Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Fox: brasileiro foi à Alemanha para ser o carro do povo

Categorias: , , 48 Comentários

O Polo sempre foi, desde o seu lançamento na Europa, o carro de entrada da gama Volkswagen no mercado europeu. Entretanto, o Polo, na geração Mk4, cresceu. Anteriormente um carro pequeno e compacto, então comercializado como um modelo básico de preço acessível, não apenas se transformou em um carro de luxo, mas também em um veículo que era simplesmente muito caro para famílias jovens alemãs.

VW Fox 2009 - exportado para a Alemanha

O Lupo, localizado abaixo do Polo, tinha design e equipamentos, mas o preço do modelo básico também era alto - - iniciava em 10.225 euros. Isso levou a Volkswagen a lançar no mercado europeu o brasileiro Fox, versão simplificada do Polo, com preço acessível - 8.950 euros. Uma especie de retorno às origens da marca: um carro barato para o povo.


VW Fox 2009 - exportado para a Alemanha

No mercado europeu, o Fox foi vendido com três opões de motores: 3 cilindros 1.2 de 55 cv e 106 Nm de torque, que permitia alcançar uma velocidade máxima de 148 km/h. Imediatamente acima havia o quatro cilindros 1.4, com 75 cv, 124 Nm de torque, com o qual podia alcançar 167 km/h. E finalmente o diesel, 1.4 TDI, com 70 cv, e fazia de 0 a 100 km/h em 14,7 segundos e atingia 161 km/h. Em todos os casos com transmissão manual de 5 marchas.

VW Fox 2009 - exportado para a Alemanha

O Fox exportado para a Europa, mesmo se posicionando como carro de entrada no Velho Continente, tinha acabamento mais sofisticado que o brasileiro, com interior mais confortável e com materiais mais requintados - adequado ao mercado local.

VW Fox 2005 exportado para a Alemanha

A ideia inicial da Volkswagen era de exportar 100 mil unidades do Fox para o mercado europeu. Entretanto, com a valorização do real frente ao Euro na primeira década do século XXI fez a competitividade do Fox cair. O preço teve que subir para mais de 10 mil euros, deixando de ser atraente para os consumidores europeus.

VW Fox 2005 exportado para a Alemanha

Dessa forma, em 2006 as exportações se reduziram para 60 mil unidades, e em 2007 caiu para 30 mil, chegando a poucas unidades no fim de seu ciclo de vida na Europa, em 2011, quando então foi retirado de linha, juntamente com o Lupo - tendo sido sucedido pelo Volkswagen Up!.

48 comentários:

  1. As seguidas exportações de carros da VW do Brasil para a Europa e EUA só atestam que os carros da marca no Brasil são feitos para se enquadrarem em padrões e requisitos de países de primeiríssimo mundo.
    Ou seja, ter um VW no Brasil é como ter um carro de primeiro mundo no Brasil, só que mais acessível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que tu não leu a matéria, “tinha acabamento mais sofisticado e com materiais mais requintados” o que deixa bem claro que o que se produz aqui é vagabundo e mal feito... Entra dentro de um polo europeu e entra nesse 50 tons de cinza que a vw disponibiliza por aqui!

      Excluir
    2. Se Gol e Voyage são bostas defasadas, os piores em suas respectivas categorias, imagina na Alemanha 😂😂😂😂

      É algo que só dá pra imaginar mesmo.

      Excluir
    3. FOX foi MASSACRADO pela imprensa europeia e não vendeu nada por la...

      Excluir
    4. Exceto o gol, que não é seguro.

      Excluir
    5. fox foi o maior fiasco da vw na europa.. assim como foi o up aqui no brasil!

      Excluir
    6. kkkkkkk que cara burro, nem deve ter lido a matéria. O Fox exportado pra Europa foi todo modificado com materiais de maior qualidade. Nunca que um europeu vai comprar um fox pé de boi brasileiro. E mesmo melhorando a qualidade ele encalhou por lá.

