Car.blog.br

Pesquisar este blog

Ford Kuga Hybrid começa a ser produzido na Europa

Categorias: , , , 9 Comentários

A Ford anunciou que iniciou a produção e ofeta do Kuga Hybrid, suv totalmente híbrido, derivado do Focus, com carregamento automático e alterna automaticamente entre gasolina-elétrica e energia elétrica pura para proporcionar uma direção sem esforço e alcance de 1.000 km.

Ford Kuga Hybrid começa a ser produzido na Europa
O trem de força híbrido de 190 cv não é plug-in, ou seja, não permite carregamento externo, operando apenas com auto-carregamento das baterias em processo de regeneração de energia. O modelo traz transmissão com mudanças de marcha simuladas e a tração integral inteligente opcional.
Ford Kuga Hybrid começa a ser produzido na Europa
O Ford Kuga Hybrid adota bateria de 1,1 kWh sendo reabastecida automaticamente pelo motor a gasolina de ciclo Atkinson de 2,5 litros e por carregamento regenerativo ao desacelerar ou frear. A energia armazenada aciona um motor elétrico para melhorar o desempenho, apoiar a eficiência de combustível do motor a gasolina ou fornecer uma direção totalmente elétrica. O sistema alterna automaticamente entre as configurações de energia de acordo com o cenário de direção.
Ford Kuga Hybrid começa a ser produzido na Europa
O Kuga Hybrid é também o primeiro Kuga a combinar um trem de força eletrificado com a opção da tecnologia Intelligent All-Wheel Driveda Ford, dependendo do mercado, para uma experiência de direção otimizada. As variantes de tração dianteira e tração integral inteligente aumentam o caráter divertido de dirigir e 190 CV usando uma função simulada de mudança de marcha para a transmissão power-split. A tecnologia é projetada para emular as mudanças de marcha familiares de uma transmissão automática convencional para maior engajamento do motorista.
Ford Kuga Hybrid começa a ser produzido na Europa
O Kuga Hybrid se junta às variantes híbridas moderadas Kuga Plug-In Hybrid e EcoBlue Hybrid de 48 volts, junto com os motores tradicionais a gasolina e diesel para uma ampla gama de opções de trem de força.
Ford Kuga Hybrid começa a ser produzido na Europa
A capacidade de partida silenciosa permite que o Kuga hybrid saia de uma paralisação usando somente energia elétrica para uma experiência de direção verdadeiramente relaxante, especialmente em cenários de direção na cidade e em quebras e arranques. O trem de força totalmente híbrido oferece suporte à direção totalmente elétrica por curtos períodos, eliminando a ansiedade de alcance.
Ford Kuga Hybrid começa a ser produzido na Europa
A capacidade de viajar 1.000 km com um único tanque de combustível torna o Kuga hybrid uma alternativa atraente para os trens de força a diesel. Oferecendo eficiência de combustível de 5,4 l / 100 km ao lado de um tanque de combustível de 54 litros, a autonomia total também é mais de 30 por cento maior do que o Kuga Plug-In Hybrid, que oferece uma maior autonomia elétrica pura de até 56 km WLTP.
Ford Kuga Hybrid começa a ser produzido na Europa
A bateria de 60 células, 1,1 kWh usa um sistema de refrigeração líquida que elimina a necessidade de um ventilador de refrigeração, ajudando a reduzir os níveis de ruído para maior refinamento da cabine. O resfriamento otimizado também permite que as células da bateria sejam embaladas juntas - ajudando a manter as dimensões internas espaçosas, incluindo mais de 1 metro de altura livre para os ocupantes da primeira fila e até 1.481 litros de espaço de carga atrás dos bancos dianteiros.

A última geração da transmissão power-split da Ford foi projetada especificamente para funcionar com o motor a gasolina de 2,5 litros - ajustando perfeitamente as relações para desempenho e economia de combustível ideais em uma variedade de condições de direção. A aceleração zero-100 km / h leva 9,1 segundos para a variante de tração dianteira.

A função simulada de mudança de marcha - ativada nos modos de direção Normal ou Sport - ajusta automaticamente a rotação do motor conforme a velocidade do veículo muda para reduzir o efeito “elástico” frequentemente associado às transmissões continuamente variáveis.

9 comentários:

  1. Respostas
    1. Vai lá comentar na notícia das vendas da quinzena, tá com medo?

      Profeta de araque

      Excluir
    2. ASNOWAGEN....Kkkķkkk

      Não consegue sentar.....
      Foi currado. ...

