98% recicláveis, haverá demandas no pós utilização nos veículos de forma maciça.

      Pra você ter uma ideia do que falo, baterias chumbo-ácidas (aquelas que precisa completar com água de tempos em tempos) tem tecnologia de 1860 e alguma coisa e são pelo menos 08% recicláveis como citei acima. Posto isto, posso te afirmar que há muita viabilidade.

      Os desafios do futuro:
      1. Carregadores de alta frequência indutivos que recarreguem as baterias em 10 minutos ou menos;
      2. Estruturar as redes de energia domésticas com placas solares, aproveitando essa energia gratuita (luz do sol) como matriz energética que não sobrecarregue as usinas geradoras;

      Na Alemanha por exemplo (e nos EUA também) é IMPRESSIONANTE a quantidade de casas que já possuem placas fotovoltaicas e geram sua própria energia, que é acumulada posteriormente em supercapacitores ou baterias dedicadas;

      Esses fanzetes IDIOTAS da VW não entenderam que a TESLA saiu tão na frente de todo mundo que seus investimentos estão tão focados nessa geração sustentável quanto na criação de novos veículos enquanto a VW terceiriza a fabricação de supercarregadores sem desenvolver ou atrair clientes domésticos (focados na geração de energia sustentável em casa).

      Por essas e outras que o grupo TESLA está anos-luz a frente de qualquer outra companhia.

      Espero ter ajudado informando um pouco do que vejo da mobilidade elétrica...

      Excluir
    2. Os primeiros carros eram elétricos,uma hora o combustível acaba.
      Fora a manutenção de um motor elétrico é simples

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.