      Resumindo, a VW enviou um tijolo de cocô perfumado pra Europa achando que fosse vender alguma coisa. Eu demitiria o cara que teve essa ideia "genial"

      Excluir
    7. Amigo, um dos poucos carros de fato alemães acessiveis para nós e que ainda têm sua qualidade é o Polo, com chassi com solda a laser e uma estrutura de tirar o chapeu. Uma estrutura na sua estrutura para abrir a porta com vários dentes, amortecedores no capô e no porta-malas para não atrapalhar no fechamento das malas garantindo mais espaço, fora que na época tirou uma nota excelente no latin-ncap. Pra mim, um alemão acessivel hoje é o Polo, Golf e o audi A3 dos antigos claro, mas fox.......

      Excluir
  2. Na Europa esse Fox teve péssima reputação como problemas de injeção, problemas eléctricos, baixa durabilidade, barulhos de acabamento e etc, como aqui o Fox de primeira geração também teve vários problemas e que foram resolvido a partir da segunda geração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aqui tbem teve esses problemas... mas os fanboys idolatram mesmo assim

      Excluir
  3. E foi rejeitado no mercado europeu por ser uma carroça de péssima qualidade construtiva. Se querem puxar mais um pouco o saco da vw escrevam sobre o golf feito no Brasil e exportado para os EUA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chamar o Fox de carroça é uma ofensa à carroça, o carrinho sem vergonha.

      Excluir
    2. Quem dera que todo pobre tivesse um Fox, além do mais não estamos na Europa. Vamos fazer comparações mais razoáveis e inteligentes.

      Excluir
    3. Eu falo porque já tive um, foi disparado o pior carro que tive, fazia mais barulho que uma bateria de escola de samba.

      Excluir
    4. Unica empresa brasileira a vender carros fabricados aqui, nos EUA e na Europa

      Excluir
    5. Quem disse a vc que a Volkswagen é brasileira? Ela é alemã, porém tem filial no Brasil....empresa automotiva brasileira tem poucas (se tiver) e com exceção da Puma, ainda em atividade, as demais encerraram suas atividades a anos...em comum, têm o fato que montam foras-de-série, ou seja, carros com peças de outros carros, logo não são modelos fabricados em larga escala.

      Excluir
  4. Na Europa ele foi chamado de carro medíocre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foram até delicados, pq para o padrão europeu, é uma merda mesmo...razoável para eles é Polo.

      Excluir
  5. genti...fox na europa?? que chique!!!!! uau! amo o designer do fox!1 A-M-O!

    ResponderExcluir
  6. Me lembro em 2003 qdo esse carro estava pra ser lançado no Brasil e a VW estava na dúvida em manter ou tirar o Gol de linha pra ele ser o substituto à época eu estava comprando um Polo e o vendedor qdo me entregou o carro me confidenciou que o Gol ficaria pois seria o carro da marca para a tecnologia total flex época tbm do lançamento. Nostalgia pura para mim.

    ResponderExcluir
  7. Hoje, pelo que custa, tem um bom custo x Benefício... usei um 2019 pela empresa, era de locadora claro, e era bem razoável.

    ResponderExcluir
  8. Jornal do Carro - Estadão

    Defeitos famosos: o carro que decepava dedos
    Confusão em sistema de rebatimento do banco traseiro do VW Fox decepou o dedo de oito pessoas

    Na época, a Volkswagen alegou que não havia necessidade de recall e que o sistema não apresentava problemas se as instruções de uso que constavam no manual do carro fossem seguidas. A marca alegava ainda que os acidentes ocorreram devido a mau uso do recurso.

    Mesmo assim, a companhia não conseguiu evitar o recall quando o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), que faz parte do Ministério da Justiça, entrou no caso. Em 2008, a Volkswagen teve que recolher R$ 3 milhões para um fundo de defesa de direitos difusos do DPDC, que, entre outras coisas, é usado em projetos na área de educação para o consumo.

    A empresa também aceitou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em que se comprometeu a fazer o recall de 477 mil Fox, CrossFox e SpaceFox vendidos no País, além de outras 343 mil unidades que foram exportadas.

    Fonte: Jornal do Carro - Estadão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Decepava dedo de mané, tive um por 3 anos e nunca tive esse problema pois no porta malas tinha instruções de como manusear o banco.

      Excluir
    2. Muita bosta. As instruções foram colocadas apos um recall onde os donos foram chamados para adesivar o assento do carro com as instruções.