      Bixo

      Excluir
    3. Carla, melhor ficar quietinha

      Tu não acerta uma kkkkkkkkkk

      Excluir
    4. Do Taos ele não fala, né? Que nem opção híbrida tem 😂😂😂😂😂

      Excluir
    5. TIGUAN

      https://www.reclameaqui.com.br/volkswagen/tiguan-nova-0km-com-defeito-recorrente_FvlriRwsgGF9SQI6/

      Adquiri o veículo VW/Tiguan AllSpace, 0 KM, no mês de agosto de 2019, na loja Vigo Motors, na cidade de São Bernardo do Campo - SP, contudo, o referido veículo vem apresentando defeitos mecânicos GRAVES, de forma reiterada, já tendo sido o veículo encaminhado à revisão autorizada da Volkswagen, na loja Diauto, na cidade de São Caetano do Sul - SP, por três vezes, porém, sem êxito.

      No dia 21/08/2019 o veículo fora adquirido através da loja Vigo Motors;

      No dia 15/10/2019 apresentou a primeira falha mecânica, possivelmente, um superaquecimento, vindo a ser entregue à revisão Diauto para análise e devido reparo;

      No dia 07/11/2019, o veículo apresentou novamente a mesma falha mecânica, tendo sido entregue para revisão, junto à loja Diauto, e restituído no dia 11/11/2019.

      No dia 13/01/2020 o veículo fora entregue novamente à revisão da autorizada Diauto, tendo sido reparado e restituído no dia 22/01/2020;
      No dia 10/02/2020, pela QUARTA VEZ, o veículo apresentou novamente o mesmo problema superaquecimento.

      Tendo em vista a reincidência no problema mecânico, e a inexistência da efetiva descoberta da origem da falha técnica, eis que em cada ocasião que o veículo foi submetido á análise junto a autorizada Diauto, NÃO IDENTIFICARAM EFETIVAMENTE A FALHA TÉCNICA, tendo sido alegado que pelo fato da aludida falha ocorrer eventualmente, e não de forma constante, difícil identificá-la. E, com amparo em tentativas e suposições, foram trocadas algumas peças. A cada falha mecânica e conseqüente ida á autorizada Diauto, com a queixa de superaquecimento, não houve uma resposta específica acerca da origem do problema. A cada entrega do veículo á revisão para o reparo, uma nova técnica era empregada pela oficina, na tentativa do reparo. Contudo, para o dissabor de toda a família que depende do veículo, mais uma frustração, o problema mecânico persiste (superaquecimento).

      Deve-se destacar que durante todo o período narrado, idas praticamente mensais à autorizada, para fins de sanar o oculto defeito, sequer fora oferecido um veículo reserva. Na última vez que o veículo fora entregue, no dia 13/01/2020, após solicitarmos um veículo reserva, disseram que só era possível oferecer um carro popular, 1.0, por apenas TRÊS DIAS, SEM RENOVAÇÃO.

      Numa das citadas vezes que o veículo apresentou tal falha, estávamos voltando de viagem familiar, do interior, e vivenciamos um grande estresse e dissabor, com o superaquecimento do veículo. Em menos de dois meses após adquirir um veículo NOVO (0 km), jamais imaginaria que o veículo iria trazer tamanha insegurança.

      Tendo em vista que o veículo, pela QUARTA VEZ, no período de 06 meses, apresentou GRAVE PROBLEMA MECÂNICO, tendo sido encaminhado à revisão por três vezes, sem o DEVIDO REPARO e REAL IDENTIFICAÇÃO DA FALHA, não desejo mais suportar tamanho desgaste emocional e material, com tentativas infrutíferas do encaminhamento do veículo à revisão.

      Além do abalo moral, tendo que se readequar a rotina familiar sem o veículo no qual dependemos e necessitamos, e a grande insegurança vivenciada na rodovia, com a apresentação dessa falha técnica, ainda, tive que custear despesas com uber/táxi para fins de deslocamento ao trabalho/escola de filhos, etc.

      Diante de tamanho dissabor, e o GRAVE PROBLEMA MECÂNICO, contamos que o fornecedor/fábrica troque o produto ou restitua o valor.

      Excluir
  2. Qualquer montadora consegue ser melhor do que a Volksboquetagem do Brasil.

    Exceção feita à Renault, pois aí chega ser falta de educação.

    A Ford lá fora, coloca qualquer VW no bolso.

    Bixo

    ResponderExcluir
  3. definição em uma só palavra: Espetacular

    ResponderExcluir
  4. Isso que é um bom Suv. Se trazer para o Brazil, vai simplesmente acabar com os Suv s feito de plásticos duro no painel, sem suspensão multlink, motorzinho 3 cilindros turbo e sem freio eletrônico sem autohold.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.