Car.blog.br

Pesquisar este blog

Toyota posterga por 2 meses a volta da produção no Brasil

Categorias: , , 25 Comentários

A Toyota do Brasil a anunciou que alterou seu planejamento de retorno de produção no Brasil. A retomada, que estava prevista para o final de abril, agora só ocorrerá em junho.


A retomada de produção ocorrerá em suas quatro unidades fabris localizadas no Estado de São Paulo: dia 22 para as Unidades de São Bernardo do Campo, Indaiatuba e Porto Feliz e dia 24 para a Unidade de Sorocaba.

Além disso, a montadora buscando preservar os empregos com seus colaboradores, estabeleceu, em acordo com sindicatos de cada unidade, que a partir do dia 22 desde mês, parte dos funcionários - aqueles ligados diretamente à produção - terá suspensão temporária do contrato de trabalho.

O acordo aprovado impacta colaboradores horistas e administrativos de todas as áreas e níveis e preserva os salários líquidos entre 75% e 100% do seu valor, conforme a faixa de remuneração de cada colaborador.

Colaboradores que ainda precisem vir para planta e administrativos não relacionados com a suspensão de contrato de trabalho, continuam trabalhando em regime regular ou de home office.

A informou ainda em comunicado oficial que continuará avaliando a situação momento a momento, e caso entenda ser possível retomar as atividades antes do previsto, reverá esse cronograma, sempre seguindo as orientações das autoridades locais e, principalmente, colocando a saúde e o bem-estar de seus colaboradores e de seus familiares em primeiro lugar.

25 comentários:

  1. Será que a Toyota usa muitas peças chinesas no Corolla, e, por isso, vai demorar tanto para voltar a produzir?

    A VW não tem esse problema, já que traz o Jetta do México.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. China e méxico dois lixos.

      Excluir
    2. Respondendo sua pergunta sobre Toyota e China. Çeia a reportagem e veja o que fala da VW.

      https://quatrorodas.abril.com.br/noticias/coronavirus-ameaca-levar-producao-de-carros-ao-colapso-em-todo-mundo/

      Excluir
    3. A reportagem escreve que:
      "De acordo com a agência de classificação de risco Standard & Poor’s, o Grupo Volkswagen é o mais exposto aos efeitos do coronavírus. Cerca de 40% do que o grupo vende no mundo é produzido na China, muito embora fora da província de Hubei. Ainda assim, com chegadas e partidas proibidas nos portos e aeroportos chineses, os prejuízos são inevitáveis"

      Excluir
    4. Os fatos estão aí, a líder de torcida Das Auto é que finge não ver.

      Excluir
    5. Jetta do México é meu ovo!!!!

      Excluir
    6. Depois desse choque de realidade até vai ficar quietinha.

      Excluir
    7. opa a vw usa quais peças para o teto do premium passat? https://m.carcomplaints.com/news/2020/volkswagen-class-action-lawsuit-alleges-sunroofs-leak.shtml

      Excluir
    8. GENTE..GENTE

      VAMOS AVISAR TODOS CSS VOLKS QUE VAI FALTA COROLLA NO MERCADO..

      ESSA É A HORA DE LIMPAR O PATIO...COLOCAR PROMOCAO NOS JETTA 2018/2019 ENCALHADO NAS CSS..

      SE AS CSS NAO APROVEITA ESSA ...VAI TER QUE DEVOLVER TUDO PARA O MEXICO..

      NUNCA MAIS VAI VENDER ESSES JETTA.

      Excluir
  2. Será que a Toyota tem respeito pela VIDA? principalmente a vida de seus colaboradores, assim como tem compromisso com a segurança de seus veículos para com o seus clientes.

    ResponderExcluir
  3. Quando as montadoras voltar a funcionar no Brasil vai ser um monte de modelos de carros que vão sair de linha, vai ficar igual a Ford no ano passado que ficou apenas com o linha Ka e Ecoesport no Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Up, Fox, Siena e Etios são fortes candidatos a aposentadoria.

      Excluir
    2. Uno, c3, c4, aircross, ix35, passat, cruze hb, e versoes, cores de todos os carros.

      Excluir
    3. Cruze hb acredito que ainda vende bem na medida do possível assim como o Passat, IX35 não sei e os outros e não só esses muitos vão morrer quando o controle de estabilidade for obrigatório acho que em 2022 isso mas com a pandemia acho que as montadoras vão pedir adiamento dessa obrigatoriedade infelizmente.

      Excluir
    4. UP e Fox deve morrer para equilibrar as vendas de Gol e Polo;
      Siena saí para equilibrar as vendas do Cronos e talvez até venha o Cronos 1.0;
      Etios saí para equilibrar as vendas do Yaris;
      Uno acho que não pois a Fiat prepara nova geração;
      C3 deve ficar pois deve ser o carro de entrada da marca e logo deve chegar a nova geração ou substituto;
      C4 e Aircross morre de vez;
      Passat deve continuar já que é importado e continua sendo carro premium da marca;
      Cruze deve continuar pois compartilha a produção com Cruze Sedan e deve continuar.

      Excluir
    5. Up e Fox já se adequaram pra prosseguir vendendo cinto de três pontos e Up quatro lugares agora. Siena tbm já está pronto com o cinto.
      Etios segundo a quatro rodas deve morrer abo que vem com a chegada do SUV da Toyota.
      C3 e C4 e Aircross morrem ano que vem por causa do controle de estabilidade.

      Excluir
    6. Up e fox seriam facilmente substituidos por uma versão do polo com 1.0 tsi e cambio manual, tipo um connect com bom custo-benefício.

      Excluir
    7. Importados no geral também vão diminuir a oferta por conta da alta do dolar, que tirou qualquer resquício de competitividade.

      Excluir
  4. Tô achando que a galera que comenta por aqui ainda não percebeu o tamanho da recessão que está vindo por ai. Como dizem no interior, vaca não vai reconhecer bezerro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bando de virgem muleque filhinho de papai q nao sabe o q é o mundo real... isso sim!

      Excluir
  5. VW reabriu todas as concessionárias do grupo na CHINA e está vendendo À rodo lá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai sonhando que isso vai acontecer aqui e no resto dos mercados.

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.