      Excluir
    3. fox sempre foi tosco, sistema de vidros que caia com o tempo, motores do vidro eletrico que quebravam... sistema do vidro de plastico que nao durava nada... problemas de injecao, leitura, boia de combustivel, barulhos internos, buchas dianteiras, vazamento de oleo.... enfim um perfeito vw mesmo!
      só que os apzeiros aclamam por porcaria... tbem gostam de carro que racha tunel... entao tá tudo certo pra eles! das manolo!

      Excluir
  9. Eu tenho um e gosto muito e bem confortável e a posição de dirigir e muito boa

    ResponderExcluir
  10. Foi para a Alemanha para passar vergonha, isso sim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem tá passando vergonha aqui e você zé ruela.

      Excluir
    2. Olha o campeão mundial se manifestando em um dos seus 1000 fakes.

      Excluir
  11. Faz jus ao nome! Zé ninguém, da família do Zé povim.

    ResponderExcluir
  12. Fox exportou 305mil unidades para a Europa entre 2005 e 2011.No primeiro ano em 2005 foi exportado 82 mil.Perdeu competividade na Europa pela desvalorização do dólar no Brasil.

    ResponderExcluir
  13. Tive um em 2011 e, apesar do 1.6 beberrão, gostava do carro. Ano passado, atraído pelo preço de promoção, fui à Carbel em BH dar uma olhada. Meu Deus, o que fizeram com o carro! Tem o plástico mais vagabundo do planeta no painel. Saí correndo.

    ResponderExcluir
  14. Decepava os dedos dos alemães também, ou só dos brasileiros? Ainda bem que o de lá não fundia o motor do nada igual o daqui.

    Se esse carro já era ruim quando comparado a outros carros como ele (Corsa, Punto, Fit e Fiesta), imagina na Alemanha, país não acostumado a andar de charretes com nós... Durou foi muito.

    ResponderExcluir
  15. O carro ficou conhecido pela sua mediocridade ao ponto de, na inglaterra, para se livrarem dele davam um fox na compra de um outro carro e primeira vez na historia as vendas do carro cairam pois ninguém queria levar o fox nem de graça.

    ResponderExcluir
  16. Na verdade, muitos carros da vw pelo menos aqui no Brasil, sempre desenvolvem barulhinhos, cabeçote, anéis de segmentos... Destaque para barulho de tuchos. São umas doenças que já vem de fabrica e esperando o tempo certo para aparecerem.

    ResponderExcluir
  17. Possui um Fox 1.6 2016,muito bom o carro,só sai dele pra pegar um polo 2019,mais a mecânica é igual, o Fox me satisfez, carro rápido e econômico ,consumo depende muito da peça que fica atrás do volante, é isso que tenho tudo a declarar

    ResponderExcluir
  18. Motorista ruim faz carro bom ficar i faz carro ruim ficar bom

    ResponderExcluir
  19. Final de 2010 até 2011 levei muitos vw fox para exportação no porto de Paranaguá e realmente eram de longe muito melhor que os vendidos por aqui, detalhe para as versões que saíram com bancos dianteiros aquecidos, regulagem interna de altura dos faróis, freios ABS e aerbag , alguns com volante a direita ,interesante que muitas vezes o vw fox é visto rodando em países onde nem mesmo chegou a ser comercializado, continente africano ,oriente médio...

    ResponderExcluir
  20. Até então não tenho o quê reclamar!

    ResponderExcluir
  21. https://youtu.be/6nALrZ6h98w

    Como eu já havia adiantado, Onix manual anda mais que Up.
    Esse Up ainda estava com os controles desligados (sem o sensor) e o Onix não. Todos aqui sabem que os controles podam a potência mesmo se desligados no botão.

    Quero ver o louco do Myballs chorando e contestando algo que está claro no vídeo, igual da outra vez.

    ResponderExcluir
  22. Medíocre em várias línguas é médio em portugues. Foi essa a imprensão dos europeus que receberam a primeira geração e com motor fraco! O preço não se tornou competitivo, mas o carro era bem melhor do que o VW Lupus e cheguei a ler que a segurança era acima da média na época!